+ 16 + 64 = 88 d e 1 + 2 + 4 + 8 + 16 = 31 b f – V – V – f – V – f 7



Baixar 2.97 Mb.
Página1/6
Encontro07.12.2016
Tamanho2.97 Mb.
#2943
  1   2   3   4   5   6
Ecologia: conceitos, desmatamento, sustentabilidade, poluição, aquecimento global,...
Gabarito

1. 08 + 16 + 64 = 88

2. d

3. e

4. 1 + 2 + 4 + 8 + 16 = 31

5. b

6. F – V – V – F – V – F

7. d

8. d

9. b

10. a

11. a

12. C – C – C – E

13. c

14. c

15. d

16. A Amazônia não é o “Pulmão do Mundo” porque a maior parte do oxigênio que ela produz na fotossíntese é consumido por ela na respiração das plantas, animais e outros organismos aeróbicos (Comunidade Clímax), não se justificando ser chamada “Pulmão do Mundo”.

17. e

18. d

19. d

20. c

Evoluçao: Darwinismo, Lamarckismo, Especiaçao e Dinamica populacional

21. Cefet-PR

Apêndice, o defensor sem função

Para que, exatamente, serve o apêndice? A resposta não está clara até hoje, nem mesmo par os médicos e cientistas. Embora a sua função de produzir células de defesa do organismo contra agressões de bactérias e vírus tenha ficado comprovada, ele não é, certamente, indispensável, pois diversos outros órgãos produzem estas mesmas células. Há quem diga que, hoje, ele só serve para inflamar e provocar a necessidade de uma cirurgia de emergência. (Globo Ciência. n. 89.)

Na espécie humana, o apêndice vermiforme é bastante reduzido, considerado órgão vestigial, enquanto que em alguns mamíferos herbívoros, como o coelho, aparece bem desenvolvido, abrigando microrganismos mutualísticos que promovem a digestão da celulose.

Sob o aspecto evolutivo, os órgãos vestigiais revelam:

a) a possibilidade de se conhecer organismos que viveram na Terra em tempos remotos.

b) a existência de um parentesco evolutivo entre as espécies consideradas.

c) o princípio da imutabilidade das espécies.

d) o desenvolvimento de grande variação genética dentro de uma mesma espécie.

e) a origem embrionária diferente nos organismos, porém com a mesma função.

22. UFBA Sigmund Freud explicou bem o inexorável impacto da evolução sobre a vida e o pensamento, quando escreveu:

No decurso de tempo, a humanidade teve que aguentar, das mãos da ciência, duas grandes ofensas a seu ingênuo amor próprio. A primeira foi quando percebeu que a Terra não era o centro do universo, mas apenas um pontinho num sistema de magnitude dificilmente compreensível... A segunda, quando a pesquisa biológica roubou-lhe o privilégio de ter sido criada especialmente, e relegou o homem a descendente no mundo animal.

Proponho que o conhecimento de que formos relegados também seja a nossa maior esperança de continuidade numa Terra frágil.

(GOULD, p. 6-7)

As considerações de Freud e Gould sobre a evolução da vida na Terra têm como implicação:

(01) As concepções sobre a origem e diversidade da vida na Terra foram pouco conflituosas no século XIX.

(02) Os novos conhecimentos incorporados à Teoria da Evolução validam a idéia de ancestralidade comum na história da vida.

(04) A individualidade de cada espécie afasta a possibilidade de qualquer relação de parentesco entre elas.

(08) As espécies que vivem atualmente na Terra representam linhagens evolutivas favorecidas pelo “sucesso reprodutivo” em seus ambientes.

(16) As espécies foram criadas na terra devido à ocorrência de eventos genéticos, independentemente de quaisquer interações com o ambiente.

(32) As semelhanças bioquímicas entre o homem e os grandes macacos sugerem a descendência direta do gênero Homo a partir do gênero Gorilla.

(64) As peculiaridades da espécie humana têm possibilitado a evolução cultural em ritmo mais acelerado que a evolução biológica.

Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.

23. UFMT São numerosas as evidências de que o fenômeno evolutivo é uma realidade incontestável.

Sobre essas evidências, julgue as proposições.

( ) Semelhanças entre embriões de espécies diferentes nos estágios iniciais de desenvolvimento não podem ser usadas como prova de evolução.

( ) Órgãos homólogos são aqueles que, em animais diversos, podem ter aspecto, nome e função diferentes, mas, internamente, apresentam a mesma estrutura e a mesma formação embrionária.

( ) Isótopos radioativos, como o Carbono 14 e o Urânio 238, permitem avaliar a idade de um fóssil sendo, portanto, instrumentos utilizados no estudo da evolução.

( ) Órgãos análogos constituem provas anatômicas da evolução.



24. UFMS A evolução das sociedades humanas é influenciada por fatores diversos. As afirmações abaixo apresentam diferentes situações dessa evolução.

I. O isolamento inicial da espécie humana levou ao surgimento das etnias até hoje existentes.

II. Um defeito de visão numa tribo de caçadores pode ser um desastre, embora numa sociedade moderna seja facilmente solucionado pelo uso de óculos.

III. Após a fecundação, o zigoto será inédito. Como metade dos seus cromossomos vem do pai e metade, da mãe, ele é o resultado de uma combinação diferente da de seus pais.

IV. O DNA do homem difere do DNA do gorila em 2,3% e do DNA do chimpanzé em 1,6%, o que vale dizer que o chimpanzé é parente mais próximo do homem.

V. A capacidade da espécie humana de realizar grandes deslocamentos favoreceu a miscigenação das raças.

Pode-se afirmar que os fatores determinantes destas evidências são, respectivamente, de natureza.

a) sociocultural, bioquímica, biológica, sociocultural e geográfica.

b) geográfico, bioquímico, sociocultural, sociocultural e biológico.

c) sociocultural, biológica, sociocultural, bioquímica e geográfica.

d) biológico, sociocultural, bioquímico, geográfico e sociocultural.

e) geográfica, sociocultural, biológica, bioquímica e sociocultural.



25. UFBA

O grande livro de Charles Darwin — A Origem das Espécies — foi o documento mais importante do século XIX. Ele mudou permanentemente a visão do lugar que ocupamos na natureza ao mostrar que todas as formas de vida que hoje habitam a superfície da Terra são resultado dos mesmos processos (…). (MADDOX, p. 223)

A mudança de visão referida no texto teve como fundamento, à época de Darwin, evidências concretas e interpretações que incluem:

(01) a descoberta de fósseis de animais e vegetais, que evidenciavam a constância das espécies ao longo do tempo.

(02) as variações e as semelhanças observadas entre os tentilhões das ilhas Galápagos, sugerindo a existência de um ancestral comum.

(04) as contribuições dos estudos da hereditariedade, que dissociavam o comportamento dos genes da transmissão dos caracteres.

(08) a independência dos mecanismos evolutivos em relação aos fatores bióticos e abióticos do meio ambiente.

(16) o reconhecimento do papel da competição como um mecanismo que propicia caminhos evolutivos diferenciados.

(32) a ocorrência de alterações na molécula da hereditariedade como mecanismo de origem de novas espécies.

Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.



26. F.M. Itajubá-MG “A reconstituição de um crânio de 11.500 anos, o mais antigo da América, revoluciona as teorias sobre a ocupação do continente”. (Veja, agosto de 1999).

O espécimen foi chamado de Luzia, a primeira brasileira.

Considere as seguintes proposições (I, II e III) para resolver a questão.

I. Os fósseis são a única prova verdadeira da evolução.

II. Os fósseis são importantes por demonstrarem a ocorrência do processo de evolução biológica.

III. A modificação dos seres vivos por mutações gênicas ocorre de forma casual, espontânea e aleatória, favorecendo os seres que melhor se adaptam ao meio ambiente.

a) I, II e III são proposições corretas.

b) Apenas a proposição I é correta.

c) Apenas a proposição II é correta.

d) Apenas a proposição III é correta.

e) Apenas as proposições II e III são corretas.

27. PUC-RJ Leia as afirmativas abaixo, com relação à evolução dos seres vivos.

I. O mecanismo da evolução caracteriza-se basicamente por uma mudança na frequência de certos genes na população, causada por mutação, seleção natural, isolamento geográfico e reprodutivo ou deriva genética.

II. Quando através do isolamento geográfico, uma população se torna diferente da população original e atinge um isolamento reprodutivo, dizemos que surgiu uma nova espécie.

III. A mutação é uma alteração na sequência de bases do DNA, podendo ser espontânea ou provocada por agentes ambientais. Somente as mutações que ocorrem nas células reprodutoras têm importância evolutiva.

IV. Segundo Darwin, através da seleção natural, as espécies serão representadas por indivíduos cada vez mais adaptados ao ambiente em que vivem.

Dessas afirmativas, admitem-se como verdadeiras as indicadas na opção:

a) Afirmativas I, II, III e IV. d) Apenas I, II e III.

b) Apenas I e II. e) Apenas I, III e IV.

c) Apenas II e III.

28. Univali-SC “A descoberta da penicilina e de outras drogas, naturais ou sintéticas, fez a humanidade acreditar que tinha armas definitivas para vencer a guerra contra as bactérias causadoras de doenças. A cada momento surgem bactérias mais resistentes a drogas, algumas quase invulneráveis, tornando- se uma grave ameaçada à saúde humana.”

(CIÊNCIA HOJE, maio de 1998.)

O surgimento de indivíduos resistentes não ocorre somente no reino bactérias. Assistimos ao aparecimento de protozoários, insetos, ervas e outros seres vivos. O processo é acelerado graças à intervenção desorganizada e inconsciente do homem. O uso indiscriminado de antibióticos, inseticidas e herbicidas tem provocado o aparecimento de seres, resistente.

A resistência é, e provavelmente, será um dos grandes problemas da humanidade, por que é causada pelo que há de mais natural e essencial para a origem e evolução das espécies:

I. a mutação espontânea, erro que, neste caso, deve ocorrer nas células reprodutoras durante a duplicação do DNA.

II. a recombinação genética, a qual consiste na troca de pedaços de cromátides durante a prófase I da mitose.

III. seleção natural, a qual permite a manutenção dos indivíduos mais adaptados.

Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s):

a) I, II e III. d) II e III.

b) I e II. e) Somente a alternativa I.

c) I e III.

29.U.E. Londrina-PR Na natureza, indivíduos de espécies diferentes raramente se acasalam. Algumas vezes isso acontece, resultando em embriões que não se desenvolvem ou em descendentes estéreis ou de fertilidade reduzida. Esse esforço reprodutivo, que nem sempre compensa, é resultado de:

a) Recombinação gênica.

b) Mutação gênica.

c) Mecanismos que favorecem o acasalamento entre espécies diferentes.

d) Mecanismos que conduzem ao isolamento reprodutivo.

e) Ligação e permuta genética.



30.UFMA Considerando-se “estruturas análogas as que possuem a mesma função, porém origens embrionárias diferentes, e estruturas homólogas as que possuem a mesma origem embrionária podendo ou não apresentar as mesmas funções”, devemos afirmar que:

a) as asas do morcego são análogas às dos insetos.

b) as asas das aves são análogas às dos insetos.

c) os membros superiores dos homens, as nadadeiras das baleias e as asas dos morcegos são órgão homólogos.

d) as asas dos morcegos são homólogas às das aves.

e) todas as alternativas estão corretas.



31. UFR-RJ Em muitos casos a aplicação de um antibiótico a uma linhagem bacteriana promove o aparecimento de linhagens mais resistentes, pois as bactérias sofrem mutação e adquirem resistência, passando aos descendentes tal característica. A partir desse fato, é comum se pensar que as bactérias desenvolvem resistência ao antibiótico para não serem destruídas por ele, o que traduz uma visão lamarckista da questão.

Você concorda com essa compreensão? Justifique sua resposta.



32. UFPR O geneticista Jeremy Rifkin, em publicação recente, faz reflexões sobre o impacto das novas tecnologias e avanços da engenharia genética em nossas vidas. No que se refere à transferência de genes entre espécies diferentes, sugere que certos conceitos sejam repensados:

“Uma espécie biológica ... deve ser vista como um depósito de genes que são potencialmente transferíveis. Uma espécie não é meramente um volume de capa dura da biblioteca da natureza.

Ela também é um livro de folhas soltas, cujas páginas individuais, os genes, podem estar disponíveis para uma transferência seletiva e modificação de outras espécies.” Rifkin, J. O século da biotecnologia. São Paulo: Ed. Makron Books do Brasil, 1999. p. 36.)

Considerando o ponto de vista do autor, identifique nas alternativas abaixo o que é atualmente aceito como correto sobre espécie e especiação.

( ) Populações de uma mesma espécie, geograficamente isoladas, sofrem as mesmas mutações e processos de seleção natural, o que lhes permite ajustar-se às circunstâncias de cada ambiente.

( ) A condição inicial para que haja a formação de raças é a seleção natural.

( ) O isolamento geográfico é uma das condições para que haja especiação.

( ) As diferenças genéticas entre duas populações de uma mesma espécie, quando isoladas geograficamente, tendem a se acentuar.

( ) Membros de uma mesma espécie intercruzam-se livremente, dando origem a descendentes férteis.
33.UFCE

“Nenhum dos fatos definidos da seleção orgânica, nenhum órgão especial, nenhuma forma característica ou distintiva, nenhuma peculiaridade do instinto ou do hábito, nenhuma relação entre espécies — nada disso pode existir, a menos que seja, ou tenha sido alguma vez, útil aos indivíduos ou às raças que os possuem”.

(WALLACE, Alfred Russel, 1867)

O texto acima é uma defesa intransigente do princípio:

a) darwinista da seleção natural.

b) lamarckista da herança dos caracteres adquiridos.

c) mendeliano da segregação dos caracteres.

d) darwinista da seleção sexual.

e) lamarckista do uso e do desuso.

34.U.F.F-RJ Sobre o conceito de especiação, é incorreto afirmar que:

a) As espécies de tentilhões descobertos por Darwin nas Ilhas Galápagos sugiram por especiação simpátrica.

b) A especiação alopátrica envolve isolamento geográfico, diversificação gênica e isolamento reprodutivo.

c) Todos os indivíduos pertencentes à mesma espécie compartilham de um patrimônio gênico característico e por isso possuem um conjunto básico de características morfológicas e funcionais.

d) A especiação alopátrica ocorre quando uma população torna-se geograficamente separada do restante da espécie e subsequentemente evolui por seleção natural ou deriva gênica.

e) A especiação pode ocorrer após um longo período de separação geográfica de duas populações da mesma espécie.


35.VUNESP A formação de raças não será possível sem a ocorrência de

a) superioridade dos heterozigotos.

b) esterilidade dos híbridos.

c) isolamento reprodutivo.

d) isolamento geográfico.

e) seleção natural estabilizadora.



36.UFMS Em relação à evolução biológica,

I. De acordo com a teoria sintética ou sincrética, as espécies se transformaram no tempo e originaram a imensa variedade de seres hoje conhecidos.

II. De acordo com a teoria sintética ou sincrética, o isolamento é bastante importante no processo de evolução.

III. Se um grupo de indivíduos com uma nova característica se segrega dos demais indivíduos da população, esse grupo pode isolar-se apenas sexualmente e não geograficamente por migrações para regiões afastadas.

IV. Tanto o isolamento como as mutações e a seleção natural são processos que levam à especiação.

(01) Se II e IV estão corretos, o único processo que leva à especiação não é nem o isolamento, nem as mutações e nem a seleção natural, e sim a variação do gene pool populacional.

(02) Se III estiver correto é dessa forma que o homem tem provocado intensamente essa segregação em animais domésticos.

(04) Se IV estiver correto, esses são os processos que levaram ao aparecimento dos grupos étnicos no homem e à sua evolução para espécies distintas.

(08) Se II estiver correto, é porque sem isolamento não há especiação.

(16) Se I e III estão corretos, a teoria sintética ou sincrética é baseada apenas no acaso e na luta pela vida.

(32) Se I estiver correto, um dos pontos em que se baseia a teoria citada é o isolamento (geográfico ou sexual) do tipo novo em relação ao tipo original.

Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.



37.UFBA

“A idéia de que organismos evoluem passou, no decorrer do último século, de conjectura a fato”, escrevem os Grants em Notícias de Galápagos, a revista da estação de pesquisa Charles Darwin. “Com a aproximação do final do século, estamos experimentando uma outra transformação. A idéia de que a temperatura do mundo está gradualmente subindo se tornou amplamente aceita como um fato comprovado”.

.............................................................................................................................

O aquecimento global é de especial interesse para as ilhas Galápagos porque ali o ciclo das estações é orientado pelas correntes oceânicas. metade do ano o arquipélago é banhado por águas frias, a outra metade, por águas mornas. (...)

Não fossem essas correntes alternantes, as ilhas não teriam estação alguma, visto estarem exatamente na linha do equador. Nem teriam sua estranha fauna e flora. É por estarem no local de encontro de águas do sul e do norte que ali a relação de passageiros varia tanto, incluindo não apenas lagartos tropicais mas também focas polares, não só flamingos dos trópicos mas também pinguins – os únicos pinguins no equador.

.............................................................................................................................

E mais, as Galápagos se localizam perto de um dos pontos de pressão chave do sistema de circulação global: o local onde nasce o El Niño.

.............................................................................................................................

Realmente deve ter sido por um capricho dessas correntes inconstantes que os primeiros tentilhões chegaram lá. Os ventos e correntes ajudaram os tentilhões de Darwin a serem o que eles são e ainda hoje continuam moldando esses pássaros.

(WEINER, p. 274-5 – texto adaptado)

Com base na análise do texto e em relação ao processo evolutivo e suas repercussões, pode-se inferir:

(01) Eventos ecológicos e genéticos constituem a base do processo de especiação.

(02) As mudanças ambientais orientam os caminhos evolutivos, conferindo diferentes valores adaptativos às variações hereditárias.

(04) As condições peculiares das Galápagos tornaram-nas um “laboratório” para “experimentos evolutivos naturais” que favoreceram a especiação como a dos tentilhões.

(08) O mecanismo evolutivo preserva caracteres mais convenientes para a espécie, sob determinadas condições.

(16) A chegada dos tentilhões às Galápagos, por força do acaso, nega a ideia de adaptação no processo evolutivo.

(32) A coexistência de organismos oriundos de regiões extremamente distintas, em Galápagos, fragilizou as ideias de Darwin sobre a ocorrência da evolução.

(64) A evolução biológica é um processo permanente na biosfera, com o sucesso de espécies mais capacitadas para explorar o meio.

Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.

38.UFRS Existem teorias sobre a origem da vida na Terra que relacionam a constituição química de componentes celulares dos seres vivos da atualidade com evidências geológicas. A presença de átomos de hidrogênio, oxigênio, carbono e nitrogênio nas moléculas dos seres vivos pode estar relacionada com a abundância, na atmosfera primitiva da Terra, das seguintes substâncias:

a) gás nitrogênio, gás oxigênio, gás carbônico e vapor d’água.

b) nitrato de potássio, mercúrio, ácido clorídrico e metano.

c) cloro-flúor-carbono, nitratos, gás oxigênio e cloreto de sódio.

d) vapor d’água, gás hidrogênio, gás metano e amônia.

e) gás metano, ácido cianídrico, cloro-flúor-carbono e vapor d’água.



39.UFMS Com base no tema Seleção, assinale a(s) alternativa(s) correta(s). Use a figura abaixo, quando necessário.

(01) A seleção natural não atua ao acaso, ao contrário, sua atuação é orientada e também depende da heterogeneidade espacial e temporal.

(02) A seleção natural está diretamente relacionada com o sucesso reprodutivo dos indivíduos na população, enquanto as condições ambientais estão associadas à sobrevivência da população em geral.

(04) O processo de seleção natural atua de forma mais rápida na população quando a interferência humana é capaz de alterar bruscamente o ambiente.

(08) Quanto mais intensa for a pressão de seleção sobre uma determinada população, maior será a sua variabilidade genética.

(16) A seleção natural organiza e dirige a evolução tornando as populações mais adaptadas a sobreviver e deixar descendentes.

Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.



40. UNICAMP-SP Existem mecanismos que normalmente impedem a troca de genes entre espécies distintas. Nos últimos anos, porém, as fronteiras entre as espécies vêm sendo rompidas com a criação de organismos transgênicos. A introdução de soja e de outras plantas transgênicas tem gerado muita polêmica, pois, apesar de seus inúmeros benefícios, não há ainda como avaliar os riscos que os organismos transgênicos apresentam.

a) Cite dois mecanismos que impedem a troca de genes entre espécies distintas.

b) Defina um organismo transgênico.

c) Indique um benefício decorrente da utilização de organismos transgênicos e um possível risco para o ambiente ou para a saúde humana.


41. FUVEST-SP Os fatos abaixo estão relacionados ao processo de formação de duas espécies

a partir de uma ancestral:

I. Acúmulo de diferenças genéticas entre as populações.

II. Estabelecimento de isolamento reprodutivo.

III. Aparecimento de barreira geográfica.

a) Qual é a sequência em que os fatos acima acontecem na formação das duas espécies?

b) Que mecanismos são responsáveis pelas diferenças genéticas entre as populações?

c) Qual é a importância do isolamento reprodutivo no processo de especiação?



42. PUC-SP Analise as frases abaixo, relacionadas com evidências do processo evolutivo:

I. As asas de um morcego, as nadadeiras anteriores de uma baleia e as patas dianteiras de um cavalo são estruturas homólogas, pois têm diferente origem embrionária.

II. As asas de uma andorinha e as asas de uma libélula são estruturas análogas, pois têm a mesma origem embrionária.

Pode-se considerar que

a) as frases I e II são incorretas.

b) apenas a frase I é incorreta, pois as estruturas em questão são análogas.

c) apenas a frase II é incorreta, pois as estruturas em questão são homólogas.

d) apenas a frase I é incorreta, pois as estruturas homólogas têm a mesma origem embrionária.

e) as frases I e II são corretas.

43. Unifor-CE As asas de uma abelha e as de um pombo são estruturas

a) homólogas porque têm funções diferentes, mas possuem a mesma origem.

b) homólogas porque têm a mesma função e a mesma origem.

c) homólogas porque têm funções e origens diferentes.

d) análogas porque têm a mesma função, mas possuem origens diferentes.

e) análogas porque têm a mesma função e a mesma origem.



Gabarito:

21. B

22. 02 + 08 + 64 = 74

23. E-E-C-C

24. E

25. 02+16=18

26. E

27.A

28.C

29.D

30. E

31. Não. As bactérias que resistiram à ação do antibiótico deixaram descendentes com essas características, aumentando a população dessa linhagem. Essas bactérias resistentes surgiram ao acaso por mutação ou recombinação gênica, não sendo, portanto, produzidas por ação dos antibióticos. Essa é uma análise darwinista.

32. F-F-V-V-V

33.A

34.A

35.D

36. 02 + 08 + 32 = 42

37. 01 + 02 + 04 + 08 + 64 = 79

38.D

39. 01 + 02 + 04 + 16 = 23

40. a) Isolamento geográfico; isolamento ecológico (indivíduos possuem nichos ecológicos diferentes); isolamento etológico ou comportamental; híbrido estéril; híbrido inviável, entre outros.

b) Organismos transgênicos são organismos geneticamente modificados (OGM); possuem genes exógenos no seu genoma (genes de outras espécies).

c) Os transgênicos são úteis principalmente na área médica como, por exemplo, a produção de insulina humana por bactérias transgênicas; hormônio de crescimento, interferon, fator de necrose de tumores, entre outras. Quanto aos riscos, os alimentos transgênicos podem produzir alergias, podem ocorrer riscos também para o ecossistema como, por exemplo, para insetos polinizadores, mudanças nas cadeias alimentares, entre outras.

41. a) A sequência correta dos fatos para a formação de duas espécies é: III - I - II.

b) Mutações, recombinações gênicas, seleção natural, entre outras.



c) É impedir o fluxo gênico entre as populações, garantindo que as populações sejam distintas geneticamente.

42.A

43.D

Fisiologia Animal: Doenças – Diabetes, Problemas na Tireoide, Osteoporose, Definição de HDL e LDL, conceitos de imunologia passiva e ativa, Doenças, virais, transmitidas por insetos, definição de Endemia e Epidemia.

44. UFBA O diagrama apresenta um modelo ecológico que inclui elementos intervenientes – biológicos e ambientais – para diversas endemias relacionadas a mosquitos, com ocorrência no Brasil, que têm assumido, por diversas vezes, um caráter epidêmico, com índices de mortalidade e morbidade significativos.

Com base na análise do diagrama, pode-se depreender:

01. A dependência da água é uma característica do ciclo de vida dessas populações vetores.

02. Cada um dos elementos biológicos é, em si, suficiente para a manifestação da patologia.

04. A ocorrência de populações imunes levará, em longo prazo, à extinção das populações vetores.

08. O ciclo de vida dos patógenos da malária, da dengue e da febre amarela expressa o seu caráter estritamente parasitário.

16. Diferenças fisiológicas entre os mosquitos estão na base da especificidade dos patógenos que eles podem abrigar.

32. O controle das endemias pressupõe ações participativas que envolvem os diferentes segmentos da sociedade.

64. A origem de espécies causadoras de doenças em populações humanas pode ser explicada pela existência de condições sanitárias inadequadas.

Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.




Baixar 2.97 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6




©bemvin.org 2022
enviar mensagem

    Página principal
Prefeitura municipal
santa catarina
Universidade federal
prefeitura municipal
pregão presencial
universidade federal
outras providências
processo seletivo
catarina prefeitura
minas gerais
secretaria municipal
CÂmara municipal
ensino médio
ensino fundamental
concurso público
Serviço público
catarina município
Dispõe sobre
reunião ordinária
câmara municipal
público federal
processo licitatório
Processo seletivo
educaçÃo universidade
seletivo simplificado
Secretaria municipal
sessão ordinária
Universidade estadual
ensino superior
Relatório técnico
técnico científico
Conselho municipal
direitos humanos
espírito santo
científico período
Curriculum vitae
língua portuguesa
pregão eletrônico
Sequência didática
distrito federal
Quarta feira
prefeito municipal
conselho municipal
educaçÃo secretaria
nossa senhora
segunda feira
educaçÃO ciência
Pregão presencial
Escola estadual
Terça feira
agricultura familiar