Visual Studio alm rangers



Baixar 7.59 Mb.
Página45/62
Encontro30.10.2016
Tamanho7.59 Mb.
1   ...   41   42   43   44   45   46   47   48   ...   62

Conclusão


Neste laboratório nós exploramos o deployment de bancos de dados através de uma experiência com o Windows Installer baseado no WiX. Definimos um produto com suas funcionalidades e diretórios, empacotamos a saída dos projetos de banco de dados e construímos a sequência de instalação. Finalmente, percorremos alguns cenários de falha para demonstrar algumas noções de troubleshooting e armadilhas comuns neste processo.

Embora tenhamos obtido um processo de instalação bem sucedido, podemos melhorá-lo tratando as armadilhas que econtramos. Isto seria um aumento considerável do escopo deste laboratório, portanto não iremos guiá-lo nesse passo-a-passo. Abaixo estão os assuntos mais importantes e algumas ideias de como endereçar cada área.



O problema mais complicado certamente é o rollback. Neste laboratório nós demonstramos um cenário onde estamos realizando o deployment de múltiplos bancos de dados. Isso pode ser comum para aplicações de uma grande empresa que constituem um ecossistema conectado. Temos algumas ferramentas a nossa disposição mas não há uma única abordagem que resolvem todos os problemas.

Faça backup do banco de dados antes do deployment. Esta é a estratégia mais confiável, porém vem acompanhada de uma redução de performance. Você ppode habilitar este comportamento nas opções Deployment configuration do projeto, selecionando Back up database before deployment. (Figura 82)

Figura 82 Opção para criar um backup antes do deployment

Para implementar essa estratégia siga os passos a seguir:


  1. Habilite a opção de Backup.

  2. Escreva um script .sql que restaure o backup.

  3. Execute esse script .sql em uma CustomAction que esteja condicionada a execução do rollback.

Se você pode tolerar o tempo necessário durante a instalação, esta é a opção mais direta e eficiente.

Se você não puder esperar pelo tempo de backup e restore, há uma abordagem que lhe dá controle granular.



Separe o deployment do schema do deployment dos dados. A ideia é aplicar todas as alterações de schema utilizando o VsDbCmd e então criar um único script que aplica qualquer alteração aos dados.

Para implementar essa estratégia siga os seguintes passos:



  1. Execute uma CustomAction que importa o schema do banco de dados alvo. Isto preserva o estado atual do banco de dados e nos permite reaplicá-lo caso algo dê errado.

  2. Escreva um script .sql que move os dados para uma banco de dados temporário ou para um arquivo.

  3. Execute o script .sql em uma CustomAction que esteja condicionada para executar durante a instalação.

  4. Faça o deploy dos seus bancos de dados.

  5. Escreva um script .sql que aplica as alterações de dados. Certifique-se de que sejam transacionais.

  6. Execute o script .sql em uma CustomAction condicionada a execução da instalação.

  7. Escreva uma CustomAction que executa o deploy do schema que preservamos no passo 1. Condicione sua execução ao rollback da instalação.

  8. Escreva um script .sql que restaura os dados preservados no passo 2.

  9. Execute o script em uma CustomAction. Condicione sua execução ao rollback da instalação.

Se você decidir utilizar essa abordagem, considere criar um Setup.exe no qual você tenha controle completo do código de interface. Fazendo isso você irá simplificar os instaladores e poderá tratar lógicas complexas e conversão de texto que o WiX não trata.

O Cenário de Integração com o Team Build



Resumo


O Team build com o Team Foundation Server provê uma forma fácil e automatizada para compilar, fazer o build, executar testes automatizados, fazer release de arquivos em um local pré-definido (build drop) e fornecer informações sobre a qualidade da informação do build publicando informações em relatórios através de um data warehouse. Com estes processos automatizados, problemas de interoperabilidade podem ser encontrados antecipadamente no ciclo de vida da aplicação. Como os projetos de banco de dados do Visual Studio podem ser incluídos em Team Builds, eles provêm uma excelente forma de garantir builds estáveis e com qualidade conhecida.

Objetivos do Cenário




  • Criar definições de build

  • Enfileirar builds a partir de uma definição de build

  • Investigar problemas encontrados durante a execução do build e verifique o progresso do builds enfileirados

Local dos arquivos iniciais: C:\DatabaseProjectGuidance\HOL\Database Project Build and Deployment Automation Management

Duração estimada: 20 minutos



Passo 1: Crie uma definição de build


Para utilizar o Team Build em nosso projeto de banco de dados precisamos criar uma definição de build e armazená-la no Team Foundation Server. O passo irá criar uma definição de build pronta para ser enfileirada no processo do Team Build.

Duração estimada: 10 minutos




  1. No menu principal, clique em View e então em Team Explorer.



  1. Expanda o Team Project HOL_DatabaseProjects. (Figura 83)

Figura 83 Visão do projeto no Team Explorer



  1. Selecione o nó Builds.



  1. Clique com o botão direito e selecione New Build definition. (Figura 84)

Figura 84 Criando uma nova definição de build



  1. Digite o nome AdventureWorksExample para a nova definição de build e opcionalmente digite uma descrição. Procure identificar com clareza o build para que seja fácil para os demais membros do time diferenciá-lo sem precisar inspecionar os detalhes.



Catálogo: 2012
2012 -> Fapesp e inpe promovem workshop para discutir relatório do ipcc sobre Riscos de Extremos Climáticos e Desastres nas Américas do Sul e Central
2012 -> Anima Mea Concerto no Convento Corpus Christi, 14junho2015
2012 -> Branches e merge com Visual Studio Team Foundation Server 2012
2012 -> Perfil: Time de Qualidade, Testadores
2012 -> Lista de Biologia Vanessa / Frente a volume 2
2012 -> CÂmara municipal de sapopema estado do paraná cnpj: 77. 774. 487/0001-94 Av. Manoel Ribas, 520, cep – 84. 294-000 Fone/Fax (43) 3548-1258
2012 -> Instituto nacional de estudos e
2012 -> Gabinete do ministro
2012 -> Indice de leis complementar 2012 lei 114 À 154 lei complementar 114 de 19 de janeiro de 2012
2012 -> Agenda do presidente do Ibram, Angelo Oswaldo de Araújo Santos 30 de dezembro de 2014

Baixar 7.59 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   41   42   43   44   45   46   47   48   ...   62




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
Dispõe sobre
reunião ordinária
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Relatório técnico
Universidade estadual
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
espírito santo
pregão eletrônico
Curriculum vitae
Sequência didática
Quarta feira
prefeito municipal
distrito federal
conselho municipal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
segunda feira
Pregão presencial
recursos humanos
Terça feira
educaçÃO ciência
agricultura familiar