Dedicatória



Baixar 234.31 Kb.
Página1/3
Encontro30.10.2016
Tamanho234.31 Kb.
  1   2   3
LIVRAMENTOS DE MORTE, REVELAÇÕES

E MILAGRES DE DEUS

Por: Paulo Pasini





Dedicatória

Dedico este livro aos meus amados e saudosos pais,


Avós, tios, tias e irmãos. Nemo,Lygia, Ernesto, Hilda, Cláudio, Eliezer – In Memoriam.

E a todas as pessoas a quem amo; esposa, filho, ex-companheira, grandes amigos e irmãos/as em Cristo Jesus, e em especial a querida e amada tia

Nita, que me incentivou a escrevê-lo.
Texto revisado por:Liliane Cardoso.


Apresentação

Nesses escritos farei o relato de vários livramentos de morte que aconteceram em minha vida, bem como milagres que foram testificados. A maioria deles não foram sonhos e me fizeram acreditar que YAORÚ ( Deus) é o Criador de todas as coisas. Posso afirmar que o Eterno não é uma ficção como muitos pensam. Procurem ler atentamente a esses relatos e tirem as suas próprias conclusões. Ele está vivo e bem presente em nossas vidas através do ESPÍRITO SANTO. Quando o Filho do Altíssimo, YAORÚCHUA (Jesus) subiu aos Céus, Ele disse: Vou para meu Pai, e enviarei o CONSOLADOR, O ESPÍRITO SANTO. YAORÚCHUA está sentado à destra do Pai, mas o Espírito do Pai intercede por todos aqueles que o buscam em espírito e em verdade e, nos livra de todo o mal. Muitas pessoas contam sonhos, intuições, visões, mas os fatos que aconteceram em minha vida me fizeram acreditar que YAORÚCHUA é o único que pode nos salvar e nos livrar de todas as obras satânicas desse mundo, através da intercessão do Espírito Santo. YAORÚ é o Criador de tudo, Ele nos criou e nos deu a vida.


O próprio FILHO YAORÚCHUA disse: No mundo tereis tribulações, mas sedes firmes, porque Eu venci o mundo.
Todos os sinais aconteceram no dia a dia. Não quero afirmar que os sonhos não são reais, pois muitos deles são verdadeiras revelações para as nossas vidas. MUITAS VEZES É O ESPÍRITO DE YAORÚ FALANDO CONOSCO.
Algumas revelações serão também relatadas nestes escritos, que foram inspiradas pelo Espírito do Pai.

A primeira experiência

O primeiro livramento de morte que aconteceu comigo, infelizmente, foi uma manifestação maligna. Na época ainda não conhecia o verdadeiro Poder de Jesus, através do ESPÍRITO DO PAI, o Espírito Santo, mas graças a YAORÚ eu já era um predestinado desde o ventre de minha mãe, pois se não fosse dessa maneira com certeza eu já teria perecido.


O Evangelho da Carta do Apóstolo Paulo aos Romanos, Cap.8 v.28-30 ratifica que fomos verdadeiramente escolhidos por ELE. Ouvia falar de YAORÚ e de seu filho, YAORÚCHUA, como muitas pessoas, mas na verdade eu não tinha a verdadeira comunhão com ELE. Graças ao seu imensurável amor e a sua misericórdia, Ele já tinha um plano para a minha vida.
Ainda muito jovem e sem conhecer os ditames bíblicos, desobedeci aos meus pais e saí de casa para coabitar com a minha primeira mulher, pois não era casado conforme determina a Lei de Deus. Pratiquei muitas coisas erradas com a mãe de meu filho, causei-lhe muito mal com as traições, a vida na orgia, era um perfeito “mulherengo”. Naquela época, ainda não conhecia o verdadeiro Poder de YAORÚCHUA. Infelizmente ela frequentava o espiritismo e essa prática terrível e abominável por Deus, conforme consta em Deuteronômio Cap. 18 versículos do 9 ao 14, teve muita influência maligna em nossas vidas. Com certeza eu era usado por Satanás, inclusive para atormentar a vida dela, bem como a minha própria vida com as orgias que eu praticava. O diabo veio para matar, roubar e destruir e foi justamente o que ele fez, destruiu meu relacionamento com minha mulher. Porém, graças a Yaorúchua (JESUS), ela largou o espiritismo, mas o diabo já havia destruído nossa vida conjugal.
Após a minha separação, tive diversos relacionamentos com outras mulheres, mas na verdade nenhum deles deu certo, pois as traições eram frequentes, eu era um transgressor da Lei de Deus. Sempre procurava outras mulheres, tornando minha vida um inferno antes de conhecer verdadeiramente o PODER DE JESUS. Graças a sua misericórdia e o seu imensurável amor fui libertado dessas práticas abomináveis da prostituição. Minha vida era de festas, motéis, bebidas e noites na orgia. Se já houvesse a AIDS eu provavelmente não estaria mais aqui, podendo dar meu testemunho.
Naquela época conturbada iniciei a construção de minha primeira casa. Meus pais, vendo a minha dificuldade financeira, me chamaram para que eu fosse morar com eles até o término da construção. Nesse mesmo intervalo de tempo, minha amada avó vivia também com meus pais e, infelizmente, após algum tempo ela veio a falecer.
Alguns meses após a morte dela, num determinado dia, sentado em uma cadeira a pensar e olhando para o relógio percebi que era mais ou menos 17 horas de uma tarde muito triste. De repente, ouvi um zumbido muito acentuado como uma freqüência de aproximadamente 15.750 kHz. Essa frequência na verdade eu conhecia bem, pois na época trabalhava com eletrônica e tinha um bom conhecimento das radiofrequências e pude perceber que se tratava de uma freqüência próxima a dos osciladores de frequência horizontal dos aparelhos de TV.
O zumbido que eu estava ouvindo foi aumentando e em questão de segundos um vulto chamou minha atenção, fazendo com que eu olhasse para o canto esquerdo da parede de meu quarto. Em fração de segundos pude ver três vultos encapuzados, de preto, em forma de pessoas e cada um deles segurava uma foice bem comprida. Naquele instante o pavor tomou conta de mim e quando tentei levantar da cadeira não tive forças suficiente, pois me senti totalmente imobilizado, como se estivesse preso à cadeira, tudo indicando que havia uma força me segurando, impedindo-me de levantar. O mais interessante é que tudo ocorreu em frações de segundos. Naquele mesmo momento, um daqueles vultos se virou para mim e pude ver perfeitamente um demônio transfigurado que se passava pela minha falecida avó. Vi perfeitamente a imagem do rosto dela olhando para mim, porém como se estivesse com muito ódio.
Aquele espírito maligno que se passava por ela veio em minha direção, agarrando o meu pescoço, tentando me asfixiar. Senti a morte chegar e foi quando então em meu pensamento clamei pela ajuda de YAORÚ, suplicando para que Ele me livrasse daquele mal. E o livramento veio naquele exato momento. Vejam bem! Naquela época eu era ímpio, um verdadeiro escarnecedor, pois não seguia os preceitos do PAI, por falta de conhecimento das ESCRITURAS SAGRADAS. Entretanto, graças a ELE fui liberto naquele instante! Como Deus é maravilhoso, como Ele é misericordioso.
Naquele momento consegui respirar e pulei imediatamente da cadeira, salvo pelo poder do Espírito do Pai. Se tivesse demorado mais alguns segundos, com toda a certeza eu não teria resistido. Graças a Ele fui imediatamente salvo daquela obra maligna. Havia presenciado a morte chegar bem perto de mim.
Desde aquele dia passei acreditar verdadeiramente que o Espírito do Pai nos livra de todo mal quando invocamos a sua presença. YAORÚ é quem nos guarda, Ele é o nosso escudo bem presente na angústia. Aleluia e Glória a ELE por ter me salvado da morte naquele dia.
Por ainda não ser um verdadeiro conhecedor das Escrituras Sagradas, com certeza teria sido levado para o inferno, mas como eu já era um REMANESCENTE DE YAORÚ, havia sido predestinado a segui-lo e fazer a Sua vontade. YAORÚ ama seus filhos e de maneira nenhuma os abandona e os lança fora da presença Dele, mas é preciso adorá-lo e invocar o seu SANTO NOME.
A primeira oração que YAORÚCHUA, O FILHO, nos ensinou É O PAI NOSSO, Nessa oração ELE diz, SANTIFICADO SEJA O TEU NOME,

De maneira nenhuma podemos traduzir o nome do Pai, do Filho e do Espírito santo. Infelizmente o verdadeiro nome do Pai foi traduzido erradamente e a maioria do povo não tem conhecimento das Escrituras Sagradas, invocam um nome blasfêmico.
Como é maravilhoso sabermos que YAORÚ nos ouve através de seu Espírito, principalmente quando estamos em apuros.
Se O PAI é por nós, quem será contra nós?
Quero afirmar que a manifestação que se deu comigo não foi um sonho, tudo se passou estando eu acordado no horário de mais ou menos às 17h de uma tarde muito triste, pois tinha perdido uma pessoa que eu tanto amava, a minha avó. Hoje em dia tenho a certeza que muitas pessoas morrem de ataque cardíaco, mas é provocado por essas manifestações malígnas. É por essa razão que precisamos estar sempre na presença de YAORÚ. Conforme diz a Palavra, orai e vigiai, pois Ele sempre nos livra de todo o mal. Os ungidos de YAORÚ o mal não lhes toca, está escrito em sua Palavra.

A Segunda Experiência

O segundo livramento de morte que aconteceu comigo não foi tão terrível quanto o primeiro, apesar de eu ter passado por uma grande tribulação. Em 1982, quando terminei o curso de Oficial da Marinha Mercante, por ter sido o segundo colocado, fui agraciado com um estágio de praticante aluno, em uma das melhores empresas de navegação, a Frota Nacional de Petroleiros, Fronape (Petrobrás). A minha primeira viagem foi para o Japão e tive muita sorte, porque na verdade eu sempre tive vontade de conhecer aquele país. Naturalmente foi uma grande oportunidade de realizar o meu sonho.


Após ter chegado lá, o primeiro passo que demos foi embarcar na lancha do prático e desembarcamos no porto da cidade de Kuri, uma cidadezinha bem próxima a Hiroxima, onde foi lançada uma das primeiras bombas atômicas da segunda guerra mundial.
Quando lá chegamos um dos colegas de escola, chamado Eliseu, que estava também fazendo o estágio de praticante a Oficial de Náutica, convidou-me para conhecer a cidade de Hiroxima. Por achar a proposta interessante, aceitei o convite. Quando ingressamos no trem rumo aquela cidade, fiquei perplexo com o luxo do mesmo, pois parecia que estava entrando em um salão real. Até mesmo as poltronas eram forradas de veludo e de cores lindíssimas.
Ao chegarmos a Hiroxima fomos visitar diversos lugares, como shopping centers, museus, monumentos históricos e tantas outras coisas interessantes. Na hora do retorno, o Eliseu me fez mais um convite e disse: - Pasini, que tal nós pegarmos um táxi e irmos até o porto onde o nosso navio está atracado? Achei a idéia ótima, porque na realidade ainda não conhecíamos o porto do Japão, pois o nosso navio estava fundeado nas proximidades do porto, aguardando o prático fazer a manobra para o descarregamento. Na verdade o navio estava a uma boa distância do porto.
Logo após entrarmos no táxi, sem que eu percebesse nada do que estava acontecendo de anormal, através de gestos passei a orientar o motorista do táxi para onde nós deveríamos ir. Como é que eu poderia orientar o motorista do táxi se aquela era a minha primeira viagem ao Japão e eu não conhecia o local por onde nós iríamos passar? Mesmo assim consegui orientar o motorista até o porto onde o navio encontrava-se atracado e, ao chegar ao portão principal, não permitiram o nosso ingresso porque o táxi era movido á gás. Interessante é que no percurso até o portão principal do porto eu conhecia todos os lugares que eu estava passando, sem nunca ter estado lá. Foi uma experiência incrível. Os viadutos, as casas, os prédios, as ruas, tudo me era familiar. Essa visão terminou justamente quando chegamos ao portão principal do porto, mas infelizmente não permitiram o nosso ingresso, pois para veículos a gás não era permitida a entrada. Se soubéssemos dessa restrição não teríamos ido e perdido a nossa viagem. Para aumentar a nossa frustração tivemos que retornar a cidade de Kuri no mesmo táxi, caso contrário perderíamos a lancha do prático que nos levaria de volta ao nosso navio. Assim sendo, continuamos o nosso trajeto de volta. Em um determinado instante o Eliseu me perguntou: - Pasini, quantas vezes você esteve aqui no Japão? Achei aquela pergunta bem estranha, pois ele sabia muito bem que aquela era a nossa primeira viagem àquele país. Ele continuou insistindo com as perguntas e dizia: - Eu não posso acreditar no que você está me falando, Pasini, isso não é possível, pois pelos fatos que aconteceram, tudo indica que você já conhecia este lugar, você mostrou ao motorista onde nós deveríamos ir como se já conhecesse todo o local. A insistência dele foi tão intensa que num determinado instante eu perdi a memória e todo aquele trajeto que eu tinha percebido e indicado ao motorista sem saber de nada, começou a retroagir no tempo e no espaço em minha mente, como se fosse um cinema que eu tivesse assistido e minutos após eu tivesse relembrado de todo o filme. Naquele instante comecei a me sentir muito mal. Na verdade pensei que fosse morrer naquele momento, suando frio e uma sensação horrível abateu-me como se eu estivesse perdendo a vida. Foi então que clamei pela ajuda de YAORÚ outra vez e ELE usou o Eliseu para me ajudar com palavras que me confortou e me reanimou. As palavras que o Eliseu usou foram tão animadoras que eu consegui realmente me refazer daquela obra maligna e aquela sensação terrível passou rapidamente graças a ELE, Aleluia e Glória a YAORÚ, pelo segundo livramento de morte. Quando invocamos a presença do PAI, ELE envia os seus anjos para nos livrar de todo o mal. Muitas pessoas usadas por satanás tentaram incutir em minha mente que a manifestação tinha sido espírita, mas não existe nenhum fundamento nessas afirmações. Primeiramente porque não sou espírita, e além do mais YAORÚ abomina o espiritismo, conforme consta nas Escrituras Sagradas em um dos Livros Pentateuco de Moisés, Deuteronômio, Capítulo 18 versículos de 9 a 14. Os fatos que eu percebi foram fatos novos após o meu nascimento, tais como: casas novas, edifícios novos, viadutos novos e praças recentemente construídas.
Meu nascimento se deu em 1948, bem após a Segunda Grande Guerra Mundial, e na verdade todos os fatos que eu percebi foram construídos bem após o meu nascimento. Hiroxima foi completamente destruída pela bomba atômica em 1945 e a cidade foi reconstruída bem após a Segunda Guerra Mundial. As construções que reconheci foram mais recentes, ou seja, fatos novos que aconteceram após o meu nascimento. Isto vem provar que essas afirmações não tiveram nenhum fundamento. Como eu poderia me lembrar de fatos novos e recentes após o meu nascimento, se eu nunca tive contato com eles? Isso vem provar que não tem nada haver com o espiritismo. Creio sim é no poder de YAORÚ, pois ELE disse: Muitos terão visões, sonhos, e profetizarão. YAORÚ concede dons especiais para determinadas pessoas, há muitos mistérios que não estão ao nosso alcance, somente ELE conhece e poderá decifrá-los.

A Terceira Experiência:
A terceira experiência que tive em minha vida também foi um pouco assustadora, mas quanto a essa tenho a certeza de que foi uma provação de YAORÚ para a minha vida.
Quando tive o privilégio de conhecer verdadeiramente as Escrituras Sagradas, através da primeira Igreja Batista de Niterói, pastoreada pelo saudoso homem de Deus, Pastor e doutor, Nilson do Amaral Fanini, o FILHO DO ALTÍSSIMO, YAORÚCHUA, começou a operar em minha vida através do ESPÍRITO DO PAI, pois com os ensinamentos que eu recebia através da Escola Dominical da Igreja, tornava-me mais conhecedor das ESCRITURAS SAGRADAS, e do seu eterno Poder. Hoje em dia sei que infelizmente algumas igrejas Evangélicas não seguem verdadeiramente o que preceitua as Palavras de YAORÚ E YAORÚCHUA, pois muitas delas ficam vivenciando o Antigo Testamento DA LEI DE MOISÉS, OS LIVROS DO PENTATEUCO, já abolido pelo Filho do Altíssimo, II CORÍNTIOS CAP. 3 v.14, e com isso pregam muitas coisas erradas voltadas para a Lei de Moisés. Hoje temos o Codex Sinaiticus, os manuscritos mais antigos do mundo, com cerca de 1600 anos que foram traduzidos para a língua inglesa. Esses manuscritos é que deram origem à Bíblia Sagrada.
Com o passar dos anos, pude participar de vários eventos da Igreja, dentre os quais do Projesp, que era um programa voltado para ajudar as pessoas carentes, principalmente àquelas que não possuiam nenhuma formação profissional. É certo que não podemos exigir a perfeição, pois todos nós somos falhos. Tenho muita admiração pela Primeira Igreja Batista de Niterói, quando o Pastor Presidente era o Pastor Fanini. Naquela época havia uma grande obra social, infelizmente o Projesp não exsite mais com o falecimento do Pr. Fanini. Se todas as igrejas evangélicas fizessem o que a primeira Igreja Batista fazia naquela época, muita coisa seria diferente. Infelizmente muitas igrejas evangélicas trouxeram para os nossos dias os rudimentos do Antigo Testamento da Lei de Moisés, que na verdade YAORÚCHUA já aboliu conforme já citado.
Erradamente, muitas igrejas ainda pregam Salmos de Vingança utilizados através da Lei Mosáica, como dente por dente, olho por olho. Esses ensinamentos estão totalmente errados, pois o próprio Filho do Altíssimo YAORÚCHUA nos afirma no Novo Testamento: “Se vós não perdoardes os vossos inimigos, vosso Pai Celestial que está nos Céus, não vos perdoará”. Assim sendo, somos obrigados a vivenciar a graça e a fé no Filho do Altíssimo. Hoje em dia sei perfeitamente que não é nenhuma denominação que salva as pessoas, mas sim seguirmos verdadeiramente os ensinamentos do Pai que está contido nas Escrituras Sagradas. É preciso viver através da Fé e da Graça em YAHORÚCHUA.
Naquela época, o Projesp era composto de diversas modalidades de cursos, tais como: marcenaria, eletricidade, eletrônica, corte e costura, e outras tantas. O que admiro muito na denominação Batista são as obras sociais que eles fazem. Especificamente no meu caso, eram por mim ministradas aulas de eletrônica para as pessoas que não possuíam nenhuma formação profissional. Na verdade essa modalidade de ensino havia sido criada por mim e autorizada pelo Pastor Fanini.
Geralmente, quando terminava de ministrar as aulas, costumava levar de carona alguns alunos que residiam no Rio de Janeiro, deixando-os na praça Araribóia, em frente a estação das barcas Rio-Niterói.
Num determinado dia, ao sair do trabalho no Rio de Janeiro com destino ao Projesp, passei em uma loja que estava promovendo uma liquidação de fitas de vídeo K7 e acabei comprando uma daquelas que estavam em liquidação. O título da fita era Tentação Proibida.
Vejam só como satanás usa as pessoas, principalmente aquelas que estão começando a buscar o verdadeiro caminho da fé cristã. Ao comprar a fita de vídeo K7 coloquei-a em minha mala 007 que usava naquela época e parti para o Projesp com o intuito de iniciar as aulas costumeiras. Ao término das aulas, como sempre, dei carona para alguns alunos até a Praça Araribóia.
De repente, ao passar em frente à Primeira Igreja Batista de Niterói, justamente a que eu frequentava naquela época, senti uma forte ardência em meus olhos, incomodando-me muito. Naquele momento pensei que pudesse ter sido algum resíduo de giz que tivesse caído em meus olhos e a cada momento que passava aquela ardência aumentava ainda mais. Perguntei a um dos alunos que estava ao meu lado se ele também estava sentindo aquele problema. Prontamente ele disse que não e passei a achar que fosse uma alergia devido aos gases de monóxido de carbono expelido pelos carros. Porém, se essa fosse a causa eles evidentemente também estariam sentindo a mesma coisa. De qualquer forma, aquela ardência ia aumentando e num determinado momento ficou tão insuportável que fui obrigado a parar o carro, pois não estava enxergando quase nada. Entrei em pânico, imaginei que estivesse ficando cego, inclusive pensei que pudesse ser um glaucoma agudo. Assim, comecei a clamar pelo Poder de YAORÚ, para que Ele me livrasse daquela enfermidade. A minha fé foi tão grande que em questão de segundos fui atendido e pude testificar que a misericórdia de YAORÚ verdadeiramente dura para sempre. Em questão de segundos aquela enfermidade passou e pude então enxergar normalmente, apesar de meus olhos terem ficado muito avermelhados, segundo um dos alunos que estava ao meu lado. A tentação nos segue, fazendo-nos pecar, até mesmo quando estamos trabalhando para YAORÚ. Na verdade, quando estamos trabalhando para ELE é que o diabo e seus anjos ficam mais irados. É nesses momentos que devemos estar mais apegados com ELE em oração, pois Ele disse: “Orai e vigiai”.
Mesmo com todo o livramento que ELE tinha me proporcionado naquele momento, eu ainda queria assistir aquela maldita fita de vídeo K7. Só que eu ainda não havia percebido que aquela enfermidade abatida sobre meus olhos era uma provação de Deus. YAORÚ permite que aconteça certas enfermidades em nossas vidas para sermos provados, mas os seres humanos muitas das vezes não percebem que essas manifestações são provações para nos mostrarem o caminho certo que devemos seguir. Vejam só! Com todo aquele sofrimento e livramento que YAORÚ tinha me proporcionado momentos antes, eu ainda queria assistir aquela maldita fita. É incrível como satanás nos induz ao pecado, mas a Palavra de YAORÚ diz: “Resisti ao diabo e ele fugirá de vós”. Ao chegar ao apartamento onde eu residia naquela época com a terceira mulher, justamente a mulher que tinha me mostrado o verdadeiro evangelho de Cristo, a primeira coisa que fiz foi esperar ela dormir para que eu pudesse colocar a fita no aparelho de vídeo K7 e assisti-la. Logo após ela ter dormido, liguei o aparelho de vídeo e coloquei um fone de fios bem compridos que eu possuía naquela época, para que ela não acordasse com o som alto da TV. Certificando-me de que ela havia adormecido, preparei a fita e coloquei-a no aparelho e em questão de segundos ela acordou e me perguntou: - Paulo! O que você está fazendo acordado a uma hora dessas? Dei uma desculpa qualquer, dizendo que estava assistindo a um filme, e que o mesmo não tinha nada demais. Infelizmente menti para ela, mas mesmo assim ela insistiu dizendo que queria ver o nome do filme. É evidente que Deus estava usando ela, para que ela tomasse aquela atitude, pois ela não costumava me chamar a atenção. Retrucando eu falei: - É apenas um filme que não tem nada demais, eu já te disse! Mesmo assim, não tive alternativa senão mostrar o nome daquele maldito filme. Foi quando então ela me disse: - Paulo eu nunca pensei que você pudesse comprar uma fita tão mundana desse tipo. Logo a seguir pedi desculpas e pedi para que ela jogasse a fita na lata do lixo e pedi perdão pelo pecado que tinha cometido. Ela não hesitou. Pegou a fita de vídeo K7 e jogou do 17° andar do edifício em que nós morávamos naquela época. Vejam só, a hora já era avançada, mais ou menos uma hora da madrugada e ela jogou a fita através da janela. Logo após ela ter jogado a fita aconteceu uma manifestação Divina incrível! Tínhamos em nosso quarto uma flâmula de cor preta pendurada na parede com os seguintes dizeres bíblicos, escritos em prateado:

Eu nunca te deixarei , Eu jamais te abandonarei”. Esses dizeres bíblicos estão escritos no Livro de Hebreus. Naquele instante, quando ela acabou de jogar a fita pela janela, aconteceu uma manifestação Divina, por sinal maravilhosa, ou seja, aquela flâmula preta com aqueles dizeres bíblicos ficou totalmente iluminada através de uma luz prateada lindíssima; a luz envolvia a flâmula em toda a sua orla periférica. Foi um sinal maravilhoso que Deus nos proporcionou naquela noite. Quando olhei para aqueles dizeres, é que pude perceber o que tinha acontecido comigo, o porquê daquela enfermidade em meus olhos, que na verdade tinha sido uma provação de Deus. O mais interessante é que nós dois vimos aquela luz prateada,
Baixar 234.31 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
reunião ordinária
Dispõe sobre
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Universidade estadual
Relatório técnico
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
pregão eletrônico
Curriculum vitae
espírito santo
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
distrito federal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
segunda feira
recursos humanos
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar