Memorial descritivo para execuçÃo do muro de contençÃo da escola e. E. SÃO simãO



Baixar 201,5 Kb.
Encontro24.08.2018
Tamanho201,5 Kb.






MEMORIAL DESCRITIVO PARA EXECUÇÃO DO MURO DE CONTENÇÃO DA ESCOLA E.E. SÃO SIMÃO

Sumário




1.CONSIDERAÇÕES INICIAIS 3

2.MURO DE ARRIMO 3

Escavação 3

Materiais e Disposições Construtivas 4

Concreto Estrutural 4

Aço de Armadura Passiva 4

Fôrmas 4

Execução do muro 4

3.DRENAGEM 5

4.REATERRO 5

5.PROFISSIONAIS RESPONSÁVEIS PELO PROJETO 5




  1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS


O presente memorial descritivo tem por objetivo fixar normas específicas para a construção da estrutura do muro de contenção em concreto armado da E.E. SÃO SIMÃO no município de Várzea Grande – MT, além de:

  • Instruir as condições que presidirão o desenvolvimento e serviços de construção da estrutura de contenção da obra supracitada;

  • Determinar as condições mínimas para a execução de cada serviço;

  • Estabelecer o padrão de qualidade para os materiais que serão empregados.

A contenção deve ser feita a fim de evitar o desprendimento e/ou escorregamento do maciço de solo devido aos desníveis existentes no projeto e no terreno natural.

A mão de obra e os materiais serão de boa qualidade e obedecerão às especificações correspondentes, ficando sujeitos à aprovação por parte da fiscalização. Quando não forem especificadas, obedecerão às normas técnicas.



  1. MURO DE ARRIMO


O muro de contenção será concebido como muro de arrimo em concreto armado, conforme projeto anexo.

Escavação


Para executar o muro, será feita uma escavação no solo conforme dimensões detalhadas no projeto estrutural. Foi considerado em calculo que a tensão admissível mínima na cota de assentamento do muro de contenção seja de 1,0 kgf/cm².

A escavação poderá ser feita manualmente ou mecanicamente. A empresa executora será também responsável pela sinalização de trânsito, bem como, pela segurança e integridade dos logradouros públicos, redes de luz, d’água e esgoto, propriedades públicas e particulares lindeiras a execução do muro de contenção. As escavações só serão consideradas concluídas após devidamente fiscalizadas e aceitas pela Fiscalização.



Materiais e Disposições Construtivas



Concreto Estrutural


O concreto estrutural a ser fornecido deverá ser usinado e/ou virado em obra, apresentando resistência mínima de 25 MPa (C25 – fck ≥ 25 MPa), conforme classe de agressividade ambiental, atendendo ao item 7.4 da NBR 6118 (ABNT, 2014).

Cobrimento da armadura conforme classe de agressividade ambiental e qualidade do concreto de cobrimento, atendendo os itens 6.4 e 7.4 da NBR 6118 (ABNT, 2014).



  • Cobrimento no intradorso do muro: 3,0 cm;

  • Cobrimento no tardoz do muro: 3,0 cm;

  • Cobrimento no superior da fundação do muro: 5,0 cm;

  • Cobrimento no inferior da fundação do muro: 5,0 cm;

  • Cobrimento lateral da fundação do muro: 5,0 cm;

Controle de fissuração e proteção da armadura, conforme item 13.4 da NBR 6118 (ABNT, 2014).

A cura total do concreto, deverá ocorrer com a idade mínima de 28 dias.



Aço de Armadura Passiva


Deverão ser utilizados aços do tipo CA-50, de acordo com as prescrições da norma NBR 7480 (ABNT, 2007).

Fôrmas


Para a execução das formas serão utilizados compensados resinados, observados os cuidados de armazenagem, transporte, corte, limpeza e desmoldagem dos mesmos.

Execução do muro


A contenção será executada com a utilização do muro de concreto armado, assente sobre terreno firme. As cavas deverão ser abertas com profundidade conforme informado em projeto, onde será assentada a base do muro. As cavas deverão ser regularizadas em camada de concreto magro com espessura mínima de 5,0 cm. Todas as superfícies de concreto que ficarem em contato com o solo e/ou aparentes deverão receber pintura de proteção betuminosa. Todas as estruturas serão executadas em concreto armado, e suas dimensões serão de acordo com o projeto em anexo. O concreto a ser utilizado nas estruturas do muro terá fck mínimo de 25 MPa.

  1. DRENAGEM


No aterro entre o talude e o muro de contenção deverá ser colocada, no sentido transversal, uma camada de filtro drenante com brita nº. 02, protegida por manta geotêxtil, a fim de reter partículas sujeitas a forças hidrodinâmicas permitindo a passagem das águas pluviais e de infiltração. Os barbacãs serão em tubos de PVC com diâmetro de 2”, dispostos pela largura do muro a cada 3,0 metros.


  1. REATERRO


O reaterro da cava da fundação do muro de contenção não poderá ser efetuado sem prévia fiscalização. Será feita a compactação do aterro em camadas de no máximo 20,0 cm. Caso o material da vala for inadequado ao reaterro, deverá ser trazido material de jazida, para efetuar o mesmo.


  1. PROFISSIONAIS RESPONSÁVEIS PELO PROJETO

___________________________

Felipe N. Fernandes

Engenheiro Civil

CREA-MT 017.100

SAOE / SEDUC-MT





©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal