Os passos para uma nova idade Engenharia e medicina: a fusão em busca da perfeição do movimento Nome dos alunos: Alexandre Correa Figueiredo, Beatriz Riccio Alexandre,



Baixar 75,53 Kb.
Encontro19.08.2018
Tamanho75,53 Kb.
Os passos para uma nova idade

Engenharia e medicina: A fusão em busca da perfeição do movimento
Nome dos alunos: Alexandre Correa Figueiredo, Beatriz Riccio Alexandre, Renan Carlos Penhalves Reis da Silva, Matheus Vinicius de Oliveira, Ana Carolina de Souza Sartti,João Antonio Tavares Griti Medeiros, João Vitor Mariano Correia.

Professor Orientador: Paulo Roberto Fernandes.

Professor Colaborador: Caio de Godoy Camargo.
SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA (SESI/SP)

Endereço: Rua Professora Zenita Alcântara Nogueira 1-67 Vila Triagem

Cep:17030-032 –Bauru– SP


Resumo: Durante o desenvolvimento de nossa pesquisa descobrimos o que é considerado normal na marcha da população idosa. Enquanto está bem claro que muitos sistemas corporais enfraquecem com a idade, a questão nos leva a pensar em quanto o enfraquecimento normal do organismo afeta o desempenho de atividades funcionais, como a marcha (andar). Este problema faz com que os especialistas tenham conhecimento do assunto para analisa-lo e ajudar os idosos. A proposta desse trabalho foi descrever as características da marcha em idosos, baseando-se em pesquisas que realizamos com nossa escola, elaborando para tanto, um protocolo de avaliação, que continha várias perguntas, para os alunos entregarem a seus avós. A coleta de dados foi realizada com os alunos da escola SESI-358 Bauru e por consulta de profissionais. Encontrou-se que, nos idosos estudados, a maioria já sofreu quedas pela dificuldade na locomoção (um dos motivos é o arrastamento dos pés para andar).

Palavras Chaves: Marcha, idoso, enfraquecimento e desenvolvimento.

Abstract: During the development of our research we discovered what is considered normal gait in the elderly population. While it is clear that many body systems weaken with age, the question leads us to think of as the normal weakening of the body affects the performance of functional activities such as gait (walking). This problem causes the specialists have knowledge of the subject and analyzes it to help the elderly. The purpose of this study was to describe the characteristics of gait in the elderly, based on research we conducted with our school, preparing for both, an assessment protocol, which contained several questions for the students to surrender their grandparents. Data collection was performed by the students of the school SESI-358 BAURU and consulting professionals. It was found that in elderly patients studied, the majority have suffered declines due to thedifficulty in locomotion (one reason is the dragging of feet to walk).

Keywords:Gait, elderly, weakening and development.
  1. Introdução


A movimentação da pessoa idosa tende a ser mais lenta, principalmente devido aos órgãos que não são mais os mesmos. A partir da análise da marcha (andar) os pesquisadores descobriram que ela também serve como indicador da saúde, durante o processo de envelhecimento. Descobriu-se na pesquisa publicada na revista científica Journal of Nutrition, Health and Aging (Jornal da Nutrição, Saúde e Envelhecimento) que essa análise da marcha pode auxiliar no prolongamento da vida do idoso,diminuir as possibilidades de quedas e de desenvolvimento de demências. O movimento é fundamental para demonstrar a relação entre os diversos órgãos.

O crescimento absoluto da população do Brasil nestes últimos dez anos se deu principalmente em função do crescimento da população idosa. Acreditamos e nos sentimos motivados com esse tema, pois é um problema muito comum e trabalhando em equipe podemos assim ajudar o idoso a ter uma vida mais saudável e mais segura. Como diferencial, nossa pesquisa apresenta uma solução fácil, prática e sustentável, pois têm como fonte a reutilização de lixos eletrônicos, criada após várias pesquisas.

Abaixo segue as seções nas quais iremos detalhar esse projeto:

Este artigo foi organizado dessa forma: A seção 2 apresenta o problema que foi estudado durante o artigo. A seção 3 descreve o problema, em detalhes, contando as causas, consequências, entre outras. Os nossos resultados são apresentados na seção 4, ou seja, os resultados que surgiram após os testes com nossa solução. Nossas conclusões são apresentadas na seção 5, ou seja, o que concluímos a partir do artigo, o que aprendemos.


  1. O trabalho PROPOSTo


Nossa pesquisa é investigar os problemas que levam idosos a caírem com frequência e achar uma solução para isso. Discutimos possiveis motivos para a ocorrência desse problema baseando-se em fatos já ocorridos. Com a verificação desses possíveis motivos, identificamos uma situação problema que estava ligada á todos os vetores pesquisados e discutidos, “As quedas”. É um trabalho que aborda os problemas que acontecem com os idosos dia-a-dia, principalmente as quedas. Efetuamos estudos aprofundados da marcha (andar), para descobrir o que ocorria com ela a partir do processo de envelhecimento. Ultilizamos de livros e sites, também consultamos especialistas no assunto como o fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, entre outros. Para sabermos ao certo o que é o problema, e para saber se a nossa solução é viável. Consideramos ele diferencial pela solução que elaboramos, pois além de ser prática, fácil também e sustentável, pois reutiliza lixo eletrônico. A nossa solução se chama “Keep- Walking”,que significa “Continue Andando” , objetivo é ajudar o idoso a se locomover corretamente. Pois ao envelhecer eles perdem a mobilidade e arrastam o pé ao andar ou não andam corretamente, assim, proporcionando as quedas. Esse é um aparelho que coleta dados através de uma palmilha inteligente, onde concentra pontos (sensores de toque) que identifica se a marcha do idoso está correta ou não. Enviando essas informações para um programa (localizado em um dispositivo móvel, “celular”) via bluetooth. Esse sistema processa e armazena os dados. E alerta o idoso de como está seu deslocamento (seu andar).
  1. MATERIAIS E MÉTODOS


O público-alvo para os testes foram os idosos. Abrimos uma ala particualr para testes, publicamos um cartaz informando o dia e a data dos testes. A maioria dos testes deram positivo, e o público adorou a idéia. Também criamos uma caminhada chamada “Vovô e eu”, que buscava a presença de todos os idosos e seus netos, para uma caminhada na Getúlio Vargas-Bauru-SP. Os testes foram realizados para ver na maneira prática, a diferença a marcha (andar) de um idoso e de um adulto. Notamos um grande grau de diferença, pois no adulto ainda anda corretamente, e não muda a posição dos pés na hora de andar quando está cansado. O idoso, por outro lado, no princípio até andou corretamente, mas quando foi ficando ofegante, diminuiu sua velocidade e o modo de como posicionava seus pés sobre o solo. Alguns até se desequilibraram e quase caíram, mas conseguimos segura-los, então concluímos: “A marcha se deteriora com o processo de envelhecimento, tornando possível ocorrer acidentes dentro ou fora de casa”. Após os testes da marcha, efetuamos os testes com a nossa solução o “Keep-Walking” para verificar se ele auxiliava a se locomover corretamente. Nos primeiros testes o som do aparelho foi emitido um som, comunicando o usuário que não estava se movimentando corretamente, depois de mais testes os idosos se acostumaram com o jeito certo de se andar e o aparelho não passou a emitir mais nada.
  1. RESULTADOS E DISCUSSÃO


Após a contrução do protótipo , os resultados foram eficientes, considerando o projeto e sua conexão foi testada via bluetooth,
mostrando claramente que é possivel uma pessoa reeducar seu marcha através do nosso projeto.

Tabela 1 - Dimensões.



Nome

Dimensão

Papel A4

210mm x 297mm

Margem interna

10 mm

Margem externa

10 mm

Margem entre colunas

10 mm

Largura de coluna

90mm

Figura 1 – Protótipo Keep-Walking.


  1. conclusões

A conclusão de nosso trabalho foi completamente positiva, pois além de aprendermos algo que não sabiamos, criamos uma solução criativa e baseada em outras existentes, adptamos um simples utensilio que usamos diariamente“A Palmilha”. Concluímos que muita gente acha que os idosos têm uma vida mais tranquila, mas isso é o que pensam, pois o idoso têm uma vida mais tubulenta e perigosa, por suas dificuldades que surgem através de sua idade (3º idade). O idoso é a classe das pessoas que têm mais acidentes e mais riscos.



ReferênciaS BibliográficaS

Viel, Éric, 2001, A marcha Humana, A Corrida e o Salto – Biomecânica, investigação, normas e disfunções.

http://www.actafisiatrica.org.br/v1%5Ccontrole/secure/arquivos/anexosartigos/2b44928ae11fb9384c4cf38708677c48/vl_07_n_03_103_107.pdf

http://revistaneurociencias.com.br/edicoes/2007/RN%2015%2002/Pages%20from%20RN%2015%2002-11.pdf

http://www.gerontologiaonline.com.br/artigos/0082-010111-726.pdf

http://redalyc.uaemex.mx/redalyc/pdf/929/92911262012.pdf

http://www.mulhersingular.com.br/2012/03/palmilhas-transparentes-de-transferencia-de-peso/

http://pr.quebarato.com.br/curitiba/palmilhas-magneticas-e-com-infravermelho__651CBA.html

http://www.em.com.br/app/noticia/tecnologia/2011/01/10/interna_tecnologia,202748/palmilha-inteligente-e-capaz-de-regular-a-temperatura-no-calcado.shtml

http://riodejaneiro.ciadosono.com.br/



http://revistas.unipar.br/saude/article/viewFile/1166/1027


Mostra Nacional de Robótica (MNR)


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal