ProgramaçÃo de aulas e leituras



Baixar 22,97 Kb.
Encontro27.12.2016
Tamanho22,97 Kb.
PROGRAMAÇÃO DE AULAS E LEITURAS

Turma DR1 VX 68 Sala 602 2ª feira 2º horário Profª Neusa Meirelles Costa



Aulas

Conteúdos

Março

1. a.O HOMEM: Principais visões sobre a origem humana: o evolucionismo e o debate das determinações biológicas versus processo cultural.

Texto 01 HS 2015: Costa, Neusa Meirelles. Antropologia, algumas informações sobre a origem do Homem e determinismos. UNIP, Direito e Psicologia. Paraíso, 2015.

Bibliografia:

“As origens do antropos” In GUERRIERO, Silas (Org.). ANTROPOS E PSIQUE. O outro e sua subjetividade. São Paulo: Ed. Olho D’água, 5ª. Ed., 2004.

“O determinismo biológico”; “O determinismo geográfico”; “Idéia sobre a origem da cultura”, in LARAIA, Roque de Barros. CULTURA - Um Conceito Antropológico, Rio de Janeiro: JORGE ZAHAR, 17ª ed., 2004.


9

16

b. A Antropologia Social e os estudos sobre a diversidade cultural.

Leituras:

Texto 02 HS 2015: Costa, Neusa Meirelles. Antropologia, diversidade cultural e as culturas nacionais. UNIP, Direito e Psicologia. Paraíso, 2015.

Bibliografia:

“A contribuição da Antropologia à ciência da sociedade”, in COSTA, Cristina. SOCIOLOGIA: INTRODUÇÃO À CIÊNCIA DA SOCIEDADE. 3ª ed. – São Paulo: Moderna, 2005.

“A pré-história da Antropologia”, in LAPLANTINE, F. APRENDER ANTROPOLOGIA. SP: Brasiliense, 1988


16

23

Abril


[Atenção! 30/03 a 11/04 período de provas NP1, Calendário definido pela Coordenação]

6

13

2. A CULTURA, O significado do termo cultura: senso comum e científico.

Leituras:

Texto 03 HS: Costa, Neusa Meirelles. Antropologia e o estudo da cultura, senso comum e ciência: O conceito de cultura ao longo da História. UNIP, Direito e Psicologia. Paraíso, 2015.

Bibliografia:

Textos: “Antecedentes históricos do conceito de cultura”, in LARAIA, Roque de Barros. CULTURA - Um Conceito Antropológico, Rio de Janeiro: JORGE ZAHAR, 17ª ed., 2004.

20

Feriado/Recesso

27

As principais características da cultura como visão de mundo: herança cultural e plano biológico, participação dos indivíduos na cultura, a lógica cultural.

Leituras

Texto 04 HS: Costa, Neusa Meirelles. As principais características da cultura como visão de mundo. UNIP, Direito e Psicologia. Paraíso, 2015.

Bibliografia

Textos: “O Passaporte”, in ROCHA, Everardo. O QUE É ETNOCENTRISMO, SP: Brasiliense, 12ª ed., 1996.

“Como opera a cultura”, segunda parte (todos os capítulos), in LARAIA, Roque de Barros. CULTURA - Um Conceito Antropológico, Rio de Janeiro: JORGE ZAHAR, 17ª ed., 2004.

“Raça e Progresso”, in CASTRO, Celso (org.) Franz BOAS - ANTROPOLOGIA CULTURAL, Jorge Zahar, 2004.


Maio

Etnocentrismo e relativismo cultural. Tradições, assimilação e aculturação: como nos relacionamos com a diversidade cultural.

Leituras

Texto 05 HS: Costa, Neusa Meirelles Herança cultural e tradições, compreensão do mundo, diversidade cultural, etnocentrismo e relativismo cultural. UNIP, Direito e Psicologia. Paraíso, 2015.

Bibliografia

Textos: “O Social e o Cultural”, in Da MATTA, ROBERTO A.:

RELATIVIZANDO - Uma Introdução à Antropologia Social, Rio de Janeiro: ROCCO, 5ª ed.,1987.

“Voando Alto”, “A volta por cima”, in ROCHA, Everardo. O QUE É ETNOCENTRISMO, SP: Brasiliense, 12ª ed., 1996.

“Os métodos da etnologia”, in CASTRO, Celso (org.) Franz BOAS - ANTROPOLOGIA CULTURAL, Jorge Zahar, 2004.

MINER, Horace. Ritos Corporais entre os Nacirema, disponível in http://www.aguaforte.com/antropologia/nacirema.htm


4

11

A SOCIEDADE – Identidade cultural: das tribos para as sociedades modernas.

Leituras

Texto 06 HS- Cultura e Sociedade, identidade cultural na sociedade atual: multiculturalismo e o tribalismo urbano

Bibliografia

“A identidade em questão”, “As culturas nacionais como comunidades imaginadas”, in HALL, Stuart. A IDENTIDADE CULTURAL NA PÓS-MODERNIDADE, RJ: DP&A, 12ª ed., 2005.

“Copérnico e os selvagens”, in CLASTRES, Pierre. A SOCIEDADE CONTRA O ESTADO, SP: Cosac & Naify, 1ª ed., 2003 [RJ: Francisco Alves, 5ª ed.,1990].

“Tão diferentes, tão iguais: somos todos ´tribais´”, in SANTOS, Rafael J. Antropologia para quem não vai ser antropólogo, Porto Alegre: Tomo Editorial, 2005.



18

25

[Atenção! 21/05 a 30/05 período de provas NP2, Calendário definido pela Coordenação]

Junho




1

[Atenção! 2/06 a 10/06 período de provas SUBSTITUTIVAS datas definidas pela Coordenação]

8




15

[Atenção! 15/06 a 23/06 período de provas de EXAME datas definidas pela Coordenação]

22

[Atenção! 23/06 a 30/06 Plantão de Revisão de Notas e Faltas, desde que solicitadas na Secretaria da UNIP]

29


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal