Simulado Rumo Inglês As sete primeiras questões contém uma resposta, e a última é composta de afirmativas verdadeiras e falsas. Questão 1 (enem 2010) Viva la Vida



Baixar 0,93 Mb.
Encontro16.06.2017
Tamanho0,93 Mb.
Simulado Rumo - Inglês
As sete primeiras questões contém uma resposta, e a última é composta de afirmativas verdadeiras e falsas.

Questão 1 (ENEM 2010)
Viva la Vida
I used to rule the world

Seas would rise when I gave the word

Now in the morning and I sleep alone

Sweep the streets I used to own


I used to roll the dice

Feel the fear in my enemy’s eyes

Listen as the crowd would sing

“Now the old king is dead! Long live the king!”


One minute I held the key

Next the walls were closed on me

And I discovered that my castles stand

Upon pillars of salt and pillars of sand

[…]
MARTIN, C. Viva la vida, Coldplay. In: Viva la vida or Death and all his friends. Parlophone, 2008.
Viva A Vida

Eu costumava dominar o mundo
Oceanos se abriam quando eu ordenava
Agora pela manhã durmo sozinho
Varro as ruas que já foram minhas

Eu costumava rolar os dados
Sentir o medo nos olhos dos meus inimigos
Ouvia enquanto a multidão cantava:
"Agora o velho rei está morto! Vida longa ao rei!"

Em um minuto eu segurava a chave
No outro as paredes estavam fechadas contra mim
E eu descobri, que meus castelos se apoiavam
Sobre pilares de sal e pilares de areia

(Trecho tirado do site “letras.mus.br”)

Letras de músicas abordam temas que, de certa forma,

podem ser reforçados pela repetição de trechos ou

palavras. O fragmento da canção Viva la vida, por

exemplo, permite conhecer o relato de alguém que:


  1. costumava ter o mundo aos seus pés e, de repente,

se viu sem nada.


  1. almeja o título de rei e, por ele, tem enfrentado

inúmeros inimigos.


  1. causa pouco temor a seus inimigos, embora tenha

muito poder.


  1. limpava as ruas e, com seu esforço, tornou-se rei de

seu povo.


  1. tinha a chave para todos os castelos nos quais

desejava morar.

Questão 2 (ENEM 2010)
THE WEATHER MAN
They say that the British love talking about the weather. For

other nationalities this can be a banal and boring subject

of conversation, something that people talk about when

they have nothing else to say to each other. And yet the

weather is a very important part of our lives. That at least

is the opinion of Barry Gromett, press officer for The Met Office.

This is located in Exeter, a pretty cathedral city in the southwest of England.

Here employees – and computers – supply weather forecasts for much of the world.


Speak Up. Ano XXIII, nº 275.



  1. Ao conversar sobre a previsão do tempo, o texto mostra

o aborrecimento do cidadão britânico ao falar sobre

banalidades.




  1. a falta de ter o que falar em situações de avaliação

de línguas.


  1. a importância de se entender sobre meteorologia

para falar inglês.


  1. as diferenças e as particularidades culturais no uso

de uma língua.*


  1. O conflito entre diferentes ideias e opiniões ao se comunicar em inglês.

*Usar a língua para falar sobre o tempo é algo interessante para os ingleses, mas para outras nacionalidades não. Aí está a particularidade cultural.

Questão 3 (ENEM 2010)

THE DEATH OF THE PC
The days of paying for costly software

upgrades are numbered. The PC will

soon be obsolete. And BusinessWeek

reports 70% of Americans are

already using the technology that

will replace it. Merrill Lynch calls it

“a $160 billion tsunami.” Computing

giants including IBM, Yahoo!, and

Amazon are racing to be the first to

cash in on this PC-killing revolution.



Yet, two little-known companies have

a huge head start*. Get their names

in a free report from The Motley Fool

called, “The Two Words Bill Gates doesn’t Want You To Hear…”

Disponível em: http://www.fool.com. Acesso em: 21 jul. 2010.


*Essa é a parte que torna explícita a ideia de que as duas palavras que Bill Gates não quer ouvir são os nomes das empresas.

Ao optar por ler a reportagem completa sobre o assunto

anunciado, tem-se acesso a duas palavras que Bill Gates

não quer que o leitor conheça e que se referem:



  1. aos responsáveis pela divulgação desta informação

na internet.


  1. às marcas mais importantes de microcomputadores

do mercado.


  1. aos nomes dos americanos que inventaram a

suposta tecnologia.


  1. aos sites da internet pelos quais o produto já pode

ser conhecido.


  1. às empresas que levam vantagem para serem suas

concorrentes.

Questão 4 (ENEM 2010)

Disponível em: http://www.chris-alexander.co.uk/1191. Acesso em: 28 jul. 2010 (adaptado).

Definidas pelos países membros da Organização das Nações Unidas e por organizações internacionais, as metas de

desenvolvimento do milênio envolvem oito objetivos a serem alcançados até 2015. Apesar da diversidade cultural,



esses objetivos, mostrados na imagem, são comuns ao mundo todo, sendo dois deles:

  1. O combate à AIDS e a melhoria do ensino universitário. > Ensino primário.

  2. A redução da mortalidade adulta e a criação de parcerias globais. > Mortalidade infantil

  3. A promoção da igualdade de gêneros e a erradicação da pobreza.

  4. A parceria global para o desenvolvimento e a valorização das crianças. > Não há menção na figura

  5. A garantia da sustentabilidade ambiental e combate ao trabalho infantil. > Não há menção na figura


Questão 5 (ENEM 2010)

Disponível em: http://www.meganbergdesigns.com/andrill/iceberg07/postcards/index.html.

Acesso em: 29 jul. 2010 (adaptado).

O título da figura, a primeira linha do texto e as duas últimas do texto deixam clara a ideia de que o objetivo é a troca de cartões-postais.

Os cartões-postais costumam ser

utilizados por viajantes que desejam

enviar notícias dos lugares que visitam

a parentes e amigos. Publicado no

site do projeto ANDRILL, o texto

em formato de cartão-postal tem o

propósito de:


  1. comunicar o endereço da nova sede

do projeto nos Estados Unidos.

  1. convidar colecionadores de cartões-postais

a se reunirem em um evento.

  1. anunciar uma nova coleção de

selos para angariar fundos para a

Antártica.



  1. divulgar às pessoas a

possibilidade de receberem um

cartão-postal da Antártica.

  1. solicitar que as pessoas visitem o

site do mencionado projeto com

maior frequência.



Questão 6 (ENEM 2011)

A tira, definida como um segmento de história em quadrinhos, pode transmitir uma mensagem com efeito de humor. A presença desse efeito no diálogo entre Jon e Garfield acontece porque:



  1. Jon pensa que sua ex-namorada é maluca e que Garfield não sabia disso.

  2. Jodell é a única namorada maluca que Jon teve, e Garfield acha isso estranho.

  3. Garfield tem certeza de que a namorada de Jon é sensata, o maluco é o amigo.

  4. Garfield conhece as ex-namoradas de Jon e considera mais de uma como maluca.

  5. Jon caracteriza a ex-namorada como maluca e não entende a cara de Garfield.

Jon fala da ex-namorada maluca, mas Garfield pede para o dono ser mais específico.

Questão 7 (ENEM 2011)

Going to university seems to reduce the risk of dying from coronary heart disease*. An American study that involved 10 000 patients from around the world has found that people who leave school before the age of 16 are five times more likely to suffer a heart attack and die than university graduates.

Em relação às pesquisas, a utilização da expressão



university graduates evidencia a intenção de informar que:

*Ir para a universidade diminui o risco de se ter um ataque cardíaco.

  1. as doenças do coração atacam dez mil pacientes.

  2. as doenças do coração ocorrem na faixa dos

dezesseis anos.

  1. as pesquisas sobre doenças são divulgadas no meio

acadêmico.

  1. jovens americanos são alertados dos riscos de

doenças do coração.

  1. maior nível de estudo reduz riscos de ataques do coração.


Questão 8 (UFPR 2003/2004)

Insomnia
Insomnia is the most common of all sleep complaints. Almost everyone has occasional sleepless nights, perhaps due to stress, heartburn or drinking too much caffeine or alcohol. Insomnia is a lack of sleep that occurs on a regular or frequent basis, often for no apparent reason.

How much sleep is enough varies. Although 7½ hours of sleep is about average, some people do fine on 4 or 5 hours of sleep. Other people need 9 or 10 hours a night.

Inability to get a good night's sleep can affect not only your energy level and mood but your health as well because sleep helps bolster your immune system. Fatigue, at any age, leads to diminished mental alertness and concentration. Lack of sleep is linked to accidents both on the road and on the job.

About one out of three people have insomnia sometime in their life. Sleeplessness may be temporary or chronic. You don't necessarily have to live with sleepless nights. Some simple changes in your daily routine and habits may result in better sleep.

(Disponível em: Acesso em 11 abr. 2003.)

De acordo com o texto, a quantidade suficiente de sono (marcar verdadeiro ou falso em cada uma das alternativas):
(v) é em média de 7 horas e meia. > Average

(f ) varia conforme o horário. > Varia de pessoa para pessoa

(f ) é de 4 ou 5 horas para as pessoas que gozam de boa saúde. > O texto não cita boa saúde

(f ) é de 9 ou 10 horas quando o sono é noturno. > O texto não cita sono noturno

(v) varia de pessoa para pessoa.

Gabarito:

Questão 1: A

Questão 2: D

Questão 3: E

Questão 4: C

Questão 5: D

Questão 6: D

Questão 7: E

Questão 8: V

F

F



F

V


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal