Revista eletrônica



Baixar 39.61 Mb.
Página222/234
Encontro05.04.2017
Tamanho39.61 Mb.
1   ...   218   219   220   221   222   223   224   225   ...   234

MARIA OLÍVIA PINTO ESTEVES ALVES (Juiz Substituto em Segundo Grau)


Posse no cargo de Desembargadora. Discurso proferido em seu nome. (Sessão solene de 11.06.13).

Boa tarde a todos!

Excelentíssimo Senhor Presidente, Desembargador Ivan Sartori, que parabenizo pela recente conquista de se tornar o mais jovem dirigente desta Corte e na pessoa de quem peço licença para cumprimentar todas as demais autoridades presentes. Membros do Ministério Público, advogados, meus colegas, funcionários, amigos e minha família,

Antes de tudo, agradeço a presença de todos nesta solenidade, momento tão importante na minha vida.

Momento que, para mim e para o meu colega e amigo Juvenal, é de muita alegria, alegria de sonho realizado, alegria de boa luta ate aqui empenhada, alegria de sacrifícios que não foram em vão, alegria do trabalho compreendido, reconhecido e recompensado.

Alegria ainda maior, para mim, pela emoção de continuar a servir este país, que me acolheu desde cedo, quando cheguei de Portugal, aos dois anos de idade, com meus pais e minha irmã Aurora.

O que poderia eu esperar, uma imigrante portuguesa, numa terra tão distante?.....Mas eu respondo, com orgulho e admiração: o Brasil é definitivamente a pátria que acolhe todos os povos! E a prova disso está aqui, a lhes dirigir a palavra. Alguém que aqui nunca se sentiu estrangeiro e que tem a honra de, agora, servir a este país em um serviço tão fundamental à cidadania e especialmente num Tribunal desafiador, que é este Tribunal de Justiça de São Paulo.



Por isso, depois agradecer a Deus por estar nesta travessia, agradeço também a este país e a este povo, que me adotou e a quem adotei.

Minha gratidão também aos meus queridos pais, à coragem de atravessar

o mar e se aventurar nesta terra, à obstinação de enfrentar dificuldades, à de que teriam lugar seguro e à esperança de dar conforto às duas filhas.


Noticiário

Acesso ao Sumário

E aqui, incentivada pelo meu falecido pai, que não cansava de me dizer, com estas palavras simples...: “Olivia, o saber é lindo...” tive a oportunidade de me dedicar aos estudos. Mas, não posso esquecer... o incentivo também veio das lições de grandes professores da minha querida “Casa Amarela”, dentre os quais o Elias Jacob, o Luiz Antonio Figueiredo Gonçalves, o Walter Cotrofe, o Gildo dos Santos, que me servem de exemplo até hoje.



Pois é Juvenal.... se vão quase 27 anos de carreira. Eu e o Juvenal ingressamos nesta Magistratura em novembro de 1985. Eram outros tempos, era outro o Judiciário. Pairava no ar um temor reverencial, um distanciamento calculado, a Magistratura era mesmo uma instituição hermética. Para não dizer muito, basta lembrar que fui a 15ª mulher que ingressava por concurso na Magistratura estadual.

Muita coisa mudou desde então e tinha mesmo que mudar. O poder Judiciário paulista tem hoje as suas portas abertas e escancara as suas mazelas e dificuldades. Hoje o Judiciário, como não poderia deixar de ser, é uma instituição típica da democracia.

Mas uma coisa não mudou nem haverá de mudar: a coragem, o esforço, a honestidade dos seus integrantes e o respeito que merecem. Muitos, como eu e o Juvenal, chegaram aqui depois de um rigoroso concurso público, e com muito sacrifício se dedicam à árdua, mas dignificante tarefa de dar a cada um o que é seu.

Por isso que, depois de tantos anos de luta, me entristece muito ouvir críticas de pessoas cultas e bem informadas, que transformam exceções em regra e que, muito ao contrário, teriam a obrigação de saber que este Tribunal é grandioso e complexo e, acima de tudo, formado por pessoas íntegras e trabalhadoras.

As críticas devem ser sempre recebidas com serenidade, fazem parte da democracia, mas não se pode aceitar nunca o desrespeito às instituições e às pessoas.

Por isso, e porque sou brasileira, não desisto nem vou desistir! Tenho orgulho de agora ser Desembargadora deste Tribunal. Eu e o Juvenal, com certeza, temos a temperança e a perseverança de prosseguir, firmes e decididos, no caminho dos homens de bem, como nos ensinaram nossos pais.

Estamos num recomeço, dispostos a aperfeiçoar e melhorar sempre a Justiça, que é um dos pilares que torna possível a vida em sociedade.

Mas, enfim, hoje é dia de comemorar e agradecer!

Chegar até este Tribunal foi uma grande vitória. Foi um longo caminho, e de até aqui os risos, as decepções, alegrias e tristezas, dores, insônias,

contentamento, expectativas. E ao fim ao cabo, como dizia Gandhi, Não existe
Noticiário

Acesso ao Sumário

um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.



Por isso, aproveito este momento único na minha vida para agradecer também aos meus amigos e amigas, a quem presto homenagem nas pessoas do Renato Salles e da Maria Cristina Cotrofe, amigos dos quais recebi o apoio constante e incondicional e a imprescindível, companhia por todos esses anos, na carreira e fora dela.

Agradeço também ao meu amigo Juvenal o apoio inicial e a oportunidade de me pronunciar nesse momento para nós tão grandioso. Agradeço aos queridos e fiéis funcionários, que sempre me deram a segurança necessária para o exercício da judicatura. E agradeço, por fim, aos meus pais, o Fernando e a Clemência (meu exemplo de mulher), à minha família, ao meu companheiro Eduardo, que sempre me incentivou na vida profissional, às minhas queridas filhas, Maria Luiza e Marina, de quem tenho tanto orgulho de ser mãe, e aos meus demais familiares, que homenageio na pessoa da minha querida irmã Aurora.

Agradeço a todos o amor e o carinho que sempre me dedicaram e sem o qual “eu” não seria possível.

Muito obrigada!


Baixar 39.61 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   218   219   220   221   222   223   224   225   ...   234




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
reunião ordinária
Dispõe sobre
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
Curriculum vitae
espírito santo
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
distrito federal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
segunda feira
recursos humanos
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar