Protocolo da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular



Baixar 409,07 Kb.
Encontro24.03.2019
Tamanho409,07 Kb.



Protocolo da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular

Identificação

Ao Hospital




Data do Pedido




Paciente




Convenio




Contato paciente




CID




Médico




Quadro clinico:

Procedimentos Solicitados:



Tratamento Endovascular da Oclusão Arterial ou Venosa

Códigos TUSS

Descrição

Código

4.08.14.02-5

Trombólise medicamentosa arterial ou venosa- por vaso

Principal

4.08.12.04-9

Angiografia por cateterismo seletivo de ramo primário- por vaso

Secundário

4.08.12.06-5

Angiografia transoperatória de posicionamento

Secundário

4.08.13.18-5

Angioplastia transluminal percutânea para tratamento de obstrução arterial

Secundário

4.08.13.26-6

Colocação de stent para tratamento de obstrução arterial ou venosa - por vaso

Secundário

4.08.12.07-3

Angiografia pós-operatória de controle

Secundário

3.09.11.14-1

Estudo ultrassonográfico intravascular(avaliação da luz do vaso, controle expansão de endopróteses pós angioplastias difíceis e suspeitas de dissecção arterial)

Secundário

4.09.02.06-4

Doppler colorido intraoperatório(Acesso venoso central, acesso arterial sem pulso, anterógrado, artérias dos membros superiores e controle hemodinâmico intraoperatório pós-angioplastia)

Secundário

A trombólise arterial ou venosa medicamentosa é realizada em etapas, variando de 1 a 2 sessões diárias por um período máximo de cinco dias. Ou seja, são atos médicos somados por sessões realizadas. Há a troca de materiais de acesso para a prevenção de infecções, e mesmo guias e cateteres de infusão até mostrarem a causa da trombose vascular. Então como procedimento final é realizado o tratamento da causa, necessitando de balões, stents suficientes para cobrirem totalmente as lesões, e mesmo o uso de filtro de veia cava. Os acessos vasculares com freqüência são múltiplos, após o acesso vascular, colocação de introdutor, passagem de fio guia e cateter diagnóstico para a angiografia inicial, e posterior passagem do setor vascular ocluído, trocando por cateter de infusão de fibrinolíticos. Esse primeiro ato pode ou não ser associado a trombectomia mecânica do segmento vascular.

Materiais a ficarem disponíveis, nem todos serão utilizados

Materiais de Rotina

Marca/Fornecedor

Quantidade

Agulha de Punção




1

Introdutor




1 a 2

Introdutor longo ou contralateral




1

Fio guia hidrofílico




1 a 2

Fio guia de suporte




1

Cateter diagnostico




2 a 3

Insuflador de pressão controlada




1

Balão de angioplastia




1 a 2

Balão de angioplastia para pré-dilatação




1

Stent vascular




1 a 3 por vaso

Materiais Sob justificativa







Stent revestido




Sob justificativa

Trombectomia mecânica




Sob justificativa

Cateter recanalizador




Sob justificativa

Oclusor femoral




Sob justificativa

Justificativa dos Materiais- Marcas e Uso:

Data, hora e local da cirurgia - Hospital,

Anestesia: sim ( ) não ( )

Tempo Cirúrgico ( ) hora(s)

Banco de Sangue: sim ( ) não ( ) Tipagem de Sangue: sim ( ) não ( )

Necessita vaga UTI sim ( ) não ( ) Quantas ( )

Necessita vaga apto sim ( ) não ( ) Quantas ( )



Equipamentos Especiais

Sim

Não

Bisturi elétrico







Aspirador







Bomba injetora
















Atenciosamente, a disposição para outros esclarecimentos

Nome


CRM

Celular


Fotos:















Compartilhe com seus amigos:


©bemvin.org 2019
enviar mensagem

    Página principal