Uma mulher um encontro



Baixar 14,36 Kb.
Encontro02.09.2018
Tamanho14,36 Kb.
Uma mulher... um encontro

Introdução:

Como é bom estar aqui neste Encontro de Mulheres, eu creio que o Senhor quer fazer uma linda obra em nossos corações. Eu creio que uma mulher restaurada e curada é um lar restaurado e curado. Deus vai nos levantar para sarar os nossos lares e esta cura passa por cada uma de nós, passa pelo nosso coração e vai produzir gentileza, coração manso, semblante alegre. Por isso abra o seu coração para o agir do Senhor, para a ministração da Palavra do Senhor.

Hoje vamos falar de uma Mulher e o seu Senhor...

A Bíblia revela o quanto Deus se importa com as mulheres. As mulheres sempre tiveram papel especial, sendo muitas vezes figuras chaves naquilo que Deus está construindo através da história. Nos evangelhos podemos ver mulheres ao redor do ministério de Jesus, estando presentes nos momentos mais importantes de sua obra. Deus valoriza as mulheres de um modo especial, mesmo que a sociedade e o sistema desse mundo tenham muitas vezes tentado diminuir o seu valor, Deus as vê com olhos de amor e graça. Uma dessas mulheres é Maria Madalena, uma personagem do Novo Testamento, que teve um encontro transformador com Jesus e depois deste episodio nunca mais foi a mesma pessoa. Ela já tinha conhecido a desgraça de ser possuída por sete demônios, mas, depois que Jesus os expulsou, Maria era uma nova mulher. O amor dele a havia resgatado, e o amor constante dela por ele jamais se esvaneceu. Mesmo na cruz, quando as pessoas diziam que ele tinha fracassado e era um blasfemador, ela continuou a amá-lo, segundo mostra o seu retorno ao túmulo no dia em que Jesus ressuscitou dos mortos. Não é maravilhosos que a primeira a ver o Cristo ressuscitado tenha sido essa discípula dedicada? Da mesma forma, se permanecermos fiéis ao Senhor, o veremos em toda a sua glória ( 2 Tessalonicenses 1: 10).

Nosso desafio é tirar algumas lições da vida desta mulher.



Vamos conhecer um pouquinho dessa mulher que foi citada por 14 vezes. O que a Bíblia ensina sobre Maria Madalena:

  1. Sete demônios saíram dela (Lucas 8:2)

  2. Ela era uma das mulheres que ajudaram Jesus e seus discípulos enquanto estes pregavam o evangelho(Lucas 8:1-3)

  3. Ela e muitas outras mulheres seguiram Jesus desde a Galiléia quando ele foi para Jerusalém no final do eu ministério (Mateus 27:55-56)

  4. Quando Jesus foi levado para ser crucificado, ela e outras seguiram de longe (Mateus 27:55-56; Marcos 15: 40-41)

  5. Quando Jesus foi sepultado, ela foi uma das mulheres que observou o lugar onde o corpo foi posto (Marcos 15:45-47)

  6. Ela e outras mulheres foram ao túmulo no primeiro dia da semana para embalsamar o corpo de Jesus (Marcos 16: 1-2; Mateus 28:1)

  7. Quando ela encontrou o sepulcro aberto, correu para avisar Pedro e João (João 20:1-2)

  8. Ela foi uma das primeiras a receber a notícia da ressurreição quando um anjo falou às mulheres perto do túmulo aberto (Mateus 28: 5-6) Anunciou a boa notícia aos discípulos (Lucas 24: 9-10)

  9. Ela foi uma das primeiras pessoas a ver Jesus depois da ressurreição ( Mateus 28: 8-10); João 20: 13-18)

Uma mulher... um encontro!

A Palavra não fala muita coisa sobre sua vida anterior, senão que ela era possuída por 7 demônios. Talvez nós não tenhamos noção do que se significa ser escrava de demônios. Ela era possuída por 7 imaginem... conheci a história de uma mulher que tinha um demônio, seu nome era Marta e ela morava no RJ e trabalhava em uma firma, tinha um ótimo salário, uma carreira promissora, mas morava na Central do Brasil, em um dos lugares mais sombrios que já vi. O prédio que ela morava, era tipo um cortiço daqueles que moram uma família em cada quarto. Em SP tinha muito contato com estes cortiços, pois a IBASP, tinha um trabalho muito bonito nos prédios ocupados irregularmente no centro de SP. Algumas vezes eu visitei aqueles cortiços, que situação complicada aquelas pessoas viviam, comida, misturada com bicho, com gente, com caderno, com brinquedo, com tudo, algumas dessas “casas” moram até 8 pessoas em apenas um quarto. Mas a Marta em questão morava assim na central do Brasil, num lugar que podemos chamar tenebroso. Seu marido vivia com dores terrível na parte renal, ela queria muito ter um filho, mas não conseguia engravidar apesar de ter tentado todas as possibilidades. Ele tinha um alto cargo nos correios, mas não tinham a posse nem mesmo de seu próprio apartamento, não tinham carro, não conseguiam guardar nada, e ainda andavam em dívidas. além de tudo isso Marta sofria de depressão. Vocês sabem que existem vários tipos de depressão. Quando alguém chega para um aconselhamento e diz que tem depressão, logo perguntamos como anda a sua saúde, pois tem depressões que são de causa física, por exemplo a disfunção da tireoide causa depressão, falta de alguns hormônios... outras vezes a causa é de fator emocional, muitas pessoas tem problemas sérios com mágoas e ressentimentos o que causa depressão, ou sofreram um grande perca, mas quando nenhum desses fatores causa a depressão, podemos pensar em fonte demoníaca. E Marta era assim, não tinha nenhum problema de saúde nem emocional, mas sua depressão não era nem mesmo controlada por remédios, muitas vezes tentou se matar. O seu marido ia toda a semana para o hospital com crises terríveis de dor. Todos os exames que eram feitos davam negativos. Foi depois de anos de sofrimento que Marta conheceu uma pessoa que lhe falou de Jesus e que seu problema era espiritual, mas ela não acreditou, até que um dia ela subiu no 18 andar de um prédio e quando estava para se jogar lá de cima, uma pessoa saiu do elevador e correu para impedir Marta de se jogar, quando ela voltou em si, quis saber o que estava fazendo ali, o senhor que a salvou disse que ela estava tentando se matar, mas ela disse não eu não quero me matar. Ela procurou aquela pessoa que ofereceu ajuda, mas que ela na ocasião anterior não aceitou... e a manifestação aconteceu, foi repreendida e foi liberta. Depois de 7 meses ela voltou naquela igreja onde foi liberta, chegaram no seu próprio carro, compartilhando que conseguiram comprar o seu apartamento em um lugar muito tranquilo, longe da Central do Brasil, e o mais surpreendente foi que ela não precisou nem falar, pois todos viram que ela estava grávida de 6 meses. Esta foi a historia de uma mulher que foi liberta de um demônio, imagine a vida de Maria Madalena, não era a toa que sua devoção era tão intensa. Como diz a palavra a quem muito foi perdoado maior a gratidão . Você se lembra do dia do seu encontro com Jesus? Como foi este dia? Onde você estava quando Deus te achou e te buscou?

Muitas vezes nos esquecemos de onde saímos e por isso não valorizamos como deveríamos o que temos. Sua vida sofrida, não existia mais, agora ela tinha uma nova vida, uma vida plena, uma vida com significado.

O que Jesus significa pra vc? Qual a diferença que Ele faz em sua vida? Qual é a motivação que isso trás a sua vida?

Uma mulher... uma entrega!

Maria Madalena se mostrou uma seguidora fervorosa que dedicou seu tempo, energia e recursos financeiros à obra do Senhor, seguindo-o fielmente, durante todo o seu ministério. De fidelidade inabalável, ela foi contada entre o pequeno grupo de mulheres que servia a Jesus e aos discípulos com seus próprios recursos, enquanto eles pregavam e ministravam às multidões. Ela se tornou uma apoiadora, dando suporte, ali, sem ganhar nada em troca, sua gratidão era seu salário.

Amadas... já estou no ministério a 20 anos e tenho percebido que uma das maiores necessidades dos pastores e suas famílias, são crentes fiéis que dão cobertura espiritual sincera e verdadeira. Vocês sabiam que os pastores muitas vezes são solitários? É muito mais fácil ter um crítico do que um apoiador. Na hora da crise como reagimos, de que lado nos colocamos? Pense amada, pense...

Ela deixou o seus sonhos, ela se entregou, ela abriu mão do que tinha e do que era. Ela se entregou. Essa entrega também precisa acontecer em nossas vidas de forma completa. Eu preciso entregar o que sou, abrir mão de projetos egoístas que nos levam pra longe do Pai.

Você já se entregou?

Uma mulher... uma busca!

Algo que me chamou muito atenção foi a maneira que Maria Madalena se comportou quando Jesus foi crucificado, acredito que todos que acompanharam Jesus choraram muito, ficaram sem chão, completamente decepcionados, abatidos. Mas Maria... ela buscou o seu Senhor, talvez nem tenha enxugado as lágrimas da sexta feira, quando foi no domingo de madrugada, depois de ter terminado o sábado dos judeus, ela saiu furtivamente, encoberta pela escuridão, antes de nascer o sol e foi até o sepulcro. Em seus braços carregava as especiarias para preparar o corpo do Senhor para o sepultamento. Mas quando chegou a pedra estava removida, no lugar do corpo do Senhor, somente os panos usados para o envolver, dobrados do lado, não embolados, dobrados. Maria descobriu que o túmulo estava vazio, horrorizada, perguntava: onde está o meu Senhor, onde. Os anjos apareceram dentro do tumulo, mas nem mesmo uma aparição sobrenatural a pode conformar, onde está o meu Senhor? Não se contentou em saber que o Senhor tinha ressuscitado, os discípulos viram que Jesus não estava lá e se contentaram: Ele ressuscitou! Mas ela não... queria saber onde estava o seu Senhor. Quando o próprio Jesus falou com ela, sem o reconhecer e pensando ser o jardineiro, pergunta, se o tirou me diga onde o colocou? Não se conformava, queria saber onde estava Jesus. Sua fidelidade foi plenamente recompensada pelo Senhor, sua dor foi transformada em alegria quando ela se viu novamente face a face com Jesus ressurreto.

Esse tipo de busca, não se encontra ultimamente, pessoas realmente com sede de ter um encontro pessoal, intimo com o Senhor. Deus espera ver um povo que não se contenta com os milagres, que não se empolga com o sobrenatural, mas que quer estar face a face com Jesus.

Elias na montanha...



Maria e Marta

Em Cristo Ana Claudia de Almeida Christal


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal