Universidade federal de santa catarina ufsc



Baixar 52,91 Kb.
Encontro10.03.2017
Tamanho52,91 Kb.






UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC

CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO - CED

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO – CIN

CAMPUS UNIVERSITÁRIO – TRINDADE – CAIXA POSTAL 476

CEP 88.010-970 – FLORIANÓPOLIS – SANTA CATARINA

Telefone: (0XX48) 3721-9304 – E-mail: dptcin@cin.ufsc.br



      1. PLANO DE ENSINO – SEMESTRE 2015.1


1 IDENTIFICAÇÃO

Disciplina : CIN 5003 – Evolução dos meios de informação e comunicação

Carga Horária : 72 h/a semestrais – 04 h/a semanal (36 h/a teóricas e 36 h/a práticas)

Oferta : 1ª fase do Curso de Graduação em Biblioteconomia

Horário : Segunda-feira das18h30min às 22h.

Professora : Juliana Fachin

E-mail : julianafachin@gmail.com




EMENTA: Trata da perspectiva histórica dos instrumentos e suportes para o registro da informação e da evolução dos meios de comunicação e sua relação com a história da humanidade.



        1. 2 OBJETIVOS


2.1 Geral: Capacitar o aluno para a compreensão da evolução histórica dos meios e formas de comunicação.
2.2 Específicos:

2.2.1 Identificar as diferentes etapas da evolução da escrita

2.2.2 Situar as diversas etapas da evolução da escrita dentro dos contextos social, econômico, político e cultural nos quais elas foram geradas

2.2.3 Identificar os suportes utilizados para o registro da informação nos diversos períodos históricos

2.2.4 Identificar as diversas formas de armazenamento dos documentos ao longo da história

2.2.5 Situar as diversas formas de armazenamento dos documentos ao longo da história dentro do contexto social, econômico, político e cultural da humanidade

2.2.6 Apontar as transformações sociais provocadas pelo surgimento e evolução da imprensa.





3 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

3.1 Etapas de evolução da escrita e sua contextualização social, econômica, política e cultural
3.1.1 Registros primitivos do homem

3.1.2 Principais suportes da escrita

3.1.3 Formas de comunicação

3.1.4 As antigas civilizações e o livro como instrumento civilizatório

3.1.5 As bibliotecas na Antiguidade – evolução e papel do escriba


3.2 Formas de armazenamento dos documentos e sua contextualização social, econômica, política e cultural

3.2.1 As bibliotecas na antiguidade e na idade média

3.2.2 As bibliotecas na idade moderna

3.2.3 Origem e evolução das bibliotecas brasileiras



3.3 Etapas de evolução da imprensa

3.3.1 Imprensa; história, evolução e seu papel social

3.3.2 Imprensa na América

3.3.3 Imprensa no Brasil



3.3.4 Imprensa em Santa Catarina



        1. 4 BIBLIOGRAFIA BÁSICA





ABREU, Regina. CHAGAS, Mário. Os caminhos do livro. Campinas: Mercado das letras, Associação de leitura no Brasil; São Paulo: Fapesp, 2003. 382 p.
BARATIN, Marc; JACOB, Christian. O poder das bibliotecas: a memória dos livros no ocidente. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 2000. 351 p.
BELO, André. História & Livro e leitura. Belo Horizonte: Autêntica, 2002. 116 p.
BOTTLER, Matthew. A conturbada história das bibliotecas. São Paulo: Ed. Planeta do Brasil, 2003. 239 p.
CANFORA, Luciano. Livro e liberdade. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2003. 104 p.
CHARTIER, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador. Trad. Reginaldo de Moraes. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1998. 240 p.
______. Os desafios da escrita. Trad. Flávia M. L. Moretto. São Paulo: Ed. UNESP, 2002. 225 p.
______. A ordem dos livros: leitores e autores e bibliotecas na Europa entre os séculos XIV e XVII. 2. ed. Brasília: Ed. UNB, 1998. 116 p.
FLOWER, Derek Adie. A biblioteca de Alexandria: as histórias da maior biblioteca da antiguidade. São Paulo: Ed. Nova Alexandria, 2002. 216 p.
GANDELMAN, Henrique. De Gutenberg à internet: telecomunicações, Internet e Ciberespaço. Lisboa: Relógio D’água, 1998, 230 p.
KATZENSTEIN, Ursula. Transmissão dos pensamentos e sentimentos em tempos remotos. In: ______. A origem do livro: da idade da pedra ao advento da impressão tipográfica no ocidente. São Paulo: HUCITEC, 1986. Cap. 1, p. 9-28.
LINDOSO, Felipe. O Brasil pode ser um país de leitores: políticas para a cultura política do livro. São Paulo: Summus, 2004. 222p.
LIMA, Lauro de Oliveira. O livro como instrumento civilizatório. Revista de Biblioteconomia de Brasília, Brasília, v. 5, n. 2, jul./dez. 1977.
MAN, John. A história do alfabeto: como 26 letras transformaram o mundo ocidental. 2. ed. Rio de Janeiro: Ediouro, 2002. 263 p.
______. A revolução de Gutenberg. Rio de Janeiro: Ediouro, 2004. 318 p.
MARTINS, Wilson. A palavra escrita: história do livro, da imprensa e da biblioteca. 3. Ed. São Paulo: Ática, 1998.
MARTINS, Ana Luiza e LUCA, Tania Regina de. História da imprensa no Brasil. São Paulo, Contexto, 2008.
MELO, José Marques de. História social da imprensa. Porto Alegre: Edipucrs, 2003.
SANTOS, Josiel M. O Processo Evolutivo das Bibliotecas da Antiguidade ao Renascimento.

Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo, v.8, n.2, p. 175-189, jul./dez. 2012
SVHWARCZ, Lilia Moritz. A longa viagem da biblioteca dos reis: do terremoto de Lisboa à independência do Brasil. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras. 2002. 554 p.
VILLAÇA, Nízia. Impresso ou eletrônico: um trajeto de leitura. Rio de Janeiro: Manuad, 2002. 144 p.

WERNECK SODRÉ, Nelson. A história da imprensa no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. 1996. 350 p.





        1. 5 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR


CRATO, Nuno. A Imprensa. Portugal: Presença, 1983.
GOMES, Laurentino. 1808: como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil. 2. ed. São Paulo: Planeta do Brasil, 2007.
GONTIJO, Silvana. O livro de ouro da comunicação. São Paulo: Ediouro, 2010.
KATZENSTEIN, Úrsula Ephraim. A origem do livro: da idade da pedra ao advento da impressão tipográfica no ocidente. São Paulo: HUCITEC, 1986. 455 p.
HIGOUNET, Charles. História concisa da escrita. São Paulo: Parábola, 2003. 192 p. (Na ponta da língua; 5).
LIMA, Lauro de Oliveira. O livro como instrumento civilizatório. Revista de Biblioteconomia de Brasília, Brasília, v. 5, n. 2, jul./dez. 1977.
PAIVA, Ana Paula Mathias de. A aventura do livro experimental. Belo Horizonte: Autêntica; São Paulo: Edusp, 2010.
PEREIRA, Moacir. Imprensa & poder: a comunicação em Santa Catarina. Florianópolis, SC: Lunardelli: FCC, c1992. 172p.



        1. 6 METODOLOGIA


Aulas expositivas e dialogadas. Atividades em grupo. Seminários. Provas individuais.



        1. 7 AVALIAÇÃO

Prova 30%

Atividades: resumos 20%

Trabalho final apresentação 30%

Participação nas aulas 20%
*Frequência: Obrigatório no mínimo em 75% das aulas (resolução 017/Cun de 30/09/97)
Observações:

a) O aluno que por motivo relevante deixar de participar de alguma avaliação poderá solicitar, com base no artigo 74 da resolução 017/Cun/97, uma nova avaliação, mediante apresentação de atestado médico;

b) qualquer atividade entregue que tenha partes copiadas de outros autores sem mencionar a fonte receberá nota zero;

c) outras leituras poderão ser solicitadas durante o semestre.



8 CRONOGRAMA (PREVISÃO - SUJEITO A ALTERAÇÕES)


Aula

Data


Conteúdo e Atividades



1

09/04

Apresentação do plano de ensino e introdução à evolução dos meios de informação e comunicação

2

10/04

3.1.1 Registros primitivos do homem


3

16/04

3.1.2 Principais suportes da escrita: Papiro, Pergaminho e Papel.

4

17/04

3.1.3 Formas de comunicação: (Os tipos de escrita: fonética, ideográfica, cuneiformes, hieróglifos. O Alfabeto).

5

23/04

3.1.4 As antigas civilizações e o livro como instrumento civilizatório

Resumo do texto: GOMES, Eduardo de Castro. A escrita na história da humanidade. Dialógica, Amazonas, v.1, n.3, jul./dez. 2007. 

6

24/04

3.1.5 As bibliotecas na Antiguidade – evolução e papel do escriba

7

30/04

3.2 Formas de armazenamento dos documentos e sua contextualização social, econômica, política e cultural

3.2.1 As bibliotecas na antiguidade e na idade média



Resumo sobre o filme: O Príncipe do Deserto

8

01/05

Dia não letivo: Feriado

9

07/05

3.2.2 As bibliotecas na idade moderna

10

08/05

3.2.3 Origem e evolução das bibliotecas brasileiras

Resumo do texto: SANTOS, Josiel M. Bibliotecas no brasil: um olhar histórico. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, Nova Série, São Paulo, v.6, n.1, p. 50-61, jan./jun. 2010.

11

14/05

3.3 Etapas de evolução da imprensa

3.3.1 Imprensa; história, evolução e seu papel social




12

15/06

3.3.2 Imprensa na América

13

21/05

3.3.3 Imprensa no Brasil

Resumo do texto: OLIVEIRA, Rodrigo Santos de. A relação entre a história e a imprensa, breve história da imprensa e as origens da imprensa no brasil (1808-1930). Historiae, Rio Grande, v. 2, n. 3, p.125-142, 2011.

14

22/05

3.3.4 Imprensa em Santa Catarina

15

28/05

Revisão do conteúdo

16

29/05

PROVA

17

04/06

Dia não letivo: Feriado

18

05/06

Dia não letivo: Feriado

19

11/06

Grupo 1:

- BATTLES, Matthew. A conturbada história das bibliotecas. São Paulo: Planeta, 2003.

20

12/06

Grupo 2:

- ECO, Umberto. Em nome da rosa. Rio de Janeiro: Recorde, 2009.



21

18/06

Grupo 3:

- ZUSAK, Markus. A menina que roubava livros. Rio de Janeiro:Intrinseca, 2011.

22

19/06

Grupo 4:

- HARDING, JOHN. A menina que não sabia ler. Tradução Elvira Serapicos. São Paulo: Leya, 2010.



23

25/06

Grupo 5:

- FREITAS, Maria T.; COSTA, Sérgio Roberto (Orgs.) Leitura e escrita de Adolescentes na internet e na escola. Belo Horizonte: Autêntica, 2005

24

26/06

Grupo 6:

- PORTELA, Eduardo (Org.). Reflexões sobre os caminhos do livro. São Paulo: Unesco/Moderna, 2003.

25

02/07

Grupo 7:

- BAÉZ, Fernando. História universal da destruição dos livros: Das tábuas da Suméria à guerra do Iraque. Tradução Léo Schlafman. Rio de Janeiro: Ediouro, 2006.



26

03/07

Grupo 8:

- GALVÃO, Ana M. Cordel, leitores e ouvintes. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.



27

09/07

Grupo 9:

- ZILBERMAN, Regina. Fim do Livro, fim dos leitores? São Paulo: Senac, 2000.

28

10/07

Grupo 10:

- FUNKE, Cornelia. Coração de tinta. São Paulo: Companhia das Letras, 2006. 455p

29

16/07

PROVA - RECUPERAÇÃO

30

17/07


Devolução dos trabalhos e avaliações corrigidas.

Notas finais da disciplina. Fechamento da Disciplina.







©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal