Trabalho final



Baixar 71,71 Kb.
Encontro14.12.2017
Tamanho71,71 Kb.


Escola Estadual “Virgínio Perillo”

Avenida José Bernardes Maciel, 471 – Marília, Lagoa da Prata-MG

Fone: (37) 3261-3222 / E-mail: escolavirginioperillo@gmail.com





TRABALHO FINAL


DISCIPLINA - História




SÉRIE – 8º Ano



PROFESSOR (A) – Rodrigo



ALUNO –




Nº –



SALA –




NOTA –


INSTRUÇÕES:


  • Verifique se este trabalho contém 20 questões, numeradas de 1 a 20.

  • Para cada questão existe apenas uma resposta certa.

  • Você deve ler cuidadosamente cada uma das questões.

Boa Sorte!




QUESTÃO 01


HABILIDADE: 18.1

O ouro sempre fascinou, provocando disputas não só nos dias de hoje. No final do século


XVII, a descoberta das primeiras jazidas de ouro no Brasil colônia estimulou a chegada de pessoas de diversas partes do Brasil e de Portugal.

Essas disputas provocaram a GUERRA dos EMBOABAS. Explique os motivos e as consequências dessa guerra.








QUESTÃO 02

HABILIDADE: 18.1

No ano de 1720 o governo português procurou reprimir o contrabando do ouro na região das minas, por isso implantou as casas de fundição, onde as autoridades recolhiam o quinto que cabia a Coroa portuguesa, gerando com isso a Revolta de Felipe dos Santos.


Analisando o trecho acima escreva o significado dos seguintes termos históricos.
Contrabando –
Casas de fundição –

Quinto –

Revolta de Felipe dos Santos –





QUESTÃO 03

HABILIDADE: 18.1

No século XVIII, figuras de santos entalhadas em madeira oca transportavam ouro, diamantes e outras peças de valor. Essas esculturas ficaram conhecidas como “Santo do pau oco”.


Atualmente quando alguém é chamado de “Santo do pau oco” que significados essa pessoa recebe?



QUESTÃO 04

HABILIDADE: 18.1

O escravo africano se tornou tão importante que as maiores minas eram concedidas aos proprietários com maior número de cativos.


Destaque o papel dos escravos na mineração.




QUESTÃO 05

HABILIDADE: 18.1

O trabalho nas minas era exaustivo. Extraindo o ouro de aluvião, o escravo ficava longas horas com os pés na água.


Cite doenças e acidentes que eram frequentes aos escravos na mineração.





QUESTÃO 06

HABILIDADE:

O vice-procurador-geral Eleitoral, Nicolao Dino, participou na segunda-feira, 10 de outubro, de audiência pública realizada na Câmara dos Deputados pela Comissão Especial do Projeto de Lei 4.850/2016, que reúne as 10 Medidas Contra a Corrupção. Estas medidas foram propostas pelo Ministério Público Federal com a intenção de combater à corrupção e à impunidade. Sobre o texto acima, cite 5 medidas propostas para combater a corrupção:







QUESTÃO 07

HABILIDADE: 24.5

"Quando, na madrugada de 15 de novembro de 1889, uma revolta militar depôs Pedro II, ninguém veio em socorro do velho e doente imperador. A espada do Marechal Deodoro da Fonseca abria as portas da República para que por ela passassem os republicanos carregando um novo rei: o café de São Paulo.”

(Adaptado de I. R. Mattos, HISTÓRIA DO BRASIL IMPÉRIO) 
Por que o texto afirma que, na República recém proclamada, o café se tornava um "novo rei"?





QUESTÃO 08

HABILIDADE: 23.3

O conceito de cidadania adotado no Brasil Império foi extremamente restritivo, excluindo do direito de votar a grande maioria da população. Explique como era o sistema eleitoral no Império. 






QUESTÃO 09

HABILIDADE: 22.3

Leia os versos e responda.


Por subir Pedrinho ao trono,

Não fique o povo contente;

Não pode ser coisa boa

Servindo com a mesma gente.


Quem põe governança

Na mão de criança

Põe geringonça

No papo de onça.

(Versos anônimos. In Lilia Moritz Schwarcz, "As barbas do imperador")
A qual episódio da história brasileira os versos fazem referência?





QUESTÃO 10

HABILIDADE: 24.1


Dom Pedro II (1825-1891) foi o segundo e último Imperador do Brasil. Tornou-se príncipe regente quando seu pai Dom Pedro I, abdicou do trono. José Bonifácio de Andrada e Silva foi nomeado seu tutor e depois foi substituído por Manuel Inácio de Andrade Souto Maior Pinto Coelho.

Com base no tema em estudo, com quantos anos Dom Pedro II tornou-se príncipe regente e com qual idade foi considerado maior e coroado imperador do Brasil?





QUESTÃO 11

HABILIDADE: 22.2

Em 1831, quando o imperador D. Pedro I estava na iminência da abdicação, houve um acontecimento na cidade do Rio de Janeiro que envolveu portugueses (residentes na cidade), apoiadores do imperador, e brasileiros, contrários. Esse episódio ficou marcado pela quebra de garrafas e de luminárias. Que nome foi dado a tal fato e explique o motivo deste acontecimento?







QUESTÃO 12

HABILIDADE: 22.1

A unidade territorial brasileira foi posta à prova no Período Regencial com revoltas armadas, envolvendo várias regiões do Brasil. Essas rebeliões não só abalaram o Período Regencial, mas também a população que vivia nessas regiões. Cite o nome dessas revoltas.








QUESTÃO 13

HABILIDADE: 22.1


A Cabanagem, Balaiada, Guerra dos Farrapos e Sabinada ocorreram, respectivamente, nas Províncias brasileiras. Sendo que eram contra as medidas aplicadas pelos regentes que eram autoridades nesse período. Quais as Províncias que ocorreram as revoltas citadas acima?






QUESTÃO 14

HABILIDADE: 22.1

A Guerra dos Farrapos, também conhecida como Revolução Farroupilha, foi a mais longa guerra civil brasileira, estendendo-se por cerca de dez anos (1835 - 1845) e chegando a separar a Região Sul do resto do País. Colocou frente a frente, em violentos combates, as forças comandadas pelos estancieiros gaúchos e as tropas do governo imperial, que eram acusados de prejudicar os negócios da Província do Rio Grande do Sul.

Quais foram os reais motivos da Revolução Farroupilha?





QUESTÃO 15

HABILIDADE: 20.1

Durante o período da menoridade de D. Pedro II, podemos dizer que a base econômica no Brasil estava ligada ao cultivo de um produto que hoje é muito popular. Que produto era o forte econômico na época do período regencial destaque as áreas produtoras e suas vantagens na produção deste cultivo?







QUESTÃO 16

HABILIDADE: 20.2

A dissolução da Constituinte de 1823 provocou, em Pernambuco, grande foco do liberalismo, aspirações de autonomia. Tal posição baseava-se em uma tradição guerreira e revolucionária que vinha do século XVII e havia sido mantida pela Guerra dos Mascates e pela Revolução de 1817.


Na revolução, que ora eclodia, um de seus líderes foi fuzilado. Os nomes da Revolução e do líder são:







QUESTÃO 17

HABILIDADE: 20.3


No começo do primeiro reinado brasileiro, o principal objetivo de Dom Pedro I ao dissolver a Constituição de 1823, foi elaborar uma nova Constituição (a primeira do Brasil). Mas essa deveria oferecer a ele plenos poderes. Para isso ele criou o poder Moderador. Explique por que esse poder era tão importante para D. Pedro I.
 






QUESTÃO 18

HABILIDADE: 21.2

Quando foi elaborado o Golpe da Maioridade em 1840, os partidos liberais e conservadores se viam em um dilema. Colocar D. Pedro II no poder ou assistir a continuidade das revoltas ocorridas em várias províncias do Brasil. O partido liberal decidiu apoiar o Golpe da Maioridade que colocou o jovem Imperador no poder ainda menor de idade. Com quantos anos D. Pedro II assume o poder no Brasil? Qual foi o período do seu governo?






QUESTÃO 19

HABILIDADE: 21.2

Golpe da Maioridade, datado de julho de 1840 e que elevou D. Pedro II a imperador do Brasil, foi justificado como sendo a melhor saída para amenizar as revoltas ocorridas no período regencial. Portanto havia dois grupos políticos com ideias contrárias.

Qual grupo teve grande influência para colocar D. Pedro II no poder? Por quê?




QUESTÃO 20

HABILIDADE: 22.1

Durante o período regencial, um movimento na Bahia pretendia instaurar uma república provisória, até a maioridade de Dom Pedro II. Qual é este movimento citando suas reinvindicações.







Escola estADUAL “VIRGÍNIO PERILLO” – AVALIAÇÕES BIMESTRAIS 2016







©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal