Igreja vidas para cristo



Baixar 0.83 Mb.
Página11/17
Encontro06.11.2017
Tamanho0.83 Mb.
#37859
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   17

PARA ESTUDO ADICIONAL


Este capítulo apresentou o estudo do Espírito Santo através do tema do batismo no Espírito Santo. Prossiga seu estudo do Espírito Santo com o seguinte esboço:




A NATUREZA DO ESPÍRITO SANTO




  • Ele é chamado Deus: Atos 5:3-4

  • Onipresente: Ele está presente em todo o lugar. Salmos 139:7

  • Onisciente: Ele conhece todas as coisas. 1 Coríntios 2:10-11

  • Onipotente: Ele tem todo o poder. Atos 1:8

  • Eterno: Ele não tem fim. Hebreus 9:14

  • Igual com o Pai e o Filho: Mateus 3:16-17


A PERSONALIDADE DO ESPÍRITO SANTO




  • Ele tem uma mente: Romanos 8:27

  • Esta mente é inteligente: 1 Coríntios 2:10-11

  • Ele perscruta a mente humana: 1 Coríntios 2:10

  • Ele tem uma vontade: 1 Coríntios 12:11

  • Ele guia e direciona: Atos 16:6-7,10

  • Ele fala: Atos 8:29

  • Ele ama: Romanos 15:30

  • Ele se entristece: Efésios 4:30

  • Ele intercede: Romanos 8:26


UMA NATUREZA SENSÍVEL


O Espírito Santo tem uma natureza sensível. Devemos ter cuidado para não:





  • Mentir ao Espírito Santo: Atos 5:3-4

  • Resistir ao Espírito Santo: Atos 7:51

  • Extinguir o Espírito Santo: 1 Tessalonicenses 5:19

  • Provocar o Espírito Santo: Salmos 78:40

  • Insultar o Espírito Santo: Hebreus 6:4-6

  • Irritar o Espírito Santo: Isaías 63:10

  • Blasfemar contra o Espírito Santo: Mateus 12:31-32


NOMES E TÍTULOS DO ESPÍRITO SANTO


Os nomes e títulos do Espírito Santo nos dão um conhecimento maior de Sua natureza e de Seu propósito. Ele é chamado:





  • O Espírito de Deus: 1 Coríntios 3:16

  • O Espírito de Cristo: Romanos 8:9

  • O Espírito Eterno: Hebreus 9:14

  • O Espírito da Verdade: João 16:13; 14:26

  • O Espírito da Graça: Hebreus 10:29

  • O Espírito da Vida: Romanos 8:2

  • O Espírito de Glória: 1 Pedro 4:14

  • O Espírito de Sabedoria e Revelação: Efésios 1:17

  • O Consolador: João 14:26

  • O Espírito da Promessa: Atos 1:4-5

  • O Espírito de Santidade: Romanos 1:4

  • O Espírito de Fé: 2 Coríntios 4:13

  • O Espírito de Adoção: Romanos 8:15



SÍMBOLOS DO ESPÍRITO SANTO

Os seguintes símbolos são usados na Bíblia para representar o Espírito Santo:



A Pomba:



João 1:32

Óleo:



Lucas 4:18

Água:



João 7:37-39

O Selo:



Efésios 1:13

Vento:



João 3:8

  • Rios:


Fogo: que significa:



João 7:38-9


Presença do Senhor:



Êxodo 3:2

Aprovação:



Levítico 9:24

Proteção:



Êxodo 13:21

Purificação:



Isaías 6:1-8

O dom do Espírito Santo:



Atos 2:3

Julgamento:



Hebreus 12:29



Capítulo Sete

Imposição de Mãos




OBJETIVOS:

Ao completar este capítulo você será capaz de:





  • Escrever o Versículo-Chave de memória.

  • Definir o que é imposição de mãos.

  • Identificar o propósito da imposição de mãos na época do Antigo Testamento.

  • Identificar o propósito da imposição de mãos na época do Novo Testamento.

  • Listar as qualificações para o ministério da imposição de mãos.



VERSÍCULO-CHAVE:

Entretanto, demoraram-se ali muito tempo, falando ousadamente no Senhor, o qual confirmava a palavra de sua graça, concedendo que, por mão deles, se fizessem sinais e prodígios” (Atos 14:3).




INTRODUÇÃO


A doutrina da imposição de mãos é o quarto princípio no fundamento da fé cristã. A imposição de mãos é um ato no qual uma pessoa coloca suas mãos sobre outra pessoa com um definitivo propósito espiritual. A imposição de mãos é seguida por uma oração ou uma profecia.




O REGISTRO DO ANTIGO TESTAMENTO


A imposição de mãos no Antigo Testamento foi usada com o seguinte propósito:





  1. Transferência de benção espiritual ou autoridade. [Transferência significa que algo espiritual flui daquele que está impondo as mãos para o que está sendo tocado.]

  2. Confirmação pública de uma benção espiritual ou autoridade recebida de Deus.

  3. Compromisso para com Deus para um ministério especial.

Três exemplos no Antigo Testamento ilustram estes propósitos da imposição de mãos:



ISRAEL:

Gênesis 48 é o primeiro registro da imposição de mãos para um proveito espiritual. José tomou consigo a seus dois filhos, Efraim e Manasses, e os levou a seu pai para abençoá-los (Gênesis 48.14).

A benção de Jacó foi transferida para seus dois netos ao colocar suas mãos sobre suas cabeças.

OS LEVITAS:

Os Levitas foram ordenados por Deus para servir a congregação de Israel como líderes espirituais. Nesta posição eles representavam o povo diante de Deus. A imposição de mãos foi a confirmação para o povo da autoridade dos Levitas diante de Deus:

Quando, pois, fizerem chegar os Levitas perante o SENHOR, os filhos de Israel porão as mãos sobre eles” (Números 8:10).

MOISÉS:

Quando Moisés estava no fim de seu ministério terrestre, ele pediu ao Senhor para indicar um novo líder sobre Israel:

Disse o SENHOR a Moisés: Toma Josué, filho de Num, homem em quem há o Espírito, e impõe-lhe as mãos; apresenta-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação; e dá-lhe, à vista deles, as tuas ordens. Põe sobre ele da tua autoridade, para que lhe obedeça toda a congregação dos filhos de Israel. Fez Moisés como lhe ordenara o SENHOR, porque tomou a Josué e apresentou-o perante Eleazar, o sacerdote, e perante toda a congregação; e lhe impôs as mãos e lhe deu as suas ordens, como o SENHOR falara por intermédio de Moisés” (Números 27:18-20,22-23).

Os resultados desta imposição de mãos estão registrados em Deuteronômio 34:9.

A imposição de mãos de Moisés sobre Josué foi importante tanto para o próprio Josué como para a congregação de Israel. Por este ato, Moisés transferiu para Josué uma medida de sabedoria e honra que ele havia recebido de Deus. Moisés também confirmou ao povo a escolha de Josué por Deus como o novo líder.


O REGISTRO DO NOVO TESTAMENTO


Cinco propósitos gerais para a imposição de mãos no Novo Testamento.



SINAIS SOBRENATURAIS:

Jesus praticou a imposição de mãos em Seu ministério:

...Não pôde fazer ali nenhum milagre, senão curar uns poucos enfermos, impondo-lhes as mãos” (Marcos 6:5).

Ao pôr-do-sol, todos os que tinham enfermos de diferentes moléstias lhos traziam; e ele os curava. Impondo as mãos sobre cada um” (Lucas 4:40).

E, impondo-lhe as mãos, ela imediatamente se endireitou e dava glória a Deus” (Lucas 13:13).

Em Sua última mensagem aos discípulos no final de Seu ministério terrestre, Jesus listou os sinais sobrenaturais que iriam acompanhar a pregação do Evangelho:

Estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem: em meu nome,

expelirão demônios; falarão novas línguas;pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados” (Marcos 16:17-18).

Um destes sinais sobrenaturais foi a imposição de mãos através da qual Deus curaria o enfermo e operaria outros milagres. Marcos 16:17-18 confirma que esta prática era para continuar após o término do ministério de Cristo na terra.

A imposição de mãos em nome de Jesus é usada para ministrar cura ao enfermo. A pessoa que impõe suas mãos em alguém que está doente transfere a cura sobrenatural e poderosa de Deus. Às vezes o enfermo realmente sente o poder de Deus em seu corpo. Outra vezes não há nenhum sentimento físico, mas isto não significa que a cura não ocorre. A imposição de mãos é um ato de fé e obediência a Palavra de Deus. Sua efetividade não depende de sentimentos ou emoções.

O tempo para a cura ser efetuada varia muito. Às vezes a cura completa é recebida instantaneamente na ocasião da imposição de mãos. Outras vezes a cura vem gradualmente (Marcos 8:22-25). É importante instruir aqueles que estão desejosos da cura concernente a importância de manter a fé até que a cura seja completada. (Instruções adicionais são fornecidas no curso do Instituto Bíblico Tempo de Colheita, "Batalha pelo Corpo".)

O livro de Atos registra como Deus usou a imposição de mãos pelos crentes para operar milagres, curas e outros sinais sobrenaturais confirmando Sua Palavra (Atos 14:3; 5:12; 9:17; 19:11; 28:8).

BATISMO DO ESPÍRITO SANTO:

Outro propósito da imposição de mãos é o batismo do Espírito Santo. Há cinco exemplos registrados no livro de Atos pelos quais a pessoas receberam o batismo no Espírito Santo. O primeiro exemplo é aquele dos discípulos na casa em Jerusalém no dia de Pentecostes. Você pode ler sobre isto em Atos 2:1-4. Um outro exemplo são os novos convertidos em Samaria em Atos 8:14-20; Saulo de Tarso em Atos 9:17; Cornélio e sua família em Atos 10:44-46; e os discípulos em Éfeso em Atos 19:1-6.

Em três destes exemplos o batismo do Espírito Santo foi ministrado a outros crentes através da imposição de mãos:



  • Atos 8:18 declara que "através da imposição de mãos dos apóstolos o Espírito Santo foi concedido."

  • Em Damasco, Ananias pôs suas mãos sobre Saulo, que recuperou sua visão e foi cheio do Espírito Santo.

  • Em Éfeso, os discípulos para quem Paulo ministrou receberam o Espírito Santo após Paulo impor suas mãos sobre eles.

A imposição de mãos não é o único modo das pessoas receberem o batismo no Espírito Santo. Em Jerusalém e na casa de Cornélio as pessoas receberam a experiência sem a imposição de mãos. Mas há base Bíblica para que o batismo do Espírito Santo seja ministrado através da imposição de mãos.



TRANSMITIR OS DONS ESPIRITUAIS:

Outro propósito para a imposição de mãos é transmitir os dons espirituais. Paulo escreve a Timóteo:

Não te faças negligente para com o dom que há em ti, o qual te foi concedido mediante profecia, com a imposição das mãos do presbitério” (1 Timóteo 4:14).

Paulo refere-se novamente a experiência espiritual de Timóteo:

Por esta razão, pois, te admoesto que reavives o dom de Deus que há em ti pela imposição das minhas mãos” (2 Timóteo 1:6).

A imposição de mãos foi unificada com o dom da profecia para direcionar, encorajar, e fortalecer Timóteo no cumprimento do seu ministério dado por Deus.



COMISSIONAR OS OBREIROS CRISTÃOS:

Outro propósito da imposição de mãos é comissionar os obreiros Cristãos. "Comissionar" significa autorizar, designar, ou enviar em uma missão. Quando os líderes espirituais estavam esperando perante o Senhor em Antioquia...

...disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram. Enviados, pois, pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre” (Atos 13:2-4).

A Bíblia indica que Deus já havia falado particularmente a Paulo e Barnabé sobre a obra que Ele queria que eles realizassem. A revelação pública foi uma confirmação do chamado que eles já haviam recebido.

Os líderes não enviaram Paulo e Barnabé em suas missões imediatamente. Eles gastaram algum tempo jejuando e orando. Os dois só foram enviados após a imposição de mãos pelos líderes da igreja.

Paulo também impôs as mãos sobre Timóteo para comissioná-lo ao seu ministério (2 Timóteo 1:6).

A prática de imposição de mãos para delegar os obreiros cristãos não era usada abertamente pelos missionários e ministros. A marca dos primeiros diáconos (Atos 6:1-6) foi acompanhada pela imposição de mãos:

O serviço para o qual estes homens foram designados na igreja de Jerusalém veio a ser conhecido pelo título de "diácono". O método para indicar os diáconos está descrito em Atos 6:3-6. Os apóstolos deram ao povo a responsabilidade para escolher homens qualificados para cumprir o serviço.

Estes homens eram trazidos diante dos apóstolos que impunham as mãos sobre eles e oravam. Por este ato os apóstolos demonstravam que estes homens estavam qualificados para exercerem o ofício. Os apóstolos os designavam a Deus para a tarefa a qual eles eram escolhidos e transmitiam a eles uma medida de seus conhecimentos espirituais necessários para a tarefa.




Baixar 0.83 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   ...   17




©bemvin.org 2022
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino médio
ensino fundamental
concurso público
catarina município
Serviço público
Dispõe sobre
reunião ordinária
câmara municipal
público federal
processo licitatório
Processo seletivo
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
Universidade estadual
ensino superior
Relatório técnico
técnico científico
Conselho municipal
direitos humanos
Curriculum vitae
científico período
espírito santo
língua portuguesa
Sequência didática
pregão eletrônico
distrito federal
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
educaçÃo secretaria
nossa senhora
segunda feira
Pregão presencial
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar
educaçÃo profissional