Delegado e subdelegado de turma



Baixar 296.12 Kb.
Encontro06.11.2017
Tamanho296.12 Kb.

Escola Sec. António Damásio




DELEGADO E SUBDELEGADO DE TURMA

Ser Delegado/Subdelegado é ser:



  • Elo de ligação entre os colegas.

  • Elemento moderador na turma.

  • Elemento de integração no conjunto Professores/Alunos.




São competências do Delegado de Turma:

  • Contribuir, com o seu exemplo, para um bom ambiente de trabalho na sala de aula.

  • Promover um clima de vivência democrática na sala de aula e o cumprimento do Regulamento Interno .

  • Fomentar a inter-ajuda entre os elementos da Turma.

  • Prevenir e regular situações de indisciplina.

  • Ouvir as sugestões dos colegas e ser o porta-voz da turma.

  • Auxiliar os colegas na resolução de problemas pessoais e da turma.

  • Promover a integração de novos alunos.

  • Transmitir ao Diretor de Turma e restantes Professores o que a turma pensa relativamente a questões pedagógicas.

  • Participar ativamente nas reuniões de Conselho de Turma e de Delegados de Turma ou outras para as quais seja convocado, bem como nos órgãos para que tenha sido eleito.

  • Manter a turma informada sobre todos os assuntos do interesse desta.

  • Convocar as Assembleias de Turma.

  • Solicitar a realização de reuniões da turma com o respetivo diretor de turma para apreciação de matérias relacionadas com o funcionamento da turma, sem prejuízo do cumprimento das atividades letivas.






















  • Contribuir para a formação de listas dos representantes dos alunos no Conselho Geral.

  • Participar na eleição da mesa eleitoral para a eleição da Associação de estudantes.

  • Participar na eleição dos representantes dos alunos do ensino secundário no Conselho pedagógico.

  • Colaborar com a Associação de Estudantes.

São competências do Subdelegado de Turma:

  • Colaborar com o delegado no cumprimento das suas funções.

  • Substituir o delegado de turma, sempre que se verifique o impedimento deste.

  • Secretariar as reuniões de turma.


PERFIL

Capacidade de diálogo Responsabilidade

Maturidade Espírito de justiça

Solidariedade Coerência

Lealdade Tolerância


CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE

Todos os alunos são elegíveis, embora seja conveniente para a Turma que o aluno eleito frequente todas as disciplinas


PROCESSO DE ELEIÇÃO

  1. Identificação dos candidatos.

  2. Constituição de uma Mesa Eleitoral composta por um Presidente e dois Secretários.

  3. Votação individual e secreta.

  4. Escrutínio dos votos pela Mesa.

  5. Elaboração de Ata que deve ser assinada pelos elementos da Mesa.






Mod. CDT nº2



Baixar 296.12 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
reunião ordinária
Dispõe sobre
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
Curriculum vitae
espírito santo
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
distrito federal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
segunda feira
recursos humanos
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar