Relação de filmes por área Administração / Gestão Menina de ouro



Baixar 228.53 Kb.
Página2/5
Encontro30.10.2016
Tamanho228.53 Kb.
1   2   3   4   5

Mad Men: Don Draper (Jon Hamm) é um dos mais talentosos nomes da cena publicitária da Nova York dos anos 60. Ele guarda um importante segredo sobre sua vida passada e tem dificuldades em administrar seu dia a dia e de sua família. No escritório, Don lida com a ambição de colegas como Pete Campbell (Vincent Kartheiser) ao mesmo tempo em que incentiva a novata Peggy Olson (Elisabeth Moss). Em meio a um período de grande movimentação política e social, os funcionários do escritório lutam para conquistar grandes clientes.


Como fazer carreira com a publicidade: Comédia de humor negro sobre um publicitário de sucesso, Dennis Bagley, tentando desesperadamente desenvolver uma campanha para um creme contra espinhas. Enquanto isso enfrenta uma das piores crises pessoais de sua vida. Quando começa a questionar a ética de sua profissão, Bagley desequilibra-se e vê horrorizado, que sua própria cabeça está em jogo. Será que a verdadeira identidade de Bagley acabará devorada por sua versão crápula e calhorda?

Crazy People - Muito Loucos: Um publicitário, Emory Leeson (Dudley Moore), atravessa um momento delicado quando sua esposa o abandona. Ele repentinamente tem uma crise de honestidade e cria uma campanha publicitária que é calcada em dizer só a verdade sobre cada produto. Charles F. Drucker (J.T. Walsh), seu chefe, recusa tal idéia, pois a considera absurda e o obriga a se internar para ter tratamento psiquiátrico. Mas o material da campanha equivocadamente é impresso e se torna um enorme sucesso. Emory é chamado de volta mas ele não quer deixar a instituição, pois se apaixonou por Kathy Burgess (Daryl Hannah), uma das pacientes. Ainda internado Emory elabora novas campanhas, sendo ajudado pelos outros internos. Drucker, que no passado recusou a verdade como base de uma campanha, se comporta como o gênio da criação, que fez a mais ousada campanha de marketing.
Direito

The Walking Dead

Sim, você nem imaginava, mas a série mais legal de todos os tempos (opinião passional, confessamos) te ajuda muito no curso da graduação.

The Walking Dead é fundamental para os primeiros anos da Faculdade, pois o cenário pós apocalíptico cheio de zumbis, antes de tudo, leva ao dilema da construção de uma nova sociedade, assentada sob outros princípios e valores. No caso da sociedade guiada pelo detetive Rick a propriedade privada se torna efêmera e a vida alheia é um mero detalhe quando buscam apenas a sobrevivência.

A 5ª temporada estreou na última semana e, ao passo que o tempo enfraquece zumbis, o agrupamento de seres humanos se torna o grande problema. A série, então, retrata questões de ciência política, como a formação de estados, relações de poder e disseminação do medo. Assista e vá longe nos pensamentos, tem teoria a perder de vista.



Lost

O pano de fundo de Lost é semelhante ao de The Walking Dead – a construção de uma nova sociedade. Ao invés de zumbis, uma ilha para ser levantada como estado.

Para os cientistas políticos, indispensável prestar atenção nos atores principais: cada um representa um filósofo (Rousseau, Locke, Hobbes e por aí vai). A formação de estado acompanha processos legislativos – códigos de condutas, punições, entre outros mecanismos de organização de sociedade.

A série já chegou ao seu fim, portanto, muito cuidado ao pesquisar sobre, para não se deparar com spoilers.



Breaking Bad

O seriado que marcou a “Série de Ouro” da televisão norte-americana carrega consigo profunda reflexão acerca de posturas maniqueístas próprias do Direito. Em Breaking Bad, ninguém é 100% bonzinho ou malvado. Tudo é um enorme cinza nos personagens, os quais desenvolvem outras personalidades e violam valores ético-morais quando conveniente e necessário.

A enorme maioria dos personagens são “cidadãos de bem”, mas que, muitas vezes não encontram nenhum problema para cruzar a fronteira da legalidade.

Na série, ainda, é possível aprender com o personagem Saul Goodman , um advogado canastrão protagonista da propaganda de advocacia mais engraçada de todos os tempos – veja vídeo abaixo.

A série acaba magistralmente na 5ª temporada e vale cada minuto de reflexão.

House of Cards

Frank Underwood, interpretado por Kevin Spacey, marca presença na sua prova de direito, a qual, normalmente, trata sobre memorização e interpretação de leis.

E é no nascimento dessas leis que entra House of Cards. A série retrata o elemento jurígeno, isto é, a criação do direito aplicado. O processo de elaboração, trâmite e votação de processos legislativos, tudo regado a muita vaidade e lobby – série é preciosa para entender um pouco sobre algo que não nos explicam muito nas salas de aula, isto é, as influências de empresas a parlamentares.

Sempre que seu professor ou professora falar da “mens legis” (intenção do legislador na aprovação da lei) lembre-se: nem sempre ela é das melhores.



Boston Legal

Para quem se identifica com a defesa, sem dúvidas é uma das séries mais divertidas para assistir. O seriado se passa no escritório Crane, Poole & Schmidt, a banca mais tradicional e conceituada de Boston.

O pitoresco Denny Crane, já muito velho e vivendo apenas da reputação faz dupla com o brilhante Alan Shore, praticamente sua versão mais nova. A série não se furta de enfrentar de nenhuma polêmica, curiosamente semelhante com as brasileiras (aborto, drogas, crimes de mídia). Além disso, as atuações – principalmente de James Spader, que interpreta Shore – ensinam muito sobre retórica.

Uma coisa interessante sobre Boston Legal é a possibilidade de (assim como seriados como Seinfeld e Friends) de assistir um episódio avulso sem precisar ter acompanhado a série inteira.



Law and Order SVU

Se Boston Legal é ideal para quem se identifica com a defesa, Law and Order SVU (Special Victims Unit) é próprio para quem tem apreço pela acusação. Dentre todas as ramificações de Law and Order – NY, Los Angeles, Miami – a SVU sai na frente nos quesitos produção e interpretação.

No entanto, só é possível adaptar os padrões de investigação norte-americanos aos brasileiros nas telinhas, tendo em vista que a polícia está muito longe de qualquer padrão de qualidade, tanto técnica quanto de tempo em investigações cotidianas.

A série trata apenas de crimes sexuais e é um prato cheio para quem deseja se especializar no assunto.

Como todos os ramos de Law and Order escritos por Dick Wolf, a série chega neste ano com mais de uma década no ar.

Suits

Suits é outra opção para curtir o mundo dos escritórios em um clima bem tranquilo. A série retrata o cotidiano do escritório Pearson & Specter, em Nova York, sendo referência aos alunos que se apaixonam pela defesa.

Dois advogados protagonistas, Mike Ross e Harvey Specter, compõe a diferentes modos de atuação nos tribunais e no escritório. Assim como Boston Legal, a série é interessante para acompanhar discussões de casos de um modo bem sarcástico.

Suits chega a sua 5ª temporada. Diferente de Boston Legal, o roteiro é bem amarrado, então para acompanhar a série precisa ver do primeiro ao último episódio.



The Good Wife

The Good Wife retrata a rotina da advogada heroína Alicia que retoma a vida profissional depois de anos como dona de casa, tudo em razão de escândalo sexual envolvendo seu marido.

Ao contrário de Suits e Boston Legal, The Good Wife retrata um seriado mais sério e maduro. Além dos aspectos inerentes em séries de escritórios de advocacia – casos, defesas e tribunais - a série trata do papel da mulher no mercado de trabalho, tanto no escritório de advocacia, como também nos ambientes forenses.

Então, para entender um pouco da condição feminina, dos papéis da mulher na sociedade moderna e desenvolvida, no mercado de trabalho, em ambientes forenses, muitas vezes machistas, além de se entreter com o clássico de seriados sobre advocacia, The Good Wife é uma excelente pedida.



Lie to me

A série é fundamental aos fiéis da verdade real no processo brasileiro. O roteiro é auto-explicativo: uma equipe de investigações especializada em analisar e detectar mentiras em depoimentos. Liderado pelo Dr. Cal Lightman (muito bem interpretado por Tim Roth), o grupo presta serviços a empresas, pessoas e… a polícia!

O enredo, portanto, é fundamental para saber um pouco sobre comportamento de testemunha, traços de mentiras, sendo, em última análise, voltado muito à psicologia – saiba que provavelmente você estudará psicologia jurídica no último ano da faculdade. Por isso, Lie to Me não te ajudará apenas na prova e na faculdade, como também na vida. Já tentou puxar uma conversa sobre linguagem corporal em um bar? É infalível…

Dexter

Um assassino em série que trabalha na polícia de Miami vai te ajudar na prova? Sim! Dexter não se trata apenas dos dilemas e aventuras do perito policial, mas também uma verdadeira aula de medicina forense.

Dexter possui uma código muito simples (calma, não é spoiler, trata-se de algo dito nos primeiros minutos do seriado): somente mata aqueles que são culpados e escaparam impunes de seus crimes. Logo, por trás da sua filosofia justiceira, a medicina forense entra com tudo nas investigações que Dexter realiza para comprovar a culpabilidade da vítima. Um detalhe: ele é obsessivo, portanto, se prepara para exames de DNA, colheita de provas nos mínimos detalhes e sangue, muito sangue.

O seriado foi até a 9ª temporada, mas avisamos desde já sobre a decadência: se você assistir até a 5ª, não perderá nada depois



"Minority Report"

No ano de 2054, uma divisão especial da polícia consegue prender criminosos antes que eles cometam seus delitos. Os problemas começam quando um oficial da própria polícia é acusado de um crime que ainda vai cometer.

Por que assistir? Recomendado por Túlio Vianna, professor da Faculdade de Direito da UFMG, o filme ajuda a entender por que o Direito só pode julgar fatos passados e deve se abster de especular sobre fatos futuros. ("Minority Report", 2002)

"12 homens e uma sentença"

O filme mostra o julgamento de um jovem acusado de ter matado o próprio pai. Dos doze jurados que vão decidir a sentença, onze têm certeza de que ele é culpado. Porém, um jurado insiste em aprofundar a investigação.

Por que assistir? Segundo Bianca Azzi, sócia da Salomon Azzi, o filme demonstra a importância de valorizar a hermenêutica jurídica, isto é, a interpretação das leis. "O filme revela por que a boa argumentação e a capacidade de persuasão são habilidades inegáveis de um bom advogado", diz ela. ("12 angry men", 1957)

"Erin Brockovich"

Arquivista de um grande escritório de advocacia, Erin se interessa pelo caso de uma empresa de eletricidade cujos dejetos estavam contaminando a água de uma pequena cidade. Por anos, ela reúne provas para abrir uma ação judicial contra a companhia.

Por que assistir? "Apesar de nunca ter se tornado advogada formalmente, Erin mostra que o envolvimento pessoal e a convicção na busca pela verdade são fundamentais para o sucesso na atividade", diz Camila Dable, sócia da Salomon Azzi.

"Um sonho de liberdade"

Acusado pelo assassinato de sua esposa, um jovem banqueiro é condenado à prisão perpétua. Enquanto tenta se adaptar à vida atrás das grades, ele acaba criando laços de amizade com outro homem condenado a passar o resto da vida na prisão.

Por que assistir? Segundo o professor Vianna, da UFMG, o mérito do filme é mostrar claramente a questão prisional para quem não tem ideia do que é uma prisão. "Conhecer essa realidade é importante para qualquer estudante, não só para aquele que quer fazer carreira em direito penal", afirma. ("The Shawshank Redemption", 1994)

"A firma"

Um jovem advogado recebe diversas vantagens e um alto salário para trabalhar em uma firma em Memphis, nos Estados Unidos. Logo percebe que o escritório está envolvido com lavagem de dinheiro da máfia e que todos os advogados que saíram ou tentaram sair da firma morreram misteriosamente.

Por que assistir? Segundo Fábio Salomon, sócio da Salomon Azzi, o filme retrata o lado sórdido de algumas firmas de advocacia que se envolvem com negócios ilícitos. "Traz uma importante discussão sobre ética no Direito e a prática de manter em sigilo a relação do advogado com seu cliente", comenta ele. ("The firm", 1993)
"O advogado do diabo"

Um jovem advogado com currículo imaculado é convidado a trabalhar em um caso milionário, em que seu cliente é acusado de matar a esposa, o enteado e uma criada. Durante o processo, porém, ele se dá conta de que o sócio principal do escritório tem um lado misterioso.

Por que assistir? O filme demonstra um princípio básico do Direito: todos merecem uma defesa técnica, desde que haja ética por parte da defesa. "A linha entre a lei e a falta de ética sempre vai ser limítrofe e cabe ao bom operador do Direito jamais ultrapassá-la", comenta Bernardo Leite, sócio da Salomon Azzi.("Devil's advocate", 1997)

"Alexandria"

O drama mostra a vida no Egito durante a dominação romana. Agitada por ideais religiosos conflitantes, a cidade de Alexandria assiste à ascensão do cristianismo e o seu choque com o judaísmo e o politeísmo greco-romano.

Por que assistir? "O filme serve para entender a importância do estado laico dentro da República e como o fanatismo religioso pode representar uma ameaça a vários direitos", comenta o professor Túlio Vianna, da UFMG. ("Ágora", 2009)

"O mercador de Veneza"

A história se passa em meados do século XVI , época em que as atividades comerciais e econômicas se aceleravam na Europa. Uma disputa se inicia depois que um agiota judeu e um mercador cristão firmam um contrato.

Por que assistir? Segundo Talita Matta, sócia da Salomon Azzi, o filme vale pela discussão interpretativa do negócio firmado entre os personagens. "Além disso, mostra que, quando a sede de justiça é exagerada, ela pode se voltar contra quem a pleiteia", afirma. ("The merchant of Venice", 2004)

"O povo contra Larry Flynt"

O editor de uma revista pornográfica é confrontado por diversos grupos de ativistas contrários ao veículo. Submetido a diversos julgamentos ao longo da década de 1970, Larry Flynt acaba se tornando um defensor da liberdade de expressão para todos.

Por que assistir? "É um filme de tribunal, essencial para conhecer a luta pela liberdade de expressão", diz Túlio Vianna, professor da UFMG. ("The People vs. Larry Flynt", 1996)

"Carandiru"

O filme relata os anos de atendimento voluntário do doutor Dráuzio Varella na Casa de Detenção de São Paulo, o Carandiru. O espectador descobre que um código penal paralelo organizava a vida dos detentos, dizimados em massa após uma rebelião.

Por que assistir? A história provoca uma reflexão profunda sobre o sistema penitenciário brasileiro. "É um prato cheio para estudantes e advogados atuantes na área de Direito Penal", afirma Maria Eliza Lambertini, sócia da Salomon Azzi.("Carandiru", 2003)
"A vida de David Gale"

David Gale trabalha como professor na Universidade do Texas, nos Estados Unidos, e é um ativista contra a pena de morte. Após o assassinato de uma colega de trabalho, ele é injustamente acusado e condenado à pena contra a qual sempre lutou.

Por que assistir? O filme serve para refletir sobre a polêmica medida de punir criminosos com a morte. "O tema é atual, porque a pena é pleiteada por algumas células da sociedade", diz Renato Sapiro, sócio da Salomon Azzi.

"Notícias de uma guerra particular"

Dirigido por João Moreira Salles, o documentário mostra o cotidiano dos moradores da favela Santa Marta, no Rio de Janeiro. O filme traz entrevistas com traficantes, policiais e pessoas comuns que assistem de perto ao choque entre o crime e a lei.

Por que assistir? Para Túlio Vianna, professor de Direito Penal na UFMG, trata-se do melhor documentário sobre a guerra às drogas no Rio de Janeiro. "O mérito da produção está em mostrar muito bem os dois lados do conflito", afirma.("Notícias de uma Guerra Particular", 1999)

Quem Matou Jesus”

Muito se diz sobre Jesus Cristo, muitos acreditam no que ele é e seu impacto em todas as épocas e sociedades, outros não creem em nada do que foi dito sobre ele...
Esse documentário é uma pesquisa profunda sobre os tempos de Jesus Cristo, uma forma de pensarmos sua vida e seus pensamentos.

A queda da casa de Usher”

O narrador inicia o conto descrevendo o caminho que percorre para chegar até a casa de um amigo de infância que há muito não vê Roderick Usher. Informa sobre uma carta enviada por esse amigo, que sob forte agitação pedia sua companhia.
A paisagem lhe causa uma certa angústia; descreve ao chegar o cenário da casa e a aparência física de seu amigo, que mais lembrava um defunto. Usher informa ao amigo que sofre de uma doença nervosa que atacou toda sua família, contou que morrerá disso e que também em consequência dessa doença sentirá infindáveis sensações anormais. Mora também naquela casa Lady Madeline Usher, que logo veio a morrer. Depois da morte de sua irmã, Roderick ainda espera quinze dias para enterrá-la, por causa da catalepsia. No enterro provisório, no calabouço, revela que são gêmeos e por isso a tamanha semelhança na aparência. Depois desse fato, Usher muda completamente, sete ou oito dias após a morte de Madeline sai pela casa sem sono e encontra Usher trêmulo e apavorado. Tentando acalmá-lo, o narrador faz uma leitura do primeiro livro que encontra. A leitura prende a atenção de ambos, mas ao ler sobre um arrombamento, um grito e um estrondo, parecem ser reais, porém abafados. Depois de algum tempo Usher declara: Nós a sepultamos viva! Em pânico, assistem à aparição de Lady Madeline Usher, que com uma forte rajada de vento surge e cai sobre seu irmão, que previra todo aquele terror Ambos morrem. O narrador foge aterrorizado e quando olha para trás vê somente a lua vermelha como o sangue e a casa desmoronando e sendo sucumbida pelo lago..

A hora da estrela”

A hora da estrela é filme brasileiro de 1985, do gênero drama, dirigido por Suzana Amaral. O roteiro é uma adaptação do romance homônimo de Clarice Lispector.
Macabéa, uma nordestina de dezenove anos, orfã de pai, mãe e da tia que a criou, vai para o Rio de Janeiro ser datilógrafa. Ela vai morar numa pensão e tem uma vida sem muitas emoções, pois é indiferente a elas. Conhece Olímpico de Jesus e os dois começam a namorar. Porém a relação não se sustenta e Olímpico acaba trocando Macabéa, a quem chama de “cabelo na sopa”, por Glória, colega de trabalho da ex-namorada, que, por recomendação de sua cartomante, rouba o namorado de Macabéa. Glória, então, recomenda-lhe sua cartomante, para que se sinta melhor, e Macabéa decide ir. A cartomante diz à garota que sua vida irá mudar repentinamente: seu ex-namorado a pedirá de volta, ela ganhará uma grande fortuna e se casará com um gringo lindo que se apaixonará por ela. Macabéa fica entusiasmada, mas quando sai na rua é atropelada por uma Mercedes e morre.
Engenharias/

Construção de Edifícios

Tempos Modernos

Um dos filmes mais famosos de Charles Chaplin, Tempos Modernos é, segundo Manoel Fernandez, responsável de excelência operacional na Rhodia um filme com forte viés crítico que todo engenheiro de produção deveria assistir.

Ele, que é engenheiro mecânico formado pelo Instituto Mauá de Tecnologia, mas trabalha como engenheiro de produção, explica que o filme mostra bem as ideias do engenheiro Frederick Taylor, que foram usadas depois do Henry Ford, considerado o primeiro a implantar um sistema de produção em série.

“É um clássico que ilustra bem a visão tayloriana, essa ideia de especialização do trabalho. O Ford usou essas ideias do Taylor na linha de montagem”, diz Fernandez.


A Ponte do Rio Kwai

O clássico e premiado filme de 1957 conta a história de prisioneiros britânicos que, durante a Segunda Guerra Mundial, são obrigados a construir uma ponte para passagem de trens sobre o Rio Kwai na Tailândia. Com grandes lições para engenheiros, principalmente civis, a indicação é do professor do curso de especialização em gestão de projetos da Fundação Vanzolini, Ricardo Buonanni.

“O filme é uma lição sobre liderança. De como encontrar caminhos para motivar pessoas, mesmo nas situações mais adversas e tendo que realizar um projeto com poucos recursos e com prazo muito apertado”, diz Buonanni.

2001- Uma Odisseia no Espaço

Considerado pelos críticos como uma das grandes obras primas do cinema, o filme produzido e dirigido por Stanley Kubrik é, segundo o coordenador do curso de engenharia de computação do Instituto Mauá de Tecnologia, Éverson Denis, e os professores João Carlos Lopes Fernandes e Sergio Ribeiro Augusto, do Instituto Mauá de Tecnologia, interessante para quem deseja seguir esta especialidade.

“O filme lida com elementos de tecnologia, tais como efeitos de projeção frontal, técnicas de fotografia Slit-scan e inteligência artificial”, ressaltam professores.

Exterminador do futuro

Conceitos de inteligência artificial são o destaque do clássico de ficção científica indicado pelos professores de engenharia de computação do Instituto Mauá de Tecnologia. Arnold Schwarzenegger interpreta um ciborgue – androide cujo esqueleto é recoberto por tecido vivo – que é transportado no tempo com o objetivo de mudar o curso da história e o futuro.



Jovem Einstein

A sátira australiana conta a histótia de jovem caipira, Einstein, que vive na Tasmânia e que, um dia descobre a teoria da relatividade ao fazer bolhas para a cerveja de seu pai. Um cientista rival rouba sua fórmula e, com ela, constrói um reator atômico em um barril de chopp que apresenta em um congresso científico presidido por Charles Darwin.

O longa, de acordo com os professores do Instituto Mauá de Tecnologia, traz conceitos de física que podem ser usados nos dois primeiros anos do curso de engenharia, o ciclo fundamental.

Apollo 13

O filme que narra a história verídica da missão Apollo 13, da NASA, traz, segundo Dario Rais Lopes, professor da Escola de Engenharia da Universidade Presbiteriana Mackenzie e assessor especial do Grupo Ecorodovias, a essência da engenharia, com aplicação dos conceitos da física, o trabalho em equipe, a criatividade a construção do novo e a sua reconstrução em circunstâncias emergenciais.

“Foi o filme que mais me tocou como engenheiro. A cena da construção do filtro de ar adaptado do módulo de comando para o módulo lunar, feito pelos engenheiros na NASA, mas só com os materiais que havia na nave, para que os astronautas pudessem reproduzir, é um dos exemplos mais bonitos da prática da engenharia”, diz Lopes ressaltando que um bom engenheiro sabe descontar a pieguice a dramaticidade do filme.

Piratas da Informática

O filme mostra como o co-fundador da Apple, Steve Jobs, e o co-fundador da Microsoft, Bill Gates, mudaram o jeito de as pessoas viverem e se comunicarem com a criação das duas maiores empresas de informática do mundo e seus sistemas operacionais.

De acordo com os professores do Instituto Mauá de Tecnologia, o filme utiliza conceitos importantes para engenharia de empreendedorismo – administração, economia e gestão de negócios- para telecomunicações – engenharia eletrônica – para sistemas operacionais, design de sistemas e produto e também para programação – engenharia de computação.

U-571 Batalha no Atlântico

O filme retrata o período inicial da Segunda Guerra Mundial, quando navios aliados eram atacados e afundados pelos submarinos alemães. No comando do submarino S-33, dos aliados, um tenente recebe ordens para se aproximar de um submarino alemão, o U-571, de forma camuflada o objetivo é conseguir uma máquina de escrever que ajudará a decifrar os códigos alemães usados na guerra.

Para Manoel Fernandez, a relevância do filme do ponto de vista da engenharia é retratar a importância da padronização de medidas. “Tem uma cena em que as aliados conseguem entrar no submarino alemão e se deparar com medições em metro, diferente da que eles usavam, e não entendem nada”, diz Fernandez.



Baixar 228.53 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
reunião ordinária
Dispõe sobre
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
Curriculum vitae
espírito santo
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
distrito federal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
segunda feira
recursos humanos
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar