O cotidiano Inspirado nos Princípios da Arte



Baixar 2,58 Mb.
Página2/7
Encontro06.09.2018
Tamanho2,58 Mb.
1   2   3   4   5   6   7


As duas imagens anteriores revelam o quanto os materiais não estruturados também favorecem a concretização de sonhos, fortalecem sentimentos e subjetividades. Através do manuseio desses materiais, a criança imagina, cria e brinca. De acordo com Vygotsky (2009), a brincadeira da criança:

“não é uma simples recordação do que vivenciou mas, uma reelaboração criativa das impressões vivenciadas. É uma combinação dessas impressões e, baseadas nelas, a construção de uma realidade nova que responde às aspirações e aos anseios da criança. Assim como na brincadeira, o ímpeto da criança criar é a imaginação em atividade. (VYGOTSKY, 2009, P.17)

Na fotografia abaixo, Miguel dedicou tempo para escrever seu nome utilizando os pedaços de madeira e depois representou seu corpo.



Na foto seguinte, Alice se desafia, experimentando equilibrar uma ripa de madeira com um copo de iogurte na ponta do nariz.

1   2   3   4   5   6   7


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal