Revista eletrônica



Baixar 38.06 Mb.
Página45/253
Encontro30.10.2016
Tamanho38.06 Mb.
1   ...   41   42   43   44   45   46   47   48   ...   253
    Navegue nesta página:
  • VOTO

ACÓRDÃO




Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação 0215603- 14.2009.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que são apelantes ESPLEnDOR FILMES S/A e áUREA FILMES S/A, é apelado LIBERTY SEGUROS S/A.

ACORDAM, em 10ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de o Paulo, proferir a seguinte decisão: “Deram provimento ao recurso. V.U.”, de conformidade com o voto do Relator, que integra este acórdão. (Voto 12.800)

O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores ARALDO TELLES (Presidente sem voto), CARLOS ALBERTO GARBI E JOÃO CARLOS SALETTI.



São Paulo, 15 de dezembro de 2015. CESAR CIAMPOLInI, Relator

Ementa: Exceção de pré-executividade oposta visando à extinção do processo de execução do saldo do valor de cobertura securitária, na qual condenada a seguradora excipiente, com trânsito em julgado, e que em parte havia sido por ela adimplido. Exceção acolhida, extinta a execução pelo reconhecimento de prescrição.
Jurisprudência - Direito Privado

Acesso ao Sumário


O prazo de prescrição da execução do saldo da cobertura, uma vez estabelecida judicialmente a responsabilidade da seguradora, é o comum, não o ânuo. Princípio da boa objetiva (Código Civil, art. 422), que informa também o contrato de seguro. Precedentes deste Tribunal de Justiça.

A regra da prescrição é de direito estrito e deve ser interpretada estritamente. Precedentes deste Tribunal de Justiça.

Depois de a seguradora ter reconhecido a sua obrigação e pago a indenização, a ação de cobrança do complemento da indenização prescreve no prazo longo dos direitos pessoais” (STJ-REsp 453.221, RUY ROSADO DE AGUIAR). Noutras



palavras, no caso sob julgamento, convencida judicialmente a seguradora a pagar indenização pelo sinistro, o adimplemento parcial não a exonera da responsabilidade pelo total da cobertura contratada. Assim é uma vez que o direito da segurada está estabelecido, não havendo dúvida nem insegurança, nem necessidade de pacificação de relações sociais, que são a razão de ser do instituto da prescrição; e nem risco de abalo do cálculo atuarial, ou de outras incertezas, que são a ratio essendi do curtíssimo prazo prescricional das ações contra seguradoras.

A relação entre seguradora e segurado é regida pelo Direito do Consumidor. Precedentes deste Tribunal de Justiça. Direito básico do consumidor à efetiva reparação do dano (CDC, art. 6º, VI).

Exceção de pré-executividade que não era de se acolher. Sentença reformada. Apelação da credora a que se dá provimento para que prossiga a execução.

VOTO


RELATÓRIO.

Trata-se de apelação interposta contra a r. sentença de fls. 223/229, que acolheu exceção de pré-executividade e declarou prescrito o direito da exequente, cujo relatório copio:

LIBERTY SEGUROS S.A. ofereceu exceção de pré-executividade nos autos da ação de execução por quantia certa que lhe movem ESPLENDOR FILMES S.A. e ÁUREA FILMES S.A. Alega que o



valor devido foi recebido pelas exequentes nos autos da execução anteriormente instaurada, não podendo, agora, haver inovação para inclusão de valores não reclamados, inexistindo, na hipótese, o mencionado ‘erro material’, mas verdadeira renúncia ao crédito. Além disso, acrescenta, a pretensão executória encontra-se prescrita, pelo decurso de prazo superior a um ano entre o trânsito em julgado da sentença e da decisão que inadmitiu a execução do remanescente na mesma demanda e a instauração da presente. Por fim, argumenta com a ausência de título executivo a amparar a presente cobrança e com a inadequação da via eleita, consistente no procedimento próprio à execução fundada em título extrajudicial. Pede, assim, a extinção da execução ora em curso e a imposição às exequentes das sanções pela litigância de má-fé (fls. 138 a 159).

A exceção foi recebida com suspensão da execução (fls. 167).

As exceptas manifestaram-se nos autos. Sustentam que a presente execução visa tão somente à cobrança do valor residual das apólices, não incluído na execução anterior, admitida em decisão proferida por este Juízo e no V. Acórdão que a confirmou. Houve, no caso, segundo entende, simples erro material na cobrança iniciada, erro esse que pode ser alegado e sanado a qualquer momento. Ademais, aduzem, até o presente a execução foi apenas parcial, não estando concluída em função do erro verificado, não se podendo ter como caracterizada a prescrição, a qual foi interrompida quando instaurada a demanda executiva. Por outro lado, afirmam, o título judicial é uno e indivisível, apenas tendo sido instaurado processo autônomo para a sua execução em obediência à determinação do Juízo (fls. 176 a 192).

Sobreveio nova manifestação da excipiente (fls. 202 a 221).” (fls. 223/224).



Embargos de declaração da credora (fls. 237/240) foram rejeitados (fl.

262).
Jurisprudência - Direito Privado

Acesso ao Sumário

Apelação a fls. 264/292. Contrarrazões a fls. 303/326. é o relatório.


Baixar 38.06 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   41   42   43   44   45   46   47   48   ...   253




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
Dispõe sobre
reunião ordinária
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Relatório técnico
Universidade estadual
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
espírito santo
pregão eletrônico
Curriculum vitae
Sequência didática
Quarta feira
prefeito municipal
distrito federal
conselho municipal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
segunda feira
Pregão presencial
recursos humanos
Terça feira
educaçÃO ciência
agricultura familiar