Local: One Ministério – 16/06/18 Série: Improváveis – Um panorama sobre o livro de Juízes Tema



Baixar 41,43 Kb.
Encontro06.09.2018
Tamanho41,43 Kb.
Local: One Ministério – 16/06/18

Série: Improváveis – Um panorama sobre o livro de Juízes

Tema: Esconderijos na Terra de Deus

Texto: Juízes 6, 7 e 8 - Gideão

Proposição: A história de Gideão nos ensina que Deus quer tirar seu povo dos esconderijos para voltar a viver ao seu lado. Nesta noite quero entender com você quais são os esconderijos que nós criamos que nos impedem de viver as promessas e o propósito de Deus para nossas vidas.
Nesta noite quero continuar com vocês a nossa série no livro de Juízes que chamamos de improváveis. Homens e mulheres escolhidos por Deus de quem a própria sociedade não esperava muito. Mas Deus sabia do que eles eram capazes.

Já falamos sobre Otniel, Eúde, Sangar, Sansão, e na ultima sexta falamos sobre Débora na reunião da Tenda dos universitários.

- historia da SDA. Os mais improváveis, pastores de jovens liderando um evento tão grande. E ai, perto do evento entendemos a direção de abrir o gramado, mais 10.000 vagas. E um custo de pelo menos 150.000 reais. Em uma reunião com cerca de 15 pastores, todos confiantes no que Deus havia mostrado e revelado. Mas a conta não fechava, não tínhamos aquele valor e ainda não sabíamos se iriamos conseguir vender os ingressos. E mesmo vendendo todos a conta não fecharia. E calculamos que se o evento naquele momento tivesse um prejuízo seria de uns 130 a 140 mil reais. Para um orçamento de mais de 800.000. E a pergunta era apenas uma, como vamos pagar? Uma ideia era cada igreja assumir uma parte que daria uns 10.000 para cada. E ai os improváveis apareceram e disseram: Eu sei que na minha igreja não vou conseguir aprovação ou que não temos os recursos para assumir esta conta, mas eu acredito que Deus está conosco e se precisar dou o meu carro. Outro disse não posso dar o meu carro, mas se precisar dou a minha previdência. E cada um foi falando uma forma para cumprirmos aquilo que Deus havia pedido. No final Deus foi tão bom que ninguém precisou entregar, mas estavam dispotos.

Hoje quero olhar com vocês para a história de Gideão. Mais um improvável, que vinha do menor clã da tribo de Manasses, e era o menor da sua família.

Após os 40 anos em que Débora esteve a frente do povo, novamente o povo volta a abandonar os caminhos de Deus, mesmo estando na terra prometida. E a viver mais uma vez sem Deus na terra de Deus. E por isso, durante 7 anos Deus permitiu que Israel fosse dominado pelos midianitas e seus aliados. Anualmente na época das colheitas os midianitas realizavam seus ataques e acabavam e consumiam com tudo o que viam pela frente, eram como gafanhotos que passavam e não deixavam mais nada. Por isso, os israelitas começaram a fazer esconderijos em cavernas, montes e fortalezas para armazenar mantimentos e se esconderem quando esta época chegava. Mas a devastação era tanta que após sete anos eles empobreceram tanto que voltaram a recorrer ao Senhor. E antes do ataque anual do 8 ano, Deus levanta um novo juiz, Gideão, para libertar o seu povo e tirá-los dos esconderijos que haviam criado.

Conosco é muito parecido, por mais que não estejamos sobre a dominação de outro povo. Acabamos criando alguns esconderijos para deixar de lado aquilo que Deus tem para nós. Pode ser por causa do medo, da dificuldade, da capacidade. Quais são os esconderijos que com o tempo você foi criando?


A história de Gideão nos ensina que Deus quer tirar seu povo dos esconderijos para voltar a viver ao seu lado. Nesta noite quero entender com você quais são os esconderijos que nós criamos que nos impedem de viver as promessas e o propósito de Deus para as nossas vidas.
1 – Limitações e desculpas que criamos e que outras pessoas colocam sobre nós

Capitulo 6



12 – Então o Anjo do Senhor apareceu a Gideão e lhe disse: “O Senhor está com você poderoso Guerreiro”.

13 – “Ah Senhor”, Gideão respondeu, “ se o Senhor está conosco, porque aconteceu tudo isto? Onde estão as suas maravilhas que nossos pais nos contam quando dizem: “Não foi o Senhor que nos tirou do Egito? Mas agora o Senhor nos abandonou e nos entregou nas mãos de Midiã”.

14 – O senhor se voltou para ele e disse: “Com a força que você tem, vá libertar Israel das mãos de Midiã. Não sou eu quem o está enviando?”

15 – “ Ah Senhor”, respondeu Gideão, “Como posso libertar Israel? Meu clã é o menos importante de Manassés, e eu sou o menor da minha família”.

Gideão estava preparando o trigo para esconder dos midianitas, quando o Anjo do Senhor aparece e a primeira coisa que ele diz é: “O Senhor está com você poderoso Guerreiro”.

Mas Gideão não era guerreiro. Deus já estava revelando o que ele poderia se tornar se andasse com ele.

E nesta conversa, Gideão começa a colocar uma série de questões:

- Deus se preocupa mesmo conosco? Como permitiu que fossemos dominados?

- Deus sabe mesmo o que está fazendo? O Senhor sabe de onde eu venho? Como é minha família? Como eu sou?

Gideão, como vimos no começo era mais um improvável, pois vinha do cla menos importante da tribo de manasses e era o menor da sua família. Sem contar seu medo, insegurança, e por vezes até mesmo covardia.

O mais interessante é que Deus não olha para as limitações e desculpas que colocamos sobre nós, ou que acabamos acreditando que outros falam sobre nós. E ele simplesmente responde: “Eu estarei com você”. Você derrotará todos os midianitas como se fossem um só homem.

Neste primeiro encontro, Gideão era mais um do povo de Israel que havia se afastado do Senhor. Conhecia as histórias do que Deus já havia feito com os antepassados, mas também estava se escondendo dos midianitas. E coloca diante de Deus algumas limitações quanto a importância da sua família, a sua altura. Para assim voltar logo para estes esconderijos que havia criado.

- História de quando era adolescentes e treinava vôlei. Treinei uns 4 anos na escola. Era muito legal. Mas deixa eu te contar, eu era ruim. Descordenado. E mesmo com os treinos eu levei muito mais tempo do que os outros para melhorar. Então fui ficando sempre na reserva, era um dos últimos a ser escolhido (parêntesis na mensagem: o que é uma situação terrível). Eu não desistia, mas as vezes ia percebendo que meus amigos mesmo faziam comentários e algumas vezes me excluíam. E eu comecei a acreditar que não seria capaz de jogar com eles. E sabe, sempre no meio do treino, a professora fazia uma pausa para irmos beber água, e ficavam várias bolas espalhadas na quadra, o pessoal ia correndo desesperado e largava tudo. E eu era o único que não ia e ficava ajudando a professora a recolher e guardar as bolas. E por muito tempo eu acreditei que era por que eu sempre fui mais proativo e prestativo, isto fazia parte. Mas na verdade era porque eu não me achava tão bom quanto os outros e inconscientemente ficava juntando as bolas. Não tinha problema nenhum em fazer isto, o problema estava na minha cabeça, nas limitações que coloquei e acreditei. Mas o tempo foi passando, eu fui melhorando. Do reserva do reserva, passei a ser o reserva. Ai uma vez eu não havia sido selecionado para um campeonato, mas continuava treinando, o time ficou em terceiro, sobrou uma medalha e a professora trouxe e me entregou pelo meu esforço. E fui melhorando, agora já era escalado para os jogos, sempre entrava para jogar e pela perseverança as limitações as desculpas foram ficando de lado. Eu continuava a juntar as bolas no meio do treino, mas agora não era mais por causa das limitações.


Os esconderijos podem ser a vergonha, uma limitação física, outras coisas que você coloca no lugar de Deus, que deveria sempre ser o primeiro. Quem sabe, uma marca no seu passado, algo que você não gosta em você, ou quem sabe, que você mesmo não acredita em você. Quem sabe, outras pessoas, até próximas, te desvalorizaram, desacreditaram, e quem sabe até ofenderam. E aos poucos você foi criando um esconderijo para não sofrer tanto. Passou a acreditar que não era capaz. E isto foi virando uma limitação, uma desculpa.

Esta na hora de voltar a sonhar, de acreditar.

- Moisés também deu desculpas, levantou limitações.

- Eúde, outro juiz tinha uma das mãos com uma deficiência. E ainda assim liderou israel por 80 anos.

- Elias – fugiu para o deserto com medo de Jezabel, queria a morte, e depois vai para a caverna.
Quais são as desculpas que você tem dado para Deus?

Quais são as limitações que você mesmo colocou?

Quais são as limitações que outras pessoas colocaram?

Sabe o que Deus fez com Gideão? Apesar das limitações e desculpas. Antes mesmo dele começar a falar, Deus já havia falado: poderoso Guerreiro. Sai da caverna, sai do esconderijo. Não dá para continuar a viver com medo.

Em Jesus as desculpas e as limitações são apenas espaços para a manifestação do poder dele. Sai do esconderijo.
2 – A Infidelidade nas pequenas coisas

Capitulo 6



25 – Naquela mesma noite o Senhor lhe disse: “Separe o segundo novilho do rebanho de seu pai, aquele de sete anos de idade. Despedace o altar de baal, que pertence a seu pai, e corte o poste sagrado de Aserá que está ao lado do altar.

26 – Depois faça um altar para o Senhor, seu Deus, no topo desta elevação. Ofereça o segundo novilho em holocausto com a madeira do poste sagrado que você irá cortar”.

27 – Assim Gideão chamou dez dos seus servos e fez como o Senhor lhe ordenara. Mas, com medo da sua família e dos homens da cidade, fez tudo de noite, e não durante o dia.

É muito interessante que mesmo Deus já tendo se revelado, falado com Gideão. Ele aqui mostra que ainda tinha um certo receio, um medo. Ele junta 10 dos seus servos, e vai cumprir o que Deus havia pedido. Mas eles vão de noite. Cortam o poste de Aserá e despedaçam o altar de baal. E no local fazem um altar a Deus e um sacrifício.

No outro dia ele é descoberto, afinal fazer algo assim com mais 10 pessoas é complicado de guardar segredo. As pessoas do seu clã queriam a sua morte pelo que havia feito. Mas seu pai Joás se coloca a frente e diz, que se baal fosse realmente um Deus poderia se defender sozinho. E Gideão passa a ser chamado de Jerubaal (que baal dispute com ele, pois derrubou o seu altar).

Mas além de cumprir uma tarefa pequena, se comparada com o que Deus ainda iria fazer através da vida de Gideão. O que ele também estava fazendo era mostrar que o tempo da infidelidade havia chegado ao fim. Estava na hora de se voltar para Deus. E por causa daquilo, quando ele tocou a trombeta chamando seu cla e outras tribos para lutar, eles atenderam.

A infidelidade estava em todo o povo. Mas Deus com aquele ato de Gideão estava acertando a infidelidade daquele Clã. E isto iria contaminar os outros a voltarem a sonhar e terem a coragem necessária de saírem dos seus esconderijos, Pois o mesmo Deus dos antigos Juizes estava com eles. E esta infidelidade era uma barreira, um esconderijo que não os permitia viver os propósitos de Deus.

Mesmo com medo, ainda assim ele havia feito aquilo que Deus o havia pedido. Aquilo que Deus havia pedido era um teste, para saber se Gideão conseguiria cumprir outras tarefas ainda maiores. Ele conseguiu ser fiel.

Mas um esconderijo que nos impede de vivermos coisas novas com Deus é a infidelidade nas pequenas coisas. Pois, se em coisas ainda mais simples você não consegue ser fiel não tem como Deus te usar para coisas maiores.

E a infidelidade, o marasmo, ou até mesmo a mediocridade espiritual são como uma barreira. Deus quer usar, abençoar o seu povo, mas enquanto você não abandonar algumas áreas que você tem caído vai apenas limitar tudo o que Deus tem para você.

- Quais são as áreas que você tem tido dificuldade? Que tem te afastado de Deus? Que tem te limitado? Que Deus está te mostrando, te lembrando agora e está na hora de abandonar? De confessar?

- História de limitações: menina de 13 anos de idade que veio me procurar para conversar no acampamento. Estava com muita vergonha, chorava muito. Dizia que não era digna de perdão, nem mesmo de ser usada por Deus para alguma coisa. Ela contou que havia sido abusada por um parente durante alguns anos na infância, agora já havia parado, mas ainda não havia contado para os pais. Que por mais que houvesse parado, e até mesmo já tinha um acompanhamento para ajudar a lidar com o que havia acontecido. Ela havia aos 10 anos começado a ver pornografia e tinha vídeos e coleções de dvds gravados em casa e não conseguia parar de assistir, e foi cada vez mais se viciando na pornografia. Sua família era cristã, mas ele não acreditava que um dia poderia ser usada pelo senhor por causa do seu passado.

- Não sei se você já sofreu algum tipo de abuso na infância, mas quero te dizer que não foi culpa sua. E Deus hoje quer te libertar de um esconderijo que você acabou criando.

O que é que Deus está te pedindo para abandonar hoje?


3 – Provas que muitas vezes vamos pedindo para algo que Deus já falou

Capitulo 6



36 – E Gideão disse a Deus: “ Quero saber se vais libertar Israel por meu intermédio, como prometeste.

37 – Vê, colocarei uma porção de lã na eira. Se o orvalho molhar apenas a lã e todo o chão estiver seco, saberei que tu libertarás Israel por meu intermédio, como prometeste”.

Não é um problema pedirmos provas, sinais para Deus para termos uma confirmação maior daquilo que estamos entendendo. E se você ainda estiver com dúvidas com relação aquilo que ele tem te mostrado, peça para que Deus te confirme novamente de outra forma.

Agora Gideão, havia estado na presença do Anjo do Senhor.

Pedido que ele esperasse preparar preparar um sacrifício, quando voltou o anjo continuava a esperar, tocou os sacrifícios e fogo subiu da rocha.

Ele já havia levantando 32.000 homens após romper com a infidelidade do povo.

E agora pede uma prova para garantir que Deus estava com ele.

- Ele coloca uma porção de lã no relento para que no outro dia o orvalho molhasse apensa a lã e o chão estivesse seco.

- Ai pede para que acontecesse o contrário, agora que a lã estivesse seca e o chão molhado.

Gideão além de inseguro era um pouco abusado.

E acho interessante como a bíblia coloca que Deus conhecia Gideão, pois antes da batalha. Sabia que ele ainda estava com medo e vai dizer:



7: 10 “Se você está com medo de ataca-los, desça ao acampamento com seu servo Pura,

11 – e ouça o que eles estiverem dizendo. Depois disso você terá coragem ara atacar.”

Ela vai com o servo e lá escuta um soldado contando o sonho para outro. Dizendo que havia sonhado com um pão de cevada que vinha rolando dentro do acampamento midianita e atingiu a tenda com tanta força que a derrubou. E o outro já reponde que não poderia ser outra coisa, se não Gideão e Deus os havia entregue na mão de Gideão. E aquela foi a ultima confirmação que Deus havia dado para Gideão.

Deus fala de diversas formas: Através da sua palavra, de outras pessoas, de circunstancias.

- Apenas tome cuidado, pois algumas vezes com conosso coração é enganoso, acabamos colocando provas que já sabemos que vai acontecer para achar que Deus falou. Quando não falou. Por exemplo, imagina que estão reformando uma rua perto da sua casa, e ai você fala Deus se passar um trator na frente de casa hoje, ahhh ai vou ter a certeza de que aquela menina é a certa. Por favor, gente é coisa séria.

- História das confirmações para a reforma no apto.

3 confirmações

E ainda Deus abençoou mais.

O problema não é pedir provas, e podemos pedir até estarmos convictos daquilo que Deus está mostrando. O problema é começar a enrolar e não fazer aquilo que ele mostrou.

Se esconder em meio aos pedidos de provas para ir deixando aquilo que Deus já pediu para fazermos de lado. E para alguns aqui ele já pediu, já provou, até mais de uma vez e você continua se escondendo atrás de novos pedidos desnecessários de confirmação.

Ele já falou. Desde a primeira vez. Gideão iria vencer os midianitas como se fossem um só homem. Que ele era um guerreiro.

Se Deus falou tá falado, ele não é homem para que minta. Nm 23:19.
4 – Algumas provas que Deus pede para testar seus servos

Capitulo 7

2 – O Senhor disse a Gideão: “ Você tem gente demais, para eu entregar Midiã nas suas mãos. A fim de que Israel não se orgulhe contra mim, dizendo que a sua própria força o libertou,

3 – anuncie, pois, ao povo eu todo aquele que estiver tremendo de medo poderá ir embora do monte Gileade”. Então vinte e dois mil partiram, e ficaram apenas dez mil.

4 – Mas o Senhor tornou a dizer a Gideão: “ Ainda há gente demais. Desça com eles a beira da agua, e eu, separarei os que ficarão com você. Se eu disse: este irá com você, ele irá; mas, se eu disser: este não irá com você, ele não irá.

Você não pediu provas para Deus? Pois é, agora é a vez dele.

Gideão conseguiu levantar um exército de 32.000 homens.

A primeira prova era a do medo. Destes 20 mil foram embora e sobraram 10 mil. Ai Deus fala novamente: “Tem gente demais”. E faz uma prova para saber se Gideão iria cumprir novamente. E diria quais seriam os soldados que iriam com ele. Apenas os que se abaixavam, e bebiam água lambendo como faz um cão, mas não se ajoelhavam iriam com ele. E sobraram apenas 300.

300 homens frente a um exército de cerca de 135.000 midianitas.

E ainda assim, com 300 Deus deu a vitória. Separam 3 grupos de 100 ao redor do acampamento inimigo, nos montes e a meia noite tocaram as trombetas e quebraram jarros que tinham nas mãos. E na mão esquerda com uma tocha e na direita a trombeta gritavam pelo Senhor e por Gideão. Os inimigos se voltaram uns contra os outros e os que sobraram fugiram, mas foram perseguidos por Gideão e o povo voltou a acreditar e voltou para ajudar.

A vitória foi de todo o povo, mas apenas aqueles 300 viram tudo o que Deus fez.

E quanto a você? Quais são as provas que Deus te pedido? O que ele tem te pedido para entregar para ele?

Algumas coisas de Deus não parecem fazer sentido. Mandar embora soldados com medo, lamber a água. 135.000 contra 300. Mas Gideão precisou entregar e confiar.

- A prova mais dificil que tive, foi quando estava orando com a Even para uma confirmação para o casamento e Deus me pediu para entregar ela para ele. Mas sabe, por mais difícil que tenha sido terminar com ela, Deus queria mostrar para os dois que estava conosco. E na mês que ficamos orando juntos para ter a certeza depois de termos terminado por uns 15 minutos apenas. Deus confirmou para os dois em textos diferentes da palavra e ainda confirmou o chamado da Even.
Com Gideão 20 mil foram embora para se esconder de volta por causa do medo. E não passaram no teste de Deus. E não conseguiram entregar os medos.

O que Deus está pedindo para você entregar para ele hoje?

- a dependência, o futuro, os sonhos, os medos, os esconderijos.
CONCLUSÃO

Através de Gideão, Deus foi tirando o seu povo dos esconderijos que haviam criado. Para voltarem a viver a promessa da terra prometida, da sua vontade.

Além de libertar o seu povo, Deus neste processo foi moldando Gideão. Primeiro se revelou a ele, tirou ele dos esconderijos que ele havia criado, e transformou um homem medroso em um general corajoso. Que no final não estava mais perguntando Se, Porque, não pedia mais Sinais. E quando o povo pede para que se tornasse rei entre eles no capitulo 8. Ele vai dizer não serei rei entre vocês, nem meu filho. O Senhor reinará entre sobre vocês.

Deus pega um homem cheio de duvidas e torna ele um general confiante.

Chama Pedro vacilante, e o torna como uma rocha firme.

Deus continua moldando seus servos.


APELO

Esta na hora de parar de se esconder e sair dos esconderijos que te impedem de viver os propósitos de Deus para a sua vida.

Está na hora de sair da caverna, do esconderijo.

De voltar a viver os propósitos de Deus para a sua vida. De voltar a liderar, de sonhar, de acreditar.

1 – Limitações e desculpas que criamos e que outras pessoas colocam sobre nós

2 – A Infidelidade nas pequenas coisas

3 – Provas que muitas vezes vamos pedindo para algo que Deus já falou

4 – Algumas provas que Deus pede para testar seus servos



- Vir a frente

- Salvação


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal