Sistema estadual de



Baixar 1.72 Mb.
Pdf preview
Página1/29
Encontro02.05.2022
Tamanho1.72 Mb.
#144684
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   29
MA-SEAMA-2019-RP-MT-WEB-1


A
B
C
D
E
F
G
H
I
J
K
L
M
N
O
P
Q
R
S
T
U
V
W
X
Y
Z
0
1
2
3
4
5
6
7
8
SEAMA 
2
01
9
SISTEMA ESTADUAL DE
AVALIAÇÃO DO MARANHÃO
R E V I S T A D O P R O F E S S O R
M A T E M Á T I C A



SEAMA
2019 
ENTRADA
SISTEMA ESTADUAL DE AVALIAÇÃO DO MARANHÃO
REVISTA DO PROFESSOR
MATEMÁTICA 


Ficha catalográfica
MARANHÃO. Secretaria de Estado da Educação.
SEAMA – 2019 Entrada / Universidade Federal de Juiz de Fora, Faculdade de Educação, CAEd.
V. 1 (2019), Juiz de Fora – Anual.
Conteúdo: Revista do Professor - Matemática 
CDU 373.3+373.5:371.26(05)


9
O QUE É AVALIADO
NO SEAMA?
6
POR QUE AVALIAR A 
EDUCAÇÃO NO MARANHÃO?
16
COMO É A 
AVALIAÇÃO NO 
SEAMA?
28
COMO SÃO 
APRESENTADOS
OS RESULTADOS DO 
SEAMA?
43
COMO A ESCOLA 
PODE SE APROPRIAR 
DOS RESULTADOS DA 
AVALIAÇÃO?
51
QUE ESTRATÉGIAS 
PEDAGÓGICAS PODEM 
SER UTILIZADAS 
PARA DESENVOLVER 
DETERMINADAS 
HABILIDADES?
SUMÁRIO



Prezado(a) educador(a),
Apresentamos a Revista do Professor do SEAMA 2019.
Esta publicação faz parte da Coleção de Divulgação de Resultados.
Para compreender os resultados dessa avaliação, é preciso responder aos 
seguintes questionamentos.
POR QUE AVALIAR A EDUCAÇÃO NO MARANHÃO?
O QUE É AVALIADO NO SEAMA?
COMO É A AVALIAÇÃO NO SEAMA?
COMO SÃO APRESENTADOS OS RESULTADOS DO 
SEAMA?
1
2
3
4


Uma das dúvidas mais frequentes, quando se fala em avaliação 
externa em larga escala, é: por que avaliar um sistema de 
ensino, se já existem as avaliações internas nas escolas?
POR QUE AVALIAR A EDUCAÇÃO
NO MARANHÃO?
1


Para responder a essa pergunta, é preciso, em primeiro lugar, diferenciar 
avaliação externa de avaliação interna. 
Avaliação interna é aquela que ocorre no âmbito da escola. O educador, 
que elabora, aplica e corrige o teste para, em seguida, analisar seus resultados, 
faz parte da unidade escolar em que o processo educacional é levado a efeito.
A avaliação externa em larga escala, por sua vez, constitui um procedimento 
avaliativo baseado na aplicação de testes e questionários padronizados, para 
um grande número de estudantes. Esses testes são elaborados com tecnolo-
gias e metodologias bem definidas e específicas por agentes externos à escola. 
A avaliação externa possibilita verificar a qualidade e a efetividade do ensino 
ofertado a uma determinada população (estado ou município, por exemplo).
Como, porém, os dados obtidos por esse tipo de avaliação podem contri-
buir para melhorar os processos educativos, no interior das escolas, e, conse-
quentemente, os resultados das redes de ensino? Esse é um questionamento 
muito observado entre as equipes gestoras e pedagógicas das escolas que 
recebem os resultados da avaliação externa. 
É necessário ter em mente que a avaliação externa em larga escala tem 
como objetivo oferecer, por meio de seus resultados, um importante subsídio 
para as tomadas de decisão, inicialmente na esfera das redes de ensino. Os 
dados oriundos dos testes respondidos pelos estudantes formam um painel que 
ilustra o que está sendo ensinado e o que os estudantes estão aprendendo, 
em cada disciplina e etapa avaliada; de posse dessas informações, os gestores 
de rede podem empreender esforços no sentido de estabelecer políticas que 
contribuam para a melhoria do desempenho dos estudantes de toda a rede e 
também têm a possibilidade de atuar em casos pontuais, como escolas ou re-
giões específicas que apresentem o mesmo tipo de dificuldade.
Além da dimensão da rede de ensino, as escolas, individualmente, podem 
e devem utilizar os resultados da avaliação para verificar o desenvolvimento, 
pelos estudantes, das habilidades esperadas para a etapa de escolaridade em 
que estão inseridos. É relevante lembrar que esses resultados precisam ser 
pensados à luz dos conteúdos curriculares trabalhados pela escola: as Matrizes 
de Referência, base para a elaboração dos testes, devem estar relacionadas 
a esses conteúdos, sem, no entanto, substituí-los. As unidades escolares têm 
a possibilidade de observar se o currículo adotado contempla as habilidades 
consideradas mínimas para que os estudantes consigam caminhar, a cada etapa 
vencida, rumo à aquisição dos conhecimentos necessários para se tornarem 
cidadãos críticos e conscientes de seu papel na sociedade.

REVISTA DO PROfESSOR - MATEMáTICA


Verificada a correlação Currículo X Matriz de Referência, gestores e pro-
fessores podem atuar de diversas maneiras. Algumas estão indicadas nesta 
publicação, nas seções 

Baixar 1.72 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   29




©bemvin.org 2022
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
Serviço público
Dispõe sobre
reunião ordinária
câmara municipal
público federal
processo licitatório
Processo seletivo
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
Universidade estadual
ensino superior
Relatório técnico
técnico científico
Conselho municipal
direitos humanos
científico período
Curriculum vitae
espírito santo
pregão eletrônico
língua portuguesa
Sequência didática
distrito federal
Quarta feira
prefeito municipal
conselho municipal
educaçÃo secretaria
nossa senhora
segunda feira
Pregão presencial
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar
educaçÃo profissional