Este documento foi assinado digitalmente por município de jacutinga: 17914128000163 por Autoridade Certificadora serprorfb v3



Baixar 1 Mb.
Página2/3
Encontro06.11.2017
Tamanho1 Mb.
1   2   3

 Art. 2º. Fica a Contabilidade Municipal responsável pelos lançamentos contábeis para atendimento ao disposto no art. 1º deste Decreto.
                                
Art. 3º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário.

Prefeitura Municipal de Jacutinga, 20 de julho 2015.


NOÉ FRANCISCO RODRIGUES            


PREFEITO MUNICIPAL

EDUARDO BORTOLOTTO FILHO


SEC. DE ADMINISTRAÇÃO/FINANÇAS

 

  



DECRETO Nº  3798/2014

DISPÕE SOBRE CANCELAMENTO DE RESTOS A      


PAGAR DO EXERCÍCIO DE 2014, NÃO LIQUIDADOS.

O Prefeito do Município de Jacutinga - MG, no uso de suas atribuições, com base no artigo 67, VI, da Lei Orgânica Municipal,


          
Considerando a necessidade de adequar as contas a realidade do município, considerando que existem restos a pagar inscritos do exercício 2014 que não foram liquidados, restando portanto a faculdade administrativa de proceder anulação dos documentos,

DECRETA:


Art. 1º. Fica autorizado o cancelamento dos documentos contábeis referentes aos restos a pagar não liquidados do exercício de 2014, conforme Memorial Justificativo em anexo e discriminação abaixo:

 FAVORECIDO

DOCUMENTO


FONTE

VALOR (R$)

ALBERTO RIBEIRO RIOS ME

1406468

P.S.C.

298,50

CASA NASSER COMERCIO E REPRESENTAÇÕES LTDA

1405787

-

3.350,88

COAPEJA (COOPERATIVA AGROP. DE JACUITNGA LTDA)

1404446

-

2.971,20

COAPEJA (COOPERATIVA AGROP. DE JACUITNGA LTDA)

1407422

-

3.714,00

CONSTRUÇÕES SILVA & FREITAS LTDA

1401543

SAÚDE

13.737,07

COOPERATIVA AGRO PECUARIA DE JACUTINGA LTDA

1408586

CIDE

1.433,26

COOPERATIVA AGRO PECUARIA DE JACUTINGA LTDA

1408322

-

5.491,25

COOPERATIVA AGRO PECUARIA DE JACUTINGA LTDA

1400172

-

2.162,46

COOPERATIVA AGRO PECUARIA DE JACUTINGA LTDA

1403806

FEB.40

7.615,42

COOPERATIVA AGRO PECUARIA DE JACUTINGA LTDA

1403807

-

101,46

COOPERATIVA AGRO PECUARIA DE JACUTINGA LTDA

1403809

-

10.135,30

COOPERATIVA AGRO PECUARIA DE JACUTINGA LTDA

1405254

CIDE

116,96

COOPERATIVA DE PROD. DE RECICLAGEM DE JACUTINGA

1403182

-

15.000,00

CORPUS TC S/C LTDA

1406002

SAÚDE

110,00

CORPUS TC S/C LTDA

1407810

SAÚDE

55,10

DELLAS COMERCIO E TRANSPORTE LTDA

1406885

-

146,40

FAM LTDA EPP

1402492

SAÚDE

10.400,00

GR INDÚSTRIA COM. E TRANSP. DE PRODUTOS LTDA

1403287

FESP

1.600,00

HELP FARMA PRODUTOS FARMACEUTICOS LTDA

1406514

SIASIH

336,00

IMAGO DIAGNOSTICO POR IMAGEM LTDA

1403136

SAÚDE

190,00

IMAGO DIAGNOSTICO POR IMAGEM LTDA

1405893

SAÚDE

235,00

IMAGO DIAGNOSTICO POR IMAGEM LTDA

1406001

SAÚDE

118,00

INJEX INDÚSSTRIAS CIRURGICAS LTDA

1403788

SAÚDE

2.200,00

INSTITUTO DONATO DE OFTALMOLOGIA LTDA

1401161

SAÚDE

660,00

INSTITUTO DONATO DE OFTALMOLOGIA LTDA

1403129

SAÚDE

100,00

INSTITUTO DONATO DE OFTALMOLOGIA LTDA

1403309

SAÚDE

1.320,00

INSTITUTO DONATO DE OFTALMOLOGIA LTDA

1403696

SAÚDE

100,00

INSTITUTO DONATO DE OFTALMOLOGIA LTDA

1404975

SAÚDE

90,00

JOSÉ CARLOS CRIVELARO

1407481

PNAEJ

266,30

JOSÉ MARI A DONATI

1408578

SAÚDE

420,00

JOSÉ MARI A DONATI – ME FILIAL

1407134

-

75,00

JOSÉ MARI A DONATI – ME FILIAL

1407304

-

112,50

LUBRIMAR COMÉRCIO DE PNEUMÁTICOS LTDA

1405758

-

90,00

MARCOS SCODELER – ME

1407320

PABFIX

800,00

MEDWAY LOG COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA

1407776

SIASIH

765,00

MINAS AUTO PEÇAS DE JACUTINGA LTDA

1406859

-

2.913,02

MINAS AUTO PEÇAS DE JACUTINGA LTDA

1406860

-

2.678,98

MINAS AUTO PEÇAS DE JACUTINGA LTDA

1406861

-

4.822,56

OXICOPER LTDA

1400602

SAÚDE

299,00

OXICOPER LTDA

1400642

SAÚDE

848,64

PAULO SÉRGIO ALVARENGA FRAGOSO ME

1404696

PABFIX

39,90

PAULO SÉRGIO ALVARENGA FRAGOSO ME

1407424

-

1.405,30

PRATA DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS HOSPITALARES LTDA

1407178

SIASIH

1.257,60

RONALDO CESAR DA SILVA BRODOWSKI ME

1404693

PABFIX

53,64

SEBASTIÃO MARCUS DA SILVA BARBOSA

1400050

SAÚDE

700,00

SOCIEDADE BRASILEIRA DE RADIOFUSÃO LTDA

1403323

-

6.307,00

STERLIX AMBIENTAL TRAT. DE RESÍDUOS LTDA (FILIAL)

1401732

PABFIX

10.472,30

SYRIUS DIAGNOSTICOS MEDICOS LTDA

1403981

SAÚDE

171,99

SYRIUS DIAGNOSTICOS MEDICOS LTDA

1406003

SAÚDE

120,00

SYRIUS DIAGNOSTICOS MEDICOS LTDA

1406635

SÁUDE

95,00

TELEFONICA BRASIL S.A.

1408202

-

68,16

VALE COMERCIAL LTDA

1407895

SAÚDE

60,00

WISP ICONECTA SERVIÇOS DE REDE LTDA

1406786

ENSINO

123,00

T O T   A L........................................................................................................................

R$ 118.753,15

                            

Art. 2º. Fica a Contabilidade Municipal responsável pelos lançamentos contábeis para atendimento ao disposto no art. 1º deste Decreto.            

Art. 3º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário.

Prefeitura Municipal de Jacutinga, 20 de julho de 2015.


NOÉ FRANCISCO RODRIGUES


PREFEITO MUNICIPAL                      

EDUARDO BORTOLOTTO FILHO


SEC. DE ADMINISTRAÇÃO/FINANÇAS

  

 



DECRETO Nº 3.815/2015

“Declara de utilidade pública, para fins de desapropriação, por via amigável ou judicial, o imóvel que especifica.”


O PREFEITO MUNICIPAL DE JACUTINGA, NOÉ FRANCISCO RODRIGUES, no uso de suas atribuições legais e com fundamento nos artigos 5˚ alínea “i” do Decreto Federal 3.365 de 21 de junho de 1941 com redação dada pela Lei 9.785/1999 e do artigo 6˚ do mesmo Decreto Federal, c/c o artigo 89˚ da Lei Orgânica Municipal.

D E C R E T A



Art. 1º Fica declarado de utilidade pública, para fins de desapropriação, por ser necessário para “execução de parcelamento popular, com finalidade urbana, destinado às classes de menor renda”, o imóvel denominado “Invernada do Tanque”, com área de 16,8916 (dezesseis hectares, oitenta e nove ares e dezesseis centiares), objeto da matrícula 6.191 do Serviço de Registro de Imóveis desta Comarca de Jacutinga, situado no Bairro Sapé, a seguir descrito:

Art. 2º Fica o Município de Jacutinga autorizado a proceder todos os atos necessários ao cumprimento deste Decreto.

Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

PREFEITURA MUNICIPAL DE JACUTINGA, 07 de agosto de 2015.

NOÉ FRANCISCO RODRIGUES            
Prefeito Municipal

EDUARDO BORTOLLOTO FILHO


Secretário - SEAF

 

  



 

DECRETO Nº 3.816/2015

“Declara de utilidade pública, para fins de desapropriação, por via amigável ou judicial, o imóvel que especifica.”


O PREFEITO MUNICIPAL DE JACUTINGA, NOÉ FRANCISCO RODRIGUES, no uso de suas atribuições legais e com fundamento nos artigos 5˚ alínea “i” do Decreto Federal 3.365 de 21 de junho de 1941 com redação dada pela Lei 9.785/1999 e do artigo 6˚ do mesmo Decreto Federal, c/c o artigo 89˚ da Lei Orgânica Municipal.

D E C R E T A



Art. 1º Fica declarado de utilidade pública, para fins de desapropriação, por ser necessário para “execução de parcelamento popular, com finalidade urbana, destinado às classes de menor renda”, o imóvel com área de 2,50 (dois hectares e cinqüenta ares), objeto da matrícula 7.297 do Serviço de Registro de Imóveis desta Comarca de Jacutinga, situado na saída para Ouro Fino, a seguir descrito:

Art. 2º Fica o Município de Jacutinga autorizado a proceder todos os atos necessários ao cumprimento deste Decreto.

Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

PREFEITURA MUNICIPAL DE JACUTINGA, 07 de agosto de 2015.


NOÉ FRANCISCO RODRIGUES            


Prefeito Municipal

EDUARDO BORTOLLOTO FILHO


Secretário - SEAF

 

 



 

 

DECRETO Nº 3.817 de 07 de agosto de 2.015


“Aprova Projeto de Loteamento Urbano e estabelece outras Providências”


NOÉ FRANCISCO RODRIGUES, PREFEITO MUNICIPAL DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE JACUTINGA, ESTADO DE MINAS GERAIS, NO USO DAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS QUE LHES SÃO CONFERIDAS, EM ESPECIAL PELO INCISO XIV E XL DO ARTIGO  10 E INCISOS  VI, XIV E XXI DO ARTIGO 68 DA LEI ORGÂNICA MUNICIPAL E EM OBEDIÊNCIA AO QUE DETERMINA O PARÁGRAFO ÚNICO DO ARTIGO 1º E ARTIGO 6º DA LEI FEDERAL 6.766/79.


DA MOTIVAÇÃO


Considerando que é atribuição do Prefeito Municipal, prover os serviços da administração publica;

Considerando que é de competência privativa do Município estabelecer normas de loteamento, de arruamento, conforme o que estabelece o Inciso XIV, do Artigo 10, da Lei Orgânica Municipal;

Considerando as normas de loteamento e arruamento a que se referem o inciso XIV, do Artigo 10, da Lei Orgânica Municipal, que deverão exigir reserva de áreas destinadas: zonas verdes e demais logradouros públicos, vias de tráfego e de passagem de canalização pública, de esgotos e de águas pluviais, conforme estabelecido no Inciso XL, do Artigo 10, da Lei Orgânica Municipal;

Considerando o § único, do Artigo 1º e Artigo 6º, da Lei Federal nº 6.766/79.

     
DECRETA

Art. 1º Fica aprovado o Projeto do Loteamento denominado Vila Anjo da Guarda, de propriedade de São Pedro Empreendimentos e Construções Imobiliárias LTDA - ME, CNPJ nº 15.050.611/00001-11, localizado no Bairro Boa Vista neste Município de Jacutinga, Estado de Minas Gerais, originário da Matricula de nº 12.934 do Serviço de Registro de Imóveis local.

Art. 2º O Projeto destacado no artigo anterior, constituirá, o Loteamento denominado Vila Anjo da Guarda, em obediência ao que estabelece o Artigo 10, da Lei Federal nº 6.766/79, contendo no mínimo:


I - a subdivisão das quadras em lotes, com as respectivas dimensões e numeração;
II - o sistema de vias com a respectiva hierarquia;
III - as dimensões lineares e angulares do projeto, com raios, cordas, arcos, pontos de tangência e ângulos centrais das vias;
IV - os perfis longitudinais e transversais de todas as vias de circulação e praças;
V - a indicação dos marcos de alinhamento e nivelamento localizados nos ângulos de curvas e vias projetadas;
VI - a indicação em planta e perfis de todas as linhas de escoamento das águas pluviais.
VII- memorial descritivo contendo, obrigatoriamente, pelo menos:
a - a descrição sucinta do loteamento, com as suas características e a fixação da zona ou zonas de uso predominante;
b - as condições urbanísticas do loteamento e as limitações que incidem sobre os lotes e suas construções, além daquelas constantes das diretrizes fixadas;
c - a indicação das áreas públicas que passarão ao domínio do município no ato de registro do loteamento;
d - a enumeração dos equipamentos urbanos, comunitários e dos serviços públicos ou de utilidade pública, já existentes no loteamento e adjacências.
    
Art. 3º O imóvel descrito no art. 1 do presente Decreto constituirá o Loteamento denominado Vila Anjo da Guarda, contido em plantas, cronograma físico-financeiro e memorial descritivo, documentos estes que ficam fazendo parte integrante deste diploma legal, com observância da legislação municipal em vigor e a ainda sob a égide da lei Federal nº 6.766 de 19 de dezembro de 1979, com as alterações da Lei Federal nº 9.785, de 29 de maio de 1999.

Parágrafo único - As obras deverão ser concluídas no prazo de 2 (dois) meses, conforme cronograma de execução.

Art. 4º Ficam reservadas a Prefeitura Municipal de Jacutinga, as seguintes áreas, conforme dispõe planta em anexo a saber:

        -Áreas verdes:           3.766,94 m²     -    10,92%


        -Sistema viário:           9.073,80 m²     -     26,3  %
        -Áreas Institucionaia:          1.443,53 m²     -          4,18%
        

Art. 5º A partir do registro do memorial e das plantas no Cartório de Registro de Imóveis desta Comarca, sob respectiva inscrição, os espaços livres, ruas e praças e áreas comunitárias passarão, automaticamente, a categoria de bens de uso comum do povo.

Art. 6º Para garantia da execução das obras de infraestrutura de que trata o artigo 3º, o proprietário constituirá direito real em garantia hipotecária a Prefeitura Municipal os lotes nº 11 a 13 da Quadra C, pelo que não poderão tais lotes serem negociados antes da liberação.

§ primeiro As hipotecas referida no caput deste artigo deverão ser registrada junto ao Serviço de Registro de Imóveis da Comarca, concomitantemente ao registro do loteamento, e as expensas do proprietário.

§ segundo Os lotes caucionados neste artigo, serão liberados pelo executivo Municipal, através de vistoria e aceitação das obras de infraestrutura, vistoria esta efetuada pela Secretaria Municipal de Obras, Serviços e Planejamento Urbano.

§ terceiro Se o proprietário deixar de cumprir as obrigações, fica facultado a Prefeitura Municipal requerer a venda judicial dos lotes caucionados e aplicar o seu produto nas obras mencionadas no artigo 3º e seu parágrafo deste decreto, sem prejuízo do mesmo sofrer as cominações da Lei Federal nº 6.766, de 19 de dezembro de 1979.

§ quarto Ficam cientes os proprietários de que todas as obras relacionadas neste Decreto, bem como quaisquer benfeitorias executadas pelos interessados nas áreas doadas, passam a fazer parte integrante do patrimônio do Município, sem qualquer indenização, uma vez concluídas e declaradas de acordo pela vistoria retro mencionada.

Art. 7º Ficam os proprietários obrigados a adquirir, às suas expensas, uma caixa para armazenamento de no mínimo 100.000 (cem mil) litros de água, caixa esta a ser fixada na área institucional 3, com a respectiva tubulação.


    
§ 1º As redes de água e esgoto deverão, obrigatoriamente, serem instaladas sob as calçadas.

§ 2º A rede de esgoto deve ser direcionada até a rede de esgoto existente no Município.

§ 3º A rede de água pluvial deverá ser lançada no Ribeirão Santo Antonio.

Art. 8º Fica a Secretaria Municipal de Obras, Serviços e Planejamento Urbano, autorizada a expedir autorização parcial para execução das obras de acordo com as etapas previstas no “Cronograma Físico Financeiro”; sendo que a autorização para a etapa seguinte será condicionada a aprovação das obras previstas na etapa imediatamente anterior.

Art. 9º Ficam obrigados os empreendedores a cumprir fielmente as determinações contidas no presente Decreto e demais exigências legais pertinentes, em especial as condições estabelecidas na Lei Federal 6.766/79 e suas alterações, conjugadas com o Código de Obras Municipal, sob pena da revogação da aprovação do Projeto de Loteamento a que se refere o presente diploma legal.

Art. 10 Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrario.

Art. 11 Determino, portanto, a quem o conhecimento e execução deste Decreto pertencer, que o cumpra e o faça cumprir tão inteiramente, como nele se contem.

Prefeitura Municipal de Jacutinga, 07 de agosto de 2015.


        

NOÉ FRANCISCO RODRIGUES        
PREFEITO MUNICIPAL

EDUARDO BORTOLOTO FILHO


SECRETÁRIO MUNICIPAL ADMINISTRAÇÃO

 

 



 

PORTARIA Nº 2.749/2015

“Constitui Comissão Especial para fins de avaliar imóvel que especifica e estabelece ou-tras providências.”

O Prefeito Municipal de Jacutinga, Estado de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais,            

R E S O L V E:



Art. 1º. Nomear os servidores municipais, Luciano Marcaccini Tadini, Ivan Antonio de Almeida e Antonio Bresci, para, sob a presidência do primeiro, avalia-rem o valor alcançado pela área do imóvel abaixo relacionado junto ao mercado imobi-liário local, para efeito de eventual expropriação para implantação de Loteamento Popu-lar, a saber:

 Art. 2º A Comissão de Avaliação, ora nomeada, deverá apresentar laudo de avaliação, estipulando os valores máximos alcançados pelo imóvel perante o mercado imobiliário, para destinação que se pretende.

Art. 3º Ao proceder à avaliação, a Comissão levará em conta, especialmente:

I - ¬a localização do imóvel;


II - suas dimensões;
III - circunstância de existir sobre o imóvel ocupação que o majore ou deprecie;
IV – existência de benfeitorias;
V – existência de equipamentos públicos e infra-estrutura;
VI - ¬o valor dos imóveis na região, segundo dados obtidos junto a instituições oficiais, inclusive financeiras, no fisco Federal ou Municipal e em outras fontes, se possível.

Parágrafo único. No procedimento da avaliação serão utilizados critérios da prática do mercado imobiliário, observando-se critérios como ocupações, localização, infra-estrutura, iluminação pública, rede de esgotos e abastecimento de água e relevo.

Art. 3º. Fica declinado o prazo máximo de 15 (quinze) dias para conclusão dos trabalhos pela Comissão Especial ora criada.

Art. 4º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Registre-se; Publique-se; e Cumpra-se.

Jacutinga, 07 de Agosto de 2015.


NOÉ FRANCISCO RODRIGUES        


Prefeito Municipal

EDUARDO BORTOLLOTO FILHO


Secretário - SEAF

 

 



 

PORTARIA Nº 2.750/2015

“Constitui Comissão Especial para fins de avaliar o imóvel que especifica e estabelece outras providências.”

O Prefeito Municipal de Jacutinga, Estado de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais,            

R E S O L V E:



Art. 1º. Nomear os servidores municipais, Luciano Marcaccini Tadini, Ivan Antonio de Almeida e Antonio Bresci, para, sob a presidência do primeiro, avalia-rem o valor alcançado pela área do imóvel abaixo relacionado junto ao mercado imobi-liário local, para efeito de eventual expropriação para implantação de Loteamento Popu-lar, a saber:

Art. 2º A Comissão de Avaliação, ora nomeada, deverá apresentar lau-do de avaliação, estipulando os valores máximos alcançados pelo imóvel perante o mer-cado imobiliário, para destinação que se pretende.

Art. 3º Ao proceder à avaliação, a Comissão levará em conta, especi-almente:

I - ¬a localização do imóvel;


II - suas dimensões;
III - circunstância de existir sobre o imóvel ocupação que o majore ou deprecie;
IV – existência de benfeitorias;
V – existência de equipamentos públicos e infra-estrutura;
VI - ¬o valor dos imóveis na região, segundo dados obtidos junto a insti-tuições oficiais, inclusive financeiras, no fisco Federal ou Municipal e em outras fontes, se possível.

Parágrafo único. No procedimento da avaliação serão utilizados crité-rios da prática do mercado imobiliário, observando-se critérios como ocupações, locali-zação, infra-estrutura, iluminação pública, rede de esgotos e abastecimento de água e relevo.

Art. 3º. Fica declinado o prazo máximo de 15 (quinze) dias para con-clusão dos trabalhos pela Comissão Especial ora criada.

Art. 4º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Registre-se; Publique-se; e Cumpra-se.

Jacutinga, 07 de Agosto de 2015.


NOÉ FRANCISCO RODRIGUES        


Prefeito Municipal

EDUARDO BORTOLLOTO FILHO


Secretário - SEAF

 

 



 

ALVARA DE LICENÇA PARA CONSTRUÇÃO

ALVARA nº 12.940/15

Nome do Requerente:MARIA ISABEL LUIS DE SOUZA

Processo nº 1689/15

Data da Aprovação:06.08.2014

 O Secretário Municipal de Administração e Finanças, em virtude do despacho exarado no processo acima referido e tendo em vista o pagamento das taxas e emolumentos devidos, concede o presente Alvará, na forma em que abaixo se discrimina, ficando a licença condicionada à observação de TODAS as disposições legais aplicáveis.

 Proprietário:MARIA ISABEL LUIS DE SOUZA e STEFANNIE LUIS DA SILVA BARBOSA

CPF: 801.847.906-20

Local/ Obra:RUA OITO LOTE 17 QUADRA P,JD. COLINA

VALOR ORÇADO: R$ 45.000,00

Área a construir: 48,68 m²

 

Nº de Pavimentos:01

Resp.Técnico:JOSÉ ALDO RAFFAELLI FILHO

CREA 33.226/D

 

 

Inscrição Cadastral:22 42 093 0335 0100

Inicio da construção:03.08.2015

 

 

 

 

 

 

Observações:CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL

 É OBRIGATÓRIO A PERMANÊNCIA DESTE ALVARÁ NO LOCAL DA CONSTRUÇÃO


JACUTINGA/MG., 07 de Agosto de  2015

EDUARDO BORTOLOTTO FILHO
Secretário de Administração e Finanças

 

  



ALVARA DE LICENÇA PARA CONSTRUÇÃO

ALVARA nº 12.941/15

Nome do Requerente:EDSON PERUGINI VALE

Processo nº 1679/15

Data da Aprovação:06.08.2015

 O Secretário Municipal de Administração e Finanças, em virtude do despacho exarado no processo acima referido e tendo em vista o pagamento das taxas e emolumentos devidos, concede o presente Alvará, na forma em que abaixo se discrimina, ficando a licença condicionada à observação de TODAS as disposições legais aplicáveis.

 


Proprietário:EDSON PERUGINI VALE e ANGÉLICA COSTA DO PRADO PERUGINI VALE

CPF:003.909.266-63

Local/ Obra:RUA QUATORE LOTE 17 QUADRA J, JD. COLINA

VALOR ORÇADO: R$ 40.698,00

Área a construir: 58,44 m²

 

Nº de Pavimentos: 01

Resp. Técnico:IVAN ANTONIO DE ALMEIDA

CREA 31.691/D

 

 

Inscrição Cadastral:22 51 000 0192 0100

Inicio da construção:20.07.2015

 

 

 

 

 

 

Observações:CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL

 É OBRIGATÓRIO A PERMANÊNCIA DESTE ALVARÁ NO LOCAL DA CONSTRUÇÃO

JACUTINGA/MG., 07 de Agosto de 2015  

EDUARDO BORTOLOTTO FILHO


Secretário de Administração e Finanças

 

  



ALVARA DE LICENÇA PARA CONSTRUÇÃO

ALVARA nº 12.942/15

 

Nome do Requerente:JOSÉ ALDO RAFFAELLI FILHO

Processo nº 1636/15

Data da Aprovação: 06.08.2015

 O Secretário Municipal de Administração e Finanças, em virtude do despacho exarado no processo acima referido e tendo em vista o pagamento das taxas e emolumentos devidos, concede o presente Alvará, na forma em que abaixo se discrimina, ficando a licença condicionada à observação de TODAS as disposições legais aplicáveis.

Proprietário:CLEIDE APARECIDA PEREIRA e ADAVILSON FRANCISCO BORGES

CPF:

Local/ Obra:RUA DAS TULIPAS LOTE 08 QUADRA C, JD. FLAMBOYANT II

VALOR ORÇADO: R$ 220.000,00

Área a construir: 374,50 m²

Pav. Térreo....... 185,00 m²

Sub-solo........... 189,50 m²


 

Nº de Pavimentos: 02

Resp. Técnico:JOSÉ DIMAS SALES

CREA 33.224/D

 

 

Inscrição Cadastral:11 22 062 0298 0100

Inicio da construção:01.07.2015

 

 

 

 

 

 

Observações:CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL

É OBRIGATÓRIO A PERMANÊNCIA DESTE ALVARÁ NO LOCAL DA CONSTRUÇÃO

JACUTINGA/MG., 07 de Agosto de 2015

EDUARDO BORTOLOTTO FILHO


Secretário de Administração e Finanças

  

ALVARA DE LICENÇA PARA CONSTRUÇÃO



ALVARA nº 12.944/15

 

Nome do Requerente:MURILO MATILE

Processo nº 1704/15

Data da Aprovação:05.08.2015

 O Secretário Municipal de Administração e Finanças, em virtude do despacho exarado no processo acima referido e tendo em vista o pagamento das taxas e emolumentos devidos, concede o presente Alvará, na forma em que abaixo se discrimina, ficando a licença condicionada à observação de TODAS as disposições legais aplicáveis.

Proprietário:RAFAEL DETONI MARIOTTI PAIVA

CPF:095.858.126065

Local/ Obra:RUA MARANHÃO LOTE 05 QUADRA F,PORTAL DA ESTANCIA

VALOR ORÇADO: R$ 150.000,00

Área a construir: 319,25 m²

Pav.Terreo........ 261,25 m²

Mezanino..........   58,00 m²


 

Nº de Pavimentos:02

Resp. Técnico:MURILO MATILE

CREA 32.265/D

 

 

Inscrição Cadastral:22 12 007 0216 0100

Inicio da construção:17.07.2015

 

 

 

 

 

 


Catálogo: doem docs
doem docs -> Este documento foi assinado digitalmente por município de jacutinga: 17914128000163 por Autoridade Certificadora ac boa vista rfb
doem docs -> Este documento foi assinado digitalmente por município de jacutinga: 17914128000163 por Autoridade Certificadora serprorfb v3
doem docs -> Este documento foi assinado digitalmente por município de jacutinga: 17914128000163 por Autoridade Certificadora ac boa vista rfb
doem docs -> Este documento foi assinado digitalmente por município de jacutinga: 17914128000163 por Autoridade Certificadora ac boa vista rfb
doem docs -> Este documento foi assinado digitalmente por município de jacutinga: 17914128000163 por Autoridade Certificadora ac boa vista rfb
doem docs -> Este documento foi assinado digitalmente por município de jacutinga: 17914128000163 por Autoridade Certificadora ac boa vista rfb
doem docs -> Este documento foi assinado digitalmente por município de jacutinga: 17914128000163 por Autoridade Certificadora serprorfb v3
doem docs -> Este documento foi assinado digitalmente por município de jacutinga: 17914128000163 por Autoridade Certificadora serprorfb v3

Baixar 1 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
reunião ordinária
Dispõe sobre
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
Curriculum vitae
espírito santo
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
distrito federal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
segunda feira
recursos humanos
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar