Ministério da educaçÃo universidade federal do amapá pró-reitoria de graduaçÃo coordenaçÃo do curso de letras projeto pedagógico do curso de licenciatura em língua portuguesa e língua inglesa e respectivas literaturas



Baixar 3.79 Mb.
Página3/37
Encontro09.04.2017
Tamanho3.79 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   37

5.2 – Coordenação do Curso



5.2.1- Funções da Coordenação de Curso

A coordenação de curso é o órgão que congrega docentes e técnicos, de acordo com suas especialidades, sendo responsável, dentro da própria área de conhecimento, pelo gerenciamento de recursos humanos, científicos e tecnológicos para as atividades de ensino, pesquisa e extensão e interiorização, bem como pela construção do saber, pelo aperfeiçoamento do pessoal docente e técnico e pela administração de suas carreiras.

Compete, ainda, ao Coordenador representar as necessidades do curso junto aos órgãos competentes da IFES, participar das reuniões de colegiado de curso e fazer atendimento aos docentes e discentes.

5.2.2- Atuação do Coordenador de Curso


As atribuições do coordenador do curso são regulamentadas pelos artigos 87, 88 e 89 do Capítulo V do Regimento da Instituição conforme segue:


Capítulo V


Art. 87. A Coordenação de Curso é o órgão responsável pelo planejamento e gerenciamento de recursos humanos, científicos e tecnológicos para as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Art.88. Cada Coordenação de Curso será dirigida por um coordenador, sendo seu substituto legal o vice-coordenador, ambos com mandato de dois anos, escolhidos em escrutínio secreto, pelos docentes, discentes e técnicos vinculados à respectiva coordenação, permitida a recondução por um único período subsequente, obedecendo a legislação pertinente.

1o. As Coordenações serão exercidas, preferencialmente, por docente efetivo vinculado ao Curso.

2o. Na impossibilidade de a Coordenação ser exercida por docente efetivo a vaga poderá ser preenchida por técnico integrante do quadro de nível superior.

Art. 89. A coordenação de curso compete:

I - cumprir e fazer cumprir as deliberações do colegiado de curso;

II - elaborar e submeter ao seu conselho departamental o plano de atividades da coordenação de curso;

III - fazer cumprir os planos de atividades dos docentes e técnicos-adminitrativos lotados na coordenação;

IV - designar banca de revisão de provas dos discentes, quando solicitado pelo colegiado de curso;

V - propor ao conselho departamental normas e critérios para a monitoria e o estágio curricular supervisionado;

VI - acompanhar a frequência e o desenvolvimento das atividades dos docentes no ensino, na pesquisa e na extensão, submetendo os resultados à apreciação do Colegiado de Curso.

VII – acompanhar o desenvolvimento dos docentes em curso de qualificação através de relatórios específicos; e

VIII - desenvolver outras atividades que lhe couberem por força da legislação.

5.2.3- Participação efetiva do Coordenador do Curso em Órgãos Colegiados Acadêmicos


O coordenador preside e convoca as reuniões do colegiado do curso que coordena e tem representação no Conselho Universitário - CONSU. Participa, ainda, intensamente da elaboração das políticas acadêmicas.
5.2.4- Titulação do Coordenador do Curso

Graduação

Curso: Licenciatura Plena em Letras

Instituição:Universidade Federal do Amapá.

Data de Conclusão: 1995

Curso de Complementação Pedagógica em Língua Francesa

Instituição: Universidade Federal do Amapá

Data de Conclusão: 1998



Especialização

Curso: Ensino/Aprendizagem do Francês Língua Estrangeira

Instituição: Universidade Federal do Pará/UNIFAP

Data de Conclusão: 2005





5.2.5- Regime De Trabalho do Coordenador do Curso





Nome do Docente: Olaci da Costa Carvalho

Regime de Trabalho: Tempo Integral – Dedicação Exclusiva.

Data de Admissão na IFES: 13/05/2004




5.2.6- Experiência Profissional Acadêmica do Coordenador do Curso


Professor de Língua e Literatura Francesas na Universidade Federal do Amapá de 2004-Atual;

Membro de Banca do Concurso para professor Efetivo de Língua Francesa e suas respectivas Literaturas. 23 a 27/05/2013;

Membro de Banca do Concurso para professor Efetivo de Língua Francesa. Edital 012/2012/UNIFAP;

Membro de Banca de Avaliação de Monitoria de Língua Francesa no Pré-VestibularUNIFAP. Fevereiro de 2012;

Membro da Comissão de Estruturação do Projeto de Implantação do Campus Binacional do Oiapoque. Portaria N. 084/2011;

Membro de Banca do Concurso para professor Temporário. Portaria N. 1054/2011;

Membro de Banca do Concurso para professor Efetivo de Língua Francesa. 03 a 05/06/2011;

Membro da Comissão para Elaboração da Minuta de Resolução para os Exames de Proficiência em Língua Estrangeira-UNIFAP. Portaria N.464/2011;

Membro de Banca de Avaliação de Monitoria de Língua Francesa no Pré-VestibularUNIFAP. 22/02/2011;

Membro de banca de Avaliação das disciplinas Estágio Supervisionado de Língua Francesa e Prática pedagógica IV – Língua Francesa no Ensino Fundamental do Curso de Letras UNIFAP do 3º Processo Seletivo para Docentes-2010, edital N.006/2010;

Elaborador e Corretor de Provas do Exame de Proficiência em Francês, edital N.01/2009-PROPESPG. Fevereiro de 2010;

Membro da Comissão para estabelecer parcerias em projetos de Cooperação Internacional no Pólo Universitário da Guiana Francesa de 14/09 a 20/09/2008. Portaria N. 988/2008;

Membro da Comissão de Estudo do Projeto do Curso de Comunicação Social-UNIFAP. Portaria N. 137/2006;

Consultor Pedagógico na área de Língua Portuguesa no Exame Nacional do Ensino Médio-ENEM2006;

Professor de Língua Francesa no Instituto de Ensino Superior do Amapá-IESAP de 2003-2004;

Professor de Língua Francesa no Governo do Estado do Amapá de 1999-2004;

Professor de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira no Governo do Estado do Amapá de 1995-1999;

Professor de Língua Portuguesa na Prefeitura Municipal de Santana. Período –1992 a 1996.


Orientadora de Trabalho de Conclusão de Curso de alunos do Curso de Licenciatura Plena em Letras da UNIFAP. 1. O Ensino/Aprendizagem de Francês na Região de Fronteira Amapá/Guiana Francesa; 2. Os jogos como Estratégias Interativas para o ensino-aprendizagem da competência oral em língua francesa.
Membro de Banca Examinadora de Trabalhos de Conclusão do Curso de Licenciatura Plena em Letras da UNIFAP. 1. Estratégias de aprendizagem para a aquisição da Língua Francesa: uma abordagem comunicativa ; 2. A expressão oral em classe de Francês Língua Estrangeira; 3. Ensino-aprendizagem da língua inglesa um estudo comparativo nas escolas públicas e particulares de ensino médio de Macapá;4.O processo de ensino-aprendizagem da língua francesa no Centro Estadual de Língua e Cultura Francesa Danielle Mitterrand ; 5. A importância do Lúdico no ensino-aprendizagem da língua francesa a partir da 5ª série do Ensino Fundamental; 6. A produção textual na EJA: uma análise das condições de produção.


Experiência em Gestão Administrativa:

Coordenador do Curso de Letras da Universidade Federal do Amapá. Portaria N. 893/2011-UNIFAP;

Vice-Coordenador do Curso de Letras da Universidade Federal do Amapá. Portaria N. 208/2011-UNIFAP;

Coordenador do Curso de Letras/PARFOR da Universidade Federal do Amapá. Portaria N. 075/2011-UNIFAP;

Supervisor de Curso do Programa Escola Ativa-UNIFAP de 2009-2011. Portaria N. 1092/2009;

Coordenador do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiro-CELPEBRAS- UNIFAP. Portaria N. 138/2006;

Coordenador do Curso Livre de Francês Língua Estrangeira de 2007-2009, Projeto de Extensão Universitária N. 033/2007;

Coordenador do Curso Livre de Francês Língua Estrangeira para Comunidade do Oiapoque de 2007-2009, Projeto de Extensão Universitária N. 030/2007.






Baixar 3.79 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   37




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
reunião ordinária
Dispõe sobre
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
Curriculum vitae
espírito santo
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
distrito federal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
segunda feira
recursos humanos
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar