Lista de Exercícios História Geral



Baixar 218,08 Kb.
Página1/3
Encontro27.09.2017
Tamanho218,08 Kb.
  1   2   3

Lista de Exercícios

História Geral

Idade Moderna

Prof. Fabrício

01 - Em oposição aos velhos valores medievais a mentalidade do homem renascentista formulou novos princípios. Um desses princípios foi o racionalismo.

Explique em que consistia esse racionalismo.

02 - (FGV/2000) "Na verdade, Ciência e Razão eram apenas uma face de realidade bem mais complexa. Enquanto as elites redescobriam Aristóteles ou discutiam Platão na Academia florentina, de Lourenço de Médicis, a quase totalidade da população européia continuava analfabeta. Praticamente alheia à matematização do tempo, tinha seu trabalho regido ainda por galos e pelos sinos (...) a vida continuava pautada por ritmos sazonais." (Laura de Mello e Souza) A partir do texto acima, podemos afirmar que:

a) a transição, da transcendência à imanência, da verticalização à horizontalização, realizou-se plenamente no Renascimento;

b) a experiência renascentista foi vivida por todos os povos da Europa simultaneamente; c) a matematização do tempo, assim como as redescobertas de Aristóteles e Platão, foram experiências vividas primeiramente pelas elites letradas; d) a democratização do saber letrado foi a principal característica da primeira fase do Renascimento; e) a Europa burguesa viu com temor a propagação do ideal renascentista.

03 - "Postulados 1. (...) ;

2. O centro da terra não é o centro do universo, mas tão somente da gravidade e da esfera lunar;

3. Todas as esferas giram ao redor do sol como de seu ponto médio, e, portanto, o sol é o centro do universo;

4. (...); 5. Todo movimento aparente que se percebe nos céus provém do movimento da terra, e não de algum movimento do firmamento, qualquer que seja;

6. O que nos parece movimento do sol não provém do movimento deste, mas do movimento da terra e de nossa esfera, junto com a qual giramos em redor do sol, o que acontece com qualquer outro planeta;

7. (...)." (séc. XVI) (citado em Berutti et al)

O documento refere-se à:

a) ruptura com o heliocentrismo, conduzida pelas investigações de Kepler.

b) ruptura com o antropocentrismo, conduzida pelas investigações de Galileu Galilei;

c) concepção de universo, que recupera o pensamento de Ptolomeu, recusado pela Igreja durante a Idade Média;

d) concepção de universo, que recupera as preocupações de Heràclito ("tudo está em movimento"), apresentada por Isaac Newton;

e) ruptura com o geocentrismo, conduzida pelas investigações de Copémico.


04 - “Assim o avarento fecha, num cercado, milhares de jeiras; enquanto que honestos cultivadores são expulsos de suas casas, uns pela fraude, outros pela violência (...) e de questiúnculas que os forçam a vender suas propriedades (...) Os infelizes abandonam (...) Então vendem a baixo preço o que puderam carregar de seus trastes (...) Esgotados esses fracos recursos, que lhes resta? O roubo, e, depois, o enforcamento segundo as regras. (Thomas Morus) A partir do texto acima é incorreto afirmar:

a) Trata-se de uma leitura crítica do processo de cercamentos, uma das fases decisivas da acumulação primitiva de capital, na Inglaterra; b) Morus mantém uma posição de neutralidade diante do fato apresentado apenas como um processo;

c) Para o autor, o roubo é uma conseqüência do processo de expropriação sofrido pelos camponeses;

d) A posição do autor, a partir da análise do texto, é contrária ao processo de expropriação sofrido pelos camponeses;

e) O enforcamento é uma regra para os que cometem o roubo.


05 - No fim da Idade Média e inicio da Idade Moderna, o rompimento dos monopólios que os letrados mantinham sobre a cultura escrita e os clérigos sobre a religião criou uma situação nova, potencialmente explosiva. Esse rompimento deveu-se a) aos descobrimentos e invenções cientificas.

b) á invenção da imprensa e á Reforma.

c) ao Renascimento e ao Estado absolutista.

d) ao aparecimento do alfabeto e das heresias.

e) ao humanismo e à Inquisição.

06 - (FUVEST SP/) “Minhas composições me rendem muito, posso dizer que tenho mais encomendas do que poderia atender. E, para cada coisa, tenho seis, sete editores e mais ainda se o coração mo ditar, eles não negociam mais comigo eu exijo e me pagam". Beethoven, em carta de 1801. Dessa afirmação, pode-se deduzir que Beethoven foi um artista que.

a) ao se colocar sob a proteção dos mecenas, continuou a tradição dos antecessores.

b) ao vender suas obras no mercado, tornou-se independente dos mecenas.

c) ao se independizar dos mecenas, foi repudiado pelos demais músicos clássicos.

d) ao adaptar suas composições ao gosto popular, rompeu com a música erudita.

e) ao subordinar sua arte ao melhor preço, tornou-se um músico venal e conformista

07 - (FATEC SP/2013) Sobre o Renascimento científico é correto dizer:

a) as Ciências não avançaram muito nesse período, pois sofriam a influência do Cristianismo.

b) houve, nesse período, grandes progressos na Trigonometria e na Álgebra, além de se desenvolverem pesquisas sobre a refração da luz e se criarem fundamentos da óptica.

c) o homem renascentista adotava a Teoria Geocêntrica formulada por Nicolau Copérnico e defendida por Galileu Galilei.

d) o espírito crítico do homem renascentista partiu para a Ciência experimental, a observação, a fim de obter explicações racionais para os fenômenos da natureza.

e) o homem renascentista via o Universo como uma obra sobrenatural, fruto dos preceitos cristãos.
08 - (PUC SP) No estudo do processo de transformação cultural do mundo europeu, no início dos tempos modernos, isto é, do renascimento, verifica-se que, em Portugal:

a) Gil Vicente introduziu ò teatro com a obra "TRIOLOGIA DAS BARCAS".

b) Camões , em seus sonetos, enaltece a dinastia de braganças.

c) Garcia de Rezende acentua a dependência da poesia em relação a música.

d) "A FARSA DE INÊS PEREIRA " é teatro clássico religioso de CAMILO CASTELO BRANCO.

e) Fernão Lopes, pai da historiografia portuguesa, foi nomeado cronista-mor da torre do tombo em 1434.


09 - (PUC PR) A respeito das transformações ocorridas no pensamento científico no século XVII, podemos afirmar que:

I) Na astronomia, uma série de descobertas e inventos possibilitou a ampliação do conhecimento sobre o movimento dos planetas, o que levou à rejeição da teoria heliocêntrica. II) Newton, com sua teoria sobre a gravitação universal, permitiu aperfeiçoar o conhecimento acerca do movimento dos corpos celestes.

III) O desenvolvimento de uma forma de conhecimento baseada na observação e na experimentação foi uma das mais importantes contribuições desse período para a ciência.

IV) O aparecimento de novas teorias na astronomia, na medicina e na física provocou a reação da Igreja Católica, que, vendo sua concepção de mundo ameaçada, acusou diversos cientistas de heresia.

Assinale a alternativa que contém a(s) afirmativa(s) correta(s):

a) somente II e III.

b) somente II, III e IV.

c) somente I, III e IV.

d) somente I, II e III.

e) somente I, II e IV.

10 - (PUC PR/) O século XX tem sido palco para grandes reviravoltas na História da ciência. Uma delas refere-se ao desenvolvimento de um modelo científico que se afasta das explicações newtonianas para o funcionamento do Universo. Esse novo modelo foi chamado de Teoria da Mecânica Quântica pelo seu criador, Niels Böhr, e acarretou abalos em todos os setores dedicados ao conhecimento científico, porque:

a) defende que a verdade buscada pelo pesquisador encontra-se, sempre, na negação das suas hipóteses de trabalho.

b) afirma a impossibilidade de qualquer estudo cujo objeto seja algo ínfimo, como o interior do átomo.

c) desenvolve a noção de que as leis da natureza determinam rigorosamente os fenômenos do Universo.

d) apresenta a concepção de que o pesquisador, na sua ação investigativa, interfere no objeto pesquisado, alterando-o.

e) articula grandezas físicas como velocidade e energia, sobre as quais não há incertezas, para concluir que a objetividade do pesquisador produz respostas absolutas.


11 - (UEL PR) No início da Idade Moderna, no contexto do Movimento Renascentista, pode-se observar:

a) a valorização da supremacia do coletivo em detrimento do individual.

b) um processo de mudanças sociais que se traduziu em novas formas de pensar, sentir e agir.

c) o desenvolvimento de revoluções tecnológicas advindas das novas teorias sobre a política e o poder.

d) as novas concepções que justificavam o predomínio da religiosidade sobre as formas de pensamento.

e) as mudanças nas formas de organização da produção agrícola e relações sociais daí decorrentes.


12 - (UEL PR/) Sobre o texto abaixo, é correto afirmar: Texto “O século XV é, sobretudo, aquele dos homens multifacetados. (...) O mercador e estadista florentino é, amiúde, também um homem versado em ambas as línguas clássicas; os mais renomados humanistas lêem para ele e seus filhos a Política e a Ética, de Aristóteles, e mesmo as filhas da casa recebem igualmente uma elevada educação. (...) Há tempos seu saber filológico não deve servir meramente ao conhecimento objetivo da Antigüidade clássica, mas ser também aplicável no cotidiano da vida real. Assim, paralelamente a seus estudos sobre Plínio, por exemplo, ele reúne um museu de história natural; a partir da geografia dos antigos, torna-se um cosmógrafo moderno; tendo como modelo a historiografia daqueles, escreve a história de seu tempo (...).” (BURCKHARDT, J. A cultura do Renascimento na Itália. São Paulo : Companhia das Letras, 1991. p. 116.)

a) Destaca a associação do saber com as necessidades diárias, tais como a elaboração de mapas para as rotas comerciais e a compreensão do presente a partir da história.

b) Reconhece no humanismo a preocupação com o estudo do divino e do sobrenatural.

c) Concebe o saber greco-romano como um conhecimento restrito ao universo intelectual dos príncipes e dos ricos comerciantes italianos.

d) Aponta para a tese, cara ao Renascimento, de que a Terra se constitui no centro do universo (geocentrismo, difundido por Copérnico e Galileu).

e) Enfatiza no Renascimento a defesa da especialização como o caminho para o saber racional, atitude cujo representante máximo é Leonardo da Vinci.


13 - (UEL PR/) Sobre o Renascimento, é correto afirmar: Texto “O século XV é, sobretudo, aquele dos homens multifacetados. (...) O mercador e estadista florentino é, amiúde, também um homem versado em ambas as línguas clássicas; os mais renomados humanistas lêem para ele e seus filhos a Política e a Ética, de Aristóteles, e mesmo as filhas da casa recebem igualmente uma elevada educação. (...) Há tempos seu saber filológico não deve servir meramente ao conhecimento objetivo da Antigüidade clássica, mas ser também aplicável no cotidiano da vida real. Assim, paralelamente a seus estudos sobre Plínio, por exemplo, ele reúne um museu de história natural; a partir da geografia dos antigos, torna-se um cosmógrafo moderno; tendo como modelo a historiografia daqueles, escreve a história de seu tempo (...).” (BURCKHARDT, J. A cultura do Renascimento na Itália. São Paulo : Companhia das Letras, 1991. p. 116.)

a) Tratou-se de um movimento inspirado no conhecimento escolástico medieval.

b) Privilegiou as bibliotecas existentes nos mosteiros como espaço propício à leitura e à erudição almejada pelo homem da Renascença.

c) Teve como importante centro difusor a cidade italiana de Florença, que havia prosperado em razão de seu desenvolvimento comercial.

d) Estruturou-se a partir dos ensinamentos e da visão de mundo consagrados pelo medievo. e) Valorizou o esforço educativo e o estudo dos textos clássicos como fundamento único para a comprovação das verdades contidas nos dogmas religiosos.
14 - (UDESC SC) Leonardo da Vinci (1452-1519) é um perfeito representante do espírito renascentista, homem empenhado em conhecer leis que regem a natureza e em transformar o conhecimento em técnica, o que o levou a interessar-se por matemática, artes, engenharia, arquitetura, medicina. Em síntese, ele representa um período da história conhecido como Renascimento. Em relação à afirmativa acima, assinale a alternativa correta.

a) Leonardo da Vinci, além de interessar-se por vários aspectos da realidade, procurou conhecer o corpo humano, observando aulas de anatomia e dissecações de cadáveres, para dar mais realismo na representação de sua arte.

b) Os renascentistas buscaram inspiração nos filósofos da Idade Média, incitados pela produção escrita do clero. c) Experiência não foi uma das características do Renascimento,

d) A produção de novos conhecimentos era feita por homens que não tinham ligação com o poder político ou econômico; em geral, eram independentes e faziam seus estudos sem nenhum auxílio financeiro.

e) Mecenas foi um estadista renascentista; daí o nome “mecenato”.
15 - (UEM PR/) Sobre o Renascimento, assinale o que for correto.

01. A sociedade européia viveu, nessa época, um processo de desurbanização e declínio do comércio.

02. Dentre os expoentes Renascentistas, destacam-se: Giordano Bruno, precursor da "Ciência Moderna" e fundador da "Mecânica"; Hermes Trimegisto, pai do empirismo científico; Isaac Newton, defensor da "Teoria Heliocêntrica"; e Albert Einstein, criador da "Teoria da Relatividade".

04. Os intelectuais ligados a esse movimento tomaram, como ideal cultural, o homem da Antigüidade Clássica, sendo o individualismo uma de suas principais características.

08. Dentre os fatores que contribuíram para a difusão do Renascimento, destacam-se: a expansão marítima dos séculos XIV e XV; a tomada de Constantinopla pelos turcos, em 1453; o mecenato; e a influência das civilizações sarracenas e bizantinas.

16. O caráter burguês da cultura renascentista foi parte do processo de ascensão econômica, social e política da classe burguesa, que procurou criar também uma cultura capaz de refletir seus interesses e sua nova visão do mundo.

16 - (UEM PR/2009) No início da Época Moderna, floresceu, na Europa Ocidental, um movimento intelectual e artístico chamado Renascimento. A esse respeito, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01. A ciência renascentista abandonou a visão mística e metafísica do mundo, possibilitando que a tolerância religiosa permeasse as relações sociais.

02. Nas artes, o Renascimento se caracterizou, entre outros aspectos, por uma preocupação com a figura humana. A busca da perfeição ao retratar o homem levou a uma simbiose entre arte e ciência, desenvolvendo-se estudos de anatomia, técnicas de cores e perspectiva.

04. O Renascimento se restringiu à literatura e à sociologia, não exercendo influência na arquitetura e na filosofia.

08. As transformações culturais do Renascimento relacionam-se com as novas condições socioeconômicas da Europa Ocidental daquele período.

16. Um dos principais pensadores renascentistas patrocinado pelo papado foi o sociólogo August Comte que, com sua filosofia, buscava uma harmonia entre fé e ciência.


17 - (UEM PR/2001) O início dos tempos modernos é marcado por uma série de transformações, dentre as quais o Renascimento, no campo intelectual. Sobre este assunto, assinale o que for correto.

01. A literatura renascentista valorizava a Igreja, a nobreza e sobretudo o ideal da cavalaria. Essa valorização pode ser observada na obra literária Don Quixote de La Mancha.

02. O Renascimento, movimento cultural ligado ao passado, é também produto das condições históricas do final do feudalismo. O grande desenvolvimento econômico das cidades da Itália até o final do século XVII possibilitou o mecenato e contribui para explicar o fato de o Renascimento ter sido um fenômeno exclusivamente italiano.

04. A ciência renascentista questionou a tradição como forma de obtenção do conhecimento científico. Assim sendo, procurou explicar o mundo a partir de novas teorias, fugindo às interpretações místicas, típicas do período histórico anterior.

08. Em seus aspectos artísticos, o Renascimento foi caracterizado por uma preocupação com a figura humana. Essa preocupação possibilitou a valorização do nu e a busca da perfeição ao retratar os homens, conduziu a uma aproximação entre a arte e a ciência e contribuiu para o desenvolvimento de estudos de anatomia e de novas técnicas de produção de cores e de perspectiva.

16. A oposição à mentalidade predominante no período medieval levou os renascentistas à redescoberta da Antigüidade Clássica.


18 - (UEM PR) O início dos Tempos Modernos se constituiu em um período de intensas transformações em todos os aspectos da vida da Europa. No campo da cultura e das ciências, essas mudanças foram denominadas de Renascimento Cultural. A esse respeito, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01. O Renascimento buscou o conhecimento e o saber fora do âmbito das explicações religiosas. Nesse sentido, questionou a fé e a verdade revelada como forma de obtenção do conhecimento.

02. O crescimento das cidades, possibilitado pelo desenvolvimento comercial do final da Idade Média, e o surgimento de um grupo social vinculado às atividades mercantis, a burguesia, contribuíram decisivamente para o desenvolvimento do Renascimento.

04. Nessa época, três inventos revolucionaram a vida dos homens: a pólvora, que já era utilizada pelos chineses desde antes do nascimento de Cristo e passou a ser utilizada nas guerras; a imprensa, que barateou o custo das edições e popularizou a leitura; e a bússola, que foi essencial para as grandes navegações dos tempos modernos.

08. São Tomás de Aquino, que escreveu a Suma Teológica, foi o mais importante autor renascentista. Em sua obra, promoveu uma conciliação entre a fé e a razão ao dar uma explicação religiosa para os dogmas da Igreja Romana.

16. Os homens do Renascimento repudiavam a época medieval que consideravam uma "Idade das Trevas". Assim, opunham-se às crenças e aos valores culturais daquela época, tais como o misticismo, o teocentrismo e o geocentrismo.

32. Dentre os Renascentistas, destacam-se Willian Sheakespeare, autor de peças teatrais como Romeu e Julieta e Rei Lear que até hoje são encenadas; Galilei Galileu, cujos estudos questionavam o geocentrismo; e Leonardo Da Vinci, que, entre outras atividades, foi arquiteto, anatomista, escultor e pintor.

64. O Renascimento se originou nos países ibéricos em razão do precoce desenvolvimento econômico dessa região, pois o Renascimento foi um movimento cultural exclusivamente burguês e laico.

19 - A partir da análise das figuras acima, e do conhecimento que a historiografia oferece sobre o assunto, conclui-se que: VICENTINO, Cláudio. História Geral. S.P. Scipione: 1998.

a) A presença de temas religiosos na arte renascentista deve-se principalmente ao caráter teocêntrico que o movimento assumiu, durante sua fase áurea.

b) Embora o movimento tenha assumido um caráter anticlerical e humanista, os artistas cristãos retrataram em suas obras temas eclesiásticos, principalmente na última fase.

c) Os temas religiosos estão presentes no conjunto de obras renascentistas, porém com características humanistas, diferenciando-as do conjunto de obras medievais.

d) O conjunto de produção artística renascentista teve, como inspiração a cultura greco-latina e, por essa razão, excluiu de suas obras os temas religiosos.

e) As obras renascentistas tiveram, em sua fase inicial, inspiração nas obras medievais, por essa razão os temas religiosos estão presentes nas pinturas


20 - (UFTM MG) As condições históricas que favoreceram a Renascença, na transição da Idade Média para a Moderna, foram:

a) a crise do poder da Igreja e a atrofia das cidades e do comércio, particularmente na Península Itálica.

b) a preservação da cultura greco-romana nos mosteiros e o fortalecimento das relações feudais de produção.

c) o enriquecimento das cidades italianas e o desejo de afirmação da burguesia com o patrocínio às artes.

d) o mecenato praticado por papas e monarcas e a renovação da cultura devido à ênfase dada à religião.

e) o desejo, por parte da nobreza, de glorificar o homem e a valorização da fé no lugar do racionalismo.



GABARITO:

1) Gab: Racionalismo - Explicação das coisas através do uso da razão, em substituição à explicação predominante no período medieval que era de origem religiosa.

2) Gab: C

3) Gab: E

4) Gab: B

5) Gab: B

6) Gab: B

7) Gab: D

8) Gab: E

9) Gab: B

10) Gab: D

11) Gab: B

12) Gab: A

13) Gab: C

14) Gab: A

15) Gab: 28

16) Gab: 10

17) Gab: 28

18) Gab: 55

19) Gab: C

20) Gab: C

REFORMA PROTESTANTE


Com relação à Reforma é correto dizer que:

a) foi apenas um movimento de contestação religiosa à Igreja Católica, não tendo nenhuma implicação política ou econômica.

b) nada teve a ver com as condições geradas na Europa do século XVI pelo desenvolvimento do comércio, pela ascensão da burguesia e pelo Renascimento.

c) foi o movimento que rompeu a unidade religiosa da Europa Ocidental, dando origem a novas igrejas cristãs.

d) valorizava Deus, a fé e o desprezo pelas coisas terrenas, porque não era materialista, mas, sim, pregadora do fanatismo de predestinação e da submissão do homem a Deus.

e) foi um movimento que reafirmou os dogmas católicos e que foi intransigente com relação aos protestantes.


02 - (FUVEST)

Sobre a Reforma religiosa, do século XVI, é correto afirmar que:

a) nas áreas em que ela penetrou, obteve ampla adesão em todas as camadas da sociedade.

b) foi um fenômeno tão elitista quanto o Renascimento, permanecendo afastada das massas rurais e urbanas.

c) nada teve a ver com o desenvolvimento das modernas economias capitalistas.

d) fundamentou-se nas doutrinas da salvação pelas obras e na falibilidade da Igreja e da Bíblia.

e) acabou por ficar restrita à Alemanha luterana, à Holanda calvinista e à Inglaterra anglicana.

03 - (FUVEST )

Antes de o luteranismo e calvinismo surgirem, no século XVI, e romperem com a unidade do cristianismo no ocidente, houve, na Baixa Idade Média, movimentos heréticos importantes, como o dos cátaros e dos hussitas, que a Igreja Católica conseguiu reprimir e controlar.

Explique:

a) Como a Igreja Católica conseguiu dominar as heresias medievais?

b) Por que o luteranismo e o calvinismo tiveram êxito?
04 - (Mackenzie )

As transformações religiosas do século XVI, comumente conhecidas pelo nome de Reforma Protestante, representaram no campo espiritual o que foi o Renascimento no plano cultural; um ajustamento de idéias e valores às transformações sócio- econômicas da Europa.

Dentre seus principais reflexos, destacam-se:

a) a expansão da educação escolástica e do poder político do papado devido à extrema importância atribuída à Bíblia.

b) o rompimento da unidade cristã, expansão das praticas capitalistas e fortalecimento do poder das monarquias.

c) a diminuição da intolerância religiosa e fim das guerras provocadas por pretextos religiosos.

d) a proibição da venda de indulgências, término do índex e o fim do principio da salvação pela fé e boas obras na Europa.

e) a criação pela igreja protestante da Companhia de Jesus em moldes militares para monopolizar o ensino na América do Norte.


05 - (PUC PR)

“O justo viverá pela fé”

(São Paulo, Epístola aos Romanos)

Essa frase serviu de ponto de partida para Martinho Lutero iniciar o movimento que resultou na divisão da cristandade ocidental. Constitui uma das idéias significativas do movimento reformista:

a) a crença na liberdade do homem e na sua possibilidade de alcançar o bem por si mesmo, o que fortalece o individualismo.

b) o universalismo, em nome do qual a igreja reformada exerce sua autoridade em detrimento dos Estados Nacionais.

c) a condenação da usura, que, segundo os calvinistas, era promovida pela igreja Católica quando da venda dos indulgências.

d) a predestinação, segundo a qual a fé depende da vontade divina e não das obras realizadas pelos homens.

e) a defesa, pelos luteranos, de uma leitura única do Evangelho, o que provocou diversas cisões dentro do movimento reformista, surgindo daí o Calvinismo e o Anabatismo.

  1   2   3


©bemvin.org 2016
enviar mensagem

    Página principal