Tabela de conteúdos



Baixar 427 Kb.
Página2/3
Encontro02.11.2017
Tamanho427 Kb.
1   2   3

tabela de conteúdos

Porquê técnicas de dramatização? 3

Introdução ao curso para beneficiários: 4

Curso 1: França 5

Enquadramento 5

UNIDADE 1: Autoconfiança e linguagem corporal 6

UNIDADE 2: Expressão oral e autoestima 7

UNIDADE 3: Preparar-se para um entrevista de trabalho 8

Curso 2: Itália 8

Enquadramento 8

UNIDADE 2: Definir metas profissionais 11

UNIDADE 4: Ferramentas de procura ativa de emprego e teste de aprendizagem 12

Curso 3: Polónia 14

Enquadramento 14

Course 4: Portugal 18

Enquadramento 18

UNIDADE 1: Competências Sociais e Pessoais 19

UNIDADE 2: Atitude corporal 20

UNIDADE 3: Resolução de problemas/ encontrar soluções 20

UNIDADE 4: Objetivos de vida e autoconhecimento 21

Curso 5: Escócia 22

Enquadramento 22

Indução da equipa 23

Semana Residencial: Atividades Físicas 25

Semana residencial: Escrita do roteiro 28

Anexo : Descrição das atividades 29




ACTING UP estabelece como objetivo o envolvimento de formandos adultos (especialmente aqueles pouco qualificados, com menos oportunidades) numa formação continuada através do uso de técnicas teatrais, de forma a torná-los capazes de encontrarem percursos de formação e emprego adequados.

O projeto Acting UP foca-se em dois públicos-alvo: i. formadores/professores de adultos, conselheiros vocacionais e animadores socioculturais que serão formados para utilizarem as atividades de dramatização como método pedagógico para apoiar adultos vulneráveis e ii. formandos adultos que estejam em particular risco de exclusão, que necessitem de aperfeiçoamento e requalificação profissional, muitas vezes afetados pelo desemprego, reestruturação e transições de carreira.


  • Porquê técnicas de dramatização?


No processo de ensino-aprendizagem a motivação deve estar sempre presente. Os formadores facilitam a construção do processo de formação influenciando o desenvolvimento da motivação dos participantes. A dramatização é uma técnica de ensino muito eficiente que pretende envolver os participantes numa dinâmica diferente. É possível trabalhar e integrar diferentes áreas utilizando a dramatização para desenvolver competências de vida essenciais, tais como, criatividade, confiança e colaboração.

A dramatização é uma metodologia de ensino que conduz a uma boa expressão verbal/oral, encorajando a capacidade de dramatização, poder de síntese, geração de ideia coletiva, criatividade, envolvimento com a linguagem física e teatral, etc.

A dramatização opera através da compreensão cognitiva e empatia emocional, onde os participantes imitam a vida através contextos e situações improvisadas e fictícias proporcionando aos participantes um ambiente de aprendizagem seguro e uma estrutura criativa para gerir os conflitos pessoais.

Ainda nesta perspetiva, deve-se ter em conta a dificuldade de se exporem e de comunicarem, sendo um forte obstáculo no desenvolvimento dos participantes - "Como ter coragem para expressar a minha opinião em frente de tantas pessoas?".

A Dramatização permite informalidade e assegura a participação psicológica dos indivíduos e do grupo, eliminando inibições e facilitando a comunicação, desenvolvimento de competências e de relacionamento com os outros através da compreensão da natureza do comportamento humano, facilitar a comunicação "mostrando" em vez de "falando", dando a oportunidade aos participantes de "representarem” os seus problemas pessoais que, na vida real, não são capazes de reconhecer e compreender, enquanto representam no palco.

  • Introdução ao curso para beneficiários:


Durante o seminário Acting-Up realizado em novembro de 2015, no Porto (Portugal)1, foram formados 25 professores/formadores de adultos utilizando técnicas de dramatização. Aqui os professores/formadores descobriram técnicas novas e inovadoras para utilizarem com os seus beneficiários (formandos adultos) com o objetivo de motivá-los e aumentar a sua autoestima, reduzindo o risco de exclusão social.

Cada um dos professores/formadores que fez o workshop em Portugal, incorporou as competências recém-adquiridas no seu trabalho através da conceção de um curso para o seu grupo-alvo específico. Os cursos combinam técnicas teatrais e técnicas regulares normalmente utilizadas nas atividades diárias de educação.

Este documento demonstra 5 exemplos da forma como estas técnicas têm sido aplicadas em cada país. A descrição das técnicas é apresentada no anexo por ordem cronológica.

  • Curso 1: França



  • Enquadramento


  • Grupo-alvo:

Pessoas desempregadas, formandos que frequentam cursos de orientação vocacional…

  • O curso:

Réussir é um esquema de apoio para aqueles que procuram trabalho fundado pelo Conselho Regional da Normandia. Este esquema pretende apoiar e preparar os beneficiários para se inscreverem num percurso VET (formação profissional).

Os participantes são envolvidos em várias atividades incluindo:



  • Fazer uma avaliação pessoal e das competências

  • Descobrir novos empregos e setores

  • Capacitação

  • Conciliar as suas aspirações e a procura do Mercado de trabalho




  • Objetivos:

  • Facilitar o percurso dos formandos adultos.

  • Criar uma dinâmica de grupo.

  • Desenvolver as suas capacidades de comunicação.

  • Melhorar a sua autoconfiança e autoestima.

  • Prepará-los para serem bem-sucedidos numa entrevista de trabalho.



  • Duração

21 horas - 3 dias
  • UNIDADE 1: Autoconfiança e linguagem corporal


Resultados de aprendizagem: Observação, Escuta Ativa, Confiança, Expressar de emoções

Duração: 7 horas

Riscos/Recomendações: Respeito pelas necessidades individuais dos participantes

Local/Recursos/Materiais: sala ampla, roupa confortável, computador para ouvir música, balões e canetas, jornais, revistas, canetas, lápis, cola, tesouras, plasticina

Metodologias/Atividades:
SESSÃO DA TARDE

  • Caminhando por … 5 minutos

  • Toma o espaço 10 minutos

  • Diz olá! 5 minutos

  • Torne-se memorável 15 minutos

  • Chiclete! 10 minutos


PAUSA

  • Ser um jornal 10 minutos

  • Hipnose 5 minutos

  • O espelho 5 minutos

  • O cego 10 minutos

  • Suporte e contrapeso 30 minutos

  • A garrafa 10 minutos

Avaliação: Os grupos formam um círculo. Cada participante diz uma palavra para dizer o que sente pela manhã.
SESSÃO DA TARDE

  • ZAP 5 minutos

  • Torna-o maior 15 minutos

  • Contagem decrescente 10 minutos

  • O círculo de nós 10 minutos

  • Escultura de grupo 20 minutos


PAUSA

  • Comigo mesmo I 60 minutos

AVALIAÇÃO

Os participantes usam folhas de papel (de cores diferentes), revistas, canetas, lápis, cola, tesoura e plasticina para criar algo que represente o seu sentimento sobre a tarde.



  • UNIDADE 2: Expressão oral e autoestima


Objetivos de aprendizagem: Auto expressar, desenvolver autoestima, observação, escuta ativa, confiança, expressar emoções, empatia, consciência social

Duração: 7 horas

Riscos/Recomendações: Respeito pelas necessidades individuais dos participantes

Local/Recursos/Materiais: sala ampla, roupas confortáveis, computador para ouvir música, quadro

Metodologias/Atividades:
SESSÃO DA MANHÃ

  • De pessoa para pessoa. 5 minutos

  • Diz olá! 5 minutos

  • Que estás a fazer? 10 minutos

  • Dizer, ouvir, reproduzir 30 minutos

  • Do meu modo. 30 minutos


PAUSA

  • Onde está a Mónica? 60 minutos


AVALIAÇÃO

  • Rolar um dado.


SESSÃO DA TARDE

  • Seguir os números. 5/10 minutos

  • Brainstorming: entrevista de emprego 15 minutos

  • Os 3 passos de uma entrevista de trabalho: antes, durante e depois (45 minutos)


PAUSA

  • As perguntas mais frequentes (15 minutos)

  • Objeções (10 minutos)

  • Os motivos pelo qual não é contratado (5 minutos)

  • À procura de uma oferta de emprego (60 minutos)


AVALIAÇÃO

O grupo forma um circulo. Cada participante diz uma palavra para expressar os seus sentimentos em relação à tarde.




Objetivos de aprendizagem: Observação, escuta ativa, confiança, expressar emoções, empatia, consciência social, expressar um ponto de vista pessoal ou opiniões.

Duração: 7 horas

Riscos/Recomendações: Respeito pelas necessidades individuais dos participantes

Local/Recursos/Materiais: sala ampla, roupa confortável, um palco, folhas de papel, canetas

Metodologias/Atividades:
SESSÃO DA MANHÃ

  • Zap 5 minutos

  • Teatro de imagem: Congelar imagem 10 minutos

  • Teatro de imagem coletiva 15 minutos

  • Escolha de um assunto 5/10 minutos


PAUSA

  • Construção de um cenário (90 minutos)


SESSÃO DA TARDE

  • Prática 15 minutos

  • Encenação 1h30 (15minutos/cenário)


AVALIAÇÃO: A folha de viragem


  • Curso 2: Itália

  • Enquadramento


  • Grupo-alvo

Os módulos destinam-se a pessoas desempregadas. Este é um grupo alvo muito amplo que inclui vários beneficiários, tais como pessoas com deficiências, pessoas com dificuldades psíquicas e psicológicas, pessoas social e economicamente desfavorecidas, etc.

  • O curso

O workshop é conduzido por pessoas especializadas com a ajuda de pelo menos 1 tutor (para as atividades de apoio à aprendizagem e análise do comportamento dos participantes).

O curso prevê a discussão de assuntos que não são apenas diferentes em cada reunião, mas seguem também uma linha de planeamento de tal forma que os tópicos discutidos antes são preparatórios para aqueles que vêm depois.

O valor do grupo é fundamental para estas atividades, o grupo ajuda no processo de aprendizagem porque dá a possibilidade de olhar para “a mesma coisa” de diferentes pontos de vista.
A avaliação/briefing pretende “parar a aprendizagem” sobre o encontro passado e implementar uma atividade de avaliação sobre o que aconteceu. Esta fase pretende melhorar as intervenções seguintes ou clarificar possíveis dúvidas. A avaliação também permite ir além dos possíveis "obstáculos" que permitem o participante se tornar protagonista de sua própria mudança e aprendizagem e fazer com que o sentimento de "falha" funcione para prosseguir ao longo do curso sem desistir. Esta atividade é preparatória para a atividade de colocação profissional, para a qual será fundamental identificar e superar os elementos críticos apresentados durante o curso.

As atividades são quase totalmente focadas no workshop e na didática cooperativa: trocas de experiências, trabalhar em projetos, atividades interativas.

O curso utiliza metodologias didáticas inovadoras, organizam-se reuniões sobre os métodos didáticos ativos e interativos, com recurso especial ao método da experiência (análise / reflexão) e resumos curtos capazes de facilitar a conceptualização das experiências de aprendizagem. O trabalho de grupo é favorecido para construir o conhecimento.

Vamos usar didática de pesquisa e didática lúdica ativa. De acordo com o estilo cognitivo dos destinatários, procederemos com exercícios estruturados apoiados por ferramentas audiovisuais; Workshop de computador, representação, técnicas autobiográficas e técnicas de TO (Teatro do Oprimido). Além disso, será utilizado no âmbito da metodologia de aprendizagem cooperativa para a elaboração do planeamento de vida.



Objetivos

O workshop tem como principal objetivo desenvolver capacidades cognitivas, integrais, de independência, sociais e profissionais. Relativamente às capacidades profissionais, é importante especificar que num sistema produtivo como o nosso marcado pela alta competitividade e pelo elevado nível de desempenho necessário, a integração no trabalho está estritamente ligada a capacidades profissionais especificas possuídas por cada participante.



  • Duração

18 horas, 4 dias

 UNIDADE 1: Avaliação de competências

Objetivos de aprendizagem: Auto capacitação, capacidade de reconhecimento, elaboração do portfólio de competências.

Apresentar-se, reconhecer e memorizar os nomes dos membros do grupo, melhorar a memória e a concentração.



Autoconsciência: Ser capaz de se tornar Auto consciente, fazer uma escolha, tomar decisões, ser corajoso o suficiente para se autoanalisar, querer aprender, ter espirito de iniciativa, ter uma autoimagem positiva. Capacidade de observação, confiar.

Duração: 4,5 horas

Riscos/Recomendações: O primeiro encontro é necessário para se familiarizarem com o grupo-alvo. Deve considerar-se um grupo misto com elevados padrões de desvantagens sociais e psicológicas, devendo existir homens e mulheres de culturas diferentes, por isso deverá considerar a possibilidade de introduzir ou não atividades baseadas no contato físico ou um envolvimento emocional incontrolável.

Local/Recursos/Materiais: sala ampla, sala isolada, roupas confortáveis, sistema de som (stereo) para ouvir música, computador, videoprojector, fichas pré-preenchidas, canetas, folhas brancas e de cor, balões.

Metodologias/Atividades:

As técnicas usadas referem-se as metodologias do teatro social, teatro do oprimido, autobiografia, educação de paz e não violência e animação social.

Atividades:

1. Uma carta para mim no futuro

2. Ficha de avaliação de expetativas

3. Torne-se memorável

4. Ficha de avaliação de competências

5. Atividade 5: torna-o maior!

6. Planeamento de vida (Auto reconstrução)

  • UNIDADE 2: Definir metas profissionais


Objetivos de Aprendizagem: Pensar sobre como lidar com o fracasso/Definir as próprias metas profissionais.

Duração: 4,5 horas

Riscos/Recomendações: É importante considerar avaliações nos primeiros encontros para compreender se os participantes estão preparados para a verbalização de grupo.

No encontro, serão intercalados momentos de trabalho individual com momentos de retorno ao grupo.



Local/Recursos/Materiais: Sala ampla, sala isolada, roupas confortáveis, Sistema áudio (stereo) para ouvir música, portátil, vídeo projetor, formulário pré-preenchido, canetas, folhas brancas, cores.

Metodologias/Atividades:

As técnicas usadas referem-se ao teatro social, teatro do oprimido, autobiografia, educação de paz e não-violência, metodologias de animação social.

1. Super heróis

2. Teatro imagem: Criação de imagens sobre um tema escolhido. Tema: trabalho, jogo

3. Jogo/ ficha de metas profissionais – retorno ao grupo

4. Continuação do jogo de planeamento de vida (metas)


UNIDADE 3: Perfil profissional e ferramentas de procura ativa de emprego


Resultados de aprendizagem: Planeamento de vida – construção de um plano de ação, objetivos profissionais e de formação, curriculum vitae e carta de apresentação.

Duração: 4,5 horas

Riscos/Recomendações: é necessário considerar avaliações de grupos de reuniões anteriores, se necessário o programa deverá ser modificado.

Local/Recursos/Materiais: sala ampla, espaço isolado, roupas confortáveis, Sistema de som para ouvir musica, portátil, vídeo projetor, formulário pré-preenchido, canetas, folhas brancas, cores.

Metodologias/Atividades: as técnicas usadas referem-se ao teatro social, teatro do oprimido, autobiografia, educação para a paz e não-violência, metodologias de animação social.


  • Atividade baseada no reconhecimento do conhecimento e das emoções da ultima reunião

  • O círculo dos nós

  • Barulhos

  • Continuação do jogo de planeamento de vida (plano de ação)



  • UNIDADE 4: Ferramentas de procura ativa de emprego e teste de aprendizagem


Resultados de aprendizagem: Ofertas de trabalho e seleção de entrevistas, relação de redes, serviço de emprego/teste de aprendizagem.

Duração: 4,5 horas

Riscos/Recomendações: é necessário considerar avaliações de grupos de reuniões anteriores, se necessário o programa deverá ser modificado.

Local/Recursos/Materiais: sala ampla/sala isolada/roupas confortáveis/sistema de som para ouvir musica, portátil, vídeo projetor, formulário pré-preenchido, canetas, folhas brancas, cores.

Metodologias/Atividades:

As técnicas usadas referem-se ao teatro social, teatro do oprimido, autobiografia, educação para a paz e não-violência, metodologias de animação social.




  • Atividade baseada no reconhecimento do conhecimento e das emoções da ultima reunião

  • Torna-o maior!

  • Continuação do jogo de planeamento de vida (plano de ação)

  • Representação: entrevista de trabalho

  • O que deixo e o que levo
  • Curso 3: Polónia



  • Enquadramento


  • Grupo alvo

Pais solteiros

O curso:

Um curso feito à medida, ajustado ao grupo, organizado regularmente. As sessões de grupo terminam com orientação individual.




  • Objetivos:

Melhorar a autoestima dos participantes

Capacitar os aprendizes

Identificar as suas necessidades, as suas capacidades e objetivos tanto na vida profissional como na vida pessoal

Beneficiar da experiencia peer-to-peer (de igual para igual)


  • Duração

1h30 minutos por pessoa x 10 pessoas num grupo => 15 h por grupo => 3 dias (5 horas por dia + pausas para café e almoço = 8 horas)

UNIDADE 1: Introdução ao tema: Como lidar com emoções e sentimentos


Resultados de aprendizagem: Saber qual é o objetivo da reunião: reconhecer, nomear, expressar e ouvir a si próprio e aos outros.

Duração: 3 minutos

Riscos/Recomendações: Ganhar a atenção do grupo.

Local/Recursos/Materiais: Sala ampla/ quadro branco/papel/marcadores de cor

Metodologias/Atividades: breve introdução




Baixar 427 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
Dispõe sobre
reunião ordinária
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Relatório técnico
Universidade estadual
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
espírito santo
pregão eletrônico
Curriculum vitae
Sequência didática
Quarta feira
prefeito municipal
distrito federal
conselho municipal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
segunda feira
Pregão presencial
recursos humanos
Terça feira
educaçÃO ciência
agricultura familiar