Protocolos Alunos: Hudson José Washington Vitória



Baixar 25,59 Kb.
Encontro25.08.2018
Tamanho25,59 Kb.
Protocolos

Alunos:

Hudson José

Washington Vitória

Gabriel Kuriyama

Carolina Lima

Thiago Santos

Tópicos

•Introdução ( Protocolos )

•Função dos Protocolos

•Modelo em Camadas

•Redes OSI

•Redes TCP/IP

•Gateways

Introdução

Protocolo é a "língua" dos computadores, ou seja, uma espécie de idioma que segue normas e padrões determinados. É através dos protocolos que é possível a comunicação entre um ou mais computadores. Os protocolos de rede nasceram da necessidade de conectar equipamentos de fornecedores distintos, executando sistemas distintos, sem ter que escrever a cada caso programas específicos. Ambos os computadores devem estar configurados com os mesmos parâmetros e obedecer aos mesmos padrões para que a comunicação possa ser realizada sem erros. Existem diversos tipos de protocolos de rede, variando de acordo com o serviço a ser utilizado. De maneira geral há dois tipos de protocolos: Abertos e Proprietários ou Específicos.



  • Protocolos Abertos

Os protocolos Abertos são os protocolos padrões da internet. Este podem comunicar com outros protocolos que utilizam o mesmo padrão de protocolo. Um exemplo seria o TCP/IP, pois ele pode comunicar com várias plataformas como Windows, Linux, Mac e outros.

  • Protocolos Proprietários

Os protocolos Proprietários são feitos para ambiente específicos (daí o seu nome), pois ele apenas pode comunicar com uma plataforma padrão. Exemplos desse tipo de protocolo: IPX/SPX, NETBIOS e outros

Funções dos protocolos

Uma das funções dos protocolos é pegar os dados que serão transmitidos pela rede, dividir em pequenos pedaços chamados acotes, na qual dentro de cada pacote há informações de endereçamento que informam a origem e o destino do pacote. É através do protocolo que as fases de estabelecimento, controle, tráfego e encerramento, componentes da troca de informações são sistematizadas. O protocolo desempenha as seguintes funções:



  • Endereçamento: especificação clara do ponto de destino da mensagem

  • Numeração e sequencia: individualização de cada mensagem, através de número sequencial

  • Estabelecimento da conexão: estabelecimento de um canal lógico fechado entre fonte e destino

  • Confirmação de recepção: confirmação do destinatário, com ou sem erro, após cada segmento de mensagem

  • Controle de erro: detecção e correção de erros

  • Retransmissão: repetição da mensagem a cada recepção de mensagem

  • Conversão de código: adequação do código às características do destinatário

  • Controle de fluxo: manutenção de fluxos compatíveis com os recursos disponíveis

MODELO EM CAMADAS

O modelo em camadas separa as funcionalidades e as capacidades de arquitetura de rede em partes (camadas). Define também os termos e objetos que são palavras reservadas no mundo das redes. As camadas definem desde aspectos físicos até aspectos abstratos da aplicação.

- Camadas foram escolhidas para quebrar um problema em problemas menores, de tamanho razoável, relativamente independentes.

- Cada camada (N) é usuária dos serviços da camada inferior (N-1) e prove serviços à camada superior (N+1).

Funções exercidas nas camadas;


  • Controle de erro;

  • Controle de fluxo;

  • Segmentação e remontagem;

  • Multiplexação;

  • Estabelecimento de conexão. Uma única função pode estar presente em mais de uma camada.



  • Protocolo

  • Conjunto de regras que governam o formato e o significado de quadros, pacotes ou mensagens trocadas entre entidades pares de uma camada.

  • Interação entre camadas

  • PDU (Protocol Data Unit) - Troca de informações entre entidades pares;

  • Contém informações de controle do protocolo e possivelmente dados do usuário.

INTERNET PROTOCOL STANDARDTIZATION REQUEST FOR COMENTS -RFC

•Não existe um proprietário da tecnologia TCP/IP

•Internet Network Information Center (INTERNIC)

•Comitês da INTERNIC

•IANA

PROTOCOLOS DA CAMADA APLICAÇÃO

•HTTP –HiperTextTransferProtocol(80)

•DNS –DomainNameSystem (53)

•SMTP –SimpleMailTransferProtocol(25)

•POP3 –Post Office Protocol(110)

•DHCP –DynamicHost ConfigurationProtocol(67 e 68)

•TELNET –Network Virtual Terminal (23)

•FTP –File TransferProtocol(20 e 21)

•TFTP -Trivial File TransferProtocol(69)

•SSH –SecureShell(22)



TCP

•Orientado ao Fluxo

•Conexão por Circuitos Virtuais

•Transferência com a utilização de Buffers

•Fluxo não Estruturado

•Conexão FullDuplex



PROTOCOLOS DE TRANSPORTE

•UDP –UserDatagramProtocol

•TCP –TransmissionControlProtocol

INTERNET PROTOCOL

“Um usuário vê a rede tipo internet como uma única rede virtual que interconecta todos os hosts, através da qual a comunicação é possível; os detalhes da arquitetura lhe são transparente e irrelevante.”



FORMAS DE ATRIBUIÇÃO DE PORTAS

•Atribuição universal e Ligação dinâmica.

•IANA

•Exemplos de Alocação Universal



37 - Time

69 - TFTP



123 - NTP

161 – SNMP


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal