Brasília 2017 ministério da educação



Baixar 11.35 Mb.
Pdf preview
Página9/12
Encontro09.04.2020
Tamanho11.35 Mb.
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   12

80
análise da obra
A coleção tem como proposta pedagógica o tratamento espacial dos temas, levando o estudante a 
refletir sobre a sua realidade vivida. Neste sentido, ganha relevância a opção da coleção de investir 
na problematização dos conteúdos, seja através de questionamentos, estímulo à pesquisa ou ativi-
dades com diferentes formatos. Apresenta um conjunto de formas de textos e repositórios de saber, 
que utiliza diferentes gêneros textuais e imagéticos, apresentados na seção Revisitando o Capítulo
e que valoriza saberes e experiências de pessoas do círculo social dos estudantes. Assim, o percurso 
de formação permite a interação entre saberes científicos e os saberes do cotidiano.
Uma estratégia da proposta didático-pedagógica no tratamento espacial de fenômenos e elementos 
preconizados pela coleção é o recurso à articulação de escalas de análise. Neste sentido, há uma aten-
ção ao aprendizado cartográfico, que aparece como ponto de conteúdo específico em capítulos dedi-
cados ao tema no Livro do Estudante do 1º ano e, também, conteúdo transversal, que aparece espe-
cialmente no boxe Espaço e cartografia. Aqui os conteúdos cartográficos, articulados a outros recursos 
como tabelas, gráficos de diferentes tipos, são ampliados e aprofundados no tratamento dos temas 
de cada capítulo da coleção, de maneira a contribuir também para o conhecimento de cada temática.
Na coleção, os boxes Culturas em foco e Mulheres em foco garantem, também, a valorização de outras 
formas de conhecimento, contemplando o estudo das relações entre a sociedade e a natureza, além 
de favorecer a interdisciplinaridade, na medida em que acionam elementos de outras disciplinas e ma-
trizes de saberes. Sobre este aspecto, há chamadas em outras partes dos textos e das atividades, para 
a constituição de trabalhos conjuntos na relação da Geografia com outros campos de conhecimento.
A coleção traz uma concepção de Formação Cidadã como algo que emerge do tratamento crítico 
de temas e da operacionalização de conceitos e categorias da ciência geográfica para a leitura da 
realidade do estudante. Neste sentido, o centro da Formação Cidadã é o tratamento de temas “uni-
versalistas”, como: a globalização, a exploração econômica de grupos pauperizados que resulta no 
enriquecimento e na concentração de renda; no consumo, no uso da natureza como mero recurso 
e nos problemas ambientais; nos jogos geopolíticos de poder; entre outros. A esses temas de ca-
ráter universalista, a coleção também agrega algumas agendas de grupos sociais subalternizados: 
destacam-se a crítica ao patriarcado e a valorização do protagonismo da mulher, mas também são 
abordados temas ligados ao racismo, ainda que ambos não sejam transformados em princípios es-
truturadores dos conteúdos trabalhados.
A proposta pedagógica da coleção tem a problematização dos conteúdos como estratégia central. 
Nesse sentido, questionamentos, através de diferentes gêneros textuais, boxes de perguntas e ativi-
dades, aparecem no início, meio e final dos textos de capítulos, potencializando a pesquisa, o diálogo 
e o debate no estabelecimento de relações entre saberes escolares e saberes do cotidiano.

81
Os conteúdos e as atividades, estruturados a partir dos conceitos e das teorias da Geografia e das 
Ciências Humanas, tais como sociedade, cultura, entre outros, são imbricados entre si e com a rea-
lidade e os saberes dos estudantes, garantindo um processo contínuo de aprendizagem dos temas, 
bem como possibilitam as articulações com os conteúdos dos demais componentes curriculares, 
tanto das Ciências Humanas como de outras áreas.
Os outros conceitos que estruturam o saber geográfico estão distribuídos ao longo da coleção. O con-
ceito de espaço geográfico está articulado à interpretação das organizações socioespaciais, sempre 
propiciando o entendimento das ações do homem na construção dos diferentes locais. Os conceitos de 
paisagem e lugar aparecem articulados aos conceitos da geografia humana, como cultura, sociedade, 
entre outros. O conceito de territorialidade é proposto para o entendimento das relações espaciais que 
compreendem os processos de globalização. O conceito de região é empregado no estudo da regiona-
lização do mundo e para o entendimento de processos que ocorrem mais próximos dos estudantes.
As ilustrações são diversificadas, dialogam com os repertórios culturais da faixa etária dos estudan-
tes e contribuem para o estabelecimento de relações entre temas estudados.
O projeto gráfico-editorial é marcado pela sobriedade e objetividade, tanto no tocante ao aspecto 
visual, em termos de impressão e padrões de cores, quanto na organização dos conteúdos, sendo 
compatível com a proposta pedagógica e funcional para o leitor. São indicados links, endereços ele-
trônicos de órgãos públicos, de pesquisa, de imprensa, de textos científicos e de vídeos, os quais 
são úteis ao professor e ao estudante. Tais indicações permitem não apenas o aprofundamento nos 
temas, mas também a identificação de outras fontes de informações.
O Manual do Professor traz subsídios para o professor efetivar a proposta pedagógica da coleção 
com um conjunto de textos de formação e orientações para o trabalho com cada um dos conteúdos 
tratados. Sugestões de materiais adicionais, na forma de textos, vídeos, fontes de pesquisa e de ati-
vidades, complementam o trabalho cotidiano em sala de aula.
O Manual do Professor constitui-se numa referência importante para o trabalho do docente no uso da 
coleção. Ele capacita o professor para o uso da coleção de acordo com uma concepção de Geografia 
articulada à vivência dos estudantes, pensada como instrumento de leitura de suas realidades a partir 
da espacialidade, integrando dinâmicas da natureza e da sociedade que vão constituindo e trans-
formando as paisagens. Os textos são claros, concisos e complementados por quadros de conceitos, 
articulações entre os conceitos, competências e habilidades, todos sendo relacionados aos conteú-
dos que cada livro aborda. Estas concepções apresentadas pelo Manual do Professor possibilitam a 
formação continuada no âmbito da escola, podendo suscitar discussões metodológicas e conceituais.

82
em sala de aula
Professor, esta coleção busca construir leituras críticas da realidade a partir de temas problematiza-
dores, abordados com base em conceitos e categorias da Geografia e iniciados por meio de questiona-
mentos. Apresenta uma proposta pedagógica baseada em questões da realidade, que permite dar mais 
significância ao conteúdo. Coloca a articulação entre conteúdos e atividades como estratégia central, por 
meio do diálogo constante entre o que está sendo estudado e o que está sendo avaliado. Nesta perspec-
tiva, favorece e estimula trabalho voltado para o desenvolvimento do poder reflexivo dos estudantes.
Os exercícios e as atividades de pesquisa mobilizam os saberes dos estudantes por meio do estudo 
de temas presentes nos seus cotidianos. Você, professor, pode aproveitar a dinâmica de problemati-
zação e pesquisa, presente na coleção, como recurso para o alargamento da formação do estudante. 
Ao utilizar os questionamentos de abertura, ao longo dos textos, você pode estimular o estudante 
a refletir sobre a sua realidade e, também, a acessar outros temas e discussões que a coleção não 
trabalha ou trabalha de maneira não aprofundada, como as relativas aos temas ligados às questões 
de gênero, indígenas e étnico-raciais. Neste caso, é necessário lançar mão de outros materiais para 
complementar o estudo.
O estímulo à pesquisa é a estratégia central na abordagem de temas. No campo da Formação Cida-
dã, se de um lado a coleção possibilita o debate transversal sobre a questão ambiental e traz um 
conjunto de menções sobre a condição subalternizada das mulheres, por outro, ela não aprofunda 
algumas questões importantes relacionadas a estas temáticas em diferentes contextos. O tratamento 
conferido ao continente africano, diluído em temas estruturantes da Geografia do mundo, necessita 
de maiores discussões para o entendimento da construção de representações das populações afro-
-brasileiras. Ao inserir estes apontamentos, você deve possibilitar ao estudante uma compreensão 
mais dinâmica e complexa da construção do espaço geográfico. Ao trabalhar com estes conteúdos, 
será necessário orientar o acesso dos estudantes a outros materiais e até mesmo levá-los a enxergar 
estes conteúdos em saídas de estudo, com aulas no campo.
Em relação ao tema da problemática geracional é necessário oportunizar ao estudante a construção 
de um pensamento mais crítico que desenvolva o poder de síntese, para discutir com autonomia este 
assunto, tanto na sala de aula como em seus lugares de vivência.

83
A coleção trata dos conteúdos geográficos de maneira articulada, abordando os temas nas escalas 
mundial e brasileira. Os aspectos sociais, políticos, econômicos e naturais, são tratados de maneira 
integrada, buscando suplantar a dicotomia entre Geografia Física e Humana. Os conteúdos são de-
senvolvidos considerando os conceitos básicos da Geografia, como espaço, paisagem, lugar, territó-
rio, região e rede. Nesse sentido, estabelecem relações entre os lugares, analisando os fatos históri-
cos, por meio de uma abordagem escalar que destaca a observação dos fenômenos globais e locais.
Apresenta uma linguagem clara, utiliza exemplos cotidianos que facilitam a compreensão dos con-
teúdos, e as atividades propostas articulam-se com as temáticas. As atividades sugeridas propiciam 
a reflexão, a problematização e a análise interpretativa de textos e imagens. Favorece o desenvolvi-
mento do trabalho interdisciplinar, a partir da sugestão dos recursos didáticos indicados, tais como 
filmes, vídeos, charges, quadrinhos.
O  Manual do Professor aponta para as discussões pertinentes ao ensino da Geografia no Ensino 
Médio e dialoga com o Livro do Estudante, trazendo orientações específicas para o desenvolvimen-
to de atividades com os temas da Geografia e com outras áreas do conhecimento. Sugere leituras 
complementares, atividades, livros, sítios, filmes e vídeos, contribuindo para o desenvolvimento das 
atividades dos professores em sala de aula.
DOUGLAS SANTOS
0186P18053
EDITORA DO BRASIL 
3

edição - 2016
GEOGRAFIA DAS REDES
visão geral

84
Cada livro da coleção apresenta os agradecimentos, seguidos de uma apresentação aos estudan-
tes; depois, a seção Conheça seu livro, que mostra como os conteúdos estão articulados, o uso dos 
recursos visuais, as diferentes seções que formam o Livro do Estudante, bem como a presença das 
redes digitais. Na sequência, o livro traz o sumário, as unidades temáticas, os capítulos, as seções e 
subseções que incorporam tópicos de conteúdos, leituras complementares e atividades didático-pe-
dagógicas, índice remissivo e referências bibliográficas. Somam-se ainda ao texto principal, as seções 
Pausa para pesquisa, Outros olhares e Preste atenção nos mapas, em que se reforçam os conteúdos 
dispostos no texto-base de cada capítulo.
O Livro do Estudante do 1º ano contém quatro unidades e dez capítulos, assim divididos: Unidade 
um - Onde estão as pessoas? abarcando os capítulos 1 e 2; Unidade dois - A geografia das rochas, 
com os capítulos 3, 4 e 5; Unidade três - A geografia da atmosfera, com os capítulos 6 e 7 e a Unidade 
quatro - A geografia das águas e da vida, com os capítulos 8, 9 e 10.
O Livro do Estudante do 2º ano contém quatro unidades e nove capítulos, assim divididos: Unidade 
um - A fábrica e seus lugares, com os capítulos 1 e 2; Unidade dois - O campo e seus lugares, com os 
capítulos 3, 4 e 5; Unidade três - Olhar de longe e de perto, com os capítulos 6 e 7; e a Unidade quatro 
- Os continentes e os oceanos, com os capítulos 8 e 9.
O Livro do Estudante do 3º ano contém quatro unidades e oito capítulos, assim divididos: Unidade 
um - Em nome da humanidade, com os capítulos 1 e 2; Unidade dois - A experiência americana: novos 
formatos, velhos conflitos, com os capítulos 3 e 4; Unidade três - Viver na interface, com os capítulos 
5 e 6; e a Unidade quatro - Outros olhares sobre os problemas do mundo, com os capítulos 7 e 8.
Os três livros do Manual do Professor são compostos de três partes. A primeira delas se constitui 
na réplica do Livro do Estudante; a segunda parte do Manual do Professor está subdividida em três 
itens comuns aos três manuais e contém os seguintes tópicos - Por que ensinar Geografia no Ensino 
Médio?; Avaliação e ensino de Geografia; e Interdisciplinaridade na obra. A terceira parte, comum a 
todos os Manuais do Professor, é chamada Recursos para o professor e contém os seguintes tópicos: 
Apresentação dos recursos; Pesquisa escolar; Ferramentas didáticas; Fichas didáticas; Abordagens 
interdisciplinares; Respostas das atividades; Atividades complementares; Textos complementares e 
Bibliografia comentada.
descrição da obra

85
análise da obra
A coleção está fundamentada na abordagem crítica, destacando os aspectos sociais, políticos, econômi-
cos e naturais dos fenômenos geográficos. Em sua fundamentação teórico-metodológica, procura inte-
grar os aspectos humanos e naturais na busca de suplantar a dicotomia entre geografia física e humana.
A coleção promove positivamente a cultura afro-brasileira e dos povos indígenas brasileiros, dando 
visibilidade aos seus valores, tradições, organizações e saberes sociais e científicos.
O debate sobre o meio ambiente é estimulado na coleção, por meio de textos, imagens e atividades 
que requerem atitudes coletivas e individuais.
A abordagem conceitual apresentada está de acordo com os pressupostos da Geografia Crítica. Os 
conceitos são trabalhados ao longo da coleção a partir da relação sociedade e natureza. Os espaços 
mundiais são evidenciados com ênfase nos eventos sociais, naturais e econômicos, referendando 
conflitos e tensões sociais e ambientais.
Os conteúdos da coleção são desenvolvidos empregando os conceitos importantes para a Geografia. 
O conceito de espaço geográfico aparece na articulação entre os aspectos naturais e sociais, sempre 
que possível representando as modificações causadas a partir da temporalidade que se estabelece. 
O conceito de paisagem que aparece em diferentes textos é discutido, levando em consideração a 
transformação e a origem dos acontecimentos em diferentes escalas. O conceito de lugar é tratado 
sempre que os conteúdos remontam elementos identitários de diferentes recortes do espaço. O terri-
tório é abordado juntamente com a territorialidade e a desterritorialidade. Ao regionalizar o mundo, 
utiliza-se o conceito de região, no sentido explicativo dos critérios adotados. O conceito de rede está 
articulado aos outros conceitos e fundamenta conteúdos que abordam a globalização.
O conjunto formativo da coleção valoriza as experiências cotidianas, a capacidade criativa e a pos-
tura crítica resultante de diferentes atividades pedagógicas. Além disso, os textos complementares 
trazem temas relacionados às questões pedagógicas e aos conceitos básicos da Geografia.
Os textos apresentados envolvem acontecimento em diferentes escalas, remetendo os estudantes 
a suas realidades e experiências. Esta relação com situações cotidianas permite uma interpretação 
mais reflexiva dos espaços de vivências.
Os conteúdos são desenvolvidos estabelecendo relações entre os diferentes lugares, recuperando e anali-
sando os fatos históricos, por meio de uma abordagem escalar que privilegia a observação dos fenômenos 
globais e locais. Assim, a coleção trabalha com os conceitos que permitem a análise geográfica dos proces-
sos de produção do espaço, embora esses, muitas vezes, apareçam sistematizados em definições pontuais.

86
A abordagem do espaço na relação com o tempo reflete a dinamicidade dos acontecimentos, opor-
tunizando uma leitura factual e cronológica dos eventos que compõem o espaço. Neste sentido, a 
coleção oportuniza, na maioria das vezes, uma análise processual dos fenômenos.
Ao final de cada unidade, há seções especiais como Preste atenção nos mapas, com conteúdos re-
lacionados à Cartografia, apresentando leituras e interpretações de mapas em diferentes escalas 
cartográficas e geográficas; Outros olhares, em que apresenta uma série de entrevistas, depoimentos 
e reportagens de geógrafos ou profissionais de áreas afins, com essa seção, a coleção oportuniza a 
familiaridade com o conhecimento acadêmico. Na seção Pausa para pesquisa, a metodologia inves-
tigativa é apresentada ao estudante como recurso significativo para produção de conhecimento e 
acrescenta às já frequentes aulas expositivo-dialogadas, outras ações pedagógicas que integram a 
coleção e permitem desenvolver diferentes habilidades e a autonomia do estudante.
As seções estão articuladas com os textos principais compondo um conjunto de estratégias para a 
construção do pensamento do estudante em relação ao espaço. A possibilidade de pesquisa apre-
sentada referencia um trabalho autônomo e autoral a partir dos temas e roteiros oferecidos.
As ilustrações, como mapas, gráficos, tabelas e fotografias, destacam a diversidade cultural, social, 
econômica e natural das áreas do planeta e, em especial, do Brasil. As ilustrações dialogam com a 
temática abordada nos textos, possibilitando ao estudante desenvolver um olhar questionador e 
analítico sobre os temas.
O conjunto de atividades que compõem a coleção apresenta um nível de complexidade compatível 
com os estudantes do Ensino Médio. Algumas questões pautam-se pela identificação, demandando 
somente a leitura de textos principais, outras requerem a compreensão e interpretação de textos ou 
imagens e outras, ainda, a construção de sínteses. As questões que abordam provas de vestibular e 
do Enem desenvolvem habilidades e competências nos estudantes. Muitas vezes, para a sua resolu-
ção, se faz necessário compreender a relação entre os elementos naturais e sociais.
A coleção indica inúmeros links com sites e Código QR, que possibilitam encontrar textos, vídeos, mapas 
e outras ilustrações integrados aos temas abordados na obra. Os links estão disponíveis, em sua maioria, 
na língua portuguesa. Alguns, porém, estão em língua estrangeira, como em francês, inglês e espanhol.
Destacam-se os conteúdos abordados nas diferentes linguagens adotadas na coleção. Além de as-
suntos ligados diretamente aos conceitos estudados, também aparecem outros que permitem a rela-
ção entre o que está sendo estudado e o cotidiano do estudante, favorecendo também a relação com 
tópicos tratados por outras disciplinas.
O Manual do Professor explicita os pressupostos teórico-metodológicos da coleção, tece conside-
rações sobre os conteúdos de cada Livro do Estudante, orienta, indica e sugere atividades. Estão 
indicadas a consulta a sítios da internet, a leitura de livros, revistas, sugeridos filmes, músicas, char-
ges e quadrinhos. Além disso, com o objetivo de orientar na escolha da fonte adequada ao trabalho 
docente, o Manual do Professor apresenta bibliografia comentada.

87
As concepções metodológicas adotadas pela coleção são abordadas no sentido de propor a reflexão 
sobre o fazer pedagógico, o que propicia a formação continuada dos professores. Os textos contidos 
no Manual do Professor são importantes para a qualificação das práticas dos docentes, porque são de 
fácil entendimento e contribuem para o desenvolvimento dos processos de ensino e aprendizagem.
em sala de aula
Professor, ao adotar essa coleção, é importante que você compreenda que a proposta pedagógica 
considera o processo de formação do conhecimento do estudante, estimulando o debate, a fim de 
propiciar o aprofundamento temático das questões relativas à construção social do espaço. Para 
tanto, você deve discutir temas relacionados aos conceitos geográficos e ampliar o conhecimento nas 
atividades didático-pedagógicas sugeridas.
A coleção dispõe de variadas ilustrações que dialogam com o texto escrito e diversas atividades didá-
ticas que estimulam o desenvolvimento do pensamento autônomo dos estudantes. Assim, você poderá 
promover a compreensão das relações socioespaciais e culturais relacionadas aos lugares onde vivem.
A coleção dialoga com os temas da diversidade religiosa, étnico-racial e condição socioeconômica, des-
tacando positivamente os valores presentes na cultura afro-brasileira e dos povos indígenas brasileiros, 
favorecendo, assim, a Formação Cidadã. A igualdade e os direitos das mulheres na sociedade são real-
çados, principalmente, nas imagens apresentadas. Entretanto, nos textos da coleção, não são ampliadas 
a análise e a discussão sobre o papel desempenhado pelas mulheres na sociedade contemporânea.
É importante prestar atenção nos mapas que compõem a coleção, sempre contextualizando-os e 
completando informações quando necessário.
A coleção sugere vídeos, artigos, links de sítios relacionados aos conteúdos de cada capítulo dos livros, 
estimulando as aulas e as pesquisas. Você, professor, deverá ter o cuidado de realizar consulta prévia na 
escolha do material, a fim de evitar problemas nas discussões, pesquisas ou qualquer atividade didáti-
co-pedagógica proposta em sala de aula, como, por exemplo, os links sugeridos em língua estrangeira.
É importante buscar aproximar os conteúdos e as atividades do cotidiano dos estudantes. Para tanto, 
você deve estar atento às especificidades locais ao abordar os temas e os conteúdos. É importante 
perceber que a proposta pedagógica assumida valoriza o processo de produção do conhecimento do 
estudante, é fundamental oportunizar situações de debate e de problematização utilizando elemen-
tos do seu cotidiano.
Os Manuais do Professor trazem orientações específicas para o desenvolvimento de atividades com 
os temas da Geografia e com outras áreas de conhecimento. A seção Pausa para exercício identifica 

88
o nível de aprendizado do estudante ao propor observações, pesquisas, sistematização de leituras, 
análises em grupo, propondo reflexões cidadãs.
Sobre a interdisciplinaridade, o Manual do Professor apresenta um trabalho conjunto com outras 
áreas do conhecimento e diferentes atividades didático-pedagógicas.

89
A coleção trabalha os conceitos fundamentais da Geografia, com destaque para o de espaço geo-
gráfico e o de território. Alguns temas como globalização e redes, tensões e conflitos e políticas am-
bientais e as abordagens regionais são trabalhados na coleção. A perspectiva pedagógica contempla 
o desenvolvimento de habilidades de leitura e interpretação de mapas, textos e imagens, visando à 
construção de competências.
Os três livros contêm diferentes gêneros textuais que vinculam os conteúdos com a prática social, a 
partir de textos atuais distribuídos nas seções que compõem cada livro.
O Livro do Estudante do 1º ano está organizado por conceitos e temas com ênfase na descrição do 
sistema terrestre. Já o Livro do Estudante do 2º ano aborda a dinâmica da população em função da 
economia, seja a industrial-urbana ou a agropecuária-agrária e o Livro do Estudante do 3º ano é 
dedicado à globalização.
A abordagem da coleção instiga o estudante a compreender o espaço a partir das relações sociais 
dos diferentes grupos humanos entre si e com a natureza, característica observada ao longo da cole-
ção através de temáticas e linguagens variadas.
O Manual do Professor oferece recursos didático-pedagógicos que estimulam o docente a refletir so-
bre a sua prática. Apresenta textos para fundamentar aspectos pedagógicos e fornece dicas de sites 
e livros de apoio ao professor.
ANGELA CORRÊA DA SILVA
NELSON BACIC OLIC
RUY LOZANO 
0191P18053
MODERNA
2

edição - 2016
Baixar 11.35 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   12




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
reunião ordinária
Dispõe sobre
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Relatório técnico
Universidade estadual
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
Curriculum vitae
pregão eletrônico
espírito santo
Sequência didática
Quarta feira
conselho municipal
distrito federal
prefeito municipal
língua portuguesa
nossa senhora
segunda feira
educaçÃo secretaria
Pregão presencial
recursos humanos
Terça feira
agricultura familiar
educaçÃO ciência