O poder do clamor



Baixar 6,77 Kb.
Encontro11.08.2017
Tamanho6,77 Kb.
O PODER DO CLAMOR

TEXTO: Jeremias 33.3

INTRODUÇÃO

Clamar é orar em alta voz, com voz de súplica, muitas vezes com lágrimas. A palavra clamor, no sentido bíblico, significa “grito de súplica” ou “grito da oração”, é quando rasgamos o nosso coração diante de Deus, chamando a sua aten- ção para nós! Deus através do profeta Jeremias nos incentiva a clamar, pois quem clama tem resposta da parte de Deus de coisas grandes, e firmes! Vejamos na bíblia, a Palavra de Deus, alguns personagens que viveram bênçãos através do seu clamor:

1. O CLAMOR DE BARTIMEU, O CEGO

Bartimeu foi um dos cegos que Jesus curou (Mc 10.46-52). Certa feita quando Jesus saía de Jericó com seus discípulos, também uma grande multidão o seguia, e Bartimeu estava mendigando à beira do caminho onde Jesus, seus discí- pulos e a multidão estavam passando, e começou a clamar dizendo: “Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim!”. Ele era cego, mas não ignorante no conhecimento, pois ele sabia que Jesus era da descendência de Davi, e sabia que Jesus era o Messias, caso contrário, ele não teria clamado. Não importa qual problema estejamos enfrentando, o importante é conhecer a quem servimos. Você conhece o Deus que você serve? Você sabia que um dos atributos dEle é o ser onipotente (tem todo o poder)? Bartimeu além de conhecer a Jesus, ele não desistiu de clamar, mesmo as pessoas em redor o oprimindo mandando ele se calar, foi aí que ele clamou mais alto, chamando a atenção de Jesus. Você não pode desistir de clamar, você precisa perseverar no clamor, pois assim o Mestre virá ao teu encontro, assim como veio ao encontro de Bartimeu e o curou da sua cegueira e se tornou um discípulo do Senhor! Aleluia!



2. O CLAMOR DE EZEQUIAS, O REI

Ezequias foi um dos reis de Judá, e certa vez ele ficou muito doente e recebeu a visita do profeta Isaías dizendo que ele não viveria, mas morreria daquela enfermidade (Is 38.1). Porém, Ezequias era um daqueles que conhecia a Deus e o poder de um clamor, e então entrou numa oração diante de Deus com lágrimas, clamando e dizendo “Ah! SENHOR, lembra-te, peço-te, de que andei diante de ti em verdade e com coração perfeito e fiz o que era reto aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo” (Is 38.3). O clamor de Ezequias chegou diante de Deus, e agradou o coração do Senhor, pois não foi qualquer oração, mas foi uma oração em forma de clamor e com lágrimas! Deus disse ao profeta Isaías para voltar à casa do rei e levar boas notícias para ele, dizendo “Vai e dize a Ezequias: Assim diz o SENHOR, o Deus de Davi, teu pai: Ouvi a tua oração e via as tuas lágrimas; eis que acrescentarei aos teus dias quinze anos” (Is 38.5). O poder do clamor com lágrimas é tão grande que faz Deus mudar a história de nossas vidas: se deveria morrer, ele faz viver, se deveria fechar, ele faz abrir, se deveria dar errado, ele faz dar certo!



CONCLUSÃO

Concluímos entendendo que há um grande poder no clamor, e que o ato de clamar é um conselho do próprio Deus para nós. Assim como Bartimeu clamou e foi curado, e assim como o rei Ezequias clamou e lhe foi acrescentado anos de vida, neste momento você irá clamar e expor diante do Senhor o que lhe tem afligido e o Senhor te responderá com coisas grandes e firmes que você nem imagina! Clame pela igreja, pelos pastores e líderes nesse momento, e pelos seus propósitos pessoais, e o nosso Deus irá nos dar a resposta de vitória! Vamos fazer isso agora¿ levante sua voz e vamos orar...



Não deixe de estar nos cultos! “E não deixando a nossa congregação, como é de costume de alguns ...” - Hebreus 10.25.

Semana de 3 a 10 de Setembro.


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal