Professora: jeanny saraiva


Ex.: Precisa-se de gente honesta. - inexistente ou oração sem sujeito



Baixar 13.36 Mb.
Página3/35
Encontro06.11.2017
Tamanho13.36 Mb.
#37805
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   35

Ex.: Precisa-se de gente honesta.
- inexistente ou oração sem sujeito: na oração sem sujeito, o predicado é formado por um verbo impessoal. Os casos mais comuns decorrem de:
▪ verbos indicadores de fenômenos naturais.

Ex.: Chove muito em Belém.
▪verbo Haver empregado com o sentido de “existir”, “acontecer“ ou “fazer” (em orações temporais).

Ex.: Ainda há pessoas honestas no mundo.

Haverá aula amanhã?

▪verbos Ser, Estar e Fazer, indicadores de tempo natural ou cronológico.



Ex.: Hoje são 03 de março.

Faz calor



Está frio nas regiões sulinas.
▪verbo “passar” (seguido de preposição). indicando tempo.

Ex.: Já passa das três.
▪Verbos “bastar” e “chegar”. seguidos de preposição de indicando suficiência.

Ex.: Basta de tolices!

Chega de blasfêmias!





Predicação Verbal

Informa o comportamento assumido pelo verbo para, assim, constituir o predicado.



Quanto à predicação, o verbo pode ser:

1- intransitivo: é aquele que não rege complemento, ou seja, apresenta conteúdo significativo.

Ex.: Uma rosa sumiu.

Uma rosa sumiu de meu jardim. (adjunto adverbial)

Cheguei feliz. (predicativo do sujeito)


2- transitivo: é o que rege um complemento. Há três tipos de verbo transitivo.

transitivo direto: apresenta complemento não iniciado por preposição obrigatória (objeto direto).



Ex.: Ouvi um ruído.

- transitivo indireto: rege complemento iniciado por preposição obrigatória (objeto indireto).

Ex.: Aspiramos a um futuro promissor.

- transitivo direto e indireto: exige dois complementos: um sem e outro com preposição obrigatória (objeto direto e objeto indireto)

Ex.: As universidades brasileiras ofertam poucas vagas aos

muitos candidatos.
3- de ligação: é aquele que exprime estado, mudança de estado ou característica (não indica, portanto, ações). Nas orações com verbos de ligação, o sujeito não pratica nem sofre a ação (não há ação); o sujeito é apenas o ser a quem se atribui alguma característica. Por essa razão, o verbo serve como elemento de ligação entre um sujeito e seu atributo, o predicativo do sujeito.

Observação:

Ex.: O candidato passou a presidente. (V.L)

O caçula passou o mais velho. (VTD)

A chuva passou. (V.I)

Maria passou as novidades às colegas. (VTDI)




Baixar 13.36 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   35




©bemvin.org 2022
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino médio
ensino fundamental
concurso público
catarina município
Serviço público
Dispõe sobre
reunião ordinária
câmara municipal
público federal
processo licitatório
Processo seletivo
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
técnico científico
Conselho municipal
direitos humanos
Curriculum vitae
científico período
espírito santo
língua portuguesa
pregão eletrônico
Sequência didática
distrito federal
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
educaçÃo secretaria
nossa senhora
segunda feira
Pregão presencial
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar
recursos humanos