Moinhos de água 3 Moinhos de vento 6 Sistemas tradicionais de moagem 8 operaçÃo dos moinhos de vento 9 glossário de termos e expressões da gíria dos moinhos de vento 11 Moinho de maré 13 Noras 15



Baixar 2.85 Mb.
Página1/18
Encontro03.11.2017
Tamanho2.85 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   18

Índice


Moinhos de água 3

Moinhos de vento 6

Sistemas tradicionais de moagem 8

OPERAÇÃO DOS MOINHOS DE VENTO 9

GLOSSÁRIO DE TERMOS E EXPRESSÕES DA GÍRIA DOS MOINHOS DE VENTO 11

Moinho de maré 13

Noras 15

Energias renováveis existentes hoje em dia 19

Exemplos de Fontes: 19

Energia Solar 20

Energia Eólica 20

Os mares e oceanos: energia maremotriz 21

Barragens    22

Pelamis 22

Biomassa 23

Energia do Biogás 25

Energia Geotérmica 26

Energia azul 26

Exemplos de Fontes: 28

Energia solar 28

Energia Hidráulica 31

A energia do mar 32

Biomassa 34

A Energia Geotérmica 34

Energia azul 36

Quais as vantagens e desvantagens? 37

Energia solar 37

Um painel solar consome uma quantidade enorme de energia para ser fabricado. A energia para a fabricação de um painel solar pode ser maior do que a energia gerada por ele. 38

Existe variação nas quantidades produzidas de acordo com a situação atmosférica (chuvas, neve), além de que durante a noite não existe produção alguma, o que obriga a que existam meios de armazenamento da energia produzida durante o dia em locais onde os painéis solares não estejam ligados à rede de transmissão de energia. 38

As formas de armazenamento da energia solar são pouco eficientes quando comparadas por exemplo aos combustíveis fósseis (carvão, petróleo e gás), a energia hidroeléctrica (água) e a biomassa. 38

À semelhança de outros países do mundo, em Portugal desde Abril de 2008 um particular pode produzir e vender energia eléctrica à rede eléctrica nacional, desde que produzida a partir de fontes renováveis. Um sistema de micro produção ocupa cerca de 30 metros quadrados e permite ao particular receber perto de 4 mil euros ano. 38

Limitado às áreas do globo que recebem bastante radiação solar 38

Energia Eólica 38

Energia das Marés (maremotriz) 40

Energia Hidráulica 40

Biomassa 41

Equipamentos utilizados antigamente para obter energia.

Moinhos de água

O termo "moinho" deriva do latim molinum, de molo, que significa moer, triturar cereais ou dar à mó. O moinho de água apareceu no século II d. C. com os gregos e os romanos, que depois o espalharam pela Europa. Serviam, como indica a sua etimologia, para moer cereais e transformá-los em farinha.

É um engenho muito simples e que foi utilizado durante praticamente dois milénios, permanecendo ainda em uso, embora tendencialmente decadente, no século XX

Um moinho de água, ou azenha, é um tipo de moinho movido pela água que permite moer grãos, gerar electricidade, irrigar grandes áreas e drenar terrenos alagados a partir da força da água.

Esta é a estrutura mais antiga conhecida de aproveitamento da energia cinética das águas dos rios e ribeiros.

Há centenas de anos que o movimento da água é usado nos moinhos. A passagem da água faz mover rodízios de madeira que estão ligados a uma (pedra granítica redonda muito pesada). Esta mói o cereal (trigo, milho, cevada, aveia, etc.) transformando-o em farinha.

Actualmente as corredeiras e quedas da água são usadas principalmente para produzir energia eléctrica.



Hidro significa água. Energia hidráulica é a energia produzida através do movimento da água, podendo ser disponibilizada sob a forma de electricidade, ou directamente sob a forma de energia mecânica (movimento de rotação).

Quando chove nas colinas e montanhas a água escorre para os rios que se deslocam para o mar. O movimento ou a queda da água contém energia cinética e energia potencial que pode ser aproveitada como fonte de energia.



Normalmente constroem-se diques que param o curso da água acumulando-a num reservatório a que se chama albufeira ou represa. Noutros casos, existem diques (açudes) que não param o curso natural da água, mas obriga-a a passar por um desvio que a leva até o moinho.

A transformação da energia contida nos cursos de água em energia aproveitada, pode ser feito por meio de uma turbina ou de uma roda de água.

Quando se abrem as comportas da barragem, a água presa passa pelas lâminas da turbina (ou pela roda de água) fazendo-a girar, usando a força motriz da água.

A partir do movimento de rotação da turbina o processo repete-se, ou seja, o gerador ligado à turbina transforma a energia mecânica em electricidade. Isto é o que acontece na maior parte das barragens.

A energia não se cria nem se destrói, apenas se transforma, da qual o homem pode aproveitar e extrair da natureza e sem a qual não consegue viver. Durante muito tempo só o ouro e as pedras preciosas eram considerados riqueza, hoje são os recursos energéticos que determinam a riqueza dos países, mas o consumo de energias foi tão devastador, que aumentará cerca de 46% até 2010 que levará á sua existência apenas algumas dezenas de anos. Presentemente 85% de energia gasta em todo o mundo provém do petróleo e do carvão.



Méme assim, a roda da azenha inda 'tá uma coisa munto bem amanhada...

Pôs, mês amigos, uma azenha a trabalhar é uma coisa que já é d' adregue se ver, hoje im dia. E esta aqui, s' atribuído nã 'tô, só trabalha um dia no ano. E é p' à amostrar à famila c'm' é qu' a coisa era nôt's tempos.

E esse dia é a Quinta-Fêra d' Às-sunção, Dia da Espiga, um dia tã emportante cá im Monchique qu' é só o dia qu' as criadas dizem a verdade às patroas e qu' a Cambra até fez dele feriado p' à gente se poder ir p' ô coçáiro à vontade, vejam lá...



E já o ano passado nã tive jêto de lá ir, más este ano, disse logo à minha Maria:

Aprecata-te, Maria, que este ano o Dia da Espiga é p'ra ir ô Barranco dos Pisõs... Nem qu' ê tenha que dêxar o serviço todo em mêo, ninguém me faz perder uma coisa daquelas.

  • Este é um pequeno texto da vila de Monchique, muitas das pessoas trabalhavam na agricultura com azenhas, moinhos e noras, esta era a linguagem do antigamente.

Assim desde a antiguidade, todo o modo de vida sustentável, passou em parte pela agricultura e uso de moinhos, quer seja de vento, de água, de noras, de marés, e até mesmo de ajuda de animais. Assim era a vida de antigamente, muito mais manual e muito menos tecnologias era sem duvida uma vida mais amiga da natureza e de muitas energias renováveis. Havia mais florestas e comida saudável, as pessoas trabalhavam mais unidas na agricultura, caça, pesca e equipamentos manuais de energias renováveis.



Baixar 2.85 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   18




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
Dispõe sobre
reunião ordinária
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Relatório técnico
Universidade estadual
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
espírito santo
pregão eletrônico
Curriculum vitae
Sequência didática
Quarta feira
prefeito municipal
distrito federal
conselho municipal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
segunda feira
Pregão presencial
recursos humanos
Terça feira
educaçÃO ciência
agricultura familiar