Sonia Regina Roteiro de Estudos 7os anos



Baixar 41,74 Kb.
Encontro14.12.2017
Tamanho41,74 Kb.

História

Sonia Regina

Roteiro de Estudos - 7os anos

Indiv.

1o / 2012

02/04/2012

INSTRUÇÕES GERAIS:

1- As orientações contidas neste Roteiro de Estudos referem-se ao conteúdo que vamos trabalhar na Avaliação do 1º trimestre.

2- Lembre-se que para o estudo da disciplina de História não basta ler - é importante escrever e preparar resumos ou esquemas, fazendo a relação entre os temas indicados.

3- É interessante organizar uma "dupla" ou um grupo de estudos para revisar o conteúdo e não deixar os estudos para a última hora.

4- Este Roteiro de Estudos será usado nas aulas de revisão e no “tira-dúvidas” nas semanas que antecedem os provões e por esta razão, você deve trazê-lo para a aula. É importante ainda, que você anote as suas dúvidas para esclarecer com a professora e com outros alunos nas aulas de revisão.

5- Não esqueça de reler as apostilas que usamos no trimestre, consultar o livro didático, as anotações de aulas e as atividades e provas corrigidas.

6- Responda os exercícios desta apostila em uma folha de bloco e sempre usando as suas palavras - não copie do livro.

7- Ao terminar os seus estudos e as provas, guarde este Roteiro de Estudo com o material de História.

8- Seguindo estas instruções com determinação, com certeza você terá um bom resultado.

________________________________________________________________________________________________________


  1. Conteúdo da Avaliação Trimestral - o que você deve estudar:




  • Capítulos 01, 02, 03, 04 e 05 do livro didático, com os temas indicados a seguir:

  • Releia a Introdução da Unidade de Estudo 1 – páginas 12 e 13 faça os exercícios e observe o mapa.

  • Reler Apostilas: Orientação de História

  • 01─ Os séculos XVIII e XIX, o Período Joanino e a Independência, (A-1)

02─ Primeiro Reinado e Período Regencial;

  • Reler Avaliações corrigidas. Vídeo “Independência do Brasil”, A2 Revoltas Regenciais,

A3. Material do Estudo do Meio.

  • Ler textos complementares que usamos em aula e que estão no final deste Roteiro de Estudos.

  • Patrimônio Histórico e Cultural - Condephaat



01 Séculos XVIII e XIX, Liberalismo, Período Joanino e Independência. – Estudar pela apostila 01

e o livro didático

─ As idéias liberais e a influência do Liberalismo: na Europa a Revolução Francesa, na América do Norte a Independência das Treze Colônias. Apostila páginas 4 a 7.

─ Lembrar que as idéias liberais também chegaram ao Brasil e provocaram insatisfação e Revoltas, pág.3 e 4.

─ Decreto do Bloqueio Continental: rever as causas da rivalidade entre Inglaterra e França e as conseqüências do Bloqueio Continental. Página 9 da apostila.

─ O Bloqueio Continental e Portugal a estratégia utilizada por D. João VI para não atender as exigências de Napoleão Bonaparte da França. Apostila página 9.

─ A Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Por que é considerado um documento revolucionário? Apostila páginas 6 e 7.



02 O Período Joanino Apostila páginas 9 a 13.

A família real portuguesa no Brasil e as transformações do Brasil Colônia;

A abertura dos portos às nações amigas, Apostila página 11;

Os tratados de comércio e as vantagens dadas à Inglaterra em 1810. Ver na página 35 do livro,

Seção “para você entender”;

─ As conseqüências dos Tratados de 1810. Apostila pág.11;



A Missão Artística Francesa - obras de Debret. Página 18 do livro didático –

O cotidiano no Rio de Janeiro: a situação dos negros. páginas 15, 16, 17 do livro didático;

A anexação da Cisplatina. Página 29 e 42, 43, 44 do livro didático;

As Revoluções do Período Joanino: Em Portugal – A Revolução Liberal do Porto do 1820 –-

página 14 da apostila

─ O retorno da família real e da corte portuguesa para Portugal, pág. 14.

A tentativa de recolonização do Brasil e as conseqüências, páginas 14 e 15 da apostila. .

03 A Independência do Brasil: o dia 07 de setembro de 1822. Apostila e livro didático

─ Os acontecimentos anteriores à Independência do Brasil – a recolonização. Página 14/apostila

─ O governo de Pedro de Alcântara –- a reação dos portugueses em relação à recolonização, ao dia do Fico e à Independência, página 15 da apostila.

─ A versão oficial da independência que procura demonstrar a emancipação do Brasil como um gesto heróico e solidário de D. Pedro I. Analise da imagem da Independência – na apostila. Aos alunos que foram ao Museu Paulista façam comentários sobre o quadro.

─ Apostila pg. 16 – charge do Millôr. Explicar por que com a Independência do Brasil tivemos:

- a Independência de Portugal,

- a dependência da Inglaterra, isto é, ficamos devendo os empréstimos em dinheiro, eles

podiam vender seus produtos industrializados à vontade nos mercados brasileiros.

─ O grito do Ipiranga: o pagamento de dois milhões de libras esterlinas pelo reconhecimento da nossa independência por Portugal foi justo? A Independência do Brasil pode ser considerada “um negócio de pai para filho?”.

-- Brasil continuou com o regime Monárquico após a Independência, enquanto a maioria dos países latino- americanos tornaram-se Repúblicas.


04 ─ Constituição outorgada de 1824, Capítulos 02 e 03.
─ Foi outorgada por Dom Pedro I em 25 de março de 1824.

─ A Assembléia Constituinte foi convocada por D. Pedro I e composta por 90 deputados que deveriam elaborar uma Constituição considerando as idéias liberais como igualdade para todos, liberdade para os escravos, deveriam dar participação política aos cidadãos brasileiros, entre outros.

Os deputados conseguiram atingir os objetivos?

O projeto da Constituição ficou conhecido como Constituição da Mandioca. Explique por que. Página 32 do livro.

─ A elaboração da Constituição de 1824 e suas características. Página 29. Pesquise os poderes políticos, incluindo o poder Moderador; o direito do voto; como era tratada a pessoa do Imperador – ver artigos selecionados nos Textos complementares deste Roteiro de Estudos.

─ A Confederação do Equador de 1824: causas, líderes e conseqüências. Página 38 e seguintes.

A Guerra da Cisplatina – hoje Uruguai. Página 29 e 42, 43, 44 do livro didático.

─ O governo absolutista de D.Pedro I: as atitudes autoritárias, a perda da Cisplatina e o custo dessa Guerra; a continuidade da monarquia, a crise econômica; a proteção dada aos portugueses, os gastos exagerados, a dependência econômica da Inglaterra, são alguns fatores da impopularidade de D. Pedro I e que provocaram a sua abdicação em 1831. .



O papel e a participação popular no movimento da independência: como os brasileiros participaram do movimento? Lembre-se que o voto era censitário, portanto poucos votavam.

Analisar a formação do Estado brasileiro no 1º Reinado quanto à sua forma monárquica, o seu governo absolutista e o domínio da elite. Será que a condição da população melhorou economicamente e em outros aspectos após a Independência?

Poucos brasileiros sabiam o que acontecia na política brasileira durante o 1º Reinado e durante as Regências. Sequer a população participou dos movimentos históricos importantes como a Independência. Por quê?

─ Reveja os episódios do 1ºReinado listados acima e conclua sobre a Abdicação de Dom Pedro I.



Qual foi a solução que encontraram para o governo do Brasil uma vez que o Imperador deixara o seu Império? Quem governou?


05 ─ O Período Regencial Capítulos 4 e 5. Atividade A-2, Período Regencial

Consultar a Linha de Tempo da Atividade sobre o Período Regencial. Por que o Período Regencial é chamado de “experiência republicana?”.

-- Entender o que foi o período regencial. Por que alguns políticos podiam governar e decidir os rumos do país? O que provocou as Revoltas Regenciais? .



Os partidos políticos no Brasil e a sua atuação no período regencial. O que cada um deles Restauradores (portugueses), Exaltados (Liberais) e Moderados (Conservadores) defendiam. Ver o quadro na Atividade A3 do Período Regencial.

─ O Regente Padre Diogo Antonio Feijó e a criação da Guarda Nacional. Página 59



As Revoltas do período regencial Sabinada, Balaiada, Cabanagem e Farroupilha: localização das províncias, as causas e as conseqüências. Observar a importância da participação popular e a maneira como o governo brasileiro reagiu contra todas essas revoltas.

Como terminou o período regencial? ─ O que foi o Golpe da Maioridade?
06CARTOGRAFIA

Observe os mapas no livro didático: páginas 12, 23, 42, 61.

Localize nos mapas do Brasil indicados acima, as provincias que estudamos e que revoltaram-se durante o período joanino, o primeiro reinado e o período regencial, numerados conforme:
1- Confederação do Equador – 1824 5- Sabinada ─ 1837 a 1838

2- Cisplatina – 1825-1828 6- Balaiada ─ 1838 a 1841

3- Cabanagem – 1835-40

4- Farroupilha – 1835-1845
Observe que algumas provincias, como a de Pernambuco, tinha longa tradição de lutas contra os abusos do governo. Pesquise quais eram esses abusos: suas causas e as conseqüências.


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal