Curso de especializaçÃO: Educação, Pobreza e Desigualdade Social



Baixar 30.31 Kb.
Encontro19.08.2018
Tamanho30.31 Kb.
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: Educação, Pobreza e Desigualdade Social

TÍTULO/SUBTÍTULO DO PROJETO: A Contribuição do Programa Bolsa Família no enfrentamento da evasão e reprovação escolar dos alunos beneficiados da Escola Felipe Patroni

NOME DO ALUNO (COMPLETO): Marlize Costa Lopes

Projeto de Pesquisa apresentado ao orientador Prof. Dr. Eliane Gracy Lemos Barreto , como requisito parcial para elaboração da monografia de conclusão do curso de especialização em Educação Pobreza e Desigualdade Social

1-INTRODUÇÃO

A contribuição do programa Bolsa Família no enfrentamento da evasão e reprovação escolar dos alunos beneficiados da Escola Felipe Patroni na Cidade de Óbidos/Pará-Brasil.

Tendo em vista a carência de materiais didáticos e pedagógicos e a busca pelo enfrentamento da pobreza e das desigualdades sociais na metodologia de ensino, resolvemos aceitar o desafio de trabalharmos estas questões. Temos consciência das dificuldades que a rede municipal de ensino enfrenta, no entanto, acreditamos em uma mudança através de uma adequação nos currículos e a capacitação dos professores.

2- OBJETIVOS

2.1 Geral

No século XX o Brasil apresentou o maior índice de crescimento mundial, no entanto, observou-se que isso não se traduziu em diminuição das desigualdades sociais. Desta forma, este estudo busca refletir sobre estes aspectos a partir das Políticas Públicas, em especial a contribuição do Programa Bolsa Família o qual se constituiu a principal ação do governo em relação a transferência de renda, cuja finalidade principal é diminuir a condição de pobreza e extrema pobreza no Brasil.

Sabemos portanto que o quadro das desigualdades sociais dificulta o acesso das pessoas aos serviços básicos de saúde, cultura, lazer, educação entre outros. Assim, este estudo busca discutir o PBF em relação a contribuição no que diz respeito ao enfrentamento da evasão e reprovação escolar na escola municipal Felipe Patroni. A criação do Programa Bolsa Família por sua vez demonstra uma preocupação dos governantes em conseguir proporcionar a população em situação de pobreza e extrema pobreza por meio de políticas assistencialistas que tem seus focos políticos nesses grupos sociais.

Considerando que um dos graves problemas da população brasileira é a dificuldade socioeconômica das famílias, e isso em suma contribui para a permanência ou não de crianças de baixa renda na escola, a ideia de estudar qual a contribuição do Programa Bolsa Família no processo ensino aprendizagem na referida escola, deve-se à perspectiva estabelecida pelo programa quanto ao direito ao acesso aos serviços básicos, aqui no caso a educação. Portanto, este estudo busca compreender se o Programa Bolsa Família tem contribuído para ato de melhoria da vida dessas pessoas que dele fazem parte e assim, verificar o real alcance dos seus objetivos.

2.2.2- Objetivos específicos


  1. Compreender os critérios estabelecidos no processo de Incluir o PBF na Educação, no PPP e nas reuniões do conselho escolar permitindo visibilidade no âmbito da Secretaria Municipal de Educação

  2. Identificar e sensibilizar os educadores envolvidos com o PBF em relação a sua amplitude politico- social e pedagógico.

  3. Identificar os fatores que dificultam o planejamento das ações que diminuem a evasão, o abandono e promovam a aprendizagem.

  4. Verificar na sala de aula a influência de transferência de renda no desempenho escolar de crianças e adolescents beneficiários do PBF na EFP

  5. Identificar a importância da transferência de renda no desempenho escolar de alunos beneficiários do PBF e o desempenho escolar do aluno não beneficiário do PBF da EFP

3- JUSTIFICATIVA

Sabe-se que o Bolsa Família surge para enfrentar o grande problema da sociedade brasileira, que é combater a fome e a miséria, promovendo a emancipação das famílias mais pobres do país. A questão é, será que em Óbidos, mais precisamente na Escola Municipal de Ensino Fundamental Felipe Patroni, o programa tem atingido os objetivos de contribuir com a permanência de alunos de baixa renda na escola evitando assim a evasão e reprovação? O Programa Bolsa Família integra o Projeto Político Pedagógico? Faz integração na Pauta de reuniões do Conselho Escolar? Como a escola consegue ver esses alunos que abandonaram e evadiram sabem o motivo? E o que estão fazendo?

4- REVISÃO TEÓRICA

O desenvolvimento da pesquisa busca analisar a realidade dos alunos da Escola Felipe Patroni, a partir do programa Bolsa Família na melhoria da qualidade do rendimento escolar no que diz respeito a evasão e reprovação.

Atualmente, considera-se a educação um dos meios mais importantes para o desenvolvimento de um país. É através de aquisição de conhecimentos que uma nação cresce, aumentando sua renda e a qualidade de vida das pessoas. Cada escola tem características diferentes umas das outras, e as ações pedagógicas nem sempre são tanto eficazes quando se trata em buscar soluções para os problemas que vive. A realidade de cada escola são fatores que contribui bastante para essa permanência desse diagnóstico, pois comprometem o ensino e aprendizagem vivenciada por alunos, pais e professores. Mas vale ressaltar que apesar de todos esses problemas seja de infraestrutura ou de falta de estrutura familiar o único ponto de partida para uma real mudança de vida é uma “EDUCAÇÃO DE QUALIDADE”. Contudo, é necessário reconhecer que a educação vai além da escola; ela é mais ampla e abrangente. Nossa educação acontece no trabalho, na família, nas rodas de viola, nas Folias de Reis, na luta pela sobrevivência. Acreditar que educação seja sinônimo de escola é desconsiderar processos formativos presentes nas práticas sociais de muitos coletivos que, apesar de pouco escolarizados, são bastante educados. É o saber esparramado ao qual Ciço faz referência, reforçando que nele não há um estudo, mas sim um saber.

É nítido que as políticas públicas implantada nos últimos anos está construindo a ideia de busca constante de resultados para a almejada qualidade no ensino oferecido. No entanto ao lançar um olhar, é interessante pensar que uma política pública pode atender a diversos interesses que acabam tornando-as excludente e seletiva. Em contra partida, penso que precisamos de políticas públicas construídas pelos verdadeiros atores educacionais, profissionais ligados à área de educação, que estão em contato direto com a realidade escolar, já que possuem conhecimento das reais situações.

Na escola foco desta análise, observou-se uma grande inserção das famílias no beneficiamento no Programa Bolsa Família, estão matriculados 970 alunos no total, onde fazem parte do programa 85 alunos acima de 15 anos com frequência até 75% e, 492 abaixo dessa faixa etária com frequência até 8% (total de 577 alunos beneficiados). A diferença entre as faixas etárias se dá pela necessidade dos beneficiários e acima de 15 anos precisarem trabalhar para ajudar no sustento.“ Logo, o reconhecimento dessas condições deve conduzir à estruturação de politicas sociais- das quais o Programa Bolsa Familia é um exemplo- e de programas que busquem transformar essa realidade, sem incorrer em medidas meramente assistencialistas ou moralizantes. O Bolsa família é uma das transferências de renda que tem diversas críticas que rotulam de assistencialistas. Contudo, se a vida é o primeiro direito do ser humano e garantí-la é o dever mais elementar do Estado, não pode ser considerado assitencialismo algo que efetive essa garantia. Nesse sentido, o Programa Bolsa família assume como inspiração política que o reconhecimento do direito à vida é um dever público, logo, a ser traduzido em políticas do Estado, como uma responsabilidade pública, para além do tradicional assistencialismo”.(Miguel G. Arroyo, Módulo Introdutório, pag14)

Alguns autores que serão consultados

Walquiria Leão rego/Alessandro Pinzani

Marilia Caravalho

5 – METODOLOGIA

O presente trabalho terá como métodos o estudo comparativo, estudo estatístico e estudo de caso. Assim, o estudo fará uma análise sobre as condições de vida e a contribuição do Programa Bolsa Família para a permanência de discente na escola.

A pesquisa também se caracteriza como sendo exploratória, visto que se pretende investigar um fenômeno dentro do seu contexto real, utilizando-se de fontes bibliográficas e documentais.

6- CRONOGRAMA



MES/ETAPAS

Out

nov

dez

jan

fev

mar

abr

mai

jun

Jul

agost




Escolha do tema

X


































Levantamento bibliográfico




X

X

X

























Elaboração do anteprojeto







X




























Apresentação do projeto













X






















Coleta de dados







X

X

X

X



















Análise dos dados













X

X

X
















Organização do roteiro/partes



















X
















Redação do trabalho



















X

X













Revisão e redação final

























X










Entrega da monografia




























X







Defesa da monografia































X




7-BIBLIOGRAFIA

ARROYO, Miguel Gonzalez. Imagens quebradas: trajetórias e tempos de alunos e mestres. Petrópolis: Vozes, 2004

___O direito a tempos-espaços de um justo viver.In: MOLL, Jaqueline( Org.). Caminhos da Educação Integral do Brasil

___Outros sujeitos, outras pedagogias. Petrópolis: Vozes, 2012a.

BARDOSA, M.L. de O.(1999). Desempenho escolar e desigualdades socias: resultados preliminaries de pesquisa. Trabalho apresentado do XXIII Encontro Annual da ANPOCS, Caxambu,out.

LEITE, Lúcia Helena Alvarez. Educação Integral, territórios educativos e participação social: a cidade como currículo vivido. In: MORGADO, José Carlos; SANTOS, Lucíola Licínio de Castro Paixão; PARAISO, Marlucy Alves. Estudos Curriculares: um debate contemporâneo. Curitiba: CRV, 2013

SOUSA, Antônio Cícero de [CIÇO]. Prefácio. In: BRANDÃO, Carlos Rodrigues. A questão política da educação popular. 4. ed. São Paulo: Brasiliense, 1984. p. 7-10.

Projeto Político Pedagógico da Escola Municipal de Ensino Fundamental Felipe Patroni –Óbidos-Pará

QUINJANO, Aníbal. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina.In: LANDEr, Edgardo.(Org). A colonialidade do saber; etnocentrismo e ciências socias- Perspectivas latinoamericanas. Buenos Aires: Clacso, 2005

Livros:

Programa do Bolsa Família uma década de inclusão e Cidadania / organizadores: Tereza Campello, Marcelo Côrtes Neri- Brasília: Ipea, 2013. 494 p. : gráfs, maps, tabs.

Programa Nacional de Direitos Humanos –( PNHD – 3) / Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República- - reimprensão. - - Brasília: SEDH/PR, 2010

Manual de Gestão do Programa Bolsa família- 2ª Edicão – 2013. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome- Secretaria Nacional de Renda e Cidadania. Av. W3 Norte- SEPN Quadra 515, Bloco B, 5º Andar – Sala 548. CEP: 70770-502- Brasília/DF. Endereço eletrônico: www.mds.gov.br Correios eletrônicos: bolsa.família@mds.gov.br e cadastrounico@mds.gov.br

GIL, Antonio Carlos .   Como elaborar projetos de pesquisa .   2. ed. SP: Atlas, 1991.

Artigos de revistas:

Artigo: Efeitos do Programa Bolsa Família na redução da pobreza e distribuição de renda

Revista DESENVOLVIMENTO SOCIAL – Ministério do Desenvolvimento e Combate à Fome. Ano I, nº I, 2009- Brasilia: MDS, 2009-07-08. V.: II Color. ISSN 2175-2621. 1- Desenvolvimento Social I, Ministério do Desenvolvimento social e Combate à Fome



Material do Curso de Especialização Educação , Pobreza e Desigualdade Social- módulos I a IV- Profa. Dra. Marilena Loureiro da Silva- Coordenadora Geral/UFPA

8- ANEXOS
Catálogo: epds -> pluginfile.php
pluginfile.php -> Universidade Federal do Pará- ufpa instituto de Ciências da Educação Especialização em Educação, Pobreza e Desigualdade Social Luis Carlos Lima dos Reis atividade do módulo I – atividade 3 memórial castanhal
pluginfile.php -> Universidade federal do pará
pluginfile.php -> Violência escolar: distinçÃO CONCEITUAL DA violência e nãO violência no espaço escolar1
pluginfile.php -> Educação de Jovens e Adultos no contexto das desigualdades sociais: gênero e raça
pluginfile.php -> A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver
pluginfile.php -> Universidade federal do pará
pluginfile.php -> Universidade federal do pará instituto de ciências da educaçÃo comitê gestor institucional de formaçÃo inicial e continuada de profissionais do magistério da educaçÃo báSICA DA universidade federal do pará grupo de estudos em educaçÃO
pluginfile.php -> Lenilda pacheco de souza

Baixar 30.31 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
Dispõe sobre
reunião ordinária
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Relatório técnico
Universidade estadual
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
espírito santo
pregão eletrônico
Curriculum vitae
Sequência didática
Quarta feira
prefeito municipal
distrito federal
conselho municipal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
segunda feira
Pregão presencial
recursos humanos
Terça feira
educaçÃO ciência
agricultura familiar