Plano de curso



Baixar 27,5 Kb.
Encontro13.09.2017
Tamanho27,5 Kb.
UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS – ULHT

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS

MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO

UNIDADE CURRICULAR: INCLUSÃO SOCIAL E EDUCATIVA

TOTAL ECTS: 120

CRÉDITOS: 5
PLANO DE CURSO
I – COMPETÊNCIAS:

  • Conhecimentos aprofundados no âmbito dos temas trabalhados;

  • Conhecimento e aplicação de termos/linguagens próprios da unidade curricular;

  • Capacidade de iniciação à investigação no âmbito dos temas trabalhados;

  • Capacidade de aplicar os conhecimentos a situações novas; e

  • Aptidão para comunicar os seus conhecimentos e raciocínios.


II – PROGRAMA:

1. O SOCIAL E O EDUCATIVO NAS TRILHAS DA INCLUSÃO

1.1 O imaginário da Modernidade e da Pós-modernidade;

1.2 Dos limites entre o social e o educativo; e

1.3 A relação professor-aluno na contemporaneidade: diferenças e “crise do outro”.


2. POLÍTICAS DE INCLUSÃO ESCOLAR E SOCIAL

2.1 Massificação versus diferenciação;

2.2 Escola para Todos;

2.4 Da integração à Inclusão;

2.5 O discurso do deficiente e do diferente;

2.6 Funcionalidade, Incapacidade e Saúde;

2.7 Modelos de diferenciação pedagógica;

2.8 Das políticas públicas: avanços, resistências, limites e perspectivas;

2.9 Transição para a vida activa; e

2.9 Formação Profissional.


3. ATITUDE, IMAGINÁRIO E INCLUSÃO SÓCIO-EDUCATIVA

3.1 Identidade, subjetividade e diversidade sócio-cultural;

3.2 O diálogo entre os diversos saberes e as produções humanas; e

3.3 Aprendizagem e Desenvolvimento na contemporaneidade.


4. DAS IMAGENS DA (IN)CLUSÃO SOCIAL E EDUCATIVA

4.1 O anjo azul;

4.2 Balada de Narayama;

4.3 O enigma de Kaspar Hauser;

4.4 Piaf – um hino ao amor;

4.5 Lutero;

4.6 Adriana Partimpim;

4.7 Elza & Fred – um amor de paixão;

4.8 A igualdade é branca;

4.9 V de vingança;

4.10 Meninos de Deus;

4.11 Os simpsons – o filme

4.12 Memórias de uma Gueixa;

4.13 De porta em porta;

4.14 Zélia Duncan – Eu me transformo em outras;

4.15 Sob o céu do Líbano;

4.16 O mistério da ilha;

4.17 Milk – a voz da igualdade;

4.18 O escafandro e a borboleta;

4.19 Nascidos em bordéis;

4.20 Uma lição de amor;

4.21 Amor & outras drogas;

4.22 Um lugar qualquer;

4.23 Cyndi Lauper – Twelve deadly guns... and then some;

4.25 Enjaulados;

4.26 Transamérica;

4.27 Intacto;

4.28 Morango e chocolate;

4.29 Faixa de areia; e

4.30 Substitutos.


III – METODOLOGIA:

  • Exposição dialogada;

  • Estudo dirigido;

  • Exibição de filmes; e

  • Vivências.


IV – AVALIAÇÃO:

A avaliação será desenvolvida mediante atividades realizadas em sala de aula (prioridade), quais sejam: estudo dirigido, vivências, produção de textos, auto-avaliação, construção de painel, entre outras.



Data de entrega da declaração no IESP para ser encaminhada para FIP (Rogéria Alves): 28.NOVEMBRO.2011 (Segunda-feira).
REFERÊNCIAS

BECKER, Fernando. Modelos pedagógicos e modelos epistemológicos. In: Educação e construção do conhecimento. Porto Alegre: Artemed, 2001, p. 15-32.

BOCK, Ana Mercês Bahia & AGUIAR, Wanda Maria Junqueira de. Psicologia da educação: em busca de uma leitura crítica e de uma atuação compromissada. In: A perspectiva sócio-histórica na formação em Psicologia. Petrópolis: Vozes, 2003, p. 132-160.

CARVALHO, Rosita Edler. Educação inclusiva: com os pingos nos ‘is’. Porto Alegre: Mediação, 2004.

CIASCA, Sylvia Maria (Org.). Distúrbios da aprendizagem: proposta de avaliação interdisciplinar. São Paulo: Casa do psicólogo, 2003.

COLL, César; MARCHESI, Álvaro; PALACIOS, Jesús & Colaboradores. Desenvolvimento psicológico e educação – Transtornos de desenvolvimento e necessidades educativas especiais. Vol. 3. Porto Alegre: Artmed, 2004.

FIGUEIREDO, Luis Cláudio. O silêncio e as falas dos corpos. In: Modos de subjetivação no Brasil e outros escritos. São Paulo: Escuta, 1995, p. 129-151.

GAIO, Roberta e MENEGHETTI, Rosa G. Krob. Caminhos pedagógicos da educação especial. Petrópolis: Vozes, 2004.

GARDNER, Howard. Inteligências múltiplas: a teoria na prática. Porto Alegre: Artmed, 2000.

GÓES, Maria Cecília Rafael de & LAPLANE, Adriana Lia Friszman de (Orgs.). Políticas e práticas de educação inclusiva. Campinas: Autores Associados, 2004.

GUERRA, Leila Boni. A criança com dificuldades de aprendizagem: considerações sobre a teoria-modosde fazer. Rio de Janeiro: Enelivros, 2002.

HEINSIUS, Ana Maria. Desenvolvimento psicomotor e construção do sujeito. In: Psicomotricidade escolar. Rio de Janeiro: WAK, 2008, p. 77-96.

HERRERO, M. Jesús Presentación. Educação de alunos com necessidades especiais: bases psicológicas: caderno de atividades. Bauru: EDUSP, 2000.

HILL, Winfred F. Aprendizagem. 3ª Ed. Rio de Janeiro: Guanabara dois, 1981.

HILLLESHEIM, Betina. Reflexões sobre a(s) infância(s) e a contemporaneidade. In: Psicologia em questão: reflexões sobre a contemporaneidade. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003, p. 69-79.

KASSAR, Mônica de C. Magalhães. Uma leitura da Educação Especial no Brasil. In: Caminhos pedagógicos da educação especial. Petrópolis: Vozes, 2004, 19-42.

KESSELRING, Thomas. Jean Piaget. Petrópolis: Vozes, 1993.

KUPFER, Maria Cristina. Freud e a educação – o mestre do impossível. Série Pensamento e Ação no Magistério. 2ª Ed. São Paulo: Scipione, 1992.

LA TAILLE, Yves de, OLIVEIRA, Maria Kohl e DANTAS, Heloysa. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. 13ª Ed. São Paulo: Summus, 1992.

LOBO, Lília Ferreira. A dominação da diferença: um comentário sobre o filme o enigma de Kaspar Hauser. In: Grupo e instituições em análise. Rio de Janeiro: Rosa dos ventos, 2000, p. 109-112.

MACHADO, Leila Domingues. Subjetividades contemporâneas. In: Psicologia: questões contemporâneas. Vitória: EDUFES, 1999, p. 211-229.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Caminhos pedagógicos da Educação Inclusiva. In: Caminhos pedagógicos da educação especial. Petrópolis: Vozes, 2004, p. 79-94.

NOT, Louis. Educação dos deficientes mentais. Elementos para uma psicopedagogia. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1983.

PASSERI, Silvia Maria R. Ronchim. A psicopedagogia nos distúrbios e dificuldades de aprendizagem. In: Psicopedagogia: um portal para a inserção social. Petrópolis: Vozes, 2003, p. 165-185.

PATTO, Maria Helena Souza. Psicologia e ideologia (uma introdução crítica à psicologia escolar). São Paulo: T. A. Queiroz, 1984.

PIAGET, Jean. Psicologia e pedagogia. 7ª Ed. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1985.

REGO, Teresa Cristina. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. Educação e Conhecimento. Petrópolis: Vozes, 1995.

SCOZ, Beatriz. Psicopedagogia e realidade escolar. O problema escolar e de aprendizagem. Petrópolis: Vozes, 2000.

SILVA, Tomaz T. da (Org.). Trabalho, educação e prática social. Porto Alegre: Artes Médicas, 1991.

SILVEIRA, Luiza Maria de O. Braga. A família, a escola e a (pós-)modernidade. In: Psicologia em questão: reflexões sobre a contemporaneidade. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003, p. 123-132.

SISTO, Fermino Fernandes; BORUCHOVITCH, Evely; FINI, Luciane Diehl Tolaine; BRENELLI, Rosely Palermo e MARTINELLI, Selma de Cássia (Orgs.). Dificuldades de aprendizagem no contexto psicopedagógico. 2ª Ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

VYGOTSKY, Lev Seminovitch. Pensamento e Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1990.



ZIMMMERMANN, Vera B. ’Projeto singular’: uma estratégia para a inclusão escolar do ‘aluno difícil’. In: Psicopedagogia: um portal para a inserção social. Petrópolis: Vozes, 2003, p. 265-279.


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal