Literatura: Romantismo



Baixar 49.4 Kb.
Encontro27.05.2020
Tamanho49.4 Kb.

Etec Pq da Juventude – Língua Portuguesa

Profa: Marlucia Ávila

Literatura: Romantismo:

Literatura: Romantismo: Lembre-se que o Romantismo foi um movimento artístico literário que surge no século XIX no Brasil e no Mundo.

A produção literária do romantismo se desenvolveu na poesia e na prosa (contos, novelas, romances e obras de teatro). Ele influenciou a literatura, a pintura, a música e a arquitetura.



Principais Características:

Na literatura, as principais características do romantismo são:

Oposição ao modelo clássico;

Estrutura do texto em prosa, longo;

Desenvolvimento de um núcleo central;

Narrativa ampla refletindo uma sequência de tempo;

O indivíduo passa a ser o centro das atenções;

Surgimento de um público consumidor (folhetim);

Uso de versos livres e versos brancos;

Exaltação do nacionalismo, da natureza e da pátria;

Idealização da sociedade, do amor e da mulher;

Criação de um herói nacional;

Sentimentalismo e supervalorização das emoções pessoais;

Subjetivismo e egocentrismo;

Saudades da infância;

Fuga da realidade.



Nacionalismo:

Os românticos pregam o nacionalismo, incentivam a exaltação da natureza pátria, o retorno ao passado histórico e na criação do herói nacional.

Na literatura europeia, os heróis nacionais são belos e valentes cavaleiros medievais. Na brasileira são os índios, igualmente belos, valentes e civilizados.

A natureza também é exaltada no Romantismo. Está é vista como uma extensão da pátria ou refúgio à vida agitada dos centros urbanos do século XIX. A exaltação à natureza ganha contornos de prolongamento do escritor e de seu estado emocional.



Sentimentalismo Romântico:

Entre as marcas principais do Romantismo estão o sentimentalismo, a supervalorização das emoções pessoais, o subjetivismo e egocentrismo. É dessa maneira que os poetas se colocavam como o centro do universo.



Linguagem do Romantismo:

A linguagem do romantismo — mais simples, popular, subjetiva, melodiosa, confessional, idealizada, eloquente e repleta de lirismo e dualismos, proporcionando uma aproximação com o novo público consumidor ao revelar seus próprios anseios: a burguesia.

Os temas mais recorrentes são: o amor não correspondido (amor platônico), a natureza, a religião, a idealização da mulher, a morte, a incerteza, o ndividualismo, a solidão, os dramas da existência e os sofrimentos em geral.

No Brasil:

O Romantismo no Brasil teve como marco inicial a publicação do livro de poemas de Gonçalves de Magalhães (1811-1882), intitulado "Suspiros poéticos e saudades", em 1836.

Além dessa obra, a Revista Niterói, publicada nesse mesmo ano em Paris, também foi precursora do movimento romântico na Brasil.

As principais caraterísticas da literatura romântica no Brasil são:

Rompimento com a tradição clássica;

Amor platônico, idealismo;

Idealização da mulher;

Subjetivismo e egocentrismo;;

Indianismo (tema do índio);

Nacionalismo e ufanismo;

Culto à natureza;

Sentimentalismo exacerbado;

Maior liberdade formal;

Religiosidade;

Evasão e escapismo.



Gerações Românticas:

O Romantismo no Brasil está dividido em três fases:



A primeira geração romântica: No Brasil é o período que corresponde de 1836 a 1852, baseada no binômio “Nacionalismo-indianismo”.

Aqui os escritores exploram temas como: natureza, sentimentalismo, religiosidade, ufanismo, nacionalismo.

o indianismo, expressa uma das buscas aos temas nacionais, visto que o Brasil havia conquistado sua independência pouco antes, em 1822.

Interessante notar que nessa fase, os autores buscam um retorno ao passado histórico bem como ao medievalismo.

Destaque os autores:

Gonçalves de Magalhães

Gonçalves Dias

Teixeira e Souza

Araújo Porto-Alegre

José de Alencar



Autores:

Domingos José Gonçalves de Magalhães (1811- 1882): Sua obra que mais se destacou foi “Suspiros Poéticos e Saudades”, publicada em Paris, em 1836.

Antônio Gonçalves Dias ( 1823- 1864): Poema épico I-Juca-Pirama, Inspirado no mito do bom selvagem. (o herói indígena como portador de valores e sentimentos nobres). O indígena ganha caráter universal.

Canção do Exílio é um dos poemas mais emblemáticos do escritor. Publicado em 1857, nesse poema Gonçalves Dias expressou a solidão e a saudade que sentia da sua terra quando esteve em Portugal. (Primeiros Cantos).

José Martiniano de Alencar (1829- 1877): Obras Romances O Guarani (1857) romance de caráter indianista o herói nacional, Iracema (1865), trata-se de um romance indianista, com presença de elementos indígenas, mitológicos e históricos.

Senhora (1875), romance urbano crítica a sociedade carioca da época e os “perfis da mulher, na qual o autor explora a alma feminina e seus conflitos psicológicos.(folhetim).

2ª Fase Romântica

Conhecida como a geração do “Mal do Século” ou “Ultrarromântica”, a segunda geração romântica foi profundamente influenciada pela poesia do inglês George Gordon Byron, (1788-1824). Por isso, é muitas vezes chamada de geração “Byroniana”.

Marcada por aspectos negativos, a poesia desse período romântico é permeada dos temas: egocentrismo, negativismo, pessimismo, dúvida, desilusão, boêmia, exaltação da morte e fuga da realidade.

No Brasil, os principais escritores dessa geração foram:

Álvares de Azevedo

Casimiro de Abreu

Fagundes Varela

Junqueira Freire

Manuel Antônio Álvares de Azevedo (1831-1852 ): Da “geração ultrarromântica” ou “mal-do-século”, 1853 a 1869.

Essa denominação faz referência aos temas escolhidos pelos escritores desse período: acontecimentos tristes e trágicos, desilusões, amores não correspondidos, mortes, dentre outros.

Merece destaque a antologia poética “Lira dos Vinte Anos”, única obra que o poeta. Essa obra foi parte de um projeto que não se realizou, criado em parceria com os amigos e escritores mineiros Bernardo Guimarães (1825-1884) e Aureliano Lessa (1828-1861). A ideia era que a publicação seria chamada de “As Três Liras”.preparou para publicação, e que foi somente publicada em 1853.

Outras obras que foram publicadas postumamente:

Poesias Diversas (1853)

Noite na Taverna (1855)

Macário (1855)

Poema do Frade (1862)

O Conde Lopo (1866)



Gerações Românticas na Poesia:

A poesia está entre as principais formas de manifestações literárias das gerações românticas no Brasil. Há representação de autores em todas as gerações.



Gonçalves Dias

O autor Gonçalves Dias (1823-1864) é considerado o responsável pela consolidação do Romantismo no Brasil.



Álvares de Azevedo

A poesia de Álvares de Azevedo (1831-1852) é marcada pelas falas de amor, de morte, de donzelas ingênuas, da virgem sonhadora, filhas do céu, mulheres misteriosas em seus sonhos de adolescentes. São comuns as frustrações, o sofrimento, a dor e morte.

(www.todamaeteria.com.br acesso 30.04.2020)

Literatura: Romantismo:

Leia esse poema lírico de Gonçalves Dias:

Consolação nas lágrimas

Como é belo à meia noite

O azul do céu transparente,

Quando a esfera d’alva lua

Vagueia mui docemente,

Quando a terra não ruidosa

Toda se cala dormente,

Quando o mar tranquilo e brando

Na areia chora fremente!

Como é belo este silêncio

Da terra todo harmonia,

Que aos céus a mente arrebata

Cheia de meiga poesia!

Como é bela a luz que brilha

Do mar na viva ardentia!

Este pranto como é doce,

Que entorna a melancolia!

Esta aragem como é branda

Que enruga a face do mar,

Que na terra passa e morre

Sem nas folhas sussurrar!

Os sons d’aéreo instrumento

Quisera agora escutar,

Quisera mágoas pungentes

Neste silêncio olvidar!

O azul do céu, nem da lua

A doce luz refletida,

Nem o mar beijando a praia,

Nem a terra adormecida,

Nem meigos sons, nem perfumes,

Nem a brisa mal sentida,

Nem quanto agrada e deleita,

Nem quanto embeleza a vida;

Nada é melhor que este pranto

Em silêncio gotejado,

Meigo e doce, e pouco e pouco

Do coração despegado;

Não soro de fel, mas santo

Frescor em peito chagado;

Não espremido entre dores,

Mas quase em prazer coado!

(Luis Roncari, Literatura Brasileira- Dos primeiros cronistas aos últimos,cit,p.340-1)

http://www.literatura-brasileira.com/2013/09/meu-anjo.html acesso: 30.04.2020

GLOSSÁRIO:

aragem: brisa, vento suave e fresco

ardentia: luminescência observada no mar, ocasionada pela presença de microrganismos que emitem luz

chagado: angustiado

despegado: desafeiçoado, desapegado

fremente: trêmulo, vibrante

olvidar: esquecer

pungente: que provoca dor aguda, lancinante

Interpretação do poema:

1. Os poetas românticos, sentindo-se oprimidos pela civilização, voltavam-se para a natureza e, além de retratá-la subjetivamente, buscavam interagir com ela. Releia as três primeiras estrofes do poema.

a) De acordo com os seis primeiros versos de cada uma dessas estrofes, quais são as impressões do eu lírico a respeito da natureza que o cerca? Justifique sua resposta com elementos do texto.

O eu lírico está em estado de contemplação da natureza observando ao seu redor e admirando os detalhes. “Como é belo à meia noite; O azul do céu transparente”

b) Nos dois últimos versos de cada uma dessas estrofes, como o eu lírico relaciona os elementos da natureza com seu estado de alma? Justifique sua resposta com elementos do texto.

O eu lírico não só relaciona os elementos com os sentimentos e sensações mas fala da natureza como se fosse suas emoções. “Quando o mar tranquilo e brando. Na areia chora fremente!”

c) Ao descrever a natureza, o eu lírico emprega de modo recorrente a prosopopeia. Identifique uma situação de emprego dessa figura de linguagem na primeira estrofe e explique o efeito de sentido que ela produz no texto.

“Quando o mar tranquilo e brando;Na areia chora fremente!”. Traz o sentido do eu lírico falar sobre seus sentimentos dando a entender que ele pode parecer calmo e em paz mas por dentro ele sofre



Meu anjo

Meu anjo tem o encanto, a maravilha

Da espontânea canção dos passarinhos;

Tem os seios tão alvos, tão macios

Como o pêlo sedoso dos arminhos.

Triste de noite na janela a vejo

E de seus lábios o gemido escuto.

É leve a criatura vaporosa

Como a frouxa fumaça de um charuto.

Parece até que sobre a fronte angélica

Um anjo lhe depôs coroa e nimbo...

Formosa a vejo assim entre meus sonhos

Mais bela no vapor do meu cachimbo.

Como o vinho espanhol, um beijo dela

Entorna ao sangue a luz do paraíso.

Dá morte n’um desdém, n’um beijo vida,

E celestes desmaios num sorriso!

download em Domínio Público(Poemas Irônicos, Venenosos e Sarcásticos).

1) O poema apresenta em sua composição vários elementos antitéticos(opostos). Observe o retrato da figura feminina apresentado na primeira estrofe do poema.


  1. Que elementos, nessa estrofe, sugerem a pureza e a inocência da mulher amada?

“Meu anjo tem o encanto, a maravilha; Da espontânea canção dos passarinho”

b) Que elementos são indicativos da corporeidade e da sensualidade da mulher amada?

“Tem os seios tão alvos, tão macios; Como o pêlo sedoso dos arminhos.”

2) A imagem da mulher se modifica conforme o eu lírico esteja situado no mundo dos sonhos ou no mundo da realidade. Em que consiste essa mudança?



Justifique sua resposta com elementos do texto.

O eu lírico fica entre a carne e o sentimento ao decorrer de todo o poema, onde em seus sonhos ele a vê de forma pura e angelical como no trecho: “Parece até que sobre a fronte angélica; Um anjo lhe depôs coroa e nimbo...; Formosa a vejo assim entre meus sonhos; Mais bela no vapor do meu cachimbo.”. E na realidade onde à vê com desejo como no trecho: “Triste de noite na janela a vejo; E de seus lábios o gemido escuto.; É leve a criatura vaporosa; Como a frouxa fumaça de um charuto.”
Baixar 49.4 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
reunião ordinária
Dispõe sobre
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
Curriculum vitae
espírito santo
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
distrito federal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
segunda feira
recursos humanos
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar