Série de ficço mais lida no mundo, Deixados Para Trás vendeu mais de 70 milhões de livros e foi traduzida



Baixar 1.16 Mb.
Página18/26
Encontro03.11.2017
Tamanho1.16 Mb.
1   ...   14   15   16   17   18   19   20   21   ...   26

aquele que Deus vai usar para matar Carpathia no tempo determinado?

Chloe! - disse Rayford, na esperança de que sua reação soasse como uma censura e não

para ocultar o fato de que ele já orara para ter esse privilégio. O que estava acontecendo

com eles? No que estavam se transformando?

Buck comunicou que Jacov o ajudara a esconder-se na casa de Stefan. Rayford sentiu-se

melhor com essa notícia, pois a permanência de Buck na casa de Chaim o preocupava.

Certamente a polícia da Comunidade Global acreditava que Buck fugira com seus

companheiros. Viver sob o teto de uma pessoa desconhecida em um bairro de gente

simples o deixava menos vulnerável e dava-lhe a chance de recuperar-se dos ferimentos.

Buck contou a Rayford por telefone que dali a algumas semanas ele tentaria retornar aos

Estados Unidos em um vôo comercial, provavelmente saindo de um dos principais

aeroportos da Europa.

- Já que eles não estão à minha procura aqui - ele dissera -, talvez eu possa sair usando

um nome falso.

Nesse ínterim, Rayford fizera contato com Mac McCullum e David Hassid. Ele usou os

préstimos de David para substituir os computadores de todos os componentes do

Comando Tribulação e adquiriu unidades de tamanho reduzido que podiam ser ligadas à

Internet e servir como telefones movidos a luz solar, conectados por satélite ao mundo

inteiro.

Tsion sempre manifestava sua satisfação a Rayford por ter recebido um novo computador

- um laptop leve, estreito e fácil de ser transportado que podia ser conectado a um posto

no cais, dando-lhe a condição de receber em casa todos os tipos de acessórios disponíveis.

Tratava-se do modelo mais recente, mais rápido e mais potente que havia no mercado.

Tsion passava a maior parte do dia comunicando-se com seu rebanho internacional, que

aumentara de modo significativo antes das reuniões em Israel e agora se multiplicava

sensivelmente a cada dia.

Em razão das melhoras apresentadas por Hattie, pelo menos na parte física, o Dr. Floyd

Charles agora dispunha de tempo para assumir o lugar de Ken como conselheiro técnico

do Comando Tribulaço. Ele instalou um programa para impedir que os telefones e os

computadores do grupo fossem rastreados.

A tarefa mais difícil para Rayford era lidar com suas emoçes a respeito de Ken. Ele sabia

que todos sentiam a falta do companheiro. A mensagem de Tsion proferida em um rápido

culto em memória de Ken levara todos às lágrimas. Chloe passou dois dias na Internet

tentando encontrar algum Parente de Ken, mas não conseguiu nada. Rayford deu a noticia

a Ernie, em Palwaukee, o qual prometeu informar o Pessoal daquele aeroporto e guardar

os pertences de Ken até que Rayford pudesse buscá-los. Ele não contou nada a Ernie sobre

o ouro de Ken, sabendo que os dois, apesar de serem irmãos em Cristo, se conheciam

havia pouco tempo.

Buck comprou um computador para poder conectá-lo à Internet e aprender os

ensinamentos de Tsion. Porém, ele não conseguiu encontrar um programa que lhe

permitisse comunicar-se com Chloe sem ser rastreado. A conversa tinha de ser feita por

telefone. Ele sentia muito a falta dela, mas ficou feliz por saber que a esposa e o bebé em

120


gestação estavam saudáveis, apesar de Chloe ter admitido que o médico manifestara

uma certa preocupaço com a fragilidade dela.

Chloe mantinha-se ocupada montando um ramo de negócio com base nas anotações de

Ken. Dentro de um mês, ela disse a Buck, esperava dirigir um comércio pelo computador,

ligando em rede todos os crentes do mundo.

- Alguns terão a missão de plantar e colher - ela disse. - Outros, a missão de comprar e

vender. Esta será a nossa única esperança, uma vez que somente os que tiverem a

marca da besta poderão participar do comércio legal.

Ela contou a Buck que sua prioridade seria arregimentar agricultores, produtores e

fornecedores. Assim que tudo estivesse em ordem, ela expandiria o mercado.

Mas como vai ser quando você tiver um bebé para cuidar? - ele perguntou.

- Espero que, nessa ocasião, meu marido já tenha voltado para casa - ela respondeu. -

Vou ensinar-lhe, porque ele não vai ter muito serviço além de dirigir uma revista pela

Internet.

Ensinar-lhe o quê? Como dirigir seu comércio ou tomar conta do bebé?

As duas coisas - ela disse.

No fim do dia de uma sexta-feira, ela mencionou a Buck por telefone que Rayford estava

planejando visitar o aeroporto de Palwaukee no dia seguinte.

- Ele vai dar uma olhada nos aviões de Ken e tentar conhecer um pouco melhor esse tal de

Ernie. Talvez o rapaz seja um bom mecânico, mas Ken mal o conhecia.

Naquela noite, Buck conectou seu computador à Internet e encontrou a mensagem de

Tsion para o dia. O rabino parecia abatido, mas Buck sabia que as pessoas que não o

conheciam pessoalmente não notariam esse abatimento. Tsion escreveu sobre o

sofrimento pela perda de amigos e familiares. Ele não mencionou o nome de Ken, mas

Buck o leu nas entrelinhas.

Tsion concluiu sua mensagem para aquele dia relembrando a seus leitores que,

recentemente, havia transcorrido o segundo aniversário da assinatura do pacto de paz

entre a Comunidade Global (conhecida dois anos antes como Organizaço das Nações

Unidas) e o Estado de Israel.

"Eu gostaria de lembrá-los, meus queridos irmãos e irmãs, de que estamos a apenas um

ano e meio daquele tempo ao qual a Bíblia dá o nome de Grande Tribulaço. Até agora, a

situação tem sido muito difícil, mais do que difícil. Sobrevivemos aos dois anos mais

terríveis da história de nosso planeta, e este próximo ano e meio será pior. Contudo, os

últimos três anos e meio deste período farão com que os que já atravessamos pareçam

ter sido uma grande festa."

Buck sorriu diante da insistência de Tsion de sempre terminar sua mensagem com uma

palavra de incentivo, independentemente da dura verdade que teve de transmitir. Ele

encerrou a mensagem citando Lucas 21: "Haverá sinais

no sol, na lua e nas estrelas; sobre a terra, angústia entre as nações em perplexidade

por causa do bramido do mar e das ondas; haverá homens que desmaiarão de terror e

pela expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo; pois os poderes dos céus serão

abalados. Então se verá o Filho do homem vindo numa nuvem, com poder e grande

glória. Ora, ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei as vossas cabeças;

porque a vossa redenção se aproxima."

Na manhã seguinte, às sete horas em Israel, Buck estava assistindo ao noticiário da TV

sobre a resposta de Nicolae Carpathia a Eli e Moisés, que continuavam a causar destruição

em Jerusalém. O apresentador citou as palavras do supremo comandante Leon Fortunato,

que falou em nome do potentado:

"Sua Excelência declarou os pregadores como inimigos do sistema mundial e autorizou

Peter Matthews, o sumo pontífice da Fé Mundial Enigma Babilónia, a fazer o que bem lhe

aprouver com os criminosos. O potentado acredita, e eu tenho a mesma opinião, que não

121


deve envolver-se pessoalmente em assuntos de competência da divisão religiosa da

Comunidade Global. Sua Excelência disse-me o seguinte ontem à noite: 'A menos que

venhamos a descobrir que o nosso Supremo Pontífice não tem condiçes de lidar com

aqueles dois que usam de artifícios e hipnose em massa para paralisar um país inteiro'."

Evidentemente, por estar assistindo a uma transmissão "imparcial", Buck não se

surpreendeu ao ver Peter Matthews dar uma resposta furiosa:

"Oh! quer dizer então que o problema passou a ser meu? Será que Sua Excelência

finalmente resolveu transferir a autoridade a quem de direito? Sabemos que ele só abriu

mão dessa autoridade quando ficou provado que seu exército não tinha poderes sobre

esses impostores. Assim que os

dois morrerem, a chuva voltará a cair sobre Israel, límpida, pura, refrescante, e o mundo

saberá onde reside o verdadeiro poder."

Uma semana antes, Buck levara Chaim para visitar os pregadores diante do Muro, e o

ancião admitiu que ficou comovido pela experiência e mais desiludido ainda com Carpathia.

- Porém, Cameron - ele disse -, enquanto Nicolae cumprir com sua parte no pacto que

assinou com Israel, continuarei confiando nele. Não tenho escolha. Eu desejo e preciso

confiar nele.

Buck o havia pressionado.

- Se ele traísse Israel, o que você acharia de tudo o que aprendeu com Tsion e de tudo o

que meu sogro ouviu clandestinamente? Você capitularia e se juntaria a nós?

Rosenzweig não quis se comprometer.

Sou um velho com costumes arraigados - ele havia respondido. - Lamento ser tão

inflexível. Você e seus companheiros crentes são muito cativantes, e espero que não

venham a ter razão no final, porque vou me sentir o mais desprezível de todos os

homens. Mas eu lancei minha sorte em um mundo que posso tocar, sentir e ver. Não

estou disposto a abandonar a intelectualidade em prol de uma fé cega.

Em sua opinião, é isto o que Tsion tem feito?

Por favor, não lhe diga nada. Tsion Ben-Judá é um erudito brilhante que não se encaixa na

imagem que tenho dos crentes. Tampouco vocês, que são seus amigos íntimos. Acho Que

tudo isso devia me dizer alguma coisa.

Deus está tentando chamar sua atenço, Dr. Rosenzweig.espero que não haja necessidade

de uma aço drástica.

Rosenzweig o dispensara com um gesto. ~ Obrigado por preocupar-se comigo.

Agora Buck balançava a cabeça diante das notícias veiculadas pela TV, sabendo que eram

23 horas em Illinois e que sua família e amigos ainda não haviam tomado conhecimento

dos últimos fatos. Ele queria enviar-lhes uma mensagem por e-mail para que assistissem

ao noticiário. Mas não podia transmitir a mensagem sem expor Stefan e a si mesmo

diante da CG.

Buck pensou em fazer uma ligação telefónica e deixar um recado, mas Chloe passara a ter

um sono tão leve que sempre acordava e enviava-lhe uma resposta, mesmo que fosse no

meio da noite. Ela precisava descansar.

Stefan saíra para trabalhar, e Buck resolveu dar um passeio sob o sol da manhã. Ele

desejava tanto voltar para a casa secreta que quase chorou. A luminosidade do céu claro

e sem nuvens fê-lo semicerrar os olhos, e ele apreciou o calor de um dia sem nenhuma

brisa sequer. De repente, uma sombra cobriu o céu, como se alguém tivesse estendido

um manto acima de sua cabeça.

Mesmo com o sol a pino no céu límpido, a manhã transformou-se em crepúsculo, e a

temperatura caiu vertiginosamente. Buck sabia muito bem o que estava acontecendo: a

profecia de Apocalipse 8.12. O quarto anjo tocara a trombeta, "e foi ferida a terça parte do

sol". O mesmo aconteceria com a terça parte da lua e das estrelas. Considerando que o

sol brilha durante 12 horas por dia na maior parte do mundo, ele agora só brilharia oito,

com apenas dois terços de sua luminosidade normal.

122

Apesar de saber o que estava acontecendo, Buck ficou amedrontado diante do poder de



Deus. Sentindo um nó na garganta e um aperto no peito, ele correu até a casa vazia de

Stefan e ajoelhou-se. - Senhor - ele orou -, tu me tens provado tua fidelidade

constantemente, e, mesmo assim, sinto que minha fé se intensifica todas as vezes que

presencio o teu poder em ação. Tu cumpres tudo o que prometes. Tudo o que predizes

cumpre-se. Oro para que este fenómeno, propagado ao mundo inteiro por Tsion e pelas

144.000 testemunhas, alcance milhões de almas para o teu Reino. Como pode ainda

existir alguém que duvide de teu poder e de tua grandeza? Tu és tremendo, mas também

és um Deus de amor, de misericórdia e de bondade. Obrigado por me teres concedido a

salvação. Obrigado por Chloe e nosso bebé, por Rayford, Tsion e o médico. Obrigado pelo

privilégio de ter conhecido Ken. Protege nosso povo onde quer que esteja e dá-me a

oportunidade de conhecer Mac e David. Mostra-nos o que devemos fazer. Guia-nos para

que possamos te servir melhor. Eu me entrego em tuas mãos e estou disposto a ir aonde

quiseres e fazer o que me pedires. Louvo a ti por Jacov, Hannelore, Stefan e por todos os

novos irmãos e irmãs que puseste em meu caminho. Quero que Chaim te conheça,

Senhor. Graças te dou por seres um Deus benevolente e grandioso.

Buck estava profundamente envolvido pelo poder de Deus, sabendo que a escuridão teria

efeito sobre tudo no mundo, não apenas sobre a luminosidade do sol e a temperatura da

terra, mas também sobre o transporte, a agricultura, os sistemas de comunicação e as

viagens - tudo o que tivesse a ver com ele próprio e com seus entes queridos.

Buck queria avisar o Comando Tribulação, mas aguardou até ser sete horas da manhã em

Chicago. Eles gostavam de se levantar logo que o sol despontava no horizonte, mas agora

o sol não despontaria para eles. Buck se perguntava como seria o aspecto das estrelas

quando elas escurecessem. Não ia demorar muito.

Ele discou para Chloe e a despertou.

Rayford acordou mais cedo do que costumava e olhou para o relógio. Eram 6h45, e ainda

não havia clareado. Ele continuou deitado olhando para o teto, imaginando que o dia

devia estar chuvoso ou nublado. Às sete horas, ele ouviu o telefone de Chloe tocar. Devia

ser Buck, e Rayford queria falar com ele. Resolveu aguardar alguns minutos para dar

tempo a ela de conversar com o marido. Depois, ele desceria e lhe faria um sinal.

Ainda deitado de costas, ele deu um longo suspiro. Será que sua ida a Palwaukee naquele

dia teria algum proveito? Deveria ele mencionar a Ernie o assunto do tesouro escondido?

Talvez sim, dependendo do rumo da conversa. Levaria algum tempo para que ele

confiasse plenamente em Ernie. O rapaz era muito jovem.

A voz de Chloe parecia agitada. E ela o estava chamando. Ele sentou-se na cama. Ainda

não estava na época de o bebé nascer. Haveria algum problema com Buck?

- Papai! Venha aqui!

Rayford vestiu apressadamente o roupão. Chloe foi ao encontro dele no pé da escada,

com o telefone celular encostado ao ouvido.

- São sete horas, e ainda está um pouco escuro – ela disse. - Buck está me contando

que o sol parou de brilhar às sete horas da manhã no horário de lá. Enquanto estávamos

dormindo. Buck, converse com papai, meu bem. Vou chamar o pessoal para nos

reunirmos aqui.

Buck percebeu que Rayford ficou atónito.

Incrível - ele disse repetidas vezes. - Vamos ter de verificar o que vai acontecer com

nossos aparelhos movidos a luz solar.

Pensei que Floyd já estivesse cuidando do assunto.

Ele estava. Só que não gostamos das conclusões a que ele chegou. Por algum motivo que

desconhecemos, em um caso como este a soma dos elementos não é igual. Não dá para

expressar numericamente que vamos ter um terço de energia a menos. Ele usou uma

calculadora possante e disse que, além de haver um terço a menos de energia solar,

123

haverá um terço a menos de tempo a cada 24 horas. Ele nos deu um exemplo do que



isso vai significar para nós, e não gostamos do que vimos. Não podemos contra-

argumentar nem podemos acumular muita energia por antecipaço, mas esperamos que

ele esteja errado.

- Ele não errou - disse Buck. - Sujeitos inteligentes como ele nunca erram. Aguarde um

instante, Rayford. Há uma outra pessoa ligando para mim e preciso saber quem é.

Buck apertou a tecla de identificaço de chamada e voltou a falar com Rayford.

É Rosenzweig. Volto a ligar para Chloe em seguida.

Eu digo a ela. Veja como está a fonte de energia de seu celular.

Está tudo bem. - Ele apertou o botão. - Dr. Rosenzweig!

Cameron, quero conversar pessoalmente com você. Estou necessitando de alguns

conselhos.

Precisa ser agora?

Você tem condições?

Suponho que você já saiba o que está acontecendo - disse Buck.

Claro que sei! Eu estive presente na última reunião em Tsion falou sobre esta profecia.

Então você está admitindo que o fenómeno é óbvio demais e que não pode ser outra

coisa.

Qualquer pessoa que saiba raciocinar será forçada a admitir.



Obrigado, meu Deus!, pensou Buck.

Preciso conversar com você para saber o que vou dizer. A imprensa está alvoroçada e

quer que eu comente o assunto em um programa a ser levado ao ar amanhã. Eu disse a

uma meia dúzia de repórteres que sou botânico e que só sei explicar o que esse

fenómeno significará para a fotossíntese.

A propósito, o que ele significará para a fotossíntese?

Bem, se você deseja uma resposta técnica, digo que ele vai confundir tudo. O pessoal da

imprensa, porém, está me fazendo lembrar que sempre falei sobre assuntos científicos,

mesmo fora de minha área de atuaço. Você deve se lembrar de que Nicolae me fez

algumas perguntas sobre as causas dos desaparecimentos. Eu quase fiquei convencido

com aquela bobagem de que houve uma reaço atómica espontânea.

E você quase me convenceu também, e na época eu era um jornalista internacional.

Fortunato acabou de me ligar. Ele deseja que eu confirme a teoria da Comunidade Global

sobre este fenómeno.

Como poderei ajudá-lo?

Vamos ter de montar uma estratégia. Estou pensando em desmascará-los. Vou dar a

entender que apoio as ideias deles, e, quando eu estiver no ar, direi o que quiser. Preciso

me vingar de Leon, pelo menos uma vez.

Acho que você está preocupado com o que Carpathia vai pensar.

Claro.


Será um teste para o relacionamento entre vocês dois.

Exatamente. Vou descobrir até que ponto sou um cidadão livre. Fiz Leon passar por tolo

deixando transparecer que estava cooperando com ele para prender vocês três. Eu

poderia ter desmascarado o regime inteiro, mas Nicolae desculpou-se pessoalmente e

pediu-me que eu não lhe causasse nenhum constrangimento.

Ele se desculpou? Você não me contou nada.

Achei que não seria apropriado. Você não faz ideia do quanto cheguei perto de dizer a ele

que trocaria a saída de um amigo do país pela minha promessa de não deixar a notícia

vazar para a imprensa. Só que não tive coragem de pedir-lhe uma coisa destas.

Você agiu com sabedoria - disse Buck. - Não creio que ele aceitaria essa barganha. Se

Carpathia soubesse que estou aqui, bem debaixo do nariz deles, ficaria furioso.

Eu me atrevi a perguntar se ele não imaginava que suas táticas contra Ben-Judá e seus

seguidores poderiam ser a causa de todas estas pragas e julgamentos. Ele me censurou

por eu estar concordando com toda esta ficço. Eu preciso conversar pessoalmente com

124

você, Cameron.



Você conhece algum lugar onde pudéssemos ter uma conversa reservada?

Rosenzweig sugeriu um local subterrâneo chamado apropriadamente de "O Porão". Buck

pediu uma mesa em um canto fracamente iluminado onde eles poderiam ler o texto de

Chaim sem serem incomodados. Rosenzweig tinha em mãos um fax da declaraço oficial

da Comunidade Global sobre o acontecimento que surpreendeu a todos naquela manhã.

Buck teve de se segurar para não cair na gargalhada.

O fax continha todos os tipos de baboseiras legais, insistindo em que o assunto fosse

mantido em absoluto Sigilo e que não poderia ser visto por outra pessoa que não o Dr.

Chaim Rosenzweig, e quem não cumprisse aquelas instruções seria punido pelo supremo

comandante da Comunidade Global por ordem de Sua Excelência, blablablá...

O texto dizia o seguinte: "Dr. Rosenzweig, Sua Excelência encarregou-me de transmitir-lhe

os mais profundos agradecimentos por sua aquiescência em endossar a declaração oficial

do Ministério da Aeronáutica e de Assuntos Espaciais da Comunidade Global a respeito do

fenômeno astronômico natural que ocorreu às sete horas desta manhã, horário da Nova

Babilônia."

- Eu só concordei em examinar o texto, mas Leon sempre usa um tom tipicamente

presunçoso. De qualquer forma, aqui estão as diretrizes.

Buck leu: "O MAECG tem o prazer de assegurar ao povo que a sombra que tomou conta

do céu esta manhã é resultado de um fenômeno explicável da natureza e não deve ser

motivo de alarme. Pesquisadores cientistas abalizados concluíram que a situação deverá

ser normalizada, sem a interferência de ninguém, dentro de 48 a 96 horas.”

"O fenômeno não terá influência significativa sobre as temperaturas, a não ser a curto

prazo, e a falta de luminosidade não deve ser confundida com falta de energia solar.

Embora alguns pequenos aparelhos movidos a luz solar, tais como telefones celulares,

computadores e calculadoras, possam sofrer alguma conseqüncia momentânea, não

deverá haver impacto substancial nas reservas de energia sob a responsabilidade da

Companhia de Força e Luz da Comunidade Global.

"A explicaço fornecida pelos especialistas no assunto quanto ao fenômeno que aconteceu

no espaço é a seguinte: houve a explosão de uma estrela maciça (uma supernova) que

resultou na formação de uma magnetar (ou estrela supermagnetizada). O diâmetro desse

corpo celeste tem, no máximo, 15 quilômetros, mas pesa duas vezes mais do que o sol.

Ele se forma quando a estrela maciça explode e seu núcleo se encolhe em contato com a

gravidade. A magnetar rira em torno de si com uma rapidez tremenda, fazendo com que

os elementos de seu núcleo cresçam e se tornem intensamente magnéticos.”

"Os sinais luminosos de tais eventos podem emitir uma quantidade de energia igual à que o

sol produziria em centenas de anos. Normalmente essas explosões ficam contidas na

camada superior da atmosfera, que absorve toda a radiaço. Apesar de não termos

detectado níveis nocivos de radiaço, estes sinais luminosos ocorreram a uma altitude

menor, mas suficiente para afetar o brilho do sol. Nossos cálculos mostram uma diminuição

da claridade entre 30 e 35%.

"O MAECG permanecerá atento a esse fenômeno e informará se houver mudanças

significativas. Esperamos que a situaço se normalize antes do final da próxima semana."

Rosenzweig meneou a cabeça e fitou Buck.

- Uma fantasia convincente, não?

- Eu aceitaria, se não conhecesse a verdade - disse Buck.

- Bem, esta não é a minha área, você sabe. Mas, mesmo assim, posso compreender

alguma coisa. A formaço de uma magnetar não teria efeito nenhum sobre o brilho do

sol, da lua ou das estrelas, a não ser talvez acentuar sua luminosidade. Pode ser que

tenha influência sobre as ondas de rádio e destrua satélites. Se esse fenômeno tivesse

ocorrido a uma altitude menor, dentro da atmosfera, conforme eles dizem, sem condiçes

de afetar a Terra, provavelmente teria deslocado a Terra de seu eixo. Seja qual for a

explicação, a magnetar não foi formada pela explosão de uma supernova.



Baixar 1.16 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   14   15   16   17   18   19   20   21   ...   26




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
Dispõe sobre
reunião ordinária
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Relatório técnico
Universidade estadual
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
espírito santo
pregão eletrônico
Curriculum vitae
Sequência didática
Quarta feira
prefeito municipal
distrito federal
conselho municipal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
segunda feira
Pregão presencial
recursos humanos
Terça feira
educaçÃO ciência
agricultura familiar