A transfiguração



Baixar 54.16 Kb.
Encontro03.11.2017
Tamanho54.16 Kb.
C1718: A Transfiguração

Celebramos hoje a festa da Transfiguração do Senhor.

Jesus se manifesta aos discípulos no Monte Tabor,

em todo o esplendor da divindade,

antecipando a glória da Ressurreição.
O Pai revela a identidade de Jesus: Ele é o Filho amado de Deus.

Somos convidados não somente a contemplar a face luminosa do Mestre,

mas também ESCUTAR A SUA VOZ e seguir seus passos.
Na 1ª Leitura, temos a visão de Daniel:

Um ancião, com vestes brancas como a neve, está sentado num trono.

Alguém, semelhante a um filho do homem, aparece sobre as nuvens.

E o ancião lhe confere poder, honra e realeza.

Essa passagem de Daniel costuma se aplicada ao Messias. (Dn 7,9-10.13-14)
Na 2ª Leitura, Pedro dá o seu testemunho sobre a transfiguração:

O que significou para ele a transfiguração de Jesus no meio dos profetas.

O testemunho dos profetas confirmam o fundamento da própria fé

para conhecer o Cristo (2 Pedro 1,16-19)


No Evangelho, temos o relato da Transfiguração do Senhor. (Mt 17,1-9)

Para compreender melhor o relato, vamos ver o contexto.


- Os Apóstolos estavam a caminho de Jerusalém.

- Há pouco, Pedro tinha feito sua profissão de fé na messianidade de Cristo.

- Cristo fez o primeiro anúncio da paixão, morte e ressurreição.

A ideia de um Messias sofredor abalou profundamente a fé dos apóstolos.

Desmoronaram seus planos de glória e de poder.

- Pedro demonstrou sua repulsa e Jesus o repreendeu duramente:



"Afaste-se de mim, Satanás."

- Para reforçar a fé profundamente abalada dos apóstolos e

fazer compreender a sua paixão e morte anunciadas,

Cristo tomou Pedro, Tiago e João, subiu o Monte Tabor

e "TRANSFIGUROU-SE…"

Mostrou-lhes uma antecipação da glória da ressurreição também predita.

- Os três discípulos serão as mesmas testemunhas da agonia no Getsêmani.

- Proposta de Pedro: "É bom estar aqui! Vamos fazer três tendas..."

- Proposta de Deus: "Este é o meu Filho amado, ESCUTAI-O!".
+ A Transfiguração de Jesus é uma CATEQUESE que revela

aos discípulos e a nós quem é Jesus: o FILHO AMADO DE DEUS:

- Um novo MOISÉS que dá ao seu povo uma NOVA LEI e

através do qual Deus propõe aos homens uma NOVA ALIANÇA.

- As figuras de Elias e Moisés ressaltam

que a Lei e as Profecias são realizadas plenamente em Jesus.


- No fim, Jesus permanece sozinho. Moisés e Elias desaparecem.

A função do Antigo Testamento é trazer Jesus.

Agora a palavra de Cristo é suficiente para os homens.
* No Prefácio, encontramos um resumo do kerigma de fé pascal

contido nesta passagem evangélica:


"Cristo manifestou sua glória a algumas testemunhas pré-escolhidas;

deu-lhes a conhecer em seu corpo, em tudo semelhante ao nosso,

o resplendor de sua divindade.

Desta forma, diante da proximidade da Paixão,

fortaleceu a fé dos apóstolos para que superassem o escândalo da Cruz;

e alentou a esperança da Igreja, ao revelar em si mesmo a claridade

que brilhará um dia em todo o Corpo, que o reconhece como sua Cabeça".
+ A fé começa pela "ESCUTA" de Jesus

O relato da Transfiguração do Senhor alcança seu apogeu

na VOZ do Pai que proclama a identidade de Jesus, isto é,

quem é este homem destinado a uma paixão e morte ignominiosa

e a uma ressurreição gloriosa:

"Este é meu Filho amado, meu predileto, o eleito. Escutem-no!"

A passagem ensina-nos que a fé do discípulo começa pela escuta de Jesus, Palavra do Pai. E para escutá-Lo é preciso "subir com Ele a montanha",

com todo o simbolismo e compromisso bíblico, que esta expressão encerra.
a) A subida da montanha.

- Na montanha, a Bíblia situa os grandes encontros com Deus.

Assim Abraão: no Moriá...; Moisés: no Horeb, no Sinai e no Nebo,

Elias: no Carmelo e no Horeb. E no Novo Testamento,

Cristo sobe o Monte das Bem-aventuranças para promulgar a nova Lei,

o monte Tabor para manifestar uma antecipação de sua glória,

o Calvário para dar sua vida e o monte da Ascensão para confirmar

sua exaltação definitiva pelo Pai mediante sua ressurreição.


b) Atitude de escuta.

- O evangelho de hoje nos descobre a chave da fé.

A Voz do Pai convida-nos a escutar Jesus, seu Filho amado,

porque Cristo é o caminho, a verdade e a vida;

porque Ele é a Palavra definitiva do Pai, anunciada pela Lei e os profetas, porque só Ele tem palavras de vida eterna.
A Transfiguração é uma meta possível para aquele que escuta Jesus. Transfiguração quer dizer transformação pessoal por meio da conversão,

para num segundo momento, caminhar com Cristo

até a fascinante aventura da entrega total aos irmãos,

especialmente aos mais necessitados.



O mundo se transforma quando acolhemos a voz do Pai...
Pe Antônio Geraldo Dalla Costa - 06-08-2017

Baixar 54.16 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©bemvin.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino fundamental
ensino médio
concurso público
catarina município
Dispõe sobre
reunião ordinária
Serviço público
câmara municipal
público federal
Processo seletivo
processo licitatório
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
ensino superior
Relatório técnico
Universidade estadual
Conselho municipal
técnico científico
direitos humanos
científico período
espírito santo
pregão eletrônico
Curriculum vitae
Sequência didática
Quarta feira
prefeito municipal
distrito federal
conselho municipal
língua portuguesa
nossa senhora
educaçÃo secretaria
segunda feira
Pregão presencial
recursos humanos
Terça feira
educaçÃO ciência
agricultura familiar