Revista eletrônica



Baixar 39.61 Mb.
Página24/234
Encontro05.04.2017
Tamanho39.61 Mb.
1   ...   20   21   22   23   24   25   26   27   ...   234

Código de Processo Civil. Custas na forma da lei. Não formalizado o pólo passivo, deixo de estipular sobre honorários advocatícios. As custas iniciais devem ser suportadas pelo autor, observado o art. 12 da Lei 1060/50” (fls. 25)
Jurisprudência - Direito Privado

Acesso ao Sumário


Com o devido respeito, a r. sentença de ser anulada por estar configurado

error in procedendo, consistente na natureza citra petita da r. sentença.

Com efeito, a r. sentença apresenta-se citra petita, porquanto afastou a pretensão de baixa da negativação com fundamento na inexistência de interesse processual, mas não há manifestação sobre o pedido compensatório decorrente dos alegados danos morais sofridos pelo apontamento.



Nesse contexto, deve ser observado o art. 128 do Código de Processo Civil, que determina que o julgador decidirá a lide nos limites em que foi proposta, sendo-lhe vedado conhecer de questões não suscitadas, a cujo respeito a lei exige a iniciativa do demandante.

Isto é, quando da prolação da sentença o julgador deve se ater às questões de fato e de direito que foram apresentadas pelo autor na petição inicial, sendo essa a peça processual que irá, efetivamente, limitar a decisão que será proferida na lide, não podendo decidir mais do que foi pedido e nem deixar de apreciar todas as questões que foram apontadas na mencionada peça processual.



Sobre o tema lecionam os Ilustres Mestres Rosa Maria de Andrade Nery e Nelson Nery Junior da seguinte forma, a saber:

“Correlação entre pedido, causa de pedir e sentença. O autor fixa os limites da lide e da causa de pedir na petição inicial (CPC 128), cabendo ao juiz decidir de acordo com esse limite. É vedado ao magistrado proferir sentença acima (ultra), fora (extra) ou abaixo (citra ou infra) do pedido. Caso o faça a sentença será eivada de vício, corrigível por meio de recurso. (...)”. (Código de Processo Civil e Legislação Extravagante, ed., Editora Revista dos Tribunais: São Paulo, 2003, nota 1 ao art. 460, pág. 779.)


Entretanto - conforme destacado -, a prestação jurisdicional de Primeiro Grau encontra-se incompleta, porque a sentença foi silente quanto à integralidade do pedido, ensejando, assim, a sua nulidade. Nesse sentido:

“1. A decretação de nulidade da sentença citra petita em sede de Apelação não requer a prévia oposição de Embargos de Declaração, podendo mesmo ser decretada sua nulidade de oficio.”1 “PROCESSUAL CIVIL. JULGAMENTO CITRA PETITA. NULIDADE. DECRETAÇÃO DE OFÍCIO PELO TRIBUNAL.


POSSIBILIDADE. A nulidade da sentença que deixa de apreciar
1 STJ - REsp. 327.882/M.G. (20010079503-2), Rel. Min. Edson Vidigal, j. Em 21/08/2001, DJ de

01/10/2001.


pretensão material que integra o pedido formulado na inicial, decidindo citra petita, pode ser decretada de ofício pelo Tribunal ad quem - (REsp. 243.294/SC, Ministro Vicente Leal, DJ 24/04/2002). Recurso Especial não conhecido.”2
Jurisprudência - Direito Privado

Acesso ao Sumário


Nesse mesmo diapasão:

“SENTENÇA CITRA PETITA - NÃO APRECIAÇÃO DE PEDIDO


- NULIDADE DA SENTENÇA - DECLARAÇÃO OFICIOSA DO VÍCIO - POSSIBILIDADE - INVALIDAÇÃO DECRETADA. Se a

sentença não se pronuncia a respeito de todos os pedidos formulados pelo autor ocorre o fenômeno conhecido como sentença citra petita, vício que pode ser conhecido de ofício pelo Tribunal, ocasionando a sua invalidação e a determinação para que outra seja proferida, com expressa análise a respeito daquele pedido de condenação por danos morais”3

A sentença que não esgota a prestação jurisdicional e, em conseqüência, não aprecia todas as questões de fato e de direito formuladas pelas partes, é ato processual nulo, face ao prescrito no art. 458, do CPC, de modo que, ausente a manifestação judicial, quanto à alegação do requerido, sobre a existência de cobrança abusiva de juros, matéria apta à descaracterização do inadimplemento, deve-se decretar a nulidade do decisum.”4



Ante o exposto, nos exatos termos acima lançados, dá-se provimento ao recurso para declarar a nulidade da r. sentença recorrida, em razão de sua natureza citra petita.




Baixar 39.61 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   20   21   22   23   24   25   26   27   ...   234




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
reunião ordinária
Dispõe sobre
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
Curriculum vitae
espírito santo
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
distrito federal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
segunda feira
recursos humanos
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar