EducaçÃO É a base



Baixar 2.92 Mb.
Pdf preview
Página32/60
Encontro10.04.2020
Tamanho2.92 Mb.
1   ...   28   29   30   31   32   33   34   35   ...   60

Brincadeiras e jogos

Jogos eletrônicos

(EF67EF01) Experimentar e fruir, na escola e fora dela, jogos eletrônicos diversos, valorizando 

e respeitando os sentidos e significados atribuídos a eles por diferentes grupos sociais e 

etários.

(EF67EF02) Identificar as transformações nas características dos jogos eletrônicos em função 

dos avanços das tecnologias e nas respectivas exigências corporais colocadas por esses 

diferentes tipos de jogos. 



Esportes

Esportes de marca

Esportes de precisão

Esportes de invasão

Esportes técnico-combinatórios

(EF67EF03) Experimentar e fruir esportes de marca, precisão, invasão e técnico-combinatórios, 

valorizando o trabalho coletivo e o protagonismo.

(EF67EF04) Praticar um ou mais esportes de marca, precisão, invasão e técnico-combinatórios 

oferecidos pela escola, usando habilidades técnico-táticas básicas e respeitando regras.

(EF67EF05) Planejar e utilizar estratégias para solucionar os desafios técnicos e táticos, tanto 

nos esportes de marca, precisão, invasão e técnico-combinatórios como nas modalidades 

esportivas escolhidas para praticar de forma específica.

(EF67EF06) Analisar as transformações na organização e na prática dos esportes em suas 

diferentes manifestações (profissional e comunitário/lazer).

(EF67EF07) Propor e produzir alternativas para experimentação dos esportes não disponíveis 

e/ou acessíveis na comunidade e das demais práticas corporais tematizadas na escola.



Ginásticas

Ginástica de condicionamento físico

(EF67EF08) Experimentar e fruir exercícios físicos que solicitem diferentes capacidades físicas, 

identificando seus tipos (força, velocidade, resistência, flexibilidade) e as sensações corporais 

provocadas pela sua prática. 

(EF67EF09) Construir, coletivamente, procedimentos e normas de convívio que viabilizem a 

participação de todos na prática de exercícios físicos, com o objetivo de promover a saúde.

(EF67EF10) Diferenciar exercício físico de atividade física e propor alternativas para a prática 

de exercícios físicos dentro e fora do ambiente escolar. 

Danças

Danças urbanas

(EF67EF11) Experimentar, fruir e recriar danças urbanas, identificando seus elementos 

constitutivos (ritmo, espaço, gestos).

(EF67EF12) Planejar e utilizar estratégias para aprender elementos constitutivos das danças 

urbanas.


(EF67EF13) Diferenciar as danças urbanas das demais manifestações da dança, valorizando e 

respeitando os sentidos e significados atribuídos a eles por diferentes grupos sociais.



233

LINGUAGENS – EDUCAÇÃO FÍSICA

ENSINO FUNDAMENTAL

EDUCAÇÃO FÍSICA – 6º E 7º ANOS

UNIDADES TEMÁTICAS 

OBJETOS DE CONHECIMENTO 

HABILIDADES 

Brincadeiras e jogos

Jogos eletrônicos

(EF67EF01) Experimentar e fruir, na escola e fora dela, jogos eletrônicos diversos, valorizando 

e respeitando os sentidos e significados atribuídos a eles por diferentes grupos sociais e 

etários.

(EF67EF02) Identificar as transformações nas características dos jogos eletrônicos em função 

dos avanços das tecnologias e nas respectivas exigências corporais colocadas por esses 

diferentes tipos de jogos. 



Esportes

Esportes de marca

Esportes de precisão

Esportes de invasão

Esportes técnico-combinatórios

(EF67EF03) Experimentar e fruir esportes de marca, precisão, invasão e técnico-combinatórios, 

valorizando o trabalho coletivo e o protagonismo.

(EF67EF04) Praticar um ou mais esportes de marca, precisão, invasão e técnico-combinatórios 

oferecidos pela escola, usando habilidades técnico-táticas básicas e respeitando regras.

(EF67EF05) Planejar e utilizar estratégias para solucionar os desafios técnicos e táticos, tanto 

nos esportes de marca, precisão, invasão e técnico-combinatórios como nas modalidades 

esportivas escolhidas para praticar de forma específica.

(EF67EF06) Analisar as transformações na organização e na prática dos esportes em suas 

diferentes manifestações (profissional e comunitário/lazer).

(EF67EF07) Propor e produzir alternativas para experimentação dos esportes não disponíveis 

e/ou acessíveis na comunidade e das demais práticas corporais tematizadas na escola.



Ginásticas

Ginástica de condicionamento físico

(EF67EF08) Experimentar e fruir exercícios físicos que solicitem diferentes capacidades físicas, 

identificando seus tipos (força, velocidade, resistência, flexibilidade) e as sensações corporais 

provocadas pela sua prática. 

(EF67EF09) Construir, coletivamente, procedimentos e normas de convívio que viabilizem a 

participação de todos na prática de exercícios físicos, com o objetivo de promover a saúde.

(EF67EF10) Diferenciar exercício físico de atividade física e propor alternativas para a prática 

de exercícios físicos dentro e fora do ambiente escolar. 

Danças

Danças urbanas

(EF67EF11) Experimentar, fruir e recriar danças urbanas, identificando seus elementos 

constitutivos (ritmo, espaço, gestos).

(EF67EF12) Planejar e utilizar estratégias para aprender elementos constitutivos das danças 

urbanas.


(EF67EF13) Diferenciar as danças urbanas das demais manifestações da dança, valorizando e 

respeitando os sentidos e significados atribuídos a eles por diferentes grupos sociais.



234

BASE NACIONAL  

COMUM CURRICULAR

UNIDADES TEMÁTICAS 

OBJETOS DE CONHECIMENTO 

HABILIDADES 



Lutas

Lutas do Brasil

(EF67EF14) Experimentar, fruir e recriar diferentes lutas do Brasil, valorizando a própria 

segurança e integridade física, bem como as dos demais. 

(EF67EF15) Planejar e utilizar estratégias básicas das lutas do Brasil, respeitando o colega 

como oponente.

(EF67EF16) Identificar as características (códigos, rituais, elementos técnico-táticos, 

indumentária, materiais, instalações, instituições) das lutas do Brasil.

(EF67EF17) Problematizar preconceitos e estereótipos relacionados ao universo das lutas e 

demais práticas corporais, propondo alternativas para superá-los, com base na solidariedade, 

na justiça, na equidade e no respeito.

Práticas corporais de aventura

Práticas corporais de aventura urbanas

(EF67EF18) Experimentar e fruir diferentes práticas corporais de aventura urbanas, valorizando 

a própria segurança e integridade física, bem como as dos demais. 

(EF67EF19) Identificar os riscos durante a realização de práticas corporais de aventura urbanas 

e planejar estratégias para sua superação. 

(EF67EF20) Executar práticas corporais de aventura urbanas, respeitando o patrimônio 

público e utilizando alternativas para a prática segura em diversos espaços.

(EF67EF21) Identificar a origem das práticas corporais de aventura e as possibilidades de 

recriá-las, reconhecendo as características (instrumentos, equipamentos de segurança, 

indumentária, organização) e seus tipos de práticas.  

EDUCAÇÃO FÍSICA – 6º E 7º ANOS

(Continuação)


235

LINGUAGENS – EDUCAÇÃO FÍSICA

ENSINO FUNDAMENTAL

UNIDADES TEMÁTICAS 

OBJETOS DE CONHECIMENTO 

HABILIDADES 



Lutas

Lutas do Brasil

(EF67EF14) Experimentar, fruir e recriar diferentes lutas do Brasil, valorizando a própria 

segurança e integridade física, bem como as dos demais. 

(EF67EF15) Planejar e utilizar estratégias básicas das lutas do Brasil, respeitando o colega 

como oponente.

(EF67EF16) Identificar as características (códigos, rituais, elementos técnico-táticos, 

indumentária, materiais, instalações, instituições) das lutas do Brasil.

(EF67EF17) Problematizar preconceitos e estereótipos relacionados ao universo das lutas e 

demais práticas corporais, propondo alternativas para superá-los, com base na solidariedade, 

na justiça, na equidade e no respeito.

Práticas corporais de aventura

Práticas corporais de aventura urbanas

(EF67EF18) Experimentar e fruir diferentes práticas corporais de aventura urbanas, valorizando 

a própria segurança e integridade física, bem como as dos demais. 

(EF67EF19) Identificar os riscos durante a realização de práticas corporais de aventura urbanas 

e planejar estratégias para sua superação. 

(EF67EF20) Executar práticas corporais de aventura urbanas, respeitando o patrimônio 

público e utilizando alternativas para a prática segura em diversos espaços.

(EF67EF21) Identificar a origem das práticas corporais de aventura e as possibilidades de 

recriá-las, reconhecendo as características (instrumentos, equipamentos de segurança, 

indumentária, organização) e seus tipos de práticas.  


236

BASE NACIONAL  

COMUM CURRICULAR

EDUCAÇÃO FÍSICA – 8º E 9º ANOS

UNIDADES TEMÁTICAS 

OBJETOS DE CONHECIMENTO 

HABILIDADES 

Esportes

Esportes de rede/parede

Esportes de campo e taco

Esportes de invasão

Esportes de combate

(EF89EF01) Experimentar diferentes papéis (jogador, árbitro e técnico) e fruir os esportes 

de rede/parede, campo e taco, invasão e combate, valorizando o trabalho coletivo e o 

protagonismo. 

(EF89EF02) Praticar um ou mais esportes de rede/parede, campo e taco, invasão e combate 

oferecidos pela escola, usando habilidades técnico-táticas básicas.

(EF89EF03) Formular e utilizar estratégias para solucionar os desafios técnicos e táticos, 

tanto nos esportes de campo e taco, rede/parede, invasão e combate como nas modalidades 

esportivas escolhidas para praticar de forma específica. 

(EF89EF04) Identificar os elementos técnicos ou técnico-táticos individuais, combinações 

táticas, sistemas de jogo e regras das modalidades esportivas praticadas, bem como 

diferenciar as modalidades esportivas com base nos critérios da lógica interna das categorias 

de esporte: rede/parede, campo e taco, invasão e combate. 

(EF89EF05) Identificar as transformações históricas do fenômeno esportivo e discutir alguns 

de seus problemas (doping, corrupção, violência etc.) e a forma como as mídias os apresentam.

(EF89EF06) Verificar locais disponíveis na comunidade para a prática de esportes e das 

demais práticas corporais tematizadas na escola, propondo e produzindo alternativas para 

utilizá-los no tempo livre.



Ginásticas

Ginástica de condicionamento físico

Ginástica de conscientização corporal

(EF89EF07) Experimentar e fruir um ou mais programas de exercícios físicos, identificando 

as exigências corporais desses diferentes programas e reconhecendo a importância de uma 

prática individualizada, adequada às características e necessidades de cada sujeito.

(EF89EF08) Discutir as transformações históricas dos padrões de desempenho, saúde 

e beleza, considerando a forma como são apresentados nos diferentes meios (científico, 

midiático etc.).

(EF89EF09) Problematizar a prática excessiva de exercícios físicos e o uso de medicamentos 

para a ampliação do rendimento ou potencialização das transformações corporais.

(EF89EF10) Experimentar e fruir um ou mais tipos de ginástica de conscientização corporal, 

identificando as exigências corporais dos mesmos.

(EF89EF11) Identificar as diferenças e semelhanças entre a ginástica de conscientização 

corporal e as de condicionamento físico e discutir como a prática de cada uma dessas 

manifestações pode contribuir para a melhoria das condições de vida, saúde, bem-estar e 

cuidado consigo mesmo.

Danças

Danças de salão

(EF89EF12) Experimentar, fruir e recriar danças de salão, valorizando a diversidade cultural e 

respeitando a tradição dessas culturas. 

(EF89EF13) Planejar e utilizar estratégias para se apropriar dos elementos constitutivos (ritmo, 

espaço, gestos) das danças de salão. 

(EF89EF14) Discutir estereótipos e preconceitos relativos às danças de salão e demais práticas 

corporais e propor alternativas para sua superação.

(EF89EF15) Analisar as características (ritmos, gestos, coreografias e músicas) das danças de 

salão, bem como suas transformações históricas e os grupos de origem.



237

LINGUAGENS – EDUCAÇÃO FÍSICA

ENSINO FUNDAMENTAL

EDUCAÇÃO FÍSICA – 8º E 9º ANOS

UNIDADES TEMÁTICAS 

OBJETOS DE CONHECIMENTO 

HABILIDADES 

Esportes

Esportes de rede/parede

Esportes de campo e taco

Esportes de invasão

Esportes de combate

(EF89EF01) Experimentar diferentes papéis (jogador, árbitro e técnico) e fruir os esportes 

de rede/parede, campo e taco, invasão e combate, valorizando o trabalho coletivo e o 

protagonismo. 

(EF89EF02) Praticar um ou mais esportes de rede/parede, campo e taco, invasão e combate 

oferecidos pela escola, usando habilidades técnico-táticas básicas.

(EF89EF03) Formular e utilizar estratégias para solucionar os desafios técnicos e táticos, 

tanto nos esportes de campo e taco, rede/parede, invasão e combate como nas modalidades 

esportivas escolhidas para praticar de forma específica. 

(EF89EF04) Identificar os elementos técnicos ou técnico-táticos individuais, combinações 

táticas, sistemas de jogo e regras das modalidades esportivas praticadas, bem como 

diferenciar as modalidades esportivas com base nos critérios da lógica interna das categorias 

de esporte: rede/parede, campo e taco, invasão e combate. 

(EF89EF05) Identificar as transformações históricas do fenômeno esportivo e discutir alguns 

de seus problemas (doping, corrupção, violência etc.) e a forma como as mídias os apresentam.

(EF89EF06) Verificar locais disponíveis na comunidade para a prática de esportes e das 

demais práticas corporais tematizadas na escola, propondo e produzindo alternativas para 

utilizá-los no tempo livre.



Ginásticas

Ginástica de condicionamento físico

Ginástica de conscientização corporal

(EF89EF07) Experimentar e fruir um ou mais programas de exercícios físicos, identificando 

as exigências corporais desses diferentes programas e reconhecendo a importância de uma 

prática individualizada, adequada às características e necessidades de cada sujeito.

(EF89EF08) Discutir as transformações históricas dos padrões de desempenho, saúde 

e beleza, considerando a forma como são apresentados nos diferentes meios (científico, 

midiático etc.).

(EF89EF09) Problematizar a prática excessiva de exercícios físicos e o uso de medicamentos 

para a ampliação do rendimento ou potencialização das transformações corporais.

(EF89EF10) Experimentar e fruir um ou mais tipos de ginástica de conscientização corporal, 

identificando as exigências corporais dos mesmos.

(EF89EF11) Identificar as diferenças e semelhanças entre a ginástica de conscientização 

corporal e as de condicionamento físico e discutir como a prática de cada uma dessas 

manifestações pode contribuir para a melhoria das condições de vida, saúde, bem-estar e 

cuidado consigo mesmo.

Danças

Danças de salão

(EF89EF12) Experimentar, fruir e recriar danças de salão, valorizando a diversidade cultural e 

respeitando a tradição dessas culturas. 

(EF89EF13) Planejar e utilizar estratégias para se apropriar dos elementos constitutivos (ritmo, 

espaço, gestos) das danças de salão. 

(EF89EF14) Discutir estereótipos e preconceitos relativos às danças de salão e demais práticas 

corporais e propor alternativas para sua superação.

(EF89EF15) Analisar as características (ritmos, gestos, coreografias e músicas) das danças de 

salão, bem como suas transformações históricas e os grupos de origem.



238

BASE NACIONAL  

COMUM CURRICULAR

UNIDADES TEMÁTICAS 

OBJETOS DE CONHECIMENTO 

HABILIDADES 



Lutas

Lutas do mundo

(EF89EF16) Experimentar e fruir a execução dos movimentos pertencentes às lutas do mundo, 

adotando procedimentos de segurança e respeitando o oponente.

(EF89EF17) Planejar e utilizar estratégias básicas das lutas experimentadas, reconhecendo as 

suas características técnico-táticas. 

(EF89EF18) Discutir as transformações históricas, o processo de esportivização e a 

midiatização de uma ou mais lutas, valorizando e respeitando as culturas de origem.



Práticas corporais de aventura

Práticas corporais de aventura na natureza

(EF89EF19) Experimentar e fruir diferentes práticas corporais de aventura na natureza, 

valorizando a própria segurança e integridade física, bem como as dos demais, respeitando o 

patrimônio natural e minimizando os impactos de degradação ambiental.

(EF89EF20) Identificar riscos, formular estratégias e observar normas de segurança para 

superar os desafios na realização de práticas corporais de aventura na natureza.

(EF89EF21) Identificar as características (equipamentos de segurança, instrumentos, 

indumentária, organização) das práticas corporais de aventura na natureza, bem como suas 

transformações históricas.

EDUCAÇÃO FÍSICA – 8º E 9º ANOS 

(Continuação)



239

LINGUAGENS – EDUCAÇÃO FÍSICA

ENSINO FUNDAMENTAL

UNIDADES TEMÁTICAS 

OBJETOS DE CONHECIMENTO 

HABILIDADES 



Lutas

Lutas do mundo

(EF89EF16) Experimentar e fruir a execução dos movimentos pertencentes às lutas do mundo, 

adotando procedimentos de segurança e respeitando o oponente.

(EF89EF17) Planejar e utilizar estratégias básicas das lutas experimentadas, reconhecendo as 

suas características técnico-táticas. 

(EF89EF18) Discutir as transformações históricas, o processo de esportivização e a 

midiatização de uma ou mais lutas, valorizando e respeitando as culturas de origem.



Práticas corporais de aventura

Práticas corporais de aventura na natureza

(EF89EF19) Experimentar e fruir diferentes práticas corporais de aventura na natureza, 

valorizando a própria segurança e integridade física, bem como as dos demais, respeitando o 

patrimônio natural e minimizando os impactos de degradação ambiental.

(EF89EF20) Identificar riscos, formular estratégias e observar normas de segurança para 

superar os desafios na realização de práticas corporais de aventura na natureza.

(EF89EF21) Identificar as características (equipamentos de segurança, instrumentos, 

indumentária, organização) das práticas corporais de aventura na natureza, bem como suas 

transformações históricas.



LINGUAGENS – LÍNGUA INGLESA

ENSINO FUNDAMENTAL

241

4.1.4. 


 LÍNGUA INGLESA

Aprender  a  língua  inglesa  propicia  a  criação  de  novas  formas  de 

engajamento  e  participação  dos  alunos  em  um  mundo  social  

cada vez mais globalizado e plural, em que as fronteiras entre países 

e  interesses  pessoais,  locais,  regionais,  nacionais  e  transnacionais 

estão  cada  vez  mais  difusas  e  contraditórias.  Assim,  o  estudo  da 

língua inglesa pode possibilitar a todos o acesso aos saberes lin-

guísticos necessários para engajamento e participação, contribuindo 

para o agenciamento crítico dos estudantes e para o exercício  da 

cidadania ativa, além de ampliar as possibilidades de interação e 

mobilidade,  abrindo  novos  percursos  de  construção  de  conheci-

mentos e de continuidade nos estudos. É esse caráter 

formativo 

que  inscreve  a  aprendizagem  de  inglês  em  uma  perspectiva  de 

educação  linguística,  consciente  e  crítica,  na  qual  as  dimensões 

pedagógicas e políticas estão intrinsecamente ligadas. 

Ensinar inglês com essa finalidade tem, para o currículo, três impli-

cações importantes. A primeira é que esse caráter formativo obriga 

a rever as relações entre língua, território e cultura, na medida em 

que  os  falantes  de  inglês  já  não  se  encontram  apenas  nos  países 

em que essa é a língua oficial. Esse fato provoca uma série de inda-

gações, dentre elas, “Que inglês é esse que ensinamos na escola?”.

Alguns  conceitos  parecem  já  não  atender  as  perspectivas  de  com-

preensão  de  uma  língua  que  “viralizou”  e  se  tornou  “miscigenada”, 

como é o caso do conceito de língua estrangeira, fortemente criticado 

por seu viés eurocêntrico.  Outras terminologias, mais recentemente 

propostas,  também  provocam  um  intenso  debate  no  campo,  tais 

como  inglês  como  língua  internacional,  como  língua  global,  como 

língua adicional, como língua franca, dentre outras. Em que pese as 

diferenças entre uma terminologia e outra, suas ênfases, pontos de 

contato  e  eventuais  sobreposições,  o  tratamento  dado  ao  compo-

nente na BNCC prioriza o foco 



da função social e política do inglês

 

e, nesse sentido, passa a tratá-la em seu status de 



língua franca

. O 


conceito  não  é  novo  e  tem  sido  recontextualizado  por  teóricos  do 

campo em estudos recentes que analisam os usos da língua inglesa 

no  mundo  contemporâneo.  Nessa  proposta,  a  língua  inglesa  não  é 

mais aquela do “estrangeiro”, oriundo de países hegemônicos, cujos 

falantes servem de modelo a ser seguido, nem tampouco trata-se de 

uma  variante  da  língua  inglesa.  Nessa  perspectiva,  são  acolhidos  e 

legitimados os usos que dela fazem falantes espalhados no mundo 

inteiro, com diferentes repertórios linguísticos e culturais, o que possi-

bilita, por exemplo, questionar a visão de que o único inglês “correto” 

– e a ser ensinado – é aquele falado por estadunidenses ou britânicos.  



BASE NACIONAL  

COMUM CURRICULAR

242

Mais ainda,  o tratamento do inglês como língua franca o desvincula da 



noção de pertencimento a um determinado território e, consequente-

mente, a culturas típicas de comunidades específicas, legitimando os 

usos da língua inglesa em seus contextos locais. Esse entendimento 

favorece uma educação linguística voltada para a interculturalidade, 

isto é, para o reconhecimento das (e o respeito às) diferenças, e para 

a  compreensão  de  como  elas  são  produzidas  nas  diversas  práticas 

sociais de linguagem, o que favorece a reflexão crítica sobre diferen-

tes modos de ver e de analisar o mundo, o(s) outro(s) e a si mesmo. 

A segunda implicação diz respeito à ampliação da visão de letramento, 

ou  melhor,  dos 



Baixar 2.92 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   28   29   30   31   32   33   34   35   ...   60




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
reunião ordinária
Dispõe sobre
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
Curriculum vitae
espírito santo
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
distrito federal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
segunda feira
recursos humanos
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar