Professora: jeanny saraiva



Baixar 13.36 Mb.
Página32/35
Encontro06.11.2017
Tamanho13.36 Mb.
#37805
1   ...   27   28   29   30   31   32   33   34   35

CASOS IMPORTANTES


· Os verbos transitivos indiretos (exceção feita ao verbo obedecer) não admitem voz passiva. Assim, não são corretas as construções:

  • O filme foi assistido pelos alunos.

  • O cargo era visado pelos funcionários.


Deve-se dizer:




  • Não se deve dar um único complemento a verbos de regências diferentes. Assim, não são corretas as construções:

- Entrou e saiu da sala.

- Assisti e gostei do filme.


Deve-se dizer:

  • Entrou na sala e saiu dela.

  • Assisti ao filme e gostei dele.




    • As formas oblíquas o, a, os, as funcionam como complementos de verbos transitivos diretos; as formas lhe, lhes funcionam como complementos de verbos transitivos indiretos.

      • Convidei o amigo. Convidei-o

      • Obedeço aos meus superiores. Obedeço-hes.

      • Quero o livro. Quero-os.

      • Quero a meus pais. Quero-lhes.




        • Havendo pronome oblíquo, a preposição desloca-se para antes do pronome.

  • Esta é a faculdade a que aspiro.

  • Estes são os filmes a que assisti.

  • Este é o autor a cuja obra eu me refiro.

  • Este é o autor de cuja obra eu gosto.

  • Este é o autor por cuja obra tenho simpatia.

· Segundo a norma culta, pronomes pessoais do caso reto não funcionam como complementos verbais. Assim, são incorretas as construções:

- Deixa eu falar!

- Permita eu sair!


Deve-se dizer:

- Deixa-me falar!



- Permita-me sair!



    • A norma culta exige que os verbos e as expressões que dão idéias de movimento sejam usados com preposição a.

  • Cheguei a Salvador e fui direto ao hotel.

  • Dirigi-me à farmácia mais próxima.

  • Dei um pulo ao supermercado para comprar macarrão.

  • Com um frio deste ninguém sai à rua.

  • Voltei a casa desanimado.

  • As crianças subiam às árvores, aos postes e aos muros.

  • As crianças trepavam ás árvores, aos postes e aos muros.

  • Quando desci ao andar térreo, pude ver o que de fato estava ali.

OBS.: Na língua cotidiana se vêem usados com a preposição em, constituindo tal prática um brasileirismo não de todo condenável.
REGÊNCIA VERBAL

É a parte da regência que estuda as relações de subordinação dos verbos com seus complementos (objeto direto e objeto indireto).

Na prática, porém, a Regência Verbal se restringe ao objeto indireto, quase que exclusivamente. É válido, ainda, ressaltar a importância do adjunto adverbial, que muitas vezes torna-se responsável pela mudança de predicação de um determinado verbo. Em conseqüência disso, a Regência Verbal se preocupa com três fatos diferentes: a significação do verbo, a predicação verbal e, principalmente, a preposição ou as preposições adequadas ao uso de cada verbo de nossa língua. Fundamentalmente, a Regência Verbal é a sintaxe da preposição.

Segue uma lista dos mais importantes verbos portugueses no campo da regência verbal.


1 Agradecer

- Coisas: VTD → Agradecemos a preferência.



- Pessoas: VTI → Agradecemos aos nossos clientes.


Baixar 13.36 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   27   28   29   30   31   32   33   34   35




©bemvin.org 2022
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino médio
ensino fundamental
concurso público
catarina município
Serviço público
Dispõe sobre
reunião ordinária
câmara municipal
público federal
processo licitatório
Processo seletivo
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
técnico científico
Conselho municipal
direitos humanos
Curriculum vitae
científico período
espírito santo
língua portuguesa
pregão eletrônico
Sequência didática
distrito federal
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
educaçÃo secretaria
nossa senhora
segunda feira
Pregão presencial
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar
recursos humanos