Ficha de entrevista Previdenciária Responsável pelo atendimento: nome do responsável pelo atendimento data: xx/xx/xxxx



Baixar 42.33 Kb.
Encontro06.11.2017
Tamanho42.33 Kb.
#37852
Ficha de entrevista Previdenciária

Responsável pelo atendimento: NOME DO RESPONSÁVEL PELO ATENDIMENTO



Data: xx/xx/xxxx

Ficha de entrevista com informações colhidas de NOME DO CLIENTE, QUALIFICAÇÃO, portador do RG XXXXXX-X, inscrito no CPF sob nº XXX.XXX.XXX-XX, residente e domiciliado na ENDEREÇO COMPLETO.

Info: Estou bem feliz que você está dando mais um passo para ser um advogado previdenciário de sucesso. Antes de começar a usar a ficha de entrevista você precisa saber que o grande objetivo de possuir uma boa ficha de entrevista, como esta, é aumentar o faturamento do seu escritório (e de seus clientes) e evitar perder tempo e dinheiro com processos que não darão resultado. Em quase todas as perguntas eu deixei dicas de como você deve analisar e usá-las ao seu favor.



1 – Histórico de pedidos administrativos e judiciais


1.1 Você está trabalhando no momento

( ) Sim


( ) Não

Como Usar: Essa informação permite analisar a possibilidade de pedir a reafirmação da DER ou mesmo analisar cenários em que a aposentadoria e os atrasados são melhores.


1.2 Você recebe algum desses benefícios?

( ) Aposentadoria

( ) Pensão por Morte

( ) Auxílio Doença

( ) Amparo Assistencial

( ) Não recebo nenhum


Como usar: Essa pergunta é imprescindível para não cometer erros de cálculos que possam causar divergências nos cálculos previdenciários de tempo de contribuição, RMI, valor da causa e execução. Um exemplo de erro muito comum, que vejo muitos advogados inexperientes cometerem, é o cliente ganhar um processo de Aposentadoria enquanto recebia um Amparo Assistencial ou Auxílio Doença. Se no momento da execução você esquecer de calcular os benefícios já recebidos, você pode ter que pagar honorários sucumbenciais por excesso na execução. Outro ponto aqui, é que a nova reforma previdenciária pode proibir a cumulação de Aposentadorias com Pensão por Morte, então será crucial ter esta informação antes de entrar com a ação.
1.3 Qual desses benefícios você já pediu no INSS?

( ) Aposentadoria

( ) Pensão por Morte

( ) Auxílio Doença

( ) Amparo Assistencial

( ) Nunca pedi estes benefícios

Como usar: Essa pergunta pode te fazer ganhar muito dinheiro. É comum o advogado esquecer que o cliente já tem um processo administrativo indeferido de muito tempo atrás. Descobrir um processo administrativo antigo pode aumentar muito o valor de atrasados e até mesmo a Aposentadoria do seu cliente. Se seu cliente ganha mais, você também ganha mais
1.4 Você já entrou com algum processo na justiça contra o INSS?

( ) Aposentadoria

( ) Pensão por Morte

( ) Auxílio Doença

( ) Amparo Assistencial

( ) Nunca entrei com processo contra o INSS

Como usar: Evite trabalhar em vão. Muitas vezes o cliente já perdeu o processo judicialmente e não faz sentido entrar com um novo processo judicial. Isso não quer dizer que só porque ele já teve um processo judicial que não vale a pena entrar com um processo, é apenas um ponto de atenção que deve ser muito bem observado antes de fechar o contrato.

2 – Histórico de trabalho Especial


2.1 Selecione com qual desses agentes insalubres você trabalha ou já trabalhou. Do lado escreva o nome da empresa que você estava em contato com este agente.

( ) Muito ruído

( ) Muito calor

( ) Muito frio

( ) Eletricidade

( ) Agentes químicos (como graxas, produtos de limpeza, tintas, combustível)

( ) Trabalho em altura

( ) Com porte de arma de fogo

( ) Agentes biológicos (como pessoas, animais doentes, contato com sangue, lixo, etc.)

Como usar: Com essa pergunta é possível descobrir períodos especiais escondidos que podem dobrar o valor de uma ação previdenciária.


2.2 Conhece alguém que trabalhou na mesma empresa que você e conseguiu uma Aposentadoria Especial?

( ) Sim. Qual o nome deste colega?

( ) Não

Como usar: Muitos advogados inexperientes podem pensar que essa é uma pergunta desnecessária. Não poderiam estar mais errados. É impressionante quantos clientes seus tem algum colega da mesma empresa que já se aposentou e conseguiu uma Aposentadoria Especial. Muitas vezes ter acesso ao processo deste colega já aposentado pode significar achar direitos escondidos ou até mesmo encurtar o processo judicial, por exemplo com uma prova emprestada. Esta dica é muito valiosa e te garante tempo e dinheiro.


2.3 Você já foi testemunha de algum colega em um processo de Aposentadoria Especial?

( ) Sim. Qual o nome deste colega?

( ) Não

Como usar: Assim como a última pergunta, se seu cliente já foi testemunha em um processo de Aposentadoria Especial, tem muitas chances de neste mesmo processo ter documentação e laudos relevantes para conseguir averbar o período especial. Fazendo perguntas inteligentes como esta você pode aumentar muito a eficiência do seu trabalho.


2.4 Você já teve alguma doença por causa do trabalho?

( ) Sim. Qual?

( ) Não

Como usar: É comum a doença ocupacional ser consequência da exposição a agentes insalubres. Neste caso, reunir a documentação médica pode ajudar o reconhecimento do período especial. Além disto, caso exista doença por causa de trabalho, você pode estar diante de um possível benefício por incapacidade ou uma ação trabalhista (caso você não atenda trabalhista no seu escritório, é possível passar para um escritório parceiro).



3 – Histórico de trabalho rural


Se você nunca trabalhou no meio rural, pule direto para o item 4.

Como usar: Essas perguntas serão bem úteis para identificar se o seu cliente trabalhava ou não em regime de economia familiar, para poder averbar o período antes de 1991 independente de contribuição ou após 1991 indenizando as contribuições. E essas perguntas serão muito importantes mesmo que seu cliente tenha sido assalariado no meio rural, pois determinam a exata situação do trabalho dele a época.

3.1 Quando você trabalhou no meio rural?

Como usar: Esta pergunta é fundamental para determinar qual será o período rural pleiteado. Você não deve fazer pedidos genéricos que possam diminuir sua credibilidade e resultar em perda de honorários de sucumbência. Além disto, como este documento é assinado pelo cliente, você possui aqui um mecanismo de defesa contra clientes que gostam de contar uma versão da história para você e outra para os juízes. Vai por mim, é sempre bom estar precavido documentalmente nesses casos.


3.2 Onde era a propriedade rural?
3.3 De quem era a propriedade rural?

Como usar: Esta pergunta serve para saber como você ou seu cliente devem fazer a busca de documentos da propriedade rural. Normalmente é mais fácil buscar documentos quando a propriedade rural era de um membro da família.


3.4 Quantas pessoas da sua família trabalhavam nesta propriedade rural?
3.5 Qual era o tamanho das terras? Quanto deste espaço era utilizado para plantio ou criação de animais?

Como usar: Esta informação é extremamente necessária. Lembre-se que cada membro da família consegue cuidar em média de 1 hectare de terra útil (utilizada para plantio ou criação de animais). Ou seja, se a terra útil for muito maior que 1 hectare por pessoa, é necessário analisar com cuidado o critério de economia familiar, necessário para o enquadramento do segurado especial.


3.6 O que era plantado e criado na propriedade rural?

Como usar: Seu cliente precisa lembrar o que era plantado e criado na propriedade rural. Estas perguntas são básicas e feitas em qualquer audiência ou justificação administrativa. Se ele não souber responder esta pergunta, é possível que ele não tenha de fato trabalhado no meio rural.


3.7 Quantos empregados tinha na propriedade rural?

Como usar: Esta pergunta visa novamente verificar se o seu cliente vivia em uma economia familiar. Normalmente o máximo de empregados permitido para ser considerado um segurado especial é de 120 empregados/dia em um ano. Ou seja, se seu cliente tinha dois empregados, cada um desses empregados poderiam ter trabalhado no máximo 60 dias na propriedade rural.


3.8 Qual era o maquinário utilizado na propriedade rural?

Como usar: Esta pergunta visa novamente verificar se o trabalho era em economia familiar. Caso ele diga que não possuía maquinário algum, não precisa se preocupar. Caso ele diga que possuía maquinário, é bem importante analisar qual o tipo de maquinário era.


3.9 Alguém da sua família pertencia a alguma cooperativa? Qual?

Como usar: Esta pergunta visa novamente verificar se o trabalho era em economia familiar.


3.10 Tem parentes que usaram o tempo rural para se aposentar? Quem?

Como usar: Parentes que conseguiram averbar o período especial funcionam como um atalho para o reconhecimento da atividade especial do seu cliente. Ou seja, esta pergunta pode te economizar tempo e dinheiro.


3.11 Você já tem testemunhas que não são seus parentes para comprovar o período rural? Qual o nome delas?

Como usar: Testemunhas normalmente são chaves para o reconhecimento da atividade rural. Muitas vezes seu cliente ainda não tem testemunhas, mas você fazer esta pergunta já faz ele começar a pensar em quem poderia ser testemunha em uma eventual necessidade.



4 – Histórico de trabalho Contribuinte individual/Facultativo e outros


4.1 Você já trabalhou sem registro na carteira? Quando e onde?

Como usar: Ganhe muito dinheiro para seu cliente e para você descobrindo períodos que não estão no CNIS, mas podem ser reconhecidos em um processo judicial. Estes períodos muitas vezes são o que faltam para conquistar uma Aposentadoria por Pontos (sem o fator previdenciário). Você irá descobrir que muitos de seus clientes trabalharam sem registro em carteira, mas podem ter este tempo reconhecido para fins previdenciários.


4.2 Você já recolheu o INSS como contribuinte individual (autônomo ou facultativo)? Quando e com o que você trabalhava?

Como usar: Muitas vezes as contribuições não estão registradas no INSS. Esta pergunta permite analisar se existem contribuições não registradas que podem compor o cálculo de tempo de contribuição do seu cliente, aumentando o valor da RMI dele e os seus honorários.


4.3 Você já prestou serviço militar? Quando?

Como usar: Este é um período muito comum e muito fácil de ser esquecido. Então nada melhor que sempre perguntar se seu cliente prestou serviço militar.




5 – Documentos que o cliente trouxe


Assinale os documentos que você trouxe:

☐ RG

☐ CPF


☐ Comprovante de residência

☐ Cópia do processo administrativo

☐ CNIS (cadastro nacional de informações sociais)

☐ PPP. De quais empresas?

☐ LTACT. De quais empresas?

☐ Certificado de reservista

☐ Documentos rurais. Quais?

☐ Outros. Quais?







6 – Documentos que você ainda deve trazer


Assinale os documentos que você ainda deve trazer:

☐ RG

☐ CPF


☐ Comprovante de residência

☐ Cópia do processo administrativo

☐ CNIS (cadastro nacional de informações sociais)

☐ PPP. De quais empresas?

☐ LTACT. De quais empresas?

☐ Certificado de reservista

☐ Documentos rurais. Quais?

☐ Outros. Quais?








7 – Observações Gerais


Eu, NOME DO CLIENTE, declaro que as informações deste formulário são verdadeiras.

CIDADE, data



________________________________

NOME DO CLIENTE



Baixar 42.33 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©bemvin.org 2022
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino médio
ensino fundamental
concurso público
catarina município
Serviço público
Dispõe sobre
reunião ordinária
câmara municipal
público federal
processo licitatório
Processo seletivo
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
Universidade estadual
ensino superior
Relatório técnico
técnico científico
Conselho municipal
direitos humanos
Curriculum vitae
científico período
espírito santo
língua portuguesa
Sequência didática
pregão eletrônico
distrito federal
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
educaçÃo secretaria
nossa senhora
segunda feira
Pregão presencial
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar
educaçÃo profissional