Recebemos de um dos participantes a solicitação de esclarecimento quanto ao preenchimento do V de Gowin. Para auxiliar, voltamos aos significados dos conceitos, mas antes de tudo é preciso esclarecer o objetivo da estratégia



Baixar 9,15 Kb.
Encontro02.09.2018
Tamanho9,15 Kb.
Recebemos de um dos participantes a solicitação de esclarecimento quanto ao preenchimento do V de Gowin. Para auxiliar, voltamos aos significados dos conceitos, mas antes de tudo é preciso esclarecer o objetivo da estratégia.

O objetivo de utilizarmos essa categorização na estratégia utilizada, é identificarmos os saberes que já dominamos em termos de conceitos, princípios e lei e os que precisamos aprofundar, valorizar os estudos e textos já apreendidos, e os a apreender e principalmente, organizar estes saberes num todo significativo de forma a buscar soluções dentro do quadro cientifico estudado e/ou identificar elementos a serem buscados.


Por exemplo, se a escolha do objeto for a relação interpessoal, vários dos textos já nos dão conceitos chaves para entendimento desta questão ( Freire, Vasconcelos, Socialização organizacional e/ou De Prette, por exemplo).

Os elementos a serem conceituados vão depender da análise de cada um ( talvez interpessoal, respeito, paciência, entendimento do outro, auto-conhecimento, entre muitos outros.

As leis das relações interpessoais podem ou não existir a priori em documentos institucionais ( se a instituição percebe esta questão e a utiliza nos processos de socialização organizacional), incluem as que existem na prática, mesmo que contradizendo o bom senso, e as que deveriam existir para garantir uma melhor e necessária relação.

Já os princípios seriam os que regem esta relação são as regras que fundamentam um bom relacionamento interpessoal, presentes ou a serem construídas.

Enfim, busca-se, nesta estratégia, possibilitar uma síntese, ainda que inicial, de cada um, a ser compartilhada com os demais colegas no encontro de 3ª. Feira.


Conceito: o termo "conceito" tem origem no Latim “conceptus” (do verbo "concipere") que significa "coisa concebida" ou "formada na mente". significa definição, concepção, caracterização. É a formulação de uma ideia por meio de palavras, e expressa as qualidades de uma coisa ou de um objeto, determinando o que é e o seu significado

O conceito é aquilo que se concebe no pensamento sobre algo ou alguém. É a forma de pensar sobre algo, consistindo em um tipo de apreciação através de uma opinião manifesta, por exemplo, quando se forma um bom ou mau conceito de alguém.

É um símbolo mental, uma noção abstrata contida em cada palavra de uma língua que corresponde a um conjunto de características comuns a uma classe de seres, objetos ou entidades abstratas, determinando como as coisas são.
A palavra lei pode ser empregada em três sentidos diferentes, conforme a abrangência que se pretenda dar a ela. Numa aceção técnica e específica, a palavra lei designa uma modalidade de regra escrita, que apresenta determinadas características.

Numa acepção amplíssima, lei é toda a regra jurídica, escrita ou não; num sentido amplo, lei é somente a regra jurídica escrita, excluindo-se dessa aceção, portanto, o costume jurídico.


Princípio: Começo, origem, fonte. Do latim ligare, significa "aquilo que liga", (ou legere, que significa "aquilo que se lê") é uma norma ou conjunto de normas criadas através dos processos próprios do ato (normativo ou cientifico) e estabelecidas pelas autoridades competentes. Regras fundamentais admitidas como base de uma ciência, de uma arte etc.

Para a Física: lei de caráter geral que rege um conjunto de fenômenos verificados pela exatidão de suas consequências: princípio da equivalência.


Também, socialmente é regra da conduta, maneira de ver.


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal