Posse nova administraçÃO 17/12/2015



Baixar 10,24 Kb.
Encontro01.12.2017
Tamanho10,24 Kb.
POSSE - NOVA ADMINISTRAÇÃO

17/12/2015

Senhoras e senhores

Desejo em primeiro lugar saudar os novos dirigentes, desejando-lhes sinceros votos de muito êxito e de muitas realizações e felicidades profissionais e pessoais, no mandato que iniciarão em janeiro próximo. Tenho certeza de que Vossas Excelências estão à altura da nobre e dignificante missão e dos grandes desafios que os aguardam!

Em segundo, agradecer a todos os desembargadores, juízes e servidores do nosso querido Tribunal o apoio competente e dedicado que sempre deram à Administração que se encerra no próximo dia 31, e sem o qual poderíamos fazer muito pouco.

Agradeço igualmente à OAB, ao Ministério Público do Trabalho, à Advocacia Geral da União, e aos demais parceiros e apoiadores de nossos projetos institucionais.

Os dois anos de mandato nos exigiram muita dedicação e até sacrifícios pessoais em dias e meses de trabalho intenso e em noites mal dormidas em razão de constantes preocupações com os inúmeros problemas e desafios próprios da gestão administrativa.

Por outro lado, o biênio 2014 / 2015 nos trouxe muita satisfação e o sentimento do dever cumprido a cada projeto e tarefa realizados.

Não pudemos concretizar tudo o que desejamos, dadas as limitações de recursos, que nos impelem, por exemplo, a celebrar esta posse com a parcimônia compatível com os tempos difíceis que o país atravessa.

Ainda assim alcançamos muitos avanços, embora não seja o caso nem a ocasião de enumerá-los, apropriados que são ao relatório de gestão que breve será disponibilizado.

Por fim, ao reiterar nossos votos de contínuas vitórias aos desembargadores que compõem a Administração que se empossa, expresso a absoluta confiança, minha e de todos os magistrados e servidores, de que Vossas Excelências possuem as virtudes requeridas para travessia do tempo que o Brasil vive, atualmente.

Os impactos da crise atingem todos os poderes e instituições nacionais, sobretudo a Justiça do Trabalho, que já sofre expressivo corte da ordem de 30 por cento em seu orçamento anual.

Paciência, ponderação, perseverança, firmeza, criatividade e sensibilidade são as virtudes a que me referi. Estes valores de competência e habilidade humanas, os novos dirigentes do Tribunal têm de sobra para enfrentar as tempestades que já se fazem presentes.

As turbulências podem, contudo, ser arrostadas e ultrapassadas pelos novos administradores do nosso tribunal, do mesmo modo como o fazem os homens e mulheres de boa vontade, quando encaram dificuldades.

A propósito, lembro palavras de Guimarães Rosa. Elas traduzem pensamentos e sentimentos que vivencio ao presidir a última solenidade da Administração que se despede e ao chegar ao termo do caminho percorrido.

Bem disse o grande escritor mineiro:

"Olhar para trás após uma longa caminhada pode fazer perder a noção da distância que percorremos, mas se nos detivermos em nossa imagem, quando a iniciamos e ao término, certamente nos lembraremos o quanto nos custou chegar até o ponto final, e hoje temos a impressão de que tudo começou ontem.

Não somos os mesmos, mas sabemos mais uns dos outros. E é por esse motivo que dizer adeus se torna complicado! Digamos então que nada se perderá. Pelo menos dentro da gente..."

Às vésperas do Natal, desta vez igualmente atingido pelas inquietações que afligem a todos; e por ocasião do Ano Novo que se aproxima, deixo aos nobres desembargadores que integram a nova Administração, e a todos senhores e senhoras que nos honram com sua presença, esta mensagem de otimismo e de ânimo para a luta constante que é a vida.

Muito obrigada!

Maria Laura Franco Lima de Faria






©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal