Revista eletrônica



Baixar 39.61 Mb.
Página23/234
Encontro05.04.2017
Tamanho39.61 Mb.
1   ...   19   20   21   22   23   24   25   26   ...   234

ACÓRDÃO




Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação 0963756- 75.2012.8.26.0506, da Comarca de Ribeirão Preto, em que é apelante ANDRÉ LUIS DE MOURA LACERDA, é apelado BV FINANCEIRA S/A CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO.

ACORDAM, em 22ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, proferir a seguinte decisão: “DERAM PROVIMENTO AO RECURSO. POR MAIORIA DE VOTOS. VENCIDO O EXMO.

DESEMBARGADOR, QUE DECLARA VOTO.”, de conformidade com o voto do(a) Relator(a), que integra este acórdão. (Voto 15.945)

O julgamento teve a participação dos Desembargadores FERNANDES LOBO (Presidente sem voto), SÉRGIO RUI E FABIO TABOSA.



São Paulo, 24 de outubro de 2013. ROBERTO MAC CRACKEN, Relator
Ementa: APELAÇÃO - SENTENÇA CITRA PETITA

- Sentença que não aprecia todas as pretensões deduzidas pelo autor, especificamente a que se refere ao pleito compensatório pelos danos morais - Decretação de nulidade da r. sentença recorrida, em razão de sua natureza citra petita.


RECURSO PROVIDO.

VOTO

Trata-se de recurso de apelação interposto em face do teor da r. sentença de fls. 24/26, que extinguiu o processo sem resolução de mérito, nos seguintes ternos: “Posto isso, indefiro a petição inicial (artigo 295, I do CPC) e julgo extinto o processo, com fundamento no artigo 267, inciso VI, do Código de Processo Civil. Custas na forma da lei. Não formalizado o polo passivo, deixo de estipular sobre honorários advocatícios. As custas iniciais devem ser suportadas pelo autor, observado o art.12 da Lei 1060/50.” (fls. 26)

Irresignado, insurge-se o autor, ora apelante, às fls. 32/36, pugnando pela reforma da r. sentença. Preliminarmente, requer a anulação da r. sentença. No mérito, por sua vez, aduz que o débito justificante do protesto e da negativação já foi quitado, de maneira que as baixas incumbem ao Banco réu, paralelamente à compensação moral pelas manutenções indevidas.


Jurisprudência - Direito Privado

Acesso ao Sumário


Não foram apresentadas contrarrazões, porquanto ainda não foi formada a relação processual.

Recurso regularmente processado.

Do essencial, é o relatório, ao qual se acresce, para todos os fins próprios,

o da r. sentença recorrida.

Em breve síntese, o autor, ora recorrente, pugnou pela baixa do protesto e da negativação de débito quitado (cf. fls. 06 vº) e, além disso, pela compensação moral decorrente da manutenção indevida (do protesto e negativação) após o pagamento da dívida (cf. fls. 06 vº).

A Douta Magistrada sentenciante, por seu turno, reconheceu a falta de interesse processual, extinguindo o processo sem resolução de mérito, nos termos do art. 267, inciso VI, do Código de Processo Civil, nos seguintes termos:


“Quanto ao pedido em si, o feito deve ser extinto, sem julgamento de mérito, por falta de interesse de agir, como passarei a expor.


Observo que o autor deixou de quitar as parcelas vencidas a partir de 03/10/2011 (parcela no. 14), o que, inclusive, ocasionou a propositura de ação de busca e apreensão pela requerida (autos 1806/2012).

Durante mais de um ano, portanto, permaneceu com restrição de seus dados em razão do inadimplemento contratual e do protesto do titulo. Tendo quitado o débito recentemente, no final do mês de agosto, sustenta ter sofrido danos de ordem extrapatrimonial decorrentes da manutenção destas restrições.

Ora, o autor poderia perfeitamente ter solicitado a baixa do protesto/ restrição mediante a comprovação do pagamento e emissão de carta de anuência da requerida, não se tratando de ônus ou providência exclusiva da requerida, até porque durante mais de um ano houve justa causa para o apontamento.

O protesto deu-se de forma legítima, porque na data em que o título foi protestado, o autor, efetivamente, estava em mora.

Neste caso, a obrigação de providenciar o cancelamento do protesto (fls. 15) transfere-se ao próprio autor, que foi quem deu causa a sua efetivação.

(...) Posto isso, indefiro a petição inicial (artigo 295, I do CPC) e julgo

extinto o processo, com fundamento no artigo 267, inciso VI, do


Baixar 39.61 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   19   20   21   22   23   24   25   26   ...   234




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
reunião ordinária
Dispõe sobre
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
Curriculum vitae
espírito santo
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
distrito federal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
segunda feira
recursos humanos
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar