Dias da música 2015 Luzes, Câmara… Música!


sábado – 22H00 B11 – pequeno auditório



Baixar 0.86 Mb.
Página6/27
Encontro30.10.2016
Tamanho0.86 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   27

sábado – 22H00

B11 – pequeno auditório



Bach no Cinema - Bach goes to the movies

 

Johann Sebastian Bach: Concerto para 2 Violinos, BWV 1043*



Vivace - Largo ma non tanto - Allegro

Filmes: Bad Company; Music of the Heart; Children of a Lesser God; The Island of Dr. Moreau; Torrents of Spring


Johann Sebastian Bach: Cantata BWV. 147: I Parte

Coro: Herz und Mund und Tat und Leben

Recitativo: Gebenedeiter Mund!

Aria: Schäme dich, o Seele nicht

Recitativo: Verstockung kann Gewaltige verblenden

Aria: Bereite dir, Jesu, noch itzo die Bahn

Coral: Wohl mir, daß ich Jesum habe

Filmes: Boogie Nights; Crush; Flubber; A League of Their Own; Minority Report; Mona Lisa Smile; Paradise Road; Picture Perfect; Runaway Bride; Stealing Home

 

Johann Sebastian Bach: Sarabande da Suite para Violoncelo Solo n.º 5, BWV 1011**



Filmes:  Sarabande; Lágrimas e Suspiros

 

Johann Sebastian Bach: Cantata BWV 147: II Parte



Aria: Hilf, Jesu, hilf, daß ich auch dich bekenne

Recitativo: Der höchsten Allmacht Wunderhand

Aria: Ich will von Jesu Wundern singen

Coral: Jesus bleibet meine Freude

Filmes: Boogie Nights; Crush; Flubber; A League of Their Own; Minority Report; Mona Lisa Smile; Paradise Road; Picture Perfect; Runaway Bride; Stealing Home

 

Voces Caelestes



Sérgio Fontão maestro

Ludovice Ensemble

Fernando Miguel Jalôto, direção musical

Joana Seara, soprano

Nélia Gonçalves, meio-soprano

Marco Alves dos Santos, tenor

Hugo Oliveira, barítono
*Diana Vinagre, violoncelo solo

** Varoujan Donevan & Luca Giardini, violinos solo


Bruno Fernandes trombeta natural & trombeta da tirarsi

Pedro Lopes e Castro oboé, oboé d'amore & oboé da caccia

Andreia Carvalho oboé & oboé da caccia

Kayo Saito, Adriana Alcaide, Flávio Aldo & Álvaro Pinto, violinos

Miriam Macaia Martins, viola

Marta Vicente, contrabaixo

Josep Maria Martí, tiorba
Às vezes é realmente difícil explicar o porquê de uma obra musical se tornar tão famosa, em detrimento de outras obras de valor igual ou mesmo superior. O coral que encerra ambas as partes da Cantata Herz und Mund und Tat und Leben BWV147 de J. S. Bach é um desses mistérios. A melodia coral possuía já 82 anos quando Bach a decidiu acrescentar a uma sua cantata de Advento para a corte de Weimar em 1716, de forma a adaptá-la à festa da Visitação de Nossa Senhora, em Leipzig, no ano de 1723. O tratamento do acompanhamento instrumental, com um ostinato rítmico, é deveras convencional, ainda que extremamente bem realizado. Exemplos equivalentes, de igual simplicidade ou muito superior complexidade, encontram-se em quase todas as cantatas corais de Bach escritas em Leipzig, bem como nos seus inúmeros corais para órgão. O certo é que foi exatamente a sua utilização na banda sonora de inúmeras películas para cinema e televisão – sem esquecer a sua inclusão em álbuns de música para casamentos – que deu ao coral Jesus bleibet meine Freude a fama universal de que hoje goza, ofuscando injustamente os restantes andamentos da cantata, todos eles resultado de preciosa inspiração. Mas inquestionavelmente esta foi uma obra muito apreciada pelo seu criador, que a ela recorreu inúmeras vezes ao longo da sua carreira, introduzindo-lhe variadas modificações. Bach é um dos compositores favoritos da Sétima Arte, e querendo interpretar-se de uma só vez todas as suas obras que foram alguma vez incluídas em bandas sonoras, seguramente teríamos um concerto que duraria várias horas. O intemporal Concerto para dois violinos em ré menor, a Ária da terceira Suíte orquestral, vários andamentos das Suítes para violoncelo solo, bem como das Partitas e Sonatas para violino solo, as Variações Goldberg, e inúmeras outras obras para teclado, os Concertos de Brandeburgo, ou ainda as colossais Missa em Si menor e Paixão Segundo São Mateus são apenas algumas das obras facilmente reconhecidas pelos cinéfilos com ouvidos mais atentos. Já a música ou a vida de Bach serem o próprio sujeito do filme ou a inspiração principal do realizador são situações mais raras, mas podemos citar pelo menos a Crónica de Anna-Magdalena Bach, da dupla francesa de realizadores Jean-Marie Straub e Danièle Huillet, realizado em 1968, com Gustav Leonhardt no papel principal e com banda sonora a cargo dos Concentus Musicus de Viena e Nikolaus Harnoncourt.

Fernando Miguel Jalôto, fevereiro de 2015

SALA LUÍS DE FREITAS BRANCO



sábado – 14H00

B12 – Sala luís de freitas branco




Wolfgang Amadeus Mozart: Serenata n.º 10, KV 361, Gran Partita

(Versão para Quinteto de C. Schwenke)

I. Largo. Molto Allegro

II. Menuetto

III. Adagio

IV. Menuetto: Allegretto

V. Romance: Adagio. Allegretto. Adagio

VI. Thema con variazioni

VII. Finale: Molto Allegro

Filmes: Amadeus


DSCH-Schostakovich Ensemble

Filipe Pinto-Ribeiro, piano

Pascal Moraguès, clarinete

Jack Liebeck, violino

Isabel Charisius, viola

Justus Grimm, violoncelo
No filme Amadeus (Milos Forman, 1984), há uma célebre cena em que Salieri descobre uma música de Mozart e se convence do seu génio; essa música é o início do terceiro andamento da Gran Partita, o maravilhoso e inspiradíssimo Adagio. A Gran Partita, Serenata n.º 10 K. 361 é uma das indiscutíveis obras-primas de Mozart e foi composta originalmente para 13 instrumentos: 12 instrumentos de sopro e um contrabaixo. As inabituais instrumentação e duração da obra (sete andamentos e cerca de 50 minutos de duração) levaram sucessivos editores, para facilitar a circulação da partitura, a publicar versões alternativas da mesma. A versão para quinteto que vamos hoje escutar é da autoria de Christian Friedrich Gottlieb Schwencke (1767-1822), compositor, pianista e editor musical. Segundo o maestro e musicólogo Christopher Hogwood, «a versão para este grupo de câmara é a mais eficaz em termos sonoros e consegue a mais coerente representação das ideias originais de Mozart».

No filme Amadeus, diz Salieri sobre o famoso excerto da Gran Partita: «Era música como eu nunca tinha ouvido. Parecia-me que estava a ouvir a voz de Deus.»



Filipe Pinto-Ribeiro


Baixar 0.86 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   27




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
Dispõe sobre
reunião ordinária
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Relatório técnico
Universidade estadual
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
espírito santo
pregão eletrônico
Curriculum vitae
Sequência didática
Quarta feira
prefeito municipal
distrito federal
conselho municipal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
segunda feira
Pregão presencial
recursos humanos
Terça feira
educaçÃO ciência
agricultura familiar