Orientação de resposta As respostas para essa natureza de ocorrência se encontram no Caderno Guia do Bombeiro Educador



Baixar 9,7 Kb.
Encontro06.09.2018
Tamanho9,7 Kb.
Orientação de resposta

As respostas para essa natureza de ocorrência se encontram no Caderno Guia do Bombeiro Educador.

Nesse caso, denota-se que as mensagens devem ser direcionadas a um público-alvo específico de "limitadores de risco" e ou "motivadores ou causadores". O público-alvo "vítima", neste caso é obviamente descartado, por se tratar de bebês.

Quem decide e coloca o bebê para dormir junto na cama são os próprios pais, neste caso, motivadores e causadores da ocorrência por desconhecimento próprio do risco. Além disso, a dinâmica da morte da criança foi asfixia, porém o risco de asfixia de um bebê durante o sono, não está afeto exclusivamente ao fato de dormir na cama dos pais, outros motivos também podem provocar asfixia. Dessa forma, as mensagens selecionadas devem diretamente atingir os pais, no sentido de correção de suas atitudes, sendo as mensagens mais adequadas:

- os locais mais seguros para bebês sozinhos são os berços e os cercadinhos;

- recém nascidos passam a maior parte do tempo dormindo, portanto seu local de descanso (o berço) deve ser o mais seguro possível:

- bebês não devem dormir na cama dos pais, sofás, cadeiras ou almofadas.

- bebês não devem dormir com os pais na cama para que não corram o risco de serem asfixiados pelos próprios pais ao se virarem durante o sono.

- para um bebê dormir com segurança ele deve estar: no berço, sozinho e de barriga para cima.

- no berço não deve ter nada além do bebê: bichos de pelúcia, almofadas ou travesseiros macios, brinquedos ou outros objetos devem ser retirados.

- o berço deve ser forte, estável e colocado longe de janelas, de cordas de cortinas ou persianas.

- o lençol do berço e o colchão devem caber de forma justa para evitar o aprisionamento ou asfixia do bebê.

- o espaço entre as barras do berço deve ser adequado para que não possibilite a criança prender a cabeça entre elas.

- deve-se evitar o uso de cobertores soltos, eles podem cobrir o rosto do bebê e dificultar sua respiração. Não se deve cobrir a cabeça do bebê com um cobertor ou embrulhar seu corpo de forma que limite seus movimentos ou que o deixe demasiadamente quente.

- não é recomendável decorar berços com objetos (fotos, colchas, decorações) com o uso de cordames ou fitas.

- caso a chupeta do bebê cair durante o sono, evite recolocá-la na boca da criança.



- Cordões de chupeta não devem ser longos suficientes para enroscar no pescoço.


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal