Uso estratégico da informaçÃo tecnológica de patentes estudo setorial do uso de silicones em cabos elétricos resistentes à chama



Baixar 2,42 Mb.
Página2/6
Encontro20.08.2018
Tamanho2,42 Mb.
1   2   3   4   5   6

Introdução

O presente relatório apresenta os resultados do trabalho desenvolvido no âmbito do acordo de cooperação entre a Associação Brasileira da Indústria Química (ABIQUIM) e o INPI, para a comissão setorial de silicones desta associação.

O trabalho desenvolvido nesta comissão foi dividido em duas etapas: uma etapa de sensibilização e outra de apresentação de resultados do estudo setorial com tema de interesse da comissão.

A primeira etapa teve como objetivo a sensibilização das empresas que pertencem à comissão quanto à importância do uso estratégico da informação tecnológica contida em documentos de patente. Para tanto, foi feito um levantamento preliminar dos pedidos de patente de silicone a partir do qual foram elaboradas estatísticas com a finalidade de exemplificar os diferentes tipos de estudos que podem ser desenvolvidos, como de tendências tecnológicas, identificação de atores e liberdade de operação.

A pedido da comissão, a segunda etapa consistiu em traçar, a partir de patentes, as tendências tecnológicas no uso de silicone em cabos e fios resistentes à chama. O tema foi escolhido em função do projeto elaborado na comissão sobre mercado e tendências na área de fios e cabos elétricos (energia, telecomunicações, controle e aplicações especiais), visando subsidiar ações futuras da Abiquim e estratégias de participação efetiva da associação no processo de normatização, considerando o uso de silicone como material de isolamento e cobertura desses produtos.

A seguir, são apresentados os resultados das duas etapas do trabalho.


  1. Primeira etapa: pedidos de patente de silicone e uso estratégico dessa informação


Esta etapa é dividida em duas partes, a primeira mostra a estratégia de recuperação de pedidos de patente de silicone em bases de dados, fazendo uso da Classificação Internacional de Patentes (CIP)1. A segunda parte descreve a compilação destes dados de forma a exemplificar o uso estratégico das informações contidas em documentos de patente, com destaque para os estudos de identificação de atores, tendências tecnológicas e de liberdade de operação.
    1. Levantamento de documentos de patente de silicone


A busca dos documentos de patente sobre silicone foi feita em diversas bases de patente, a partir da identificação dos códigos da Classificação Internacional de Patentes para tecnologias relacionadas a silicones2, considerando os pedidos de patente publicados no mundo entre 2004 e 2014.

Foram identificados diversos códigos da Classificação Internacional de Patentes específicos para silicones (Anexo I),que se dividem em:



  • Classificações de processo: referentes ao processo de fabricação do polímero de silicone (síntese): C08G 77/06, C08G 77/08, C08G 77/10, C08G 77/32, C08G 77/34 e C08G 77/36.

  • Classificações de produto: sobre características químicas dos silicones (características do polímero): C08G 77/14, C08G 77/16, C08G 77/18, C08G 77/20, C08G 77/22, C08G 77/24, C08G 77/26, C08G 77/28, C08G 77/30, C08G 77/38, C08G 77/382, C08G 77/385, C08G 77/388, C08G 77/392, C08G 77/395, C08G 77/398.

  • Classificações de composição: abrange composições contendo silicone (C08L 83/04, C08L 83/05, C08L 83/06, C08L 83/07, C08L 83/08, C08L 83/10, C08L 83/12, C08L 83/14, C08L 83/16).

  • Classificações específicas de aplicação: descrevem aplicações específicas do silicone (A61K 8/89, C08F 283/12, C08F 299/08, C08G).

Para desenvolvimento preliminar do estudo, foram utilizadas as classificações de química C08G77/04 a C08G77/398, referentes ao silicone em si (produto químico). Foram recuperados 6.557 pedidos de patente, dos quais 816 (12%) correspondem a pedidos de patente de empresas-membro da comissão setorial de silicones da Abiquim ou de outras unidades de negócio do mesmo grupo.
    1. Análise geral dos pedidos de patente de silicone


O ranking de classificações (Tabela 1) permite visualizar áreas de destaque sobre silicones. A comparação entre o ranking para as empresas da comissão setorial e o ranking de todos os documentos de patentes publicados no mundo sobre o assunto permite observar as semelhanças e diferenças do desenvolvimento tecnológico em silicones feito pelas empresas da comissão em relação ao de outras instituições no mundo.

Tabela 1: Ranking de classificações dos documentos de patente das empresas da comissão em relação ao total de documentos de patente no mundo



Código da Classificação Internacional de Patentes

Descrição

% Comissão

% Mundo

C08G-077/00

Compostos macromoleculares obtidos por reações formando na cadeia principal da macromolécula uma ligação contendo silício, com ou sem enxofre, nitrogênio, oxigênio ou carbono

63%

53%

C08L-083/04

Composições...->> Polissiloxanas

51%

25%

C08L-083/00

Composições de compostos macromoleculares obtidos por reações formando na cadeia principal da macromolécula uma ligação contendo silício com ou sem enxofre, nitrogênio, oxigênio ou carbono apenas; Composições contendo derivados desses polímeros

45%

24%

C08G-077/04

Compostos macromoleculares obtidos por reações formando na cadeia principal da macromolécula uma ligação contendo silício, com ou sem enxofre, nitrogênio, oxigênio ou carbono->> Polissiloxanas

35%

32%

C08G-077/06

Compostos macromoleculares obtidos por reações formando na cadeia principal da macromolécula uma ligação contendo silício, com ou sem enxofre, nitrogênio, oxigênio ou carbono->> Polissiloxanas ->> Processos de preparação

23%

19%

C08K-005/00

Uso de substâncias inorgânicas ou orgânicas não-macromoleculares como ingredientes de composições --> Uso de ingredientes orgânicos

21%

16%

C08L-083/07

Composições de compostos macromoleculares obtidos por reações formando na cadeia principal da macromolécula uma ligação contendo silício com ou sem enxofre, nitrogênio, oxigênio ou carbono apenas; Composições contendo derivados desses polímeros [2]->> Polissiloxanas->> contendo silício ligado a grupos alifáticos insaturados

19%

9%

C08G-077/38

Compostos macromoleculares obtidos por reações formando na cadeia principal da macromolécula uma ligação contendo silício, com ou sem enxofre, nitrogênio, oxigênio ou carbono->> Polissiloxanas ->> Polissiloxanas modificadas por pós- tratamento químico

18%

8%

C08L-083/05

Composições de compostos macromoleculares obtidos por reações formando na cadeia principal da macromolécula uma ligação contendo silício com ou sem enxofre, nitrogênio, oxigênio ou carbono apenas; Composições contendo derivados desses polímeros ->>· Polissiloxanas ->>· · contendo silício ligado ao hidrogênio

18%

10%

C09D-183/04

Composições de revestimento ->>composições de revestimento à base de compostos macromoleculares obtidos por reações que formam na cadeia principal da macromolécula uma ligação contendo silício...->>..Polissiloxanas

18%

11%

Fonte: Elaboração própria

Observa-se que os pedidos de patente das empresas da comissão estão principalmente voltados para novas composições contendo silicones (51%). Em contrapartida, os pedidos de patente sobre o mesmo tema depositados no mundo, apesar de importantes, não apresentam tanto destaque.

A seguir, são apresentados os tipos de estudos que podem ser desenvolvidos, utilizando-se informações contidas em documentos de patentes, a saber: identificação de atores, monitoramento tecnológico e liberdade de operação.

    1. Identificação de atores


No processo administrativo de obtenção de uma patente são publicadas diversas informações sobre o pedido, que podem ser utilizadas para fins estatísticos diversos. Neste contexto, a informação dos depositantes, ou seja, o nome de pessoa física ou jurídica ao qual o pedido ou patente está vinculado3 informa quem desenvolve a tecnologia (no caso do primeira instituição que depositou) e quem tem interesse de desenvolver aquela invenção para que esta chegue ao mercado.

Para o presente trabalho, foram identificados 6.557 pedidos de patente, dos quais 816 são de empresas pertencentes à comissão setorial de silicones e 5.741 de outras instituições.

O ranking preliminar4 dos principais depositantes em número de pedidos de patente mostra que estes são principalmente grandes empresas de química, sendo que a empresa Shin-Etsu Chemical Co. Ltd, do Japão, se destaca em número de documentos com mais de 10% da amostra.

Tabela 2: Ranking dos principais depositantes de pedidos de patente de silicones (não pertencentes à comissão setorial da Abiquim)



Principais Depositantes

Número de pedidos de patente

%

SHINETSU CHEM IND CO LTD

512

9%

SHINETSU CHEM CO LTD

365

6%

JSR CORP

193

3%

MOMENTIVE PERFORMANCE MATERIALS INC

166

3%

KANEKA CORP

135

2%

GENERAL ELECTRIC CO

131

2%

EVONIK GOLDSCHMIDT GMBH

93

2%

3M INNOVATIVE PROPERTIES CO

86

1%

EVONIK DEGUSSA GMBH

82

1%

ASAHI KASEI KK

60

1%

NITTO DENKO CORP

55

1%

LG CHEM LTD

52

1%

SEKISUI CHEM IND CO LTD

51

1%

FUJI FILM CO LTD

48

1%

NISSAN CHEM IND LTD

48

1%

DEGUSSA AG

46

1%

GOLDSCHMIDT AG TH

46

1%

FUJI FILM CORP

45

1%

HITACHI CHEM CO LTD

44

1%

TORAY IND INC

44

1%

Fonte: Elaboração própria

Um exemplo de pedido de patente da Shin-Etsu Chemical Co., Ltd é o de número US2014/0024796, que descreve uma composição de resina de silicone curável (Figura 1). A análise de todos os pedidos de patente de uma mesma instituição permite visualizar sua linha de P&D, informação esta que pode ser utilizada para estudos de inteligência competitiva, identificação de parcerias e fontes de licenciamento de tecnologia, entre outros.



Figura 1: Exemplo de documento de patente depositado nos Estados Unidos pela empresa Shin-Etsu Chemical

Um exemplo de pedido de patente de instituição brasileira é o PI 1003358-0 (), depositado no Brasil pela USIMINAS, que se refere a um silicone de alta fluidez e resistência a temperaturas elevadas.



Figura 2: Exemplo de documento de patente depositado no Brasil por instituição brasileira - Usiminas




1   2   3   4   5   6


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal