Plano de ensino escola de Ciências da Saúde



Baixar 90,87 Kb.
Encontro21.09.2017
Tamanho90,87 Kb.











PLANO DE ENSINO






Escola de Ciências da Saúde





Curso: Psicologia





Campus Feira de Santana





Professor (a): SAULO SANTOS MENEZES DE ALMEIDA




Bloco de conhecimento

Fundamentação Biológica


( )

Estrutura e Função


( )

Comportamento e Sociedade


( X)

Gestão e Saúde Coletiva


( )


Pesquisa


( )

Atividades Complementares


( )

Práticas e Habilidades


( )

Estágios


Supervisionados

( )









Unidade Curricular: EPS017 Processos Básico IV (Aprendizagem) MR01.







Carga Horária Semestral:
60h/a

Teoria

60h

Prática



Prática Profissional



Estágios




Carga Horária Semanal




3h










Trabalho Efetivo Discente




10h
















2. Ementa



A aprendizagem como processo psicológico fundamental. Abordagens sobre psicologia da aprendizagem: Piaget, Vygotsky e Wallon. Implicações para interseção Psicologia e Educação.







3. Objetivo Geral





Promover o estudo das questões psicológicas referentes à aprendizagem no mundo contemporâneo.




4. Objetivos Específicos




  1. Definir o conceito de aprendizagem.

  2. Identificar os componentes biológicos, sociais, culturais e históricos da aprendizagem em articulação com os demais processos básicos.

  3. Entender a Psicologia da Aprendizagem como objeto de estudos e de práticas em Psicologia e na Educação.

  4. Analisar os princípios fundamentais do Código de Conduta Ética do Psicólogo diferenciando-o de princípios de senso comum que impactam na prática profissional da Psicologia.

  5. Desenvolver atividades teóricas e práticas, na interface da Psicologia com a Educação, a partir das contribuições de teóricos relevantes para a o campo da Psicologia da Aprendizagem.

5. Competências Gerais - Escola de Ciências da Saúde

Objetivos Específicos da Unidade Curricular

Desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo, de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema de saúde, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos.

1,2,3,4,5

Adotar altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, responsabilizando pela atenção à saúde com a resolução do problema de saúde, em nível individual e/ou coletivo;

2.

Avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;

1,2,3,4,5.

Ser acessíveis, manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral.

4.

Desenvolver clara comunicação verbal, não-verbal e habilidades de escrita e leitura.

2, 3 e 5.

Aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática.

3, 4 e 5.

Aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, proporcionando condições para que haja beneficio mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico/profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.

3 e 4.

Construir conhecimentos baseado em evidências científicas de maneira permanente.

1, 2, 3 e 4.

Considerar as múltiplas expressões da sociedade humana como elemento constituinte da sociedade.

2 e 4.

Ter atitude pró ativa diante da vida, dos problemas e dos desafios, buscando soluções criativas e inovadoras no exercício da profissão e no cenário futuro.

5.

Ampliar a visão da realidade e de mercado internacional, reconhecendo e dominando competências profissionais globalizadas.

3 e 5.

Exercer sua profissão de forma socialmente responsável, entendendo-a como uma forma de participação e contribuição social; capaz de transformar a realidade da comunidade, como exercício de cidadania.

3, 4 e 5.

6. Competências - DCN-MEC-2011

Objetivos Específicos da Unidade Curricular

Analisar o campo de atuação profissional e seus desafios contemporâneos;

1, 2, 3, 4 e 5.

Analisar o contexto em que atua profissionalmente em suas dimensões institucional e organizacional, explicitando a dinâmica das interações entre os seus agentes sociais;

1, 2, 3, 4 e 5.

Relacionar-se com o outro de modo a propiciar o desenvolvimento de vínculos interpessoais requeridos na sua atuação profissional;

2, 3, 4 e 5.

Atuar inter e multiprofissionalmente, sempre que a compreensão dos processos e fenômenos envolvidos assim o recomendar;

5.

Saber buscar e usar o conhecimento científico necessário à atuação profissional, assim como gerar conhecimento a partir da prática profissional.

1, 2, 3, 4 e 5.

7.Conteúdos – DCN-MEC-2011

 Objetivos Específicos

O objeto de estudo da Psicologia e sua constituição como ciência, focalizando a visão crítica do seu processo evolutivo, da sua estruturação e daqueles que contribuíram nessa construção.

1, 2, 3, 4 e 5.

O conhecimento sobre o comportamento humano, partindo de uma visão ampla, de distintos referenciais, de forma que possa compreender o homem como ser histórico dimensionado biopsicossocialmente.

1, 2, 3, 4 e 5.

A compreensão das expressões psíquicas do comportamento humano e análise das distintas formas que os sujeitos utilizam para se construir, desenvolver e qualificar a realidade em que vive.

1, 2 e 3.

A atuação multi e interdisciplinar da Psicologia nas distintas políticas públicas, enfatizando os contextos profissionais e científicos emergentes.

2, 3 e 5.

O compromisso ético da Psicologia nos contextos profissionais de regulação e compreensão do humano.

1, 2, 3 e 5.

7. Dispositivos Legais – 2012

 Objetivos Específicos

Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Indígena (Lei n° 11.645 de 10/03/2008; Resolução CNE/CP N° 01 de 17 de junho de 2004)

2, 3 e 4.

8. Unidades

Descrição das Unidades

UNIDADE 1

● Apresentação da unidade de aprendizagem;

● Apresentação dos procedimentos de avaliação do ensino e da aprendizagem;




UNIDADE 2


O que é Aprendizagem?

Comportamento inato x aprendizado



UNIDADE 3


Psicanálise e aprendizagem

UNIDADE 4

Psicanálise e aprendizagem

UNIDADE 5

Behaviorismo e aprendizagem

UNIDADE 6

Behaviorismo e aprendizagem

UNIDADE 7

Piaget e aprendizagem

UNIDADE 8

Piaget e aprendizagem

UNIDADE 9

Piaget e aprendizagem

UNIDADE 10

Avaliação

UNIDADE 11

Lacan e a apendizagem

UNIDADE 12

Lacan e a apendizagem

UNIDADE 13

Vygostsky e a aprendizagem

UNIDADE 14

Vygotsky e a aprendizagem

UNIDADE 15

Aplicações práticas dos estudos sobre aprendizagem

UNIDADE 16

Aplicações práticas dos estudos sobre aprendizagem

UNIDADE 17

Aplicações práticas dos estudos sobre aprendizagem

UNIDADE 18

Aplicações práticas dos estudos sobre aprendizagem

UNIDADE 19

Atividade de avaliação (facultativa).

UNIDADE 20

●Encerramento das atividades letivas da unidade de aprendizagem.





9. Avaliação de Aprendizagem:

As avaliações serão divididas em:

Avaliação individual escrita



Estudos Dirigidos

Relatório

Estudos de Caso (caracterização, identificação de variáveis, apropriação teórica)

Desenvolvimento de Projetos

Atividades em Biblioteca (pesquisa e elaboração de resultado)

Pesquisas e Atividades de Campo

Oficinas

Preparação de Seminários

Lista de Exercícios

Leitura de texto

10. Trabalho efetivo discente:

  • Conforme item anterior.

11. Bibliografia

11.1 – Bibliografia básica:

CARRARA, K. (org.). Introdução à Psicologia da Educação. São Paulo: Avercamp, 2004.



CARMO, João dos Santos. Fundamentos psicológicos da educação. Curitiba: Ibpex, 2010.
RACY, Paula Márcia Partinini de Bonis. Psicologia da Educação; origem, contribuições, princípios e desdobramentos. Curitiba: Ibpex, 2010.
ROTTA, Newra, Tellechea; OHLWEILER, Lygia; RIESGO, Rudimar dos Santos (ORG.). Transtornos da aprendizagem: abordagem neurobiológica e multidisciplinar. Porto Alegre: Artmed, 2006.
11.2 – Bibliografia complementar:

CASTORINA, José Antônio; FERREIRO, Emília; LERNER, Délia; OLIVEIRA, Marta Kohl de. Piaget-Vygotsky: novas contribuições para o debate. São Paulo: Ática, 1995.
CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: ARTMED, 2000.
GALVAO, Izabel. Henri Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. Petrópolis: Vozes, 1995.



©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal