SÉrie: 3º ano turma: 2º bimestre



Baixar 0,99 Mb.
Página7/10
Encontro11.08.2017
Tamanho0,99 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10

36ª) (FEI-SP) Um carrinho de massa 100 kg está sobre trilhos e é puxado por dois homens que aplicam forças F1 e F2 conforme a figura a seguir. Qual é a aceleração do

carrinho, sendo dados ?







  1. 0,31 m/s2

  2. m/s2

  3. m/s2

  4. 0,5 m/s2

  5. 0,6 m/s2

37ª) (Vunesp) Um corpo, sujeito exclusivamente à ação de uma força constante, de intensidade igual a 24 N, tem sua velocidade escalar variada de 4,0 m/s para 10,0 m/s, após um percurso de 7,0 m em trajetória retilínea. Pode-se afirmar que a massa do corpo tem valor, em kg, igual a:

a) 1,0


b) 4,0

c) 6,0


d) 8,0

e) 9,0
38ª) (Cefet-PR) Um motorista, trafegando a 72 km/h, avista uma barreira eletrônica que permite velocidade máxima de 40 km/h. Quando está a 100 m da barreira, ele aciona continuamente o freio do carro e passa por ela a 36 km/h. Considerando que a massa do carro com os passageiros é de 1.000 kg, qual o módulo da força resultante, suposta constante, sobre o carro ao longo destes 100 m?

a) 300 N b) 3.000 N c) 1.000 N d) 1.700 N e) 1.500 N
39ª) (Vunesp) As figuras I e II a seguir representam:

I. Forças atuando sobre uma partícula de massa m, com velocidade inicial v0 > 0, que pode se deslocar ao longo de um eixo x, em três situações diferentes.



II. Gráficos de velocidades e aceleração em função do tempo, associados aos movimentos da partícula. Para cada uma das três situações representadas na figura I, indique o correspondente gráfico de velocidade (A, B ou C) e de aceleração (P, Q ou R) da partícula.


40ª) (Vunesp) Um observador, num referencial inercial, observa o corpo I descrevendo uma trajetória circular com velocidade de módulo v constante, o corpo II descrevendo uma trajetória retilínea sobre um plano horizontal com aceleração a constante e o corpo III descrevendo uma trajetória retilínea com velocidade v constante, descendo um plano inclinado.

Nestas condições, podemos afirmar que o módulo da resultante das forças atuando em cada corpo é diferente de zero:

a) no corpo I, somente.

b) no corpo II, somente.

c) no corpo III, somente.

d) nos corpos I e II, somente.



e) nos corpos I e III, somente.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal