Revista eletrônica



Baixar 39.61 Mb.
Página33/234
Encontro05.04.2017
Tamanho39.61 Mb.
1   ...   29   30   31   32   33   34   35   36   ...   234

Ementa: Doação. Revogação. Ingratidão. Art. 557 do Código Civil. Hipóteses taxativas segundo a doutrina e a jurisprudência dominantes. Existem exceções que admitem a natureza exemplificativa, como no precedente trazido na apelação, do qual participei. No caso, contudo, prescinde-se dessa prévia definição porque os fatos mencionados na inicial são capazes de, em tese, caracterizar a injuria grave que permite a revogação pelo inciso III do art. 557 do Código Civil. Julgamento antecipado que, no contexto, cerceou a defesa do autor. Necessidade de colheita de prova oral, inclusive depoimentos pessoais, para que seja prolatada nova sentença de mérito e se possa dirimir definitivamente a questão. Recurso provido para

tanto, prejudicado o adesivo.
Jurisprudência - Direito Privado

Acesso ao Sumário




VOTO

Trata-se de apelação interposta contra a r. sentença que julgou extinta, sem exame do mérito, ação de doação de quotas sociais, sustentando o autor apelante, em suma, que é exemplificativo o rol de previsões do art. 557 do Código Civil e que a ingratidão dos donatários réus está assentada nos fatos narrados na inicial, tendo havido cerceamento de defesa com o julgamento antecipado antes das provas que pretendia realizar em audiência.

Alternativamente, caso o Tribunal entenda que pode ser aplicado o art. 515, § 3º, deve a ação ser julgada procedente porque após a doação passou a sofrer retaliações e injustiças dos filhos donatários, ora apelados, inclusive com a retirada do pró-labore combinado e todo tipo de óbices para o funcionamento da única empresa que lhe restou e fica no mesmo imóvel das demais empresas, tudo a permitir a conclusão de que houve injúria moral até mais grave do que a física.

Adesivamente recorrem os réus para a elevação dos honorários advocatícios de modo a remunerar com dignidade em ação de vultoso valor e complexidade.

Este é o relatório.


O recurso, com a devida vênia, merece provimento.

O digno Magistrado sentenciante interpretou restritivamente o art. 557 do Código Civil para concluir que são taxativas as hipóteses previstas nos incisos I a IV e nenhuma delas está sequer em tese descrita na inicial. E, por isso, baseado na falta de possibilidade jurídica do pedido, julgou extinta a ação sem apreciação do mérito, nos termos do art. 267, VI, primeira figura, do Código de Processo Civil.



Não agiu acertadamente, contudo. E não exatamente porque, com amparo em boa doutrina, entendeu que são taxativas as hipóteses do art. 557 do Código Civil. É o entendimento que predomina também na jurisprudência deste Tribunal de Justiça de São Paulo: AP. 0021629-51.2010.8.26.0011, Rel. Des. Carlos Alberto Garbi, em 20.04.2013, Unânime; AP 9170327- 78.2007.8.26.0000, Rel. Des. Antonio Vilenilson, em 03.08.2010, Unânime; AP 9079484-09.2003.8.26.0000, Rel. Des. Egidio Giacoia, em 13.07.2010; AP 9126539-82.2005.8.26.0000, Rel. Des. Vito Guglielmi, em 25.10.2006.

O meu entendimento pessoal é sentido de que são exemplificativas as hipóteses do texto legal, permitindo-se que outras não expressamente previstas possam ser graves o bastante para a revogação da doação por ingratidão. Por isso concordei com o precedente da lavra do Desembargador Francisco Loureiro, desta Câmara de Direito Privado, julgamento do qual participei (Apelação

671.351-4/5-00, Piracaia, em 29.10.2009, fls. 866). Mencionando doutrina abalizada o eminente relator funda o entendimento na correta ponderação entre a especificação legal, para evitar abuso do doador, e os diversos fatos da vida real que podem significar ingratidão capaz de justificar a revogação.
Jurisprudência - Direito Privado

Acesso ao Sumário

De todo modo, a hipótese dos autos prescinde dessa definição prévia pela turma julgadora. Isso porque, em tese, os fatos narrados na inicial podem se constituir em injúria grave capaz de caracterizar a ingratidão de que cogita o art. 557, III, do Código Civil. E, com a devida vênia do digno Magistrado sentenciante, não é relevante, para efeito de apreciação do mérito, se os fatos narrados na inicial foram expressamente nominados como injúria grave, prevalecendo o princípio secular de que cabe à parte narrar os fatos e ao juiz dar o direito que seja aplicável.

E é nesse particular que o recurso é provido.

Ainda que descritos na inicial, e em parte amparados por prova documental, era fundamental que a respeito deles fosse colhida a prova oral pretendida pelo apelante, inclusive com a tomada dos depoimentos pessoais para a melhor e mais completa verificação de ter ou não havido injúria, e, em caso positivo, se foi grave.

É primordial que se faça a dilação probatória a respeito dos fatos graves



e controvertidos contidos nas alegações de ingratidão envolvendo filhos e pai.

Por isso, preservado o entendimento do digno Magistrado sentenciante, mas para permitir que o Tribunal possa amanhã resolver em definitivo se houve ou não ingratidão suficiente para a procedência da revogação da doação, o provimento do recurso é para que, anulada a r. sentença por cerceamento de defesa, sejam tomados os depoimentos pessoais das partes, ouvidas as testemunhas que forem arroladas e proferida nova sentença sobre o mérito da ação.

Para tanto o provimento do recurso.


Baixar 39.61 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   29   30   31   32   33   34   35   36   ...   234




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
reunião ordinária
Dispõe sobre
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
Curriculum vitae
espírito santo
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
distrito federal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
segunda feira
recursos humanos
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar