Tarefão de história



Baixar 27,28 Kb.
Encontro30.12.2016
Tamanho27,28 Kb.
TAREFÃO DE HISTÓRIA

01.(UFV) "Que obra-prima é o homem! Como é nobre pela razão! Como é infinito em faculdade! Em forma e movimentos, como é expressivo e maravilhoso! Nas ações, como se parece com um anjo! Na inteligência, como se parece com um deus! A maravilha do mundo! Protótipo dos animais!" SHAKESPEARE. Hamlet, Príncipe da Dinamarca. São Paulo: Abril Cultural, 1981, p. 240.
Transcreva, da citação acima, dois trechos que caracterizem o humanismo renascentista e explique-os.
02.(UFMG-2003) No começo do século XVI, a Europa foi sacudida por um processo que deixaria marcas profundas na vida e no pensamento das pessoas, com desdobramentos visíveis ainda hoje - a Reforma. As cisões que, então, acometeram a Igreja - levando à formação de várias religiões denominadas "protestantes" - trouxeram à tona não apenas uma crise religiosa mas também disputas políticas, que degeneraram em guerras virulentas.


  1. EXPLIQUE os principais fatores que possibilitaram a eclosão da Reforma.

  2. Percebendo a gravidade da crise, que ameaçava destruir a Instituição, as autoridades responsáveis pela Igreja Católica trataram de reagir ao que consideravam um desafio protestante.

  3. CITE três ações empreendidas pelo Papado, à época, visando a se contrapor à Reforma.

  4. Escolha uma dessas ações e ANALISE-a, destacando seus aspectos mais importantes.


03.(UFV) “(...) Assim, não pense ninguém que foram tirados o poder, os bens e a liberdade (dos indígenas): e sim que Deus lhes concedeu a graça de pertencerem aos espanhóis, que os tornaram cristãos e que os trata e os consideram exatamente como digo. (...) Ensinaram-lhes o uso do ferro e da candeia (...) Deram-lhes moedas para que saibam o que compram e que vendem, o que devem e possuem. Ensinaram-lhes latim e ciências, que valem mais do que toda a prata e todo o ouro que eles tomaram. Porque, com conhecimentos, são verdadeiramente homens, e da prata nem todos tirava, muito proveito. (...)” Gomara, Francisco López de, Historia General de las Índias. Coletânea de Documentos para a História da América. São Paulo: CENP, 1978.
O texto acima expressa uma forma de se ver a conquista e a colonização da América pelos espanhóis. A partir da análise do texto e se seus conhecimentos sobre este processo histórico:


  1. faça um comentário sobre a visão antropocêntrica do autor, destacando a forma como os valores culturais de espanhóis e indígenas são tratados no texto.

  2. identifique e caracterize uma das três principais sociedades indígenas conquistadas pelos espanhóis – Maias, Astecas ou Incas – mostrando como viviam e se organizavam social e politicamente no período imediatamente anterior à conquista.


04.(UFJF) “A terra queimará e haverá grandes círculos brancos no céu. A amargura surgirá e a abundância desaparecerá. A terra queimará e a guerra de opressão queimará. A época mergulhará em graves trabalhos” (profecia maia)
A dominação dos europeus sobre os povos que habitavam o Novo Mundo foi facilitada por razões de ordem política e cultural. De que modo características culturais e políticas das civilizações maia, asteca e inca facilitaram a dominação européia?
05.(UFV-2002) O processo de colonização inglesa na América instituiu, nas treze colônias, perceptíveis diferenças entre as do norte e as do sul. Elenque as diferenças entre elas no que se refere às relações de trabalho e à produção agrícola.
06.(UFMG) “A descoberta [da América] marca o início da ocidentalização do mundo, ou seja, da difusão, até aos mais longínquos recantos do globo, de modos de vida e de pensamento surgidos na Europa ocidental. Por isto, ela constitui, muito além de uma mescla de modernidade e de arcaísmo, uma dimensão crucial de nossa identidade. Talvez a Europa moderna não tenha nascido na América. Mas a experiência americana considerada na chave tríplice da descoberta, da conquista e da colonização do Novo Mundo constitui uma etapa fundadora.” BERNAND, Carmem, GRUZINKI, Serge. História do Novo Mundo: da descoberta à conquista, uma experiência européia. São Paulo. Edusp, 1997. p. 16.
1. CITE duas estratégias utilizadas pelos espanhóis na Conquista da América. EXPLIQUE cada uma das estratégias citadas.

2. DESCREVA os contextos econômico e cultural da Europa no período da Conquista da América.



3. “Talvez a Europa moderna não tenha nascido na América. Mas a experiência americana considerada na chave tríplice da descoberta, da conquista e da colonização do Novo Mundo constitui uma etapa fundadora.”

APRESENTE duas transformações que justifiquem essa afirmação.
07.(FUVEST) Em 1703, é assinado o Tratado de Methuen entre Portugal e Inglaterra. Esse acordo, segundo Celso Furtado, "significou para Portugal renunciar a todo o desenvolvimento manufatureiro e implicou transferir para a Inglaterra o impulso dinâmico criado pela produção aurífera no Brasil". Explique o que foi o Tratado de Methuen e discuta a afirmativa de Celso Furtado.


08.(UFV) "O ouro brasileiro deixou buracos no Brasil, templos em Portugal e fábricas na Inglaterra." (EDUARDO GALEANO)
Explique de que forma os fatos contidos na frase acima estão relacionados historicamente.
09. Faça uma análise crítica do organograma da Constituição de 1824 em sua estrutura política administrativa.

10.(UFOP) “Fui liberal; então a liberdade era nova no país, estava nas aspirações de todos, mas não nas leis; o poder era tudo: fui liberal. Hoje, porém, é diverso o aspecto da sociedade: os princípios democráticos tudo ganharam, e muito comprometeram; (...) Como então quis, quero hoje servi-la, quero salvá-la; por isso sou regressista.

(Bernardo Pereira de Vasconcelos em discurso à Câmara dos Deputados, em 1838.)
Com base no trecho e em seus conhecimentos, caracterize o “Movimento Regresista” no Brasil Imperial, identificando os acontecimentos referidos no discurso de Bernardo Pereira de Vasconcelos.


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal