Campus coelho neto diretoria de desenvolvimento de ensino dde departamento de educa



Baixar 50.91 Kb.
Encontro06.11.2017
Tamanho50.91 Kb.
#37849
INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO - IFMA

CAMPUS COELHO NETO

DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE ENSINO - DDE

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL - DEP



DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA IV

PROF.º MS. FRANCÍLIO BENÍCIO S. DE M. TRINDADE

NOME:_______________________________________________DATA:___________

CURSO: _________________________TURNO______________



EXERCÍCIO DE PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO MÓDULO IV

(Cesgranrio) Perfeição

Vamos celebrar a estupidez humana

A estupidez de todas as nações (...)

Vamos celebrar a estupidez do povo

Nossa polícia e televisão (...)

....................................................................

Vamos celebrar a fome (...)

Vamos celebrar nossa bandeira

Nosso passado de absurdos gloriosos (...)

Tudo o que é normal

Vamos cantar juntos o Hino Nacional (...)

....................................................................

Venha, o amor tem sempre a porta aberta

E vem chegando a primavera

Nosso futuro recomeça:

Venha, que o que vem é perfeição.

Legião Urbana

01. A última estrofe confirma o apelo que caracteriza todo o texto. Este apelo é reforçado em "Venha, QUE o que vem é perfeição." (v.13), onde o QUE tem valor:

a) concessivo.

b) explicativo.

c) aditivo.

d) adversativo.

e) conclusivo.

(Unifesp) INSTRUÇÃO: As questões seguintes baseiam-se no poema "Pneumotórax", do modernista Manuel Bandeira (1886-1968).

Pneumotórax

Febre, hemoptise, dispneia e suores noturnos.

A vida inteira que podia ter sido e que não foi.

Tosse, tosse, tosse.

Mandou chamar o médico:

- Diga trinta e três.

- Trinta e três... trinta e três... trinta e três...

- Respire.

...........................................................................................

- O senhor tem uma escavação no pulmão esquerdo e o pulmão direito infiltrado.

- Então, doutor, não é possível tentar o pneumotórax?

- Não. A única coisa a fazer é tocar um tango argentino.

(Manuel Bandeira, Libertinagem)
02. Em uma de suas ocorrências, no poema "Pneumotórax", a conjunção "e" poderia ser substituída por "mas", sem prejuízo semântico. Essa possibilidade verifica-se em

a) dispneia, e suores noturnos.

b) trinta e três... trinta e três.

c) Diga trinta e três.

d) pulmão esquerdo e o pulmão direito...

e) ter sido e que não foi.

03. (Uerj) "A Internet é o portal da nova era, mas apenas 3% da população brasileira têm hoje acesso à rede." ("O Globo", 09/07/2000)

Analisando o emprego do conectivo MAS na construção acima, é possível concluir que, além de ligar duas partes da frase, ele desempenha a seguinte função:

a) reafirmar o significado da primeira parte

b) permitir a compreensão interna das duas frases

c) desfazer a ambigüidade de sentido da primeira parte

d) evidenciar uma relação de sentido entre as duas partes.

04. (G1) Identifique o POIS como conjunção coordenativa explicativa ou conjunção coordenativa conclusiva:

a) Deitei-me cedo, POIS estava muito cansado.

b) O político não agiu com lealdade; perdeu, POIS, na disputa pela reeleição.

c) O aluno não estudou o suficiente; ficou, POIS, reprovado.

d) As mulheres entendem de economia, POIS são elas as responsáveis pela organização do orçamento familiar.

05. (Mackenzie) Hoje se reconhece cada vez mais a importância do tato durante toda a vida do homem. Os animais de estimação permitem às pessoas que precisam desse estímulo sensorial exercitarem-no. O simples fato de tocar um animal reduz a ansiedade e a tensão. Acariciá-los é não só um modo de expressar afeto, como também exerce um efeito benéfico sobre o sistema cardiovascular do dono. (Erika Friedmann)

Observe as afirmações seguintes.

I - O sujeito da primeira oração é indeterminado, uma vez que qualquer pessoa pode fazer o reconhecimento citado.

II - Na terceira oração, a palavra QUE é, morfologicamente, um pronome relativo, cujo antecedente é PESSOAS e, sintaticamente, exerce a função de sujeito do verbo PRECISAR.

III - A última oração classifica-se como coordenada sindética aditiva.


Assinale:

a) se II e III estão corretas.

b) se todas estão corretas,

c) se apenas I está correta.

d) se todas estão incorretas.

e) se apenas II está correta.


06. (Uel) Ele pensava numa nova edição do seu romance pela mesma editora; NÃO, PODERIA, POIS, TER RESCINDIDO O CONTRATO COM ELA."

A oração destacada classifica-se como

a) subordinada adverbial final.

b) subordinada adverbial consecutiva.

c) subordinada adverbial condicional.

d) coordenada assindética explicativa.

e) coordenada sindética conclusiva.

07. (Fgv) (Relações ente as ideias, uso de conectivos, síntese):

Reorganize as ideias do texto a seguir, em apenas um parágrafo. Deixe claras as relações entre elas, servindo-se de conectivos que reduzam o trecho a poucos períodos.

A mulher enfrenta sérios obstáculos no mercado de trabalho. A mulher negra é duas vezes discriminada. Pesquisa do IBGE: 84,5% das mulheres negras brasileiras são chefes de família. Ganham até três salários mínimos. Os homens brancos chegam a ganhar até quatro vezes mais que as mulheres negras, nas mesmas atividades.

(Adaptado de "Marginalidade à flor da pele". ISTO É, 30-08-1995, p.34.)

08. (G1) Todos os períodos dados a seguir são compostos por coordenação. Separe as orações de cada um deles e classifique-as.

a) Todos prometeram ajudar; muitos, porém, não cumpriram a promessa.

______________________________________________________________________


b) "O homem ao meu lado acende outro cigarro, dá uma tragada e joga-o pela janela". (Stanislaw Ponte Preta)

______________________________________________________________________


c) Ele trabalhava durante o dia e estudava à noite.

______________________________________________________________________


d) A criança ora cantava, ora se punha a correr pela sala.

______________________________________________________________________

09. (G1) Todos os períodos dados a seguir são compostos por coordenação. Separe as orações de cada um deles e classifique-as.
a) "Levanto-me, procuro uma vela, que a luz vai apagar-se. Não tenho sono". (Graciliano Ramos)

______________________________________________________________________

b) Entre, mas não faça barulho que a patroa está dormindo.

______________________________________________________________________

c) Não falte à reunião, pois quero falar com você.

______________________________________________________________________

d) Vá para casa que eu tomarei conta de tudo.

______________________________________________________________________

10. (G1) Em qual das orações a seguir, a conjunção coordenativa POIS estabelece uma conclusão?

a) Venha logo, pois sua presença é importante.

b) As matrículas foram encerradas; nada pode ser feito, pois.

c) Fale mais alto, pois a ligação está ruim.

d) Não demore, pois não gosto de ficar sozinha.

e) Choveu, pois as ruas estão molhadas.


11. (G1) Assinale a alternativa em que a oração em destaque esteja corretamente analisada:

a) Fui à loja E COMPREI ROUPAS (Oração Coordenada Sindética Adversativa)

b) Não vá agora, QUE ESTÁ CHOVENDO (Oração Coordenada Sindética Explicativa)

c) Tirou notas baixas, LOGO SERÁ REPROVADO. (Oração Coordenada Assindética)

d) Ora ouvia ORA FALAVA. (Oração Coordenada Sindética Conclusiva)

e) Caiu, MAS NÃO SE MACHUCOU. (Oração Coordenada Sindética Aditiva)


12. (G1) Assinale a alternativa em que a oração em destaque está corretamente analisada:

a) ( ) Como sanduíche OU TOMO SUCO DE FRUTAS? (Oração Coordenada Assindética)

b) ( ) Não respeitava as pessoas NEM OS ANIMAIS. (Oração Coordenada Sindética Explicativa)

c) ( ) A natureza é linda MAS O HOMEM NÃO A PROTEGE. (Oração Coordenada Sindética Adversativa)

d) ( ) Fez uma ótima prova; MERECE, POIS UM PRÊMIO. (Oração Coordenada Sindética Conclusiva)

e) ( ) Povo educado, PAÍS DESENVOLVIDO. (Oração Coordenada Sindética Alternativa)


13. (G1) Assinale a alternativa em que a oração em destaque foi incorretamente analisada:

a) ( ) Compre o bilhete PORQUE O SORTEIO SERÁ AMANHÃ. (Oração Coordenada Sindética Conclusiva)

b) ( ) Viu o acidente E SOCORREU AS VÍTIMAS. (Oração Coordenada Sindética Aditiva)

c) ( ) O professor fala muito, QUESTIONA BASTANTE. (Oração Coordenada Assindética)

d) ( ) Volte cedo, POIS IREMOS À FESTA. (Oração Coordenada Sindética Explicativa)

e) ( ) Não correu NEM BRINCOU. (Oração Coordenada Sindética Aditiva)


14. (G1) Assinale a alternativa em que aparece uma oração coordenada sindética explicativa:

a) Sua casaca estava remendada, mas estava limpa.

b) Chora, que lágrimas lavam dor.

c) Todos trabalhando, ou varrendo o chão ou lavando as vidraças.

d) Ambos se amavam, contudo não se falam.

e) Cantou, chorou e se retirou do recinto.


15. (G1) "Sentia-se doente; TINHA, POIS, QUE IR AO MÉDICO."
A oração em destaque deve ser analisada como ______________________________ .

16. (G1) Complete:

Num período composto por coordenação, as orações que não vêm introduzidas por uma conjunção coordenativa são chamadas de _______________ .

17. (G1) Una as orações de cada um dos pares a seguir com a conjunção coordenativa adequada:

1) O lavrador abriu sulcos. Depositou as sementes.

2) Precisamos preservar a natureza. Não sobreviveremos.

18. (G1) Nas frases: "Ser OU não ser"; "Ser E não ser"; "Ser MAS não ser", as relações estabelecidas pelas conjunções em maiúscula são respectivamente de ____________, ____________ e ____________ .

19. (G1) No período: "Paredes ficaram tortas, animais enlouqueceram e as plantas caíram", temos duas orações coordenadas _______________ e uma oração coordenada _______________ _________________.

68. (G1) As relações estabelecidas pelas conjunções coordenativas em maiúsculo a seguir, são de __________, __________ e __________ .

1) Dê-lhe uma gorjeta, QUE ele merece.

2) Dedicou-se muito ao estudo; merece, POIS, uma boa recompensa.

3) A chuva foi violenta, POIS cercas foram derrubadas.

69. (Fuvest) Considerando-se a relação lógica existente entre os dois segmentos dos provérbios adiante citados, o espaço pontilhado NÃO poderá ser corretamente preenchido pela conjunção MAS, apenas em:

a) Morre o homem, (...) fica a fama.

b) Reino com novo rei (...) povo com nova lei.

c) Por fora bela viola, (...) por dentro pão bolorento.

d) Amigos, amigos! (...) negócios à parte.

e) A palavra é de prata, (...) o silêncio é de ouro.

70. (Ufc) Identifique o valor semântico da conjunção "E" nos períodos a seguir.

I - O poeta nasceu ao final das duas primeiras décadas deste século "E" ainda continua perplexo dentro deste mundo atormentado.

II - As pessoas conviviam com personalidades de todos os matizes "E" aprendiam a lidar com gente boa e gente má.

III - Por amar Fortaleza, o poeta fez-lhe um canto de amor "E" o leu ao receber o título de "Cidadão de Fortaleza".

Assinale a opção cuja seqüência corresponde à relação existente entre as orações dos períodos I, II e III.

a) adição - conclusão - conseqüência;

b) oposição - oposição - adição;

c) adição - conclusão - finalidade;

d) oposição - conclusão - finalidade;

e) adição - conseqüência - explicação.


TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO

(Ufrrj) NAMORADOS


O rapaz chegou-se para junto da moça e disse:

- Antônia, ainda não me acostumei com o seu corpo,

com a sua cara.

A moça olhou de lado e esperou.

- Você não sabe quando a gente é criança e de repente vê uma lagarta listada?

A moça se lembrava:

- A gente fica olhando ...

A meninice brincou de novo nos olhos dela.

O rapaz prosseguiu com muita doçura:

- Antônia, você parece uma lagarta listada.

A moça arregalou os olhos, fez exclamações.

O rapaz concluiu:

- Antônia, você é engraçada! Você parece louca.

(BANDEIRA, Manuel. "Estrela da vida inteira": poesias reunidas. Rio, José Olympio,1979.)

9. Sobre o processo sintático por meio do qual as ideias se relacionam no texto, pode-se afirmar que

a) predomina o processo de coordenação, com as orações na ordem direta.

b) o uso do vocativo nas falas caracteriza a ordem inversa nas frases.

c) verifica-se a ausência de um processo em que uma ideia se subordina a outra.



d) o tom irônico do poema constrói-se sobre as ideias que se coordenam.

e) o encadeamento das falas dos personagens se dá através da subordinação.

Baixar 50.91 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©bemvin.org 2022
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino médio
ensino fundamental
concurso público
catarina município
Serviço público
Dispõe sobre
reunião ordinária
câmara municipal
público federal
processo licitatório
Processo seletivo
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
Universidade estadual
ensino superior
Relatório técnico
técnico científico
Conselho municipal
direitos humanos
Curriculum vitae
científico período
espírito santo
língua portuguesa
Sequência didática
pregão eletrônico
distrito federal
Quarta feira
conselho municipal
prefeito municipal
educaçÃo secretaria
nossa senhora
segunda feira
Pregão presencial
educaçÃO ciência
Terça feira
agricultura familiar
educaçÃo profissional