Licenciamento ambiental para piscicultura


PROCESSO ACELERADO DE EUTROFICAÇÃO



Baixar 3.27 Mb.
Página5/14
Encontro31.10.2016
Tamanho3.27 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   14

PROCESSO ACELERADO DE EUTROFICAÇÃO


Graças a ação do ar, do sol e do calor a água constitui um meio favorável para o desenvolvimento de vegetais (micro e macro), que servem de alimentos a numerosos animais microscópicos ou não, quer diretamente, quer consumindo outros animais menores.

As quantidades e os tipos de organismos observados dependem da qualidade da água, em particular das suas características físico-químicas e das condições do meio ambiente.

Em geral, encontram, por filtragem especial, organismos muito pequenos que flutuam livremente na água e que constituem o que se chama de plâncton. O plâncton, formado por plantas que se desenvolvem a partir dos sais minerais contidos na água e a partir da luz do sol, chama-se fitoplâncton. O plâncton formado de pequenos animais chama-se zooplâncton. Em geral, o plâncton não pode ser visto a olho nu. Se o plâncton for abundante, dá à água uma cor mais ou menos verde ou mais ou menos castanha escura, conforme os organismos que o compõem.

No fundo da água desenvolvem-se organismos geralmente maiores do que os do plâncton e formam o que se chama de bentos. São sobre tudo larvas de insetos, vermes, moluscos. Vivem na superfície do fundo ou na lama deste. Alimentam-se geralmente de matérias orgânicas.



Diversas plantas crescem no fundo, sobretudo perto das margens, onde a profundidade da água não é demasiada grande. Algumas, como os juncos, têm as raízes no fundo, mas crescem e florescem acima da superfície. Outras, como o pirrixio, têm folhas e flores que flutuam à superfície. Finalmente, outras vivem e florescem completamente debaixo da água.

Bueno ( 2009 ) Processo de Eutrofização na Produção de Peixe

Estas plantas, e também as pedras e os rochedos que estão na água, servem de suporte a diversos organismos que formam o que chamamos o perifiton e que são em geral algas, larvas de insetos e moluscos.

O processo acelerado de eutrofização dá-se na época invernosa, quando as cheias dos rios tributários deságuam na represa. Naquele fluxo d'água esta constituída todo o “ciclo alimentar” de diferentes organismos aquáticos.




ALTERAÇÕES DOS PARÂMETROS QUÍMICOS E FÍSICOS DA ÁGUA

( O2 DISSOLVIDO, CO2, PH, TEMPERATURA, ETC)



Características químicas-quimicamente as águas distinguem-se pelo seu teor em sais e gases dissolvidos.

A água das precipitações atmosféricas aproxima-se sensivelmente da água destilada. É em contato com o solo que dissolve os sais minerais com maior ou menor rapidez, consoante a sua solubilidade.

Os sais dissolvidos constituem a riqueza mineral da água e pode-se dizer que o valor piscícola duma água aumenta proporcionalmente em relação a sua diversidade e quantidade. É claro que existe limitação e salinidade para as águas doces.

O valor piscícola de uma água depende essencialmente da natureza do terreno com que a água está em contato.



OXIGÊNIO DISSOLVIDO (O2 DISSOLVIDO)


Entre os gases dissolvidos, o oxigênio é o mais importante e absolutamente indispensável à vida da maioria dos organismos que vivem num tanque (peixes, insetos, algas, plantas superiores etc.), o oxigênio provém da atmosfera ou das plantas verdes submersas; estas não libertam este gás senão durante o dia.

Assim, depois de uma noite quente, um tanque rico em algas, pode ficar desprovidos de oxigênio ao ponto de provocar a asfixia dos peixes, sabido que, nestas condições, a água se encontra com uma elevada percentagem de anidrido carbônico dissolvido, que é normal a fauna piscícola.


GÁS CARBÔNICO (CO2 LIVRE)


Seja no estado livre ou sob a forma de ácido fraco ou de bicarbonato, encontra-se na água em solução instável e, às vezes, sob a forma de carbonatos que precipitam, aliás muito pouco solúveis.

A mistura de um ácido fraco-como o gás carbônico com os seus sais desempenha na vida dos organismos vivos e, portanto, na dos peixes, um papel muito importante.

Como para o oxigênio, os organismos e principalmente os vegetais têm uma ação primordial sobre a distribuição do gás carbônico pela assimilação clorofiliana e pela respiração.

Quer dizer, a distribuição do gás carbônico, insuficientemente estudado até hoje, deverá desempenhar um considerável papel na ecologia dos peixes.


O POTENCIAL HIDROGENIÔNICO (PH)


Duma água depende da natureza e quantidade das matérias dissolvidas e varia em função de numerosos fatores químicos e biológicos e está em estreita relação com as reservas alcalinas disponíveis e com o seu teor em CO2.

A melhor água para a cultura do peixe é a que possui uma reação ligeiramente alcalina, isto é, pH entre 7 e 8. Estes valores não devem ser inferiores a 4,5 –5,0 nem superiores a 8,0 embora exista espécies ictiológicas e planctônicas que os preferem.

Características físicas - sob o ponto de vista piscícola temos a considerar como mais importante a temperatura e a transparência.

TEMPERATURA


A temperatura exerce uma profunda influência sobre a vida aquática e desempenha papel preponderante na multiplicação, respiração e nutrição dos peixes.

É necessário conhecer-se a temperatura no período de reprodução, uma vez que as exigências térmicas diferem segundo as espécies.

A temperatura tem influência preponderante no desenvolvimento dos micro e microrganismos aquáticos e no crescimento dos peixes, sabido que cada espécie tem um intervalo térmico de maior ou menor amplitude.

igualmente tem influência sobre o teor em oxigênio dissolvido e, por consequência, sobre a respiração dos peixes, dada a oxigenação da água depender de vários fatores, mais está, no entanto, em estrita ligação com a temperatura da água, sabido que, quanto mais elevada for esta, menos oxigênio dissolvido possui.



Temperatura da Água para Peixes Tropicais


T °C

Resposta


maior de 34

Incidência de doenças e mortalidade crônica

30 a 34

Redução na Alimentação e no Crescimento

26 a 30

Ótimo Desenvolvimento

menor 22

Alimento e Crescimento – Redução Significativo

a baixo de 18

Não a Alimento e Crescimento

10 a 15

Faixa Letal - Morte dos Peixes

Fonte: ( ONO & KUBITZA, 2003 )

Todos os Parâmetros Interligados durante a Produção de Peixe

Exemplo:

Horários

pH

Temperatura (ºC)

Oxigênio (mg/L)

Condutividade (μS/cm)

10:00

7,59 ± 0,09 a

29,67 ± 0,09 b

6,65 ± 0,31 a

45,00 ± 2,10 a

13:00

7,45 ± 0,04 a

30,42 ± 0,09 a

5,70 ± 0,39 b

46,97 ± 2,42 a

16:00

7,17 ± 0,04 dc

30,72 ± 0,12 a

6,12 ± 0,09 b

41,12 ± 0,15 b

19:00

7,10 ± 0,04 d

30,37 ± 0,12 a

4,62 ± 0,58 c

40,07 ± 0,48 b

22:00

6,70 ± 0,17 e

29,87 ± 0,26 b

3,70 ± 0,75 c

38,06 ± 1,72 b

01:00

7,09 ± 0,10 d

29,82 ± 0,22 b

3,70 ± 0,75 c

38,60 ±1,72 b

04:00

7,26 ± 0,03 bcd

29,67 ± 0,10 b

3,02 ± 0,26 d

39,62 ± 0,21 b

07:00

7,36 ± 0,02 abc

29,20 ± 0,25 c

3,12 ± 0,17d

40,15 ± 0,52 b

C.V. (%)

1,19

0,58

10,44

3,51

Catálogo: intra -> wp-content -> uploads -> downloads -> 2013

Baixar 3.27 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   14




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
Dispõe sobre
reunião ordinária
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Relatório técnico
Universidade estadual
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
espírito santo
pregão eletrônico
Curriculum vitae
Sequência didática
Quarta feira
prefeito municipal
distrito federal
conselho municipal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
segunda feira
Pregão presencial
recursos humanos
Terça feira
educaçÃO ciência
agricultura familiar